Skip to main content
 -
Ricardo Kertzman nasceu em 1967. Um homem inquieto, irrequieto e inundado de sentimentos.

Lula está certo! Finalmente eu concordo com o burlão de São Bernardo. É sério

Dizem que presidiário não dá entrevista; presta depoimento. Concordo. Mas o xexéu de São Bernardo vai falar. É um direito dos mano

Ele é inocente e a Terra é plana (Foto/montagem: Google Images)

Sempre há uma primeira vez para tudo mesmo. Ou quase, hehe. Torcer para outro time e comer buchada de bode, sem chance. Ah!, votar em qualquer peste de esquerda, idem.

Pois bem. Eis que chegou o dia de eu concordar com alguma coisa que venha do corrupto, lavador de dinheiro, multi-réu criminal e maior pilantra da história do ocidente democrático, aquele vulgarmente conhecido como Lula, o presidiário de Curitiba.

Como sabemos todos, “o amigo do amigo de meu pai”, o censor Dias Toffoli, autorizou o meliante a conceder entrevistas. E não há nada de errado nisso. Outros criminosos famosos já obtiveram o mesmo “privilégio”. Dentre eles, Marcola, o maior traficante vivo do planeta. Ironia do destino: o maior ladrão e o maior traficante juntos também nisso.

O gatuno, obviamente, escolheu a dedo (e não foi o mindinho) seus entrevistadores. Ou melhor, seus porta-vozes. Para a surpresa de ninguém, Mônica Bérgamo e Florestan Fernandes, da Folha de São Paulo, e o Jornal espanhol de esquerda El País.

A Polícia Federal de Curitiba, em nome da democracia e da liberdade de informação, resolveu que iria ser uma entrevista coletiva, aberta a quaisquer outros veículos de imprensa. Apesar da boa intenção, é claro que não encontra respaldo jurídico algum.

Coube ao outro amigão, o Ministro Ricardo Lewandowski, aquele que rasgou a Constituição, ao vivo e em cores, ao lado do recordista mundial de inquéritos que não caminham no Supremo, Renan Calheiros, durante o impeachment da saudadora de mandioca, impedir a tal da coletiva de imprensa. Afinal… “o seu mestre mandou!”

Apesar de ser quem é, como qualquer outro criminoso neste país, o escroque tem direitos. E dar entrevista a quem quiser é um destes direitos. Mentir, como certamente fará, é outro. Ouvirá, verá ou lerá o comunicado oficial, disfarçado de reportagem, quem quiser, ora bolas.

[Eu, graças ao bom Papai do Céu, estarei tão longe, mais tão longe, que o mau cheiro exalado por aquela bocarra vulgar não me alcançará jamais. E quando voltar, certamente a fedentina já terá passado]***

*** Acabo de descobrir que a entrevista será amanhã. Ferrou!!! Ainda estou por aqui. Socooooroooo…

Leia mais.

 

22 comentários em “Lula está certo! Finalmente eu concordo com o burlão de São Bernardo. É sério

  1. Agora que aprendi a ler e escrever corretamente, não quero acompanhar nada que venha do meliante Lula, para não correr o risco de desaprender e voltar a ser BURRO.

    1. Palavras certeiras na entrevista:
      tripéquiz,
      a gente ou agente,
      adêvogado,
      dêssi paíz,
      inoçenti,
      num çei,
      num ví,
      num oví,
      num teim prova,
      foi a mariza,
      uz juís,
      abeaz corpu,
      pt.

      Quem duvida?

      1. haha… JLT muito bom e criativo seu texto. Você praticamente conseguiu ver o futuro, será isso aí que irá acontecer…rsrsr…muito bom!

        1. Rogério, ajude aí por favor, ele foi além das minhas expectativas.
          ‘Traduza’ essa primeira frase do lula e que tipo de conexão tem com a segunda frase quando comentava sobre a morte do neto:
          “Eu às vezes penso que seria tão mais fácil que ele tivesse morrido.
          Eu já vivi 73 anos, poderia morrer e deixar o meu neto viver”.
          😮 o que quer dizer ‘isso’?

