Ministros do STF e convivas não bebem qualquer coisa. O dinheiro é nosso, claro

Abaixo, segue trecho do edital da Suprema Corte para compra de lagosta, bacalhau e outras iguarias. O valor pode ultrapassar 1 milhão de reais

Ministro Gilmar Mendes (Foto: Reuters/Ueslei Marcelino)

A vida realmente anda muito dura, naquele palácio da Praça dos Três Poderes, à esquerda de quem olha para o Congresso Nacional. Além de água, cafezinho e refrigerante, o pessoal de lá gosta de algo mais forte. Eis as regras:

=======

Vinho tinto fino seco Tannat ou Assemblage, de safra igual ou posterior a 2010, em sua totalidade envelhecido em barril de carvalho francês, americano ou ambos, de primeiro uso, por período mínimo de 12 meses, e que tenha ganhado pelo menos 4 premiações internacionais.

Merlot, safra igual ou posterior a 2011, em sua totalidade envelhecido em barril de carvalho, de primeiro uso, por período mínimo de 8 (oito) meses, e que tenha ganho pelo menos quatro premiações internacionais.

Vinhos brancos, tipo Chardonnay, de safra igual ou posterior a 2013, com no mínimo quatro premiações internacionais.

Cachaça de alta qualidade, envelhecidas em barris de madeira nobre por 1 (um) ou 3 (três) anos.

Destilados, como uísques de malte, de grão ou sua mistura, envelhecidos por 12, 15 ou 18 anos.

========

O quê? Ficou com raiva? Está indignado? Veja agora uma pequena parte do rango!!

=======

Café da manhã tipo “brunch”, almoço, jantar e coquetel. Bobó de camarão, camarão à baiana e “medalhões de lagosta com molho de manteiga queimada”. Bacalhau à Gomes de Sá, frigideira de siri, moqueca (capixaba e baiana), arroz de pato. Vitela assada; codornas assadas; carré de cordeiro, medalhões de filé e “tournedos de filé”, com molho de mostarda, pimenta, castanha de caju com gengibre.

========

Quem pagará? Seguramente não serão os comensais. Mas “ai” de quem se atrever a xingar ou criticar! Será considerado um conspirador ou algo parecido. Estará sujeito a inquérito e até a mandado de busca e apreensão em casa.

Se for da imprensa, será censurado e chamado à depor na Polícia Federal. Que digam os caras lá do O Antagonista e Crusoé.

Aqui é assim, meus caros: eles comem e bebem; nós pagamos a farra; e se reclamar piora.

Matéria completa no Portal UAI.

19 comentários em “Ministros do STF e convivas não bebem qualquer coisa. O dinheiro é nosso, claro

  1. Inundado, essa parte da cachaça de boa qualidade Toni Rodrigues ou sua Fazenda ou tantos alambiques artesanais dão conta direitinho, mas pra que Marvada da boa no STF se o Cachaceiro mais querido deste país num pode ir lá entornar o copo? No mínimo mais uma incoerência, sem esquecer de outra: cadê as travessas de torresmo? Nina Horta não vai aprovar essa licitação. No mais é só carcar os dentes.

    1. O cachaceiro mais famoso do país pode entornar um copo, o que não pode é beber o tempo todo, dar discursos bêbado e ter governado o país como ébrio onde os tontos o ouviram….foi o que aconteceu, não foi?

      1. Sopinha, foi não. Qual o governo investiu na PF em construção de edifícios, aquisição de viaturas, aeronaves, equipamentos de investigação, concurso público, treinamento do pessoal e liberdade republicana de atuação? O PT, como nenhum outro! Não ha base de comparação. Esse, dentre tantos outros são dados diferenciadores dos Governos petistas.
        A crítica aos comes e bebes do STF é rasteira, para não dizer desclassificada, chinfrim. O relevante, o que conta são outras coisas. Falar de acepipes é uma maneira de fugir aos temas relevantes e jogar para a galera que se deleita em ser enganada com o esbravejamento contra as formas ao passo que o conteúdo é deixado de lado. Como dizia a Nazareno, filtra-se mosquito e engole camelo.
        Quer um exemplo? A previsibilidade e a estabilidade são princípios do Direito e do Estado Democrático. Porém, no STF, não raro, um processo tramita durante anos e na véspera de seu julgamento é retirado da pauta, entra no limbo e lá permanece por anos – tudo sem fundamento idôneo ou justificativa – isso por determinação do Presidente da Corte que tem a prerrogativa de estabelecer a pauta. Ele faz isso em atendimento aos interesses, em regra econômicos, de grupos, entretanto de forma velada, pois, as reais motivações não são pronunciadas. Tanto mais grave que quando isso deveria ser denunciado e desmascarado o que vemos são críticas a cachacinha e ao bobó de camarão.
        Acorda pra vida rapaz, isso se a zoeira alucinante do rock permitir, o que é de se duvidar.

