Deputado do PT fala grosso com Moro na Câmara e fica caladinho diante do povo

Foi o mesmo deputado que levou um “cola-brinco”, durante a cerimônia de diplomação, ao levantar um placa com os dizeres “Lula livre”

Foto: Google Images

Se tem uma coisa que me enoja mais que outras, é valentão (ou valentona) de araque. Aquele tipo de pessoa que grita e ameaça quando está protegido, mas que comporta-se como carneirinho assustado quando depende apenas de si.

A política brasileira está cheia destes “machõezinhos” de meia-tigela. Ciro Gomes talvez seja o exemplo-mor. Grita, xinga, mas na hora do “vamos ver” sai de fininho.

Há as versões femininas também. Só quem sem graça, pois além de covardes vitimizam-se quando confrontadas. Maria do Rosário, Gleisi Hoffmann, Benedita da Silva etc. Credo! Só de falar nestes nomes meu estômago revira.

Hoje foi o dia de mais um cagalhão destes dar seu showzinho. Blindado pela tal imunidade parlamentar, e cercado dos seus cúmplices de bando, o deputado petista Rogério Corrêa (Minas Gerais) avançou sobre o Ministro Sergio Moro.

Chamou Deltan Dallagnol de cretino e acusou Moro de conluio criminoso. Bem, de conluio criminoso a bancada do PT é graduada, pós-graduada, doutorada, mestrada e hors concours, hehe.

Mas voltando ao bravinho histriônico das Gerais, o conheci pessoalmente. Foi em 2016, durante um jogo do Galo no Estádio Independência, em BH, no dia em que o áudio do (aí, sim!) conluio criminoso entre Dilma “Estoquista de Vento” Rousseff e o corrupto e lavador de dinheiro, multi-réu criminal, chefe da maior quadrilha de assalto do mundo democrático ocidental, presidiário e meliante serial Lula, veio ao ar.

Para quem não se lembra, era o áudio do “Bessias”, onde a saudadora de mandioca tentava obstruir a justiça e blindar o ladrão de nove dedos com um cargo que lhe conferisse imunidade parlamentar. Só que Gilmar Mendes — quem diria, hein!! — cortou as asinhas dos cafajestes e hoje o barba come quentinha e defeca no boi da PF de Curitiba, enquanto a doidivanas amalucada torra nossa grana em viagens inúteis.

Pois bem. Na ocasião (do jogo), o valentão foi cercado por um grupo de torcedores — inclusive por este que vos escreve — e ouviu toda sorte de impropérios. Pessoalmente, esgotei meu estoque de palavrões por 200 anos. Um amigo queridíssimo, que certamente me lê agora, cuspiu centenas de perdigotos naquela fuça assustada, acovardada, chorosa como um bebezinho atrás do colo da mamãe.

Quietinho o valentão estava; quietinho o valentão ficou. Eis aí o exemplo do que popularmente conhecemos como… bundão!

Segue o vídeo…

Leia mais.

12 comentários em “Deputado do PT fala grosso com Moro na Câmara e fica caladinho diante do povo

  1. Vamos falar a verdade? De que adianta xingar o cara e depois votar no BOZO MILICIANO????? Esses 32% de estupidos imbecis apoiadores do BOZO MILICIANO sao muito engraçados kkkk

  2. Olá Inundado, os espanhóis dizem que não acreditam em bruxas, mas também dizem que elas existem. Enigmáticos: ninguém vê cabeça de bacalhau, enterro de anão idem, talvez em Itabaianinha- SE alguma chance. Queiroz ninguém vê, ninguém sabe; Bady Neto (aqui como Pilatos no Credo) nunca mais foi visto em público e no Blog nenhum sinal dele.
    Debaixo desse angu tem muita carne, isso tem.
    Sorte, Saúde e Sabedoria.

  3. Bem vindo de volta! Me parece que sua jornada de reclusão e reflexão não foi muito proveitosa. Continua sendo atormentado pelo PT (Que Deus o tenha!). Mas confesso que senti falta das suas idiotices de direita pois já estava farto de ler apenas idiotices da esquerda.

  4. certa vez vi esse cretino na rua e gritei – o ladrão, ladrão e parece que a carapuça serviu e ficou esbravejando porque estava ladeado de seguranças

    1. Minha mulher é petista, honrada, trabalha até 10 horas por dia de segunda a sábado, nunca teve problemas com a justiça, é respeitada por todos na minha cidade. Mesmo eu sendo de direita, tenho orgulho da mulher petista e batalhadora que ela é. Em compensação tenho 4 primos que votaram no Bolsonaro. Todos na faixa dos 40 anos e nenhum gosta de trabalhar. Vivem todos da aposentadoria da mãe.

  5. Não concordo com o vocabulário do Deputado na audiência de ontem, com o ministro da Justiça,
    mas, esta manifestação feita no jogo do galão da massa, é deprimente.

    Como cobrar de terceiros, se não somos exemplos. Palavras de baixo calão, grosserias. O deputado foi mal, mas nossos torcedores, foram piores.
    Se vangloriar de uma atitude dessas? Caiu no meu conceito.

  6. Esse careca é muito retardado : fala do político, mas agiu igualzinho a ele, ou seja, só xingou quando tinha um bando de torcedores para defendê-lo. Quando está sozinho é cordeirinho manso do mesmo jeito. Muito retardamento escrever um texto desse para criticar uma pessoa e agir igual a quem está criticando. Imbecil demais. kkkkkkk Tinha que ser eleitor do Bozo, Aécio, Alckmin, Serra, PSDB, etc……….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.