Capitão Nascimento, em Tropa de Elite 2, já nos ensinava: o Sistema é Foda

O desabafo abaixo é do personagem Capitão Nascimento, interpretado por Wagner Moura, no filme Tropa de Elite 2, que deu origem à célebre frase “O Sistema é foda”

Ficção ou vida real? (Imagem: Google)

 

“Eu fui pra detonar o sistema. Contei tudo que eu sabia. Botei muito político na cadeia. E mesmo assim o sistema continuava de pé. O sistema entrega a mão pra salvar o braço. O sistema se reorganiza, articula novos interesses, cria novas lideranças. E custa caro. Muito caro. O sistema é muito maior do que eu pensava. Não é à toa que entra Governo, sai Governo, a corrupção continua. O sistema é foda.”

(Capitão Nascimento)

——-

Sistema: Substantivo masculino. 1) conjunto de elementos, concretos ou abstratos, intelectualmente organizados. 2) conjunto das instituições econômicas, morais, políticas de uma sociedade, a que os indivíduos se subordinam.

——-

Começa com a candidatura de malfeitores em busca de dinheiro fácil e poder. Aproveitam-se da baixa escolaridade e apolitização do eleitorado. Uma vez eleitos, aglutinam-se e iniciam a “rockonha”, como ensinou João de Santo Cristo.

Aparelhamento do Estado, ocupação de postos-chave, indicações e apadrinhamentos. Arrecadação oficial e oficiosa. Distribuição de dinheiro e favores. A teia cresce e os líderes adquirem influência e poder. O círculo vicioso ganha corpo e a cada ciclo eleitoral se fortalece.

A máquina do executivo torna-se imensa, burocrática e incontrolável. Cresce em ineficiência e corrupção. Expande seus tentáculos para estados e municípios. O método é replicado à exaustão, e a rede torna-se onipotente e onipresente. Já não há limites para o Estado. Gigantesco, opressor, regulador, controlador, monopolista, fisiologista, corporativista… corrupto!

Legislativo e Executivo tornam-se siameses. Um não vive sem o outro. Um precisa do outro. E juntos precisam de dinheiro. Muito dinheiro! Tem início a caça ao tesouro. A iniciativa privada é presa fácil. Ou por ganância ou por conivência ou por mera sobrevivência. A fome encontra a vontade de comer. O Sistema agora é corpo e mente.

Vereadores, prefeitos, deputados estaduais, governadores, deputados federais, senadores, presidente. Câmara Municipal, Prefeitura, Assembleia Legislativa, Palácio do Governo, Congresso Nacional, Palácio do Alvorada.

Assessores, motoristas, seguranças, cafezinho, viagens, diárias, jatinhos, auxílios isso, auxílios aquilo, reembolso educação, reembolso saúde, reembolso alimentação, cota parlamentar, fundo eleitoral, cotão, assaltão!

——-

O dinheiro começa a jorrar. A máquina começa a girar. O Sistema está feliz. Enquanto cresce, a sociedade empobrece. Ano após ano, década após década, eleição após eleição. Um looping atemporal assume o controle das nossas vidas e do País.

Se falta dinheiro, aumenta-se a arrecadação. Se falta apoio, compram-se consciências. Se falta mercado, aumenta-se os preços. Regulação é a chave. Burocracia é a chave. Economia fechada é a chave. A falta de alternativa empurra os capitais público e privado para os mesmo grandes grupos, controladores e financiadores do… Sistema!

——-

Agora só falta a cabeça para o “corpo e mente”. Falta a chancela, o carimbo da lei. O aparato precisa não atrapalhar. Melhor se ajudar. Cria-se o arcabouço: Polícias (municipal, militar, federal, rodoviária, legislativa…), Ministérios Públicos (da união, do estado, do trabalho, do meio-ambiente…), Tribunais (estadual, federal, regional, de contas do município, do estado, da união…), Juizados e Cortes (superior, supremo, especiais…), Operadores do Direito (procuradores e promotores estaduais, municipais, federais, do trabalho, do meio-ambiente, da infância e da juventude; advogados, juízes, desembargadores, ministros, advogados-gerais…). E tome assessores, secretárias, motoristas, seguranças, blá blá blá.

As indicações políticas correm soltas. As nomeações por interesses predominam. O compadrio se alastra. A corrupção segue forte. A proteção também. Dinheiro, poder e prestígio dão as cartas. As benesses são inebriantes. A casta de todas as castas perde a noção, o contato com a realidade. Cabeça, corpo e mente agora são um só agente do mal. O ciclo se fecha! O Sistema está formado. Só precisa se manter. Só precisa se perpetuar.

——-

Do lado de fora, a população indefesa. Cidadãos, consumidores, contribuintes abandonados em direitos e esmagados por deveres. Milhões de micros, pequenos, médios e grandes empresários acachapados, espremidos, subjugados. O Estado que oprime, dificulta e empurra para a marginalidade e informalidade é o mesmo que aparece para corromper e ser corrompido.