      2. Burro São os manes que gostam de ser manés de acreditar nessa turma do momento ! E quem os pós lá ! E a quadrilha dos corruptos !😳😠

        1. Nuuuu…. Foi a Dilma quem escreveu este texto? Cruz credo! Se for vc Dilminha, manda nuds pra gente!
          Preste atenção seu asno comunista: se você escreve “pós”, com acento agudo, talvez você esteja querendo dizer pós-graduação????
          Mas se por acaso você quis fazer referência a “colocar ou pôr”, então escreva direitinho tá bom: – Ele pôs (singular) ou Eles puseram (plural), pretérito do do verbo pôr.
          Entenda, não é bonito ser ignorante. A Benedita se vangloria de nunca ter lido um livro na vida e ainda acha lindo isso. Não caia nessa. Abandone as porcarias desse partido de estúpidos, corruptos e ignorantes e tente vir para luz. Viver nas trevas não é bom e nem salutar para ninguém.

  2. Vou adiantar tudo que acontecerá:
    – Aquele ignorante e analfabeto irá falar tudo errado, sem usar um único plural e sem conjugar uma única frase, simples, corretamente.
    – Após aquele monte de estrume; aquela escória em forma de gente, terminar o show de horrores; a jumentaiada encantada irá assobiar, fazer barulho; e gritarão:
    “Vagabundo livreee”;
    “Marginal livreee”.
    Alguém tem dúvidas que assim será?

  3. “Não há cadeia suficiente para Lula, não há construção erigida que suporte tamanha pena, que dê conta de tanto pecado. Haja grades de ferro e de aço que sejam capazes de segurar, de reter e de trancafiar tanta coisa numa só, tanta gente num só homem. Não há cadeia no mundo que seja capaz de prender a esperança, que seja capaz de calar a voz.
    Porque, na cadeia de Lula, não cabe a diversidade cultural
    Não cabe, na cadeia de Lula, a fome dos 40 milhões
    Que antes não tinham o que comer
    Não cabe a transposição do São Francisco
    Que vai desaguar no sertão, encharcar a caatinga
    Levar água, com quinhentos anos de atraso,
    Para o povo do nordeste, o mais sofrido da nação.
    Pela primeira vez na história desse país.
    Pra colocar Lula na cadeia, terão que colocar também
    O sorriso do menino pobre
    A dignidade do povo pobre e trabalhador
    E a esperança da vida que melhorou.
    Ainda vai faltar lugar
    Para colocar tanta Universidade
    E para as centenas de Escolas Federais
    Que o ‘analfabeto’ Lula inventou de inventar
    Não cabem na cadeia de Lula
    Os estudantes pobres das periferias
    Que passaram no Enem
    Nem o filho de pedreiro que virou doutor.
    Não tem lugar, na cadeia de Lula,
    Para os milhões de empregos criados,
    (e agora sabotados)
    Nem para os programas de inclusão social
    Atacados por aqueles que falam em Deus
    E jogam pedras na cruz.
    Não cabe na cadeia de Lula
    O preconceito de quem não gosta de pobre
    O racismo de quem não gosta de negro
    A estupidez de quem odeia gays
    Índios, minorias e os movimentos sociais.
    Não pode caber numa cela qualquer
    A justiça social, a duras penas, conquistada.
    E se mesmo assim quiserem prender
    – querer é Poder (judiciário?),
    Coloquem junto na cadeia:
    A falta d’água de São Paulo,
    E a lama de Mariana (da Vale privatizada)
    O patrimônio dilapidado.
    E o estado desmontado de outrora
    Os 300 picaretas do Congresso
    E os criadores de boatos
    Pela falta de decência
    E a desfaçatez de caluniar.
    Pra prender o Lula tem que voltar a trancafiar o Brasil.
    O complexo de vira-latas também não cabe.
    Nem as panelas das sacadas de luxo
    O descaso com a vida dos outros
    A indiferença e falta de compaixão
    A mortalidade infantil
    Ou ainda (que ficou lá atrás)
    Os cadáveres da fome do Brasil.
    Haja delação premiada
    Pra prender tanta gente de bem.
    Que fura fila e transpassa pela direita
    (sim, pela direita)
    Do patrão da empregada, que não assina a carteira
    Do que reclama do imposto que sonega
    Ou que bate o ponto e vai embora.
    Como poderá caber Lula na cadeia,
    Se pobre não cabe em avião?
    Quem só devia comer feijão
    Em vez de carne, arroz, requeijão
    Muito menos comprar carro,
    Geladeira, fogão – Quem diz?
    Que não pode andar de cabeça erguida
    Depois de séculos de vida sofrida?
    O prestígio mundial e o reconhecimento
    Teriam que ir junto pra prisão
    Afinal, (Ele é o cara!)
    Os avanços conquistados não cabem também.
    Querem por Lula na cadeia infecta, escura
    A mesma que prendeu escravos,
    ‘Mulheres negras, magras crianças’
    E miseráveis homens – fortes e bravos
    O povo d’África arrastado
    E que hoje faz a riqueza do Brasil.
    Lula já foi preso, ele sabe o que é prisão.
    Trancafiado nos porões da ditadura
    Aquela que matou tanta gente,
    Que tirou nossa liberdade
    A mesma ditadura que prendeu, torturou.
    Quem hoje grita nas ruas
    Não gritaria nos anos de chumbo
    Na democracia são valentes
    Mas cordatos, calados, covardes
    Quando o estado mata, bate e deforma.
    Luis Inácio já foi preso,
    Também Pepe Mujica e Nelson Mandela.
    Quem hoje bate palmas, chora e homenageia,
    Já foi omisso, saiu de lado e fez que não viu.
    Não vão prender Lula de novo
    Porque na cadeia não cabe
    Podem odiar o operário
    O pobre coitado iletrado
    Que saiu de Pernambuco
    Fugiu da seca e da fome
    Pra conquistar o Brasil
    E melhorar a vida da gente
    Mas não há
    Nesse mundão de meu Deus
    Uma viva alma que diga
    Que alguém tenha feito mais pelo povo
    Do que Lula fez no Brasil.
    ‘Não dá pra parar um rio
    quando ele corre pro mar.
    Não dá pra calar um Brasil,
    quando ele quer cantar.’
    Lula lá!”

