Sempre que pode, Toffoli dá uma mãozinha em desfavor do Brasil que busca justiça

Presidente do STF suspende todos os casos em que compartilhamento de dados do COAF foi feito sem prévia autorização judicial

Foto: Google Images/TV Justiça

O Ministro Dias Toffoli tomou uma decisão que: 1) praticamente suspende todas as investigações de lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito no país; 2) tira a corda do pescoço de Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Queiroz; e 3) salva a pele de Glenn Greenwald, o Verdevaldo do IntercePT.

Com uma canetada, o “amigo do amigo de meu pai” agradou muita gente. E desagradou também. A motivação do doutor? Cada um que tire suas conclusões. Nenhuma delas é boa para o Brasil que eu quero.

O fato é que Bolsominions e Petralhas agora têm motivos para comemorar e xingar. Como não sou nem um nem outro, apenas lamento, mais uma vez, o lixo que é o Brasil e seu aparato político-judiciário.

Você vai ouvir dizer que a decisão foi tomada por um pedido da defesa de Flávio Bolsonaro. E foi! Você vai ouvir dizer que a decisão foi tomada após um pedido da REDE, em favor do Verdevaldo. E foi!

Você vai ouvir dizer que a decisão é correta, pois limita os possíveis abusos do MP. E é! Você vai ouvir dizer que, na prática, o crime organizado estará, a partir de agora, livre, leve e solto. E estará!

Fatos e versões existem para todos os gostos. Motivações também. Cada um é dono de suas convicções e seus interesses. Duro é o País ficar a mercê.

Esta pauta estava marcada para março passado no STF. Toffoli adiou para novembro. De repente, no recesso do judiciário, decide suspender tudo. Dá para acreditar em alguma boa intenção?

O próprio STF, em sessão plenária, decidiu-se a favor daquilo que Toffoli acaba de proibir. É incrível, mas atos desta natureza vêm sempre do trio Toffoli-Lewandowski-Gilmar. Os três são useiros e vezeiros de, monocraticamente, decidir contra o colegiado.

Os dias se sucedem e as notícias não mudam. Tampouco as personagens.

É extremamente cansativo viver por aqui. 

Leia mais.

11 comentários em “Sempre que pode, Toffoli dá uma mãozinha em desfavor do Brasil que busca justiça

  1. Do o O Antagonista:

    A decisão de Dias Toffoli de barrar todos os inquéritos derivados do Coaf e da Receita Federal vai favorecer os traficantes do PCC.
    Foi o que disse Gianpaolo Smanio, chefe do Ministério Público de São Paulo:
    “São casos de investigação de lavagem de dinheiro, evasão de capitais, de tráfico de drogas, de criminosos da facção PCC que ficarão parados e terão um prejuízo imenso.”
    Ele explicou:
    “A informação do Coaf não é uma prova, é um meio de prova, não fere nenhuma legislação, nenhum sigilo. A partir dela, a gente vê se há a necessidade de uma investigação mais aprofundada e aí pede ao juiz a quebra dos sigilos.”
    E mais:
    “Esses dados não são sigilosos. São dados de interesse público e que o Estado tem o dever de fiscalizar. Eles não são provas, são indícios.”
    Dias Toffoli sabe disso, evidentemente.

    TUDO ISSO PARA SALVAR A VIRGEM IMACULADA QUE CHEFIOU PUTEIRO QUE FUDEU COM UM INTEIRO!!!

  2. SAI DE CENA O CANALHÃO VERDEVALDO E ENTRA O CANASTRÃO TOFFOLI COMO PROTAGONISTA DE MAIS UM ATO DA ÓPERA BUFA “LULADIM E OS 400 LADRÕES”

    Desde que se anunciou a “delação do fim do mundo” da Odebrecht, os políticos corruptos de vários os partidos se uniram num esquema que envolve membros do STF, parte da imprensa e para derrubar a operação Lava jato.
    Foi a partir dali que o que temos de pior na política, no Judiciário, na imprensa e em outras esferas se juntou num esquema para tentar salvar a pele de seus corruptos. No campo político PT, Psol e PCdoB se uniram a PP, MDB, PTB, PSDB etc. No STF, Gilmar Mendes se juntou a Lewandoski e Toffoli. Na imprensa, jornalistas como Reinaldo Azevedo (pau mandado de Gilmar Mendes) se juntou à imprensa esquedopata que comandou a maior roubalheira de dinheiro público da história.
    Desde então, foram tentadas, sem sucesso, várias ações no Congresso e no Judiciário, com apoio da imprensa esquerdopata e de entidades aparelhadas pelo complexo PT/Psol/PCdoB , para controlar/derrubar a Lava Jato.
    Essa ópera bufa criminosa, dirigida e bancada por esse militante do Psol travestido de jornalista, é o mais recente fracasso, o último ato de desespero para salvar o grande chefão da
    e membros da organização criminosa que cometeu o maior assalto aos cofres públicos da história!
    A ADERJ INFORMA: SAI VERDEVALDO E ENTRA PToffoli NO TIME DA ORCRIM

  3. Só podia vir do PT esta bosta mesmo …….isso aí o PobreTeeRSSS não comenta…
    Acho q é porque o cara anda muito ocupado visitando 20 países….kkkkkkkkkkkkkk.. tanto dinheiro investido em viagens e nada destinado ao emprego da língua portuguesa. .. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,,,Acho que ele anda viajando sem sair do lugar, provavelmente dentro do DA da faculdade de história ou geografia…
    A esquerda morreu! descansem no inferno!

  4. A liminar foi concedida num processo do Senador Flávio Bolsonaro!!!
    Espero apenas que os arautos da moralidade e defensores da lavajato (Deltan incluso) demonstrem toda sua indignação, nas ruas de preferência.

    Só que isso não vai acontecer. Em tempos de polarização, o Brasil não tem coerência. Para metade (ou um pouco mais) tudo que vem do clã bolsonaro e seus asseclas taoquei.
    Para outra metade (ou pouco menos) a premissa é inversa.

    Por essas e outras, não acredito na construção de um Brasil melhor no curto prazo. Enquanto não conseguirmos debater ideias sem paixões e com mais equilíbrio, viveremos indo e vindo sem rumo. Quem perde? Não são os mais pobres, nem os empresários e empreendedores. São TODOS.

  5. Foi, sim, para Flavio Bolsonaro e, obviamente, para TODO o resto da canalhada que está na mira da Lava Jato.
    Desde a “Delação do Fim do Mundo” que vem sendo feitas inúmeras tentativas de assar uma grande pizza que acabe com a Lava Jato e salve todo mundo.
    (Por vários pizzaiolos: G. Mendes, Lewandowski, PToffoli, Jornalistas, Folha do PT, Reinaldo Azevedo, vários políticos de vários partidos etc)

  6. Primeira bola fora do Jair Bolsonaro, usou o cagão e corrupto do Toffoli para resolver um problema, isso não foi bom. Mas, não foi o suficiente para queimar o filme do Jair, cartão amarelo pra ele, só, por enquanto. Penso que a busca não é pela perfeição, mas sim, pelo aperfeiçoamento crescente. Falta muito para o baile acabar, nem ficamos bêbados ainda, então, segue o baile.

  7. Pessoal,

    Serü que ele fez iiso para sujar a imagem de Flávio Bolsonaro?
    Tipo, se ele fizesse isso apenas ao Flávio, o esquema teria sido bem mais
    silencioso.
    Algo como: “Vou mostrar que a lei é para todos e, se reclamarem,  a culpa será do Flávio, não levo
    essa sozinho, não.”

    Aí é Moro e Deltan que não tem ética ou juizo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.