Fiscais, secretários, agências reguladoras, órgãos de controle. Alvarás, autorizações, documentos, certidões, Ibama, Anvisa, Bombeiros, Meio-Ambiente, leis municipais, leis estaduais, leis federais, autarquias, entidades de classe, advogados, contadores, certificadores, auditores…

Formam-se os satélites que orbitam em torno do monstro Estado e alimentam o Sistema — e dele se alimentam, retirando o alimento de quem está fora.

——-

IRPF, ISS, ICMS, INSS, FGTS, PIS, PASEP, CID, IPI, COFINS, II, ITR, ITBI, IPVA, ITCMD, CSSL, IPTU, IOF, IRPJ, IOF… PQP!

Secretaria da Fazenda municipal e estadual, Ministério da Fazenda. Secretaria de Segurança Pública municipal e estadual, Ministério da Justiça. Secretaria da Saúde municipal e estadual, Ministério da Saúde. Secretaria da Educação municipal e estadual, Ministério da Educação.

Tanta gente, tantos órgãos, tanto dinheiro e nada funciona. Mas o Sistema quer mais: Secretarias municipais e estaduais e ministérios da Igualdade Racial, da Mulher, do Meio-Ambiente, dos Direitos Humanos, da Cultura, do Turismo, do Esporte, da Indústria, da Agricultura, do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém!

Petrobras, Eletrobras, Telebras, Caixa, Banco do Brasil, Correios, Casa da Moeda, Infraero, Bnedespar, Gasoil, Codevasf, Embrapa, Conab, Cohab, Gaspetro, Valec, Casemg, Ceagesp, Comlurb, Codep, Codern, Codomar, Dataprev, Cerpro, Codesa, Cbtu, Chesf, Eletronorte, Eletrosul, Furnas, Uirapuru, Araucária, Cemig, Itaipu, Liquigás, Transpreto, Eletronuclear, Nuclebras.

São 418 Roubobras, 800 mil Barnabés, 10 bilhões de reais por ano para o Sistema se divertir e você pagar.

——-

A cada dois anos. A cada quatro anos. A cada oito anos novos agentes alcançam o Sistema. Alcançam o Poder. Muito poucos ou quase nenhum são limpos. Os que não são, aderem ao Sistema, por interesse e autoproteção. Os limpinhos não conseguem protagonismo. Logo desistem ou não são reeleitos ou reconduzidos aos cargos. O mal se dissemina. Torna-se absoluto. Impregna todas as esferas e Poderes. Atinge e corrompe o tecido social que, revoltado, anestesiado, sem opção adere às más práticas.

Do camelô ao médico. Do professor ao pastor. Desrespeito, violência, suborno, mau comportamento urbano. Selvageria, mortes, acidentes, tráfico, estupros. Intolerância, irritação extrema, abandono, polarização, ódio… eleições! Hora de recomeçar tudo outra vez. Hora de manter o looping vivo e operante. O Sistema cooptou o Não-Sistema e o fez refém, escravo, anestesiado, servil, Brasil.

Eu te protejo, você me protege. Eu te sustento, você me sustenta. Eu te apoio, você me apoia. Eu te elejo, você me elege. Eu te nomeio, você me nomeia. E a meus amigos e parentes, por favor. Só favor. Tamos juntos e juntos venceremos. O Sistema unido jamais será vencido. O Sistema é realmente foda.

Leia mais.

45 comentários em “Capitão Nascimento, em Tropa de Elite 2, já nos ensinava: o Sistema é Foda

    1. Então leia direito, com atenção, e se conseguir superar três parágrafos inteiros e compreender alguma coisa, verá que entre eu e Bolsonaro existe um abismo do tamanho do buraco em que estamos, e que ele (Bolsonaro) é exatamente mais um do tal Sistema

  1. Concordo em vários pontos, exceto por um: é o privado que assedia o Estado. Essa é a regra que prevalece, embora tenha exceções (como toda regra!). Apenas para ficar num exemplo, quando o setor privado quer realmente ser independente de governo, ele consegue. A Andrade Gutierrez, como todos sabemos, participante de carteirinha da Lavajato, se reorganizou e trocou sua carteira de clientes: deixou contratos com governo e buscou clientes privados, inclusive de obras menores. Diferentemente das associadas como a Odebrecht, não faliu e ainda está retomando o crescimento. Viu que é possível viver sem governo. Mudou seus paradigmas.

    O Estado existe não para conter o setor privado, mas tentar o equilíbrio de forças entre sociedade e mercado. Notadamente, vez ou outra tem que atuar contrariamente aos interesses de um ou de outro. Exemplo: nesta última segunda-feira, o show da Marília Mendonça tumultuou BH. Organizadores pouco se preocuparam com os impactos do espetáculo, tanto que solicitaram o licenciamento com dados fraudulentos. O resultado é de conhecimento público. Se o Estado estivesse ciente das características reais do evento privado poderia ter tomado as medidas de segurança necessárias, inclusive divulgação para o resto da cidade dos transtornos possíveis daquele dia. A BHTRANS, por exemplo, não teve conhecimento que o evento, pelas suas dimensões, exigiria esquema diferenciado de trânsito. Resultado: pedestres na rua com tráfego liberado na Av. Andradas.