    NÃO HÁ CADEIA SUFICIENTE PARA LULA
    Texto de Perci Coelho de Sousa, extraído da internet

  4. No fim das contas, em vez de desenvolver o país, manteve o poder de compra dos ricos e destruiu o da classe média honesta para enganar os pobres por opção ou não, com a promessa milagrosa de tira-los provisoriamente da miséria.
    Para tanto, criou bolsas para ociosidade e ofereceu geladeiras, TVs e passeios de avião, lucros futuros doe pré-sal, impôs cotas forçadas de empregos de aprendiz aos marmanjos com idade de até 23 anos, estabilidade intermináveis para gestantes e os cambaus, em troca de votos visando roubar à vontade os cofres públicos com seu quadrilhão, sob aplausos dos incautos.
    No fim, largou as empresas quebradas e o povo desempregado, todos sem perspectivas e pendurados na brocha e ainda foi se hospedar com ares de Sheik esnobe, que todo dia agride moralmente a justiça brasileira, às custas do suor dos meus conterrâneos, pode?
    Lula, é simplesmente um ladrão refinado, quebrador de patrão e de desempregado.

  5. Cabe ao movimentos de Direita fazerem uma campanha maciça para o boicote desta entrevista. Como? Simples, divulgando onde será veiculada para que ninguém compre, comente ou assista. O que o Diabo de 9 dedos quer, é posar de vítima. Bom, para nosso alento, apesar do monte de anseiras e mentiras que vai falar , a noite, sozinho, ele ainda vai dormir na jaula.