        1. Ao mesmo tempo em que assaltava ferozmente os cofres públicos na maior roubalheira de dinheiro público já ocorrida na história para financiar o projeto de se perpetuar no poder, investia na preparação da PF para transformá-la em sua polícia política, sua KGB comuno-bolivariana.
          Ao mesmo tempo em que usava recursos e empresas públicas para comprar o Congresso, promovia uma série de ensaios e tentativas para submeter os meios de comunicação ao controle absoluto de um soviete composto pela sua militância fasci-comunista (“movimentos sociais”, MSTs e CUTs da vida..).
          Como o Brasil tem instituições democráticas mais sólidas do que uma venezuela, o sonho totalitário se desfez: não só a opinião pública e a imprensa reagiram severamente às tentativas de implantar a censura, como a PF e o Judiciário investigaram, prenderam e condenaram o grande chefe do golpe clepto-comunista e seus comparsas.

    2. Supremo tribunal Filho da Puta.
      Uma hora a conta chega..Já temos 2 ex-presidentes sendo investigados, sendo que um já foi preso e condenado em 3 instâncias.. Os ministros do STF terão sua vez.. Passos lentos. Enquanto isso, aproveito para atualizar a agenda do Ex-Presidente Lula para o feriado de 1º de Maio:
      Não vai viajar.

  2. Tudo bem. Concordo. Agora, veja o cardápio dos outros “poderes” também. Não seja hipócrita, visando apenas um dos poderes, somente em razão da perseguição, AGORA, repito, AGORA, com o STF, buscando defeitos, que realmente existem, decorrentes de uma prática “milenar” e que precisa mesmo acabar! Fosse isso o mal maior, as coisas estariam ótimas… Por acaso o blogueiro sabe o que rola nos Palácios do Executivo?

  3. Ué! A farra do guardanapo do Cabral e seus comparsas na França foi importada pela Corte de togas sujas mais suspeita do mundo de esteram por trás da … deixa prá lá, vai.
    Aliás, que bando de malucos é esse que o Lula nomeou para a Corte Maior, hein?
    E o otariado nacional desempregado e faminto ainda tem que aguentar a safadeza de quem recebe gorda remuneração para cumprir a obrigação maior de zelar pela justiça no Brasil?
    Só falta encherem a cara desses vinhos servidos exclusivamente a marajás e tentarem estuprar a estátua da Têmis.

  4. Era só o que faltava. A briga das Quadrilhas na Saúde.
    Depois de escolhidos a 9 dedos para arrancarem bilhões dos cofres públicos via BNDES desfrutando do mesmo pacote de safadeza dado às Construtoras, Eikes, magazines e assemelhados, os hospitais, laboratórios e planos de saúde que monopolizam a rede privada vivem momentos de grave conflitos na partilha dos ganhos exorbitantes das mensalidades, consultas, exames, cirurgias e internações hospitalares.
    O que era anarquia restrita à saúde pública para tratar os menos favorecidos avançou para a classe média pagadora de planos de saúde, hospitalar e laboratorial da rede privada, cada uma com seu título de campeão nacional na exploração monopolizada no seu ramo.
    O Brasil precisa urgentemente mandar a PF investigar e por na cadeia esses ladrões da saúde, que de 2003 para cá, se apoderaram das verbas do cofres públicos e da nossa saúde.
    Não tem cabimento um idoso acima de 65 anos pagar R$ 2 mil de mensalidade inconstitucional no plano de saúde, baseado em mera expectativa de vida menor e sorrateiramente ser usado para custear o tratamento da saúde dos mais jovens que são os que realmente lotam os hospitais, no dia a dia (É só pesquisar para comprovar essa aberração).