    O Estado precisa intervir menos na vida privada e ser menos burocrático? Sim. Mas, reduzi-lo a nada é abrir caminho para interesses privados nada republicanos. Não é à toa que o poder econômico busca influenciar o Estado. Porque este detém o poder político (decisório), tanto sobre o mercado (regulação) quanto sobre a sociedade (uso legal da força).

    1. É bem simplista essa visão binária de um Mundo que se resume a A e B. E se ” é o privado que assedia Estado”, dá p/ imaginar a entidade Estado, aquela santidade pura e virgem, sendo assediada, seduzida e desvirginada/violada pelo promíscuo, pornográfico ente privado.
      Ora, os “santos” não estão de um lado e os “pecadores” , de outro: estão misturados e nem mesmo são, de modo geral, uns totalmente mocinhos ou outros totalmente bandidos.
      Ora, quem é o ESTADO senão pessoas de carne e osso, pessoas privadas (cada um de nós é uma entidade privada). Corruptor e Corrompido são pessoas privadas, com interesses privados (empresários, empresas, partidos e políticos são entidades privadas). E a corrupção só ocorre porque há, paras os interesses privados de cada um, atrativos, estímulos e condições favoráveis. Ou seja, os interesses do corruptor e do corrompido são atraídos para onde está a riqueza (ainda mais que o dono não está presente).
      Assim, quanto maior a presença e o poder do Estado na economia maiores são os atrativos, os estímulos à corrupção. O ditado “A ocasião faz o ladrão” pode ser aplicado apropriadamente aqui: o poder e a riqueza concentrados no Estado atraem corruptor e corruptíveis . No caso do Estado quem tem a chave do cofre não é o seu dono, mas o político; quanto mais Estado mais “cofres” na mão do político. E quanto mais poder do Estado mais poder do político e da nomenklatura estatal. E quem tem mais poder não é a parte mais fraca da relação corruptor/corruptível.
      O excesso de poder do Estado, como é bem o caso do Brasil, faz com que a sociedade (os cidadãos, o mercado e a iniciativa privada etc) seja muito dependente dele. Por exemplo, se a Petrobras fosse privada, os Odebrechts e os Lulas teriam muita dificuldade de promover um “Petrolão” (e se o fizessem, o prejuízo não seria público).

      1. Não se trata de uma visão “simplista”, mas de um assunto complexo que evidentemente não cabe nesse espaço. É impossível descrever de forma tão resumida sobre teoria do Estado, sociedades e mercados. Óbvio dizer que Estado, sociedade, iniciativa privada são pessoas, boas ou más, corruptas ou não, etc. mas, refiro-me ao modo como elas se articulam e se organizam.

        Então, estamos falando de organizações e entidades que, embora não tenham concretude como uma pedra ou uma mesa, são intangíveis, como uma marca (Coca-cola, Vale, Petrobrás, por exemplo). O que quero dizer é que um Estado Nacional, isto é Brasil, EUA, etc, é um resultado da interação entre Estado (genericamente, um território, um povo, uma cultura comum), sociedade e mercado (sistema produtivo, capitalismo, socialismo, etc.) em que um detém o poder político (predominantemente) e outro o poder econômico (predominantemente). É claro que há grupos econômicos que também detêm poder político, mas tratava-se até pouco tempo mais como exceção, pelo menos até o fortalecimento do capitalismo. Pode ser que no futuro isso esteja fundido de fato. Mas, ainda não é assim. No Irã, por exemplo, o poder de fato está nas mãos das lideranças religiosas embora não sejam, predominantemente, empresários, industriais, etc.

        Em resumo, repito, é mais comum agentes privados assediarem agentes estatais para que estes alterem as leis e regras que regem a sociedade como um todo para que favoreçam os primeiros. Pois, se os agentes econômicos tivessem também poder político não precisariam pedir licença a ninguém, fariam o que bem entendessem. De certa forma, é o que grandes corporações fazem em países subdesenvolvidos, inclusive no Brasil. As montadoras não dirigem o país, mas sempre estão pondo o Estado contra a parede, não é? Por exemplo, ameaçando demissão em massa de trabalhadores, retirar investimentos se não houver compensações fiscais, etc. O sistema bancário não decide os juros, custo de capital e empréstimos, política econômica? Isso ameaça a sociedade a menos que haja alguém para equilibrar as forças (o Estado, claro!). É claro que ele pode agir a favor de um, contra outro, privilegiando este ou aquele. É o que se deseja evitar. Deseja-se que o Estado seja o equilíbrio. Exemplos assim na história não faltam.