    1. Se a entrevista não for veiculada não dá pra saber a integridade da entrevista, só se publicará o que os repórteres ‘cumpanheiros’ querem nos jornais.
      Se veicular, petistas assistem e interpretam errado; da mesma forma os não petistas que assistirem se divertirão.
      Não veiculando, riremos menos!
      Lembre-se de que quanto mais o lula fala, mais fundo fica o buraco que ele mesmo cavou e que está dentro.

  6. Lula será solto nos próximos meses. Mais cedo ou mais tarde. Chegou-se, no Brasil, ao absurdo de Lula, um condenado, exercer um efeito positivo no debate democrático. É o que se conhece como “regresso ao absurdo”. Lula precisa retomar a voz e participar do debate democrático, a despeito das convicções pessoais de cada um, seja dos que são simpatizantes ao PT, seja dia que lhe são indiferentes (meu caso). A prisão de Lula é vista na comunidade internacional como “golpe branco”. Só aqui acreditamos que se fez justiça. Crime deve ter havido, mas é ínfimo (sítio, cobertura em um prédio horroroso, em zona industrial) se comparado a outros que estão aí, na TV, diariamente. Nas universidades no exterior, espaço onde se sabe pensar (“a imprensa não pensa, a imprensa é Eco” – Eco com letra maiúscula, como a ninfa; Pietr Thorens se refere ao mito grego), comenta-se que a classe empresária havia dado um ultimato ao parlamento brasileiro para varrer do poder os representantes do trabalhador. As próprias empreiteiras envolvidas em investigações criminais seriam as primeiras interessadas, já que não toleravam mais certas condições. Hoje o principal articulador da Deforma Previdenciária é investigado criminalmente junto ao próprio pai. Donde se conclui que o Iceberg descoberto pela Lava-Jato tem muito ainda a ser explorado debaixo d’água. A presença de Lula no debate democrático, por mais infeliz que pareça a ideia, tornou-se necessária. O Brasil enviesou para o lado de uma direita bronca, que mal se sustenta em governabilidade (a considerar o volume impressionante de confusões que criam entre si, ainda nem terminado o primeiro semestre). À direita bronca não tem plano de governo, ainda nada fez senão coisas secundárias, moralistas e nostálgicas (perseguir a tendência libertária dos LGBT, que não é uma questão brasileira, mas mundial). A mesma direita que vive e repete (novamente Eco entra em cena) o Velho Testamento e toda a sua filosofia maniqueísta. Homens de azul, mulheres de rosa: palavras de ordem de quem tem a autoridade de ter visto Jesus escondido na goiabeira. Mas, o pior de tudo é o viés ideológico. Ontem editaram lei tornando Ulysses Guimarães herói nacional. Segundo Zizek, Lippman e seu aluno Chomsky, a melhor maneira de se por uma pá de cal em pessoas eliminadas é tornando-as heróis. Hoje o tornam herói, amanhã revogam sua obra. A comunidade internacional está em vias de testemunhar a maior mutilação da história das conquistas de direitos humanos e sociais, que se pretende ser (ou não) votada nesse paizeco chamado Brasil: a Deforma da Previdência. Se tivessem pessoas honestas a propô-la, não teriam sido tão maldosos com o trabalhador e o servidor público – tornados JUDAS para um povo de mentalidade ingênua (como ainda é o brasileiro) que é docilmente convencido (com poucas palavras) de que trabalhador e servidor são VILÕES. Esse mesmo povo que vai à missa ouvir do padre que TODO TRABALHO É DIGNO. O mal do brasileiro é não saber pensar, apenas acreditar. Um povo que acredita em “Jesus na goiabeira”, em “ET Bilú” (que não aparece na goiabeira, mas no Mato Grosso, só de madrugada e no escuro) e em outras crendices mil. Agora acredita também, docilmente, que LULA É JUDAS, sendo que seria bom demais, perfeito demais, se nossos problemas se resumissem a isso. Aceitamos. Aceitamos na medida de nossa ingenuidade. A cultura brasileira é a do xingamento. Porque é mais fácil. Quem xinga não consegue pensar. Xinga porque não sabe pensar. Seus pensamentos não são seus. Ele pensa o que já foi pensado. Não consegue notar que essas pessoas que estão aí, sendo investigadas com seus nomes escritos e registrados em delações premiadas, é que estão agora dando as cartas. Aos senhores que tenham filhos adolescentes: há países bons de se viver, que ainda respeitam trabalhadores e idosos. Se tal Deforma viesse a ser aprovada, considerem fazer um projeto de vida, e economias, para tirar seus filhos do país e dar a eles uma vida digna em países melhores. O FMI já emitiu um pronunciamento de que a Deforma Previdenciária é INÓCUA para a recuperação econômica brasileira. Desnecessária. Paulo Guedes não é respeitado lá fora. Como disse FHC, se ele fosse bom, pela idade que tem, já teria sido convidado por outros governos. Nunca foi. O Brasil, a considerar as pessoas que se alternam no poder, não tem solução. O povo é maravilhoso, um dos melhores do mundo (por profissão, conheço e vivi em diversos). Mas não é esse povo que se alterna no poder.

