Políticos aproveitam o fim de ano e atacam nossos bolsos sem dó nem piedade

Os políticos fazem a festa de Natal e espetam a conta dos generosos presentes no nosso lombo

Parabéns, brasileiros!

Pois é, colega. Enquanto você tá aí, em modo relax, esperando aquele pernil de Natal — eu pelo menos estou, hehe… e já faz uns 20 dias — a elite do funcionalismo, para não variar, mete a mão grande, sem dó nem piedade, nos nossos bolsos.

Começou com a farra do aumento dos ministros do STF. Depois a liberalização para os prefeitos gastarem além do limite da responsabilidade fiscal. Rolou também a treta das férias-prêmio pagas em dinheiro para a turma do judiciário. E por aí vai.

Li que o auxílio-mudança dos senadores foi estendido também para a Câmara dos Deputados. Ah, já sabíamos, mas o caso do “Bolso Júnior”  (Flávio, né?)  escancarou o que fazem os parlamentares por todo Brasil: contratam a esmo e cobram pedágio depois.

Hoje o CNJ ressuscitou o tal auxílio-moradia. Na verdade, jamais fora de fato enterrado. O Ministro Fux apenas nos deu um “aplique” até conseguir o aumento do próprio salário com Michel Temer. Em troca, o presidente garante a impunidade.

O País está com suas contas estouradas por causa das mamatas destes caras. Sim, meus amigos, o custeio da máquina e a previdência da turma — sobretudo a do judiciário — é a responsável pelo déficit gigantesco das contas públicas. E dos juros que isso causa.

Minas Gerais, por exemplo, gasta atualmente 80% do que nos tira apenas para bancar a tigrada. Mais da metade dos municípios do Brasil gastam mais com seus vereadores que com os cidadãos. Trabalhamos para sustentar nossos algozes. E nem reclamar podemos, sob ameaça de prisão.

Olha só, ô cabeça de tutano: ao invés de ficar zurrando “Lula livre” por aí ou passando pano para políticos como Alexandre Kalil e Flávio Bolsonaro (estou citando apenas dois sobre os quais escrevi recentemente), acorde para a vida e cobre desses caras.

Do contrário, meu chapa, vai passar a sua vida inteirinha brigando comigo aqui no blog, enquanto paga a conta desses babacas que você defende como se fossem sua própria mãe. São eles que roubam sua grana e não te devolvem nada; não eu.

Acorda, pô!

Leia também.

13 comentários em “Políticos aproveitam o fim de ano e atacam nossos bolsos sem dó nem piedade

  1. E o dinheiro que os bolsonaros tomaram dos assessores reais e falsos? Roubo vulgar é verdade, é quase como bater carteiro do erário, mas roubo.
    Gostaria que comentasse.

  2. O otariado nacional continua bancando as safadezas e roubalheiras iniciadas em 2003 e com vigência garantida pelo Temer e pelo judiciário plantado, ambos valentes e fiéis escudeiros petistas, para 31 de dezembro de 2018.
    Vamos ter esperança de que o forte alarde de combate nos palanques do internet pelo atual vencedor das eleições não se limite à marolinha, chacota criada pelo Lula dos tempos em que quando ele acordava nervoso, dizia que comia o rabo do Bush.

  3. Na França, uma merreca de reajuste de preço nos combustíveis põe o país abaixo, enquanto aqui o absurdo reajuste de 16% nos salários dos juízes do STF leva o otariado nacional a acreditar que isso é um bom sinal de que o Brasil está melhorando.
    Aliás, o sistema S, Sebrae, Ministério do Trabalho, Justiça Trabalhista e outras sofisticadas instituições mamateiras serão extintos porque estão corrompidos e ocupados pelas gangues de colarinho branco e bandeira vermelha que dominam essas entidades, simples assim.

  4. Oh Ricardo, não coloque o que acha em nossas cabeças. Não sou defensor de Lula, Alexandre Kalil, Jair Bolsonaro e sua família. Sou a favor dos menos favorecidos, como você também prega. Então para de achar que estou aqui querendo briga com você, muito menos o contrário. Hoje, mesmo escrevi em outra mídia, que o nosso país vive uma crise financeira sem precedentes, e este fim de governo preparando uma mega operação para a pose do “mito o justo”. Por quê não simplesmente passar a faixa presidencial lá no congresso nacional e fim de papo. Feliz natal meu caro.

  5. Esse diploma é mais moderno que o meu que está bem ‘antiguinho’, preciso atualizar.

    Depois me perguntam os motivos de emplacar os carros no endereço do E.S. …
    pra piorar, a placa da MERDOsul vem aí e vai custar uma nota!
    Pergunto: ‘Alguém’ conhece ‘alguém’ que sai do Brasil de carro?
    (pedágio nas rodovias tá uma ‘baba’, fui de Minas até Foz, ida e volta mais de 400 pilas)

  6. O mongolóide que escreve este blog é igual ao retardado que foi eleito e só se pronuncia pelas redes sociais.
    Incompetente, incapaz, burro, uma topeira. Não vai até o fim… É fraco e covarde demais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.