        1. Evaldo, é um alento ler sua exposição. É uma forma de tentar irrigar o solo ressecado.
          Penso que para se utilizar esse lugar comum da gíria policial não se poderia deixar de indicar a nervura:
          1 – Os bancos tem no Estado um seu departamento. Vide Pindorama com seu altíssimo desemprego, escandaloso sub emprego, raras oportunidades de ganho honesto e produtivo e os bancos balanço pós balanço revelando estratosféricos ganhos;
          2 – O proprietário de pequenas motos, veículos de 1.0 pagando por quinze anos o IPVA enquanto que os jatinhos, os helicópteros, os jet skys, a lanchas nada recolhem de IPVA ou nenhum outro tributo equivalente. Do mesmo jeitinho da República de Bruzundangas;
          3 – Nem vou falar do foco da tributação do consumo e da produção e a tributação sobre o patrimônio e renda de forma REGRESSIVA.
          Ai é que segundo o modelo da Noruega (que dispensa cometário de conquistas sociais) tem um Estado forte e por meio da política, com ética, usa transparência e se não promove, viabiliza a geração e distribuição de riquezas. Para o povo.

          1. Ô do nome feio.Olha eu de novo aqui. Você e seu grupamento de pequenos- burgueses comunistas, bravateiros e vacilantes,já pensaram quanto o Brasil perdeu em impostos por não tributar devidamente os “ganhos” do clã lula da silva ? Será que fazendas,Ferraris,Apartamentos milionários, Sítios ,jatos e não jatos,Caixinha da previdência da vendedora de Avon,do ex catador de bosta de elefante do zoológico estão devidamente tributados? E se estão,pergunto : de onde veio o dinheiro,tanto para adquiri-los como,também,para pagar seus Impostos ? Você prestaria um favor muito grande se ajudasse a sociedade de pobres brasileiros a desvendar,ou desmentir,com provas,e até mesmos exigir na Justiça,ONU.OEA,Direitos Humanos e o diabo a quatro,que puna exemplarmente quem demonstra,com provas,tais fatos.
            Já passou da hora de vocês,da esquerda,amadurecerem e pararem de ficar divulgando idéias revanchistas daqueles que perderam suas boquinhas do governo do pt.

            1. Tonhão,
              vc se esqueceu(e com razão pois tem ‘muita coisa’ pra lembrar)dos R$ 7,190 milhões que estão depositados num plano de previdência empresarial em nome da LILS Palestras e mais um plano individual do lula, no valor de R$ 1,848 milhão.
              (valores bloqueados em 07-17 e ainda continuam rendendo juros)
              Como será que ele conseguiu ‘juntar’ esse montante?
              Será mágica?

              1. JLT,
                Realmente todo esse trabalhão que a sociedade está tendo, serve apenas para encontrar a ponta desse novelo.Puxar e desenrolar toda essa linha está se mostrando ser um trabalho realmente hercúleo.
                Mas não iremos desistir.Chegaremos lá,custe o que custar.

              2. Sopinha, num fica meu guapo passando recibo de bobo. Se há a quantia e se ela esta em banco brasileiro estará conforme a legislação e se por ventura não estiver é só aplicar a lei e enquadrar. Tanto mais fácil, pois LULINHA Paz e Amor não mantém conta no estrangeiro. O homi não é desses tipo o nacionalismo acaba quando o whisky é nacional, com os royalties devidos a Juca Chaves.

  2. Está certo. É exatamente isso que acontece. Política no Brasil é sinônimo de bandidagem de norte a sul, leste, oeste e não existem exceções. O que pode existir, são pessoas que ainda não tiveram suas falcatruas descobertas. Falou que é partido político, tem vagabundo ladrão envolvido nele até a tampa. Agora, no caso específico do protagonista do filme Tropa de Elite, a vida não imitou em nada a arte. O Wagner Moura, nada tem a ver com o Capitão Nascimento, pelo contrário, tem se demonstrado um ferrenho defensor de privilégios, desde que ele seja um dos privilegiados. Apoiou caladinho durante 13 anos um governo corrupto e recebeu muito dinheiro para isso. Agora, ataca um governo que ele nem sabe se vai dar certo. Isso é um claro indicativo que a crítica ou choro dele é pela perda de privilégios e não por amor a pátria ou aos brasileiros. É só mais um esquerdista egoísta e canalha, como tantos.

  3. Com ajuda dos apedeutas, do coitadismo, maus intencionados, ao lado do luladrão, cumplicidade dos crimes. Com lula e o p/t jogaram mulheres contra homens acusando-os de “machistas e misóginos.”Dividiu em grupos . Jogou pretos contra brancos: surgiu o grupo racistas e preconceituosos.Pobres contra ricos: surgiu outro grupo__elitistas e conservadores.
    Homo contra héteros: outro grupo intitulados de covardes
    e”homofóbicos”.
    Filhos contra pais, empregados contra patrões, outro grupo de castas.
    Ficando fácil de dominar, o encantador de burros, junto com grupos de empresários_principalmente área de comunicação, tvs,__ lula estava sendo o “melhor” para o tal sistema. E a motivação para essa ação deliberada e criminosa se apresentava como :” politicamente correto”.
    O prejuízo é estarrecedor.
    A reflexão, e o ato de desagravo a todos que cooperaram para fortificar o tal sistema.
    Merecida prisão. Merece a FORCA!
    O mais grave dos crimes!