    1. Augusto, ha tempos sugiro que mais e mais pessoas tragam, como você ideias, opiniões e visões para esse espaço. Não se deve desperdiçar um potencial desse com xingamentos, como muitos fazem. Grato.

      1. Cidrac, já reparei que em todos os seus textos, você escreve “ha” do verbo “haver” sem acento. Você, como um advogado que é, deveria se preocupar mais com o bom vernáculo e com escrita correta. Então, fica a dica, toda vez que escrever “ha”, coloque acento para ficar mais certinho. O português não é tão difícil, basta você esquecer as porcarias do seu partido por algum tempo.
        Caso contrário você corre o risco de ficar igualzinho a Benedita, que acha bonito ser ignorante, vangloriando-se por nunca ter lido um livro na vida.
        Entenda, ser ignorante, falar errado e escrever tudo errado, ainda mais sendo advogado, não é algo que seja bom, que deva ser exaltado e que se possa achar belo!

        1. Rogério, reparo que você, além da acidez e virulência costumeira, és dileto discípulo de Aldrovando Cantagalo. Ao meu ver é raso e infecundo. Aliás, essa avidez em apontar erro de português, notadamente de ortografia (que eu comento bastante), é vezo de quem pouco se importa com o desrespeito a um Mandamento, mas muito se incomoda com o deslize na liturgia! F-r-i-v-o-l-i-d-a-d-e.

          1. Cidrac, quando você diz dentro dos parênteses “(que eu comento bastante)”, você estava querendo dizer: “que eu cometo bastante”; erros que você comete bastante…
            Pois bem, você errou de novo, é isso que digo, tenha cuidado com sua escrita sujeito, repito, você é um advogado que escreve tudo errado. Isso depõe contra sua pessoa, denota e indica ignorância, falta de leitura, desleixo, falta de cuidado, demonstra que você é lambão, desorganizado e não consegue organizar um único parágrafo sem erros. Você tem clientes que necessitam do seu cuidado para alcançar sucesso nos seus pleitos, mas como ter sucesso se o texto é todo mal escrito e descuidado. Você é daqueles que o Juiz recebe a petição e fica dando risadas de tão ridículo e pobre é o texto? Será que todos vocês petistas são iguais? Será que vocês realmente acham lindo a ignorância? Será que realmente você considera que é belo ser estúpido, ignorante e que há valor em não conseguir fazer nada certo, nem ao menos quando você escreve algo para me retrucar, o texto consegue vir certinho. Tente mais uma vez, vamos lá, tente de novo uma resposta, mas desta vez tente escrever ser erros tá bom! Vou lhe ajudar com uma dica, faça uma resposta bem curtinha, talvez uma única linha, quem sabe assim você consegue enviar algo sem erros. Outra dica: não ache bonito ser ignorante; e não siga o ensinamento da Benedita tá bom!

          2. chovê si eintendi:
            “erro de português, notadamente de ortografia, é vezo = F-r-i-v-o-l-i-d-a-d-e.”
            ou seja: mandamento petista para liturgia da mentalidade lulista.

            in 10 di? (!)

Leave a Reply

Your email address will not be published.