  5. É impressionante como onze, apenas onze, ministros da suprema corte de um país com mais de 200 milhões de habitantes, mandam e desmandam em tudo e em todos, utilizando do dinheiro desses mesmos 200 milhões e ninguém faz absolutamente nada, nada mesmo. O mais grave é que esses onze mortais, não estão lá porque foram colocados por nenhum desses 200 milhões de brasileiros. Tudo é feito na nossa cara. Todos os que esses mesmos 200 milhões de brasileiros colocaram lá através do voto, também não fazem absolutamente nada.
    Tenho “pena desses onze, muita pena”. Eles estão antecipando o sofrimento, não desses 200 milhões, mas deles próprios. É só verificar na história. Todos pagaram, inclusive uma geração inteira, um a um. Pobres ministros.

  6. É impressionante como onze, apenas onze, ministros da suprema corte de um país com mais de 200 milhões de habitantes, mandam e desmandam em tudo e em todos, utilizando do dinheiro desses mesmos 200 milhões e ninguém faz absolutamente nada, nada mesmo. O mais grave é que esses onze mortais, não estão lá porque foram colocados por nenhum desses 200 milhões de brasileiros. Tudo é feito na nossa cara. Todos os que esses mesmos 200 milhões de brasileiros colocaram lá através do voto, também não fazem absolutamente nada.
    Tenho “pena desses onze, muita pena”. Eles estão antecipando o sofrimento, não desses 200 milhões, mas deles próprios. É só verificar na história. Todos pagarão, inclusive uma geração inteira, um a um. Pobres ministros.

  7. O Brasil precisa limitar urgentemente as responsabilidades dos servidores públicos, sejam eleitos, nomeados ou concursados.

    Esse ato infeliz do STF pode perfeitamente ser enquadrado naquilo que é chamado de quase delito por ser razoavelmente previsível de causar dano direto ou indireto aos cofres públicos e por extensão, às vítimas contribuintes de um país em situação de calamidade.

    Não é possível que sejamos obrigados a continuar a conviver com essas aberrações, num momento em que os governantes impõem até redução dos benefícios dos aposentados para recompor as verbas públicas, roubadas impiedosamente pelo quadrilhão, recentemente deposto pelos votos. Chega de Bolsa-paletó, bolsa combustível de ida e volta à Lua, bolsa correios, bolsa segunda residência, bolsa jatinhos, bolsa alimentação e outras regalias de deixar os verdadeiros sheiks e marajás de queixo caído.

  8. Uma pequena amostra ( mínima) da realidade deste país vergonhoso. Não bastasse a postura tendenciosa, partidária e irresponsável dos supremos dementes da nossa côrte maior, ainda se dão ao descaramento da soberba em um país de miseráveis. Cansado de presenciar todos os dias inúmeras ações de sabotagem, que condenam o país ao caos e ao atraso. Não vejo saída pelas vias normais pois tudo está corrompido irremediavelmente. Temos que reconstruir tudo, começar do zero.

  9. Todo grande país no mundo teve guerra civil e derramamento de sangue, hoje estão em cada um deles os bons ou os ruins aos nossos olhos mas a maioria tem harmonia.
    Enquanto tivermos diferenças comportamentais e culturais vamos ficar nessa ‘aí’…sangue ruim e sangue bom.
    Aqui ou em qualquer lugar, basta exterminar o que não presta que tudo melhora mas os bons aqui são bastante ‘desanimados’, parece que têm pilha fraca onde o desânimo discute com a preguiça e a inércia.

  10. Ricardo Kertzman nasceu em 1967. Um homem inquieto, irrequieto e inundado de sentimentos. Soma-se a isto, o fato dele ser um bobalhão e ter a phisique du rol do personagem “Reginald”, um garoto debiloide e mimado que aparece no desenho animado Woody Woodpecker.

      1. Magoou, Reginald? Conta tudo pra sua Mother. Anota meu nome e entrega ao diretor. Ok? Homem inquieto, irrequieto e inundado de sentimentos e com a phisique eu rol do Reginald.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.