  4. Cara, que texto foda, pela primeira vez concordo com tudo que você disse. Sem citar direita ou esquerda, você explicou muito bem como funciona o sistema.

  5. Ricardo,
    O melhor post que eu já li aqui.
    Impressionante. Logo após o que significa sistema, é falas suas ou do Capitão Nascimento?
    Do capitão Nascimento acabam quando ele fala lá em cima “O ma é fona.”?
    Só uma dúvida mesmo.

    Mas caramba! Ótimo texto.

    Isso tinha que ser publicadoalém do BLOG!

    Parabéns!

    Coloca no Estado de Minas.
    Com certez avão gostar.

    Abraços, fica com Deus!

    1. Obrigado! Foi a segunda coluna que escrevi no Estado de Minas. O motivo foi o conluio escroto dos presidentes dos três poderes para foderem a Lava Jato. Lá o conteúdo é fechado, exclusivo aos assinantes. Depois de algum tempo posso publicar no blog. Como esse assunto continua pra lá de atual, aí está. Abrs

  6. Ricardo,
    Um dos melhores textos que já li nos últimos tempos.
    Todo o mal do Brasil está escancarado neste seu brilhante texto. O Brasil é inviável e não tem nada nem ninguém que conseguirá mudar isto, talvez uma guerra com uma matança geral destes grupos políticos resolveria mas esta hipótese é remotíssima porque o povo brasileiro não é muito chegado a sacrifícios, prefere ficar em casa assistindo novelas ou jogos de futebol, esperar ansiosamente o próximo carnaval para se vestir de mulher e sair pelas ruas bebendo e pulando como idiotas, ir a paradas gay, brigar nos estádios de futebol porque o time de coração está ruim, bater ou matar mulheres, etc…. É em grande parte um país de covardes.

  7. Sistema é ameaça ou chantagem sutil isenta de punição penal por estar regulamentada na Lei do Gerson.
    O Direito Penal não vale para quem é servidor público.
    1 -carteira de trabalho digital (com 14 anos, quando fui tirar a carteira de menor sai xingado da DRT na Consolação porque não dei caixinha para o pinguço que me atendeu.
    2 – Carteira de Motorista digital (Quando fui pegar a minha depois de pagar a “taxa de aprovação”, um cara do Detran passou no auto escola para limpar a grana escondida na caixa de sugestões qe ficava no balcão.
    3 – Fiscal da Prefeitura de SP me autuou alegando que para fazer a cobertura com telha de amianto em cima de pilares e vigas precisava de alvará de construção.
    4 – Marronzinho em SP que se posta como membro da PF não gosta de ser chamado de merda, mas se parece, parece.
    5 – Fiscal do trabalho já chega falando que não tem dinheiro para fazer a festa de aniversário da filhinha no Fazano. E não dá a “ajuda” para ver o festival de autos de infração que ele faz na sua empresa.
    6 – Flanelinha, do ou paga ou risco.
    7 – Gorjeta cobrado pelo patrão, ou paga ou vem pelo do saco no feijão,

  8. Carái! A CUT e a Força Sindical já têm concorrente no pedaço.
    E o Cidrac só pode ser um associado dessa tal de Ordem dos Trabalhadores de Brasil.
    Se depender dele, é capaz de logo o tabaiadô precisar fazer seu exame de ordem para pegar sua carteirinha de tabaiadô, né não?

  9. Os governantes era p/t, aliados em torno do lula, nos ensinou: __de longe podes enganar os outros, de perto só a ti mesmo.
    Triste e perplexo, ainda tratam o interno, como __pai dos pobri$!
    Pior do Brasil: o povo!
    E o trabalho mais “duro” que existe é o stf não fazer nada, apoia.
    ¨¨¨¨¨¨
    Feliz noticia: O PREMIO NOBEL DA PAZ, a Etiópia, ( no grande Vale do Rift _ Áfica), pelo trabalho excelente do Primeiro Ministro Abiy Ahmed Ali.

    Cumprimentamos.

    1. Agnus, família
      Gostaria de lembrar que alguns dias atrás alguns petistas lunáticos comentaram aqui que o Lula ganharia o prêmio NOBEL DA PAZ 2019. Eles não se cansam de passar vergonha. Os dois indicados brasileiros, Lula e o cacique Raoni, o que eles fizeram para merecer este prêmio? Paz onde? Este pessoal é completamente louco. Parabéns ao primeiro ministro da Etiópia.

  10. Os governantes era p/t, aliados em torno do lula, nos ensinou: __de longe podes enganar os outros, de perto só a ti mesmo.
    Triste e perplexo, ainda tratam o interno, como __pai dos pobri$!
    Pior do Brasil: o povo!
    E o trabalho mais “duro” que existe é o stf não fazer nada, apoia.
    ¨¨¨¨¨¨
    Feliz noticia: O PREMIO NOBEL DA PAZ, a Etiópia, ( no grande Vale do Rift _ África), pelo trabalho excelente do Primeiro Ministro Abiy Ahmed Ali.

    Cumprimentamos.

  11. O sistema é foda mesmo, veja o Mateus Simões, representante popular que ao invés de propor ideias para melhor a qualidade de vida dos cidadãos de Belo Horizonte, prefere empurrar o colega parlamentar. Que Vergonha.

    Berço não se compra mesmo.

  12. REAÇA E BOÇAL,

    Não mais me espanta a origem de sua indigência mental e, principalmente, intelectual.

    VC confessa que aprendeu sobre o “sistema” com o Capitão Nascimento… KKKKKKKKK

    Com certeza deve ser mais um “aluno” graduado pela UNIZAP, aquela universidade em que os maiores mestres são o “pavão misterioso” e o terra planista “olavo de carvalho”, cuja lista de comunistas são não é maior do que a burrice dos Bozolinos.

    Realmente, de sua fonte de conhecimento, percebe-se de que é apenas um REAÇA BOÇAL, lambe botas dos fascistas que pouco ligam para a vida alheia.

    Fascistas, e, portanto, homofóbicos, preconceituosos, misóginos e aporofóbicos.

    REAÇA, BOÇAL, ignorante e mentalmente indigente!!!!

  13. O impeachment do Bozo já passa da hora.

    Ele é o retrato do “sistema” implantado em 1500.

    Sistema aprofundado pelo regime militar. Regime que estimulou a corrupção como modus operandi das empresas mais brasileiras: “Rede Globo de Televisão” e as empreiteiras.

    Todas transformadas em mega-empresas, acostumadas a comprarem todos os que poderiam trazer facilidades e dinheiro.

    O “sistema” sempre soube quem apoiar e combater.

    O “sistema” faz quem faz as leis. O “sistema” faz as leis. O “sistema” faz quem aplica as leis.

    O “sistema” faz o arcabouço jurídico-partidário para manter o Status Quo.

    Simples.

    Aqueles que desafiam o Status Quo são aniquilados pelo “sistema”.

    Ouse distribuir renda. Ouse universalizar o acesso ao ensino. Ouse estimular a mobilidade social. Ouse questionar o status quo…

    O final é quase sempre o mesmo…

    Pena que sua mente tacanha e sua desonestidade intelectual lhe imponham limites tão estreitos e te façam tentar entender o “capitão nascimento”.

    Aliás, Wagner Moura, entendeu… Por isso, é mais um que se opõe ao BOZO.

    as empresas mais co quanto a Bolsonaro, o conjunto de sua “obra” não é já suficiente? Nos primeiros nove meses de governo, na avaliação de quem entende do assunto, não apenas perpetrou dezenas de atos que justificariam a abertura de processos de impeachment, como deixou claro que continuará a praticá-los. Fora para os malucos que acreditam nele, o capitão é o pior tipo de culpado, o que insiste em seus crimes.

  14. REAÇA, BOÇAL e intelectualmente indigente

    VC não acha que o conjunto da “obra” do BOZO já não é suficiente para o impeachment do miliciano (no Rio já são chamados de milicionarcos).

    Nos primeiros nove meses de desgoverno do animal, na avaliação de quem entende do assunto, não apenas perpetrou dezenas de atos que justificariam a abertura de processos de impeachment, como deixou claro que continuará a praticá-los. Fora para os malucos que acreditam nele, o BOZO é o pior tipo de criminoso, o que insiste em seus crimes.

    O miliciano BOZO ganhou a eleição na trapaça, abusando de ferramentas imorais e ilegais, e enganando uma parcela do eleitorado com o bombardeio de mentiras pelo WhatsApp. Na sua campanha, as (muitas) promessas falsas são café pequeno. Fez tanta coisa irregular que só seus CÚMPLICES, REAÇAS E BOÇAIS acham que o resultado é legítimo.

    O que dá sobrevida a Bolsonaro não é a pequena minoria na sociedade – CÚMPLICES, REAÇAS E BOÇAIS – que efetivamente gosta dele e o apoia, mas, por enquanto, a tolerância de alguns.

    Na opinião pública, dos que acham que é cedo para despachá-lo, e no empresariado, dos que lhe dão apoio pragmático, que persiste enquanto mantêm a expectativa de lucrar e cessará quando se convencerem de que não se concretizará (SERÁ ESSA A VERDADEIRA EXPRESSÃO DO SISTEMA?)

    Sua turma de coração é pequena e diminui a cada dia: os radicais amalucados fascistas – CÚMPLICES, REAÇAS E BOÇAIS – que apóiam o BOZO (alguns no Congresso), os lavajatistas no sistema de Justiça (mesmo desmoralizados pela vaza jato) , alguns generais (quase todos aposentados), a velha elite da grande imprensa (Estadão, Rede Globo, Rede Record…). Fora esses, os oportunistas de plantão, os primeiros que abandonam o navio.

  15. Cerca de quatro anos atrás houve privatização generalizada na Argentina e no Equador. Nos dois países empresas estratégicas foram entregues ao mercado (boa parte aos fundos externos). Tudo em nome da melhoria e do franco e inequívoco desenvolvimento. O que constatamos hoje é exatamente o contrário do que apregoavam lá e apregoam, hoje, aqui. Os tão decantados e inevitáveis investimentos não aconteceram. Os dois países estão num beco sem saída: “sem estatais e sem recursos”. Ambos perderam o poder de intervenção e combate aos abusos. Os resultados nefastos estão aí. Na Argentina, pobreza em crescimento (surgem cerca de nove mil novos pobres a cada dia), crescimento assustador do número de pessoas em estado de miséria. Não é demais lembrar que a Argentina já teve um dos melhores padrões de vida sul americanos. Hoje, após seguir à risca a cartilha do FMI, recorre a ele para tapar o rombo provocado com a aplicação de sua política privativista e de arrocho. E o Equador? Ah… o Equador… A coisa lá está bem pior. Privatizaram tudo. E nada dos prometidos e inevitáveis investimentos. A privatização gerou “enxugamento”, redução drástica dos postos de trabalho e achatamento dos salários. O governo perdeu a capacidade de “gerenciar” a economia do país. Com dificuldades, recorre ao FMI para cobrir o rombo que, como propalaram à época das privatizações, seria coberto com a venda das estatais. Privatizou-se tudo e o rombo cresceu. O FMI está a exigir austeridade. O governo, não tendo mais capacidade de intervenção, se vê obrigado a reajustar os combustíveis em até 123%. Tudo isso não é uma maravilha? Estamos cavando o mesmo buraco com a entrega das empresas estratégicas, notadamente aquelas do ramo de energia (aí incluídas as de gás e petróleo). Não haverá mais possibilidade de controlar preços de água, energia, gás, combustíveis. Tudo será precificado com base na cotação internacional do petróleo, que é, vergonhosamente, manipulado pela OPEP. Será um “Deus nos acuda” generalizado.

  16. O p/t fez de tudo para que, com luladrão, o sistema de governo “çossialista” de araque, dava a impressão de que o povo escolheu. Sim, fez o povo refém, nas barbas de um stf aceitando trapaças. Sistema que não respeita ninguém, não respeita a propriedade privada, não garante a segurança de ninguém. O estado, por si só, já não é necessário.
    Quem precisa deste tipo de estado?
    ¨¨¨¨
    XÔ 13.

  17. oi REAÇA, BOÇAL, mentalmente indigente e isento de verdade

    VC sabe onde está o QUEIROZ?

    A VEJA o achou em SP.

    Porque a Política Federal, comandada pelo JUIZECO CORRUPTO, MORO – O IMORAL, não o acha?

    A PF e o MORO fazem parte do SISTEMA que é “Foda”?

  18. DUAS MULHERES, MILHARES DE INSPIRAÇÕES
    Pois é! Já temos a nossa Santa e e mais uma heroína, sem precisar se misturar com o quadrilhão, com a ala de saqueadores de cofres públicos do legislativo, do executivo e nem saborear lagostas no judiciário.
    Vejam só. No dia 20 de novembro de 2019 comemoraremos a data do 20 aniversário do dia de consciência negra no país.
    Essa data histórica iniciada na década de 1990 nos tempos do FHC, com destaque para a ilustre antropóloga argentina Rita Laura Segato, que apresentou primeira proposta de cotas para estudantes negros e indígenas na educação superior do Brasil, além do combate à violência de gênero, sendo ela merecedora, caso ainda não tenha, da outorga do título de cidadania honorária brasileira, um pedido que humildemente faz o “Juca Leiteiro”, através desse blog, antes que algum malandro da política roube a autoria.

  19. OI REAÇA, BOÇAL, mentalmente indigente e isento de verdade.

    “O Moro é um politiqueiro absolutamente desonesto. É uma mancha grave no Poder Judiciário brasileiro, além de ser muito despreparado. Moro é analfabeto funcional de matéria de direito”

    Olha o que a extrema-direita, que comanda o SISTEMA, é capaz de produzir para manter o STATUS QUO e aniquilar qualquer um que seja percebido como inimigo…

    Vergonha, neh REAÇA, BOÇAL, mentalmente indigente e isento de verdade?

  20. OI REAÇA, BOÇAL mentalmente indigente e isento de verdade

    E o cabaré (PSL, BOZO, MILICIANOS, MILICIONARCO, GENERAIS E CORONÉIS REFORMADOS todos dentro) pega fogo em Brasília!

    Parece que o botim (motivo do incêndio) é alto: 800 milhões de reais….

    Maravilha, neh OI REAÇA, BOÇAL mentalmente indigente e isento de verdade?

  21. oi REAÇA, BOÇAL, mentalmente indigente e isento (inseto?) de verdade.
    O que acha?

    ” ele [Bolsonaro] renuncia uma hora dessa. Eu achava [que ele renunciaria] mais cedo, porque é fatal a investigação. […] Os filhos do Bolsonaro estão envolvidos em desvio de dinheiro público, cada um no seu gabinete, imitando a prática do velho pai, que é o Jair Bolsonaro, meu colega de Câmara. No mesmo corredor, eu era deputado e todo mundo sabia que o Bolsonaro tinha cinco a seis funcionários fantasmas que não pisavam lá, assinavam o recibo e botavam o dinheiro no bolso. E ele ensinou isso para os filhos. Depois você tem (…) o envolvimento das milícias no Rio de Janeiro com a família Bolsonaro. E essa investigação está aberta no Ministério Público do Rio de Janeiro e Depois você tem o envolvimento das milícias no Rio de Janeiro com a família Bolsonaro. E essa investigação está aberta no Ministério Público do Rio de Janeiro e suspensa de forma absolutamente incompreensível pelo ministro Dias Toffoli, pelo ministro Gilmar Mendes. Mais cedo ou mais tarde a Suprema Corte vai corrigir essa distorção.

    Aí você tem uma montanha de dinheiro de Queiroz na conta da primeira-dama. (…) Depois você tem em paralelo a questão das fake news e dos inquéritos. Tem uma CPI. Tudo isto é flagrante: o WhatsApp oficialmente já puniu várias empresas. É por que nós não temos imprensa [que essas coisas não foram divulgadas]….

    REAÇA, BOÇAL, mentalmente indigente e isento (inseto?) de verdade, VC também participou dessas fake news pelo ZAP-ZAP ou só usou esta espaço do Jornaleco Estado de Minas?

  22. Aqui no Brasil, o que é roubo para ladrão de galinha é dando que se recebe para o ladrão de lagosta.
    Rolê dado pelo ladrão de galinha é combatido pela Rota, enquanto o rolê nos cofres públicos vira assunto científico vagarosamente estudado por alguns membros suspeitos do STF, com a lerdeza de do Roberto Polenta, colega de classe, último a chegar e único a dormir na aula.

  23. Canonização não pode rimar com confraternização de quadrilhão.
    O que um político ou ex-político tem a ver para ser reembolsado para poder excursionar em um evento religioso?
    Se fosse para bancar, o correto não seria ir os legítimos representantes religiosos?
    Ora! Essa viagem turística bancada pelo Estado para políticos assistirem a canonizaçãoda Santa dos Pobres pode dar cananização para os ladrões de lagosta.

  24. Taquipariu! Um cidadão comum paga para estudar, se formar, busca de emprego para o seu sustento e passa a ter o direito de ganhar o título de contribuinte.
    Se progride na vida é com muito suor e durante muitos anos para ter direito a se aposentar.
    Se parar de trabalhar perde tudo o que conquistou ou ganha o título de contribuinte aposentado previdência, sujeito a ser roubado aos poucos nos reajustes dados pelo governo.
    Enquanto isso, quem opta por ser cantor ou artista de TV ou cinema também estuda, se forma e faz seu trabalho como qualquer outro, e com mérito pessoal, pode ganhar sua graninha também e até se tornar famosidade e viver com mordomias em ambientes luxuosos, comprar jatinho a preço de custo e prazo a perder de vista, etc.
    Se perde a fama, grana e prestígio, vira membro de ONG ou dependente da Ancine e recebe bufunfa por se tornar um “funcionário público” da cultura do país.
    Essa é uma coisa vergonhosa a ser explicada pelos políticos de todos os pontos cardeais que dão essas mamatas para quem vive ás custas do otariado nacional.

  25. A GM queria ir ‘embora’ do Brasil ha pouco tempo, hoje o presidente da empresa afirma que ”Revolução que está por vir é a maior que a indústria já teve”.

    “11% dos trabalhadores que cursaram faculdade ganham até 1 salário mínimo”
    Copiando os (sempre bons) comentários do Juca leiteiro:
    e esse é meu caso:
    “Se parar de trabalhar perde tudo o que conquistou ou ganha o título de contribuinte aposentado previdência, sujeito a ser roubado aos poucos nos reajustes dados pelo governo.”

    “O que um político ou ex-político tem a ver para ser reembolsado para poder excursionar em um evento religioso?”

    “Essa é uma coisa vergonhosa a ser explicada pelos políticos de todos os pontos cardeais que dão essas mamatas para quem vive ás custas do otariado nacional.”
    Acrescento que não sei ‘de onde’ tiraram que alguém pode canonizar alguém…cruzes;
    e ‘todo dia’ vejo corruptos prisioneiros ou criminosos processados ‘exigindo’ liberdade e inocência sem terem que devolver o que desviaram.
    Nesta até que concordo: “Análise: Canonização é símbolo do trabalho da Igreja na América Lat(r)ina!”
    É mesmo, canonizar é para manter o controle o povo e emburrece-lo ao custo do desconhecimento da palavra de Deus para que idolatrem mortos e/ou imagens e a ‘igreja católica'(fundada por Mussolini e Hitler) sempre se empenha nisso mas nunca fez NADA pelo povo ao não ser ‘dopa-lo’!
    As sung J.Lennon: “keep a dope of religion, sex and tv”
    Me expliquem como vivemos no Brasil, me sinto totalmente controlado pelo sistema, me ajudem a entende-lo mesmo discordando!

    1. JLT,
      Agradeço pela citação. Para o político, pouco importa a crença religiosa, o que interessa é assaltar o contribuinte, com a mesma frequência com que se corta a unha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.