Skip to main content
 -
Ricardo Kertzman nasceu em 1967. Um homem inquieto, irrequieto e inundado de sentimentos.

Flávio Bolsonaro cada vez mais enrolado e o pai com “cara de paisagem”; leia

Ou o “Zero Um” obriga o filho a se explicar de uma vez, ou atira-o aos leões. O que não dá é ficar fazendo cara de paisagem

Imagem: Reprodução/Google

Fica cada vez mais verossímil a hipótese de repasse de parte dos salários dos assessores o caso envolvendo o ex-motorista de Flávio Bolsonaro, deputado estadual pelo PSL-RJ, e filho do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Levantamento feito pelo JN da Globo mostrou que os saques efetuados pelo ex-funcionário do deputado ocorreram, em boa parte das vezes, no dia do pagamento ou logo após, sempre precedidos de depósitos em dinheiro.

O COAF descobriu o que parece ser o modus operandi de grande parte dos deputados fluminenses. No total, 21 parlamentares da ALERJ tiveram assessores com movimentações consideradas atípicas ou suspeitas, como o de Flávio.

O assessor de Bolsonaro (o filho) movimentou cerca de R$ 1,2 milhão, enquanto outros, como o do deputado petista (claro, né!) André Ceciliano apresentou movimentações próximas a R$ 50 milhões. Na lista, o filho do presidente eleito aparece no 17º lugar.

Além deles, Paulo Ramos, do PDT, teve assessor fisgado com R$ 30 milhões em movimentações atípicas e Márcio Pacheco, do PSC, com R$ 25 milhões. Até Eliomar Coelho, do PSOL, foi mais guloso que Flávio Bolsonaro no quesito “assessor”.

Fosse eu o presidente eleito e delimitaria bem o caso, ainda que isso significasse “isolar” um filho. Ora, se “mensalinho” houve, que os flagrados se entendam com a Justiça. O que não se pode permitir é a contaminação da nova equipe de governo.

Salvo, claro, se o tal “mensalinho” não restringiu-se apenas ao filho. Restringiu-se, Capitão?

Leia mais.

Postagens relacionadas

Lula é o Usain Bolt da corrupção Rei morto, rei posto. Do jeito que vai, em breve Lula deixará Paulo Maluf no chinelo. Ninguém é mais veloz nas pistas; já nos tribunais... Caramb...
Finalmente a Justiça torna Dilma Rousseff ré crimi... Finalmente Dilma Rousseff é tornada ré criminal pela Justiça. Que seja a primeira, de muitas que merece Finalmente, ré! (Foto: Vágner Rosário) A ...
Corruptos nas ruas ou na cadeia? É o que decidirá ... Bons tempos em que precisávamos apenas tomar cuidado com os bandidos nas ruas. Hoje, nossa atenção divide-se com Brasília Os conchavos do Poder (Fot...
O valor de uma amizade Antônio Palocci foi indiciado, dentre outros crimes, por operar propina ao Capo Sorriam, amigos. Sorriam... A Polícia Federal indiciou o truta po...

24 comentários em “Flávio Bolsonaro cada vez mais enrolado e o pai com “cara de paisagem”; leia

  1. Este país é um esgoto a céu aberto. Como nossos políticos e nossa justiça a lhes garantir a eterna impunidade, não sairemos deste charco fedorento. Mas o PT esta caladinho, quanto a mais um recorde de bandalheira, 50 millhões???????? Só sinto as vezes pela PF, orgãos de controle “honestos”, trabalham, trabalham, para a não dar em nada as investigações. Ser funcionário publico “honesto” deve ser muito frustrante neste país.

    1. Olá Coelho, foi, justamente, no governo do PT que a PF foi aparelhada, ou seja, construção dos edifícios sedes, aquisição de viaturas, aeronaves, equipamentos, contratação e treinamento de pessoal. Num país onde nem o passado é definitivo é necessário fazer esses alertas e reavivar a memória coletiva. Grato.

  2. Olá Distinto, não assisto tv, logo não vi, mas ouvi comentários de que alguém no domingo reconheceu e propalou os feitos de Lulinha Paz e Amor. O homi é diferenciado, a partir de agora o clamar irá aumentar. Salve, salve.

  3. Boa tarde Ricardo. Os Bolsonaro são políticos… neste meio é difícil achar um santo.. começaram mal.. Apesar de ser um valor pequeno, nao deixa de ser totalmente errado. Confio que esta alternância de poder seja positiva para o país, quebrando a quadrilha petista e instaurando um combate mais rígido à corrupção. Estes filhos do Bolsonaro são como uma chaga pra ele.. só falam e fazem merda. O minimo que o Sr presidente eleito tem que fazer é se explicar perante a sociedade e se for o caso, devolver o dinheiro que lhe couber, assim como seus filhos e esposa.. Esta velha mania de dizer que é armação da mídia, que é inocente, é coisa velha…
    Antes que o Arauto da Esquerda apareça por aqui, gostaria que ele se lembrasse dos escandalos do PT. Um erro justifica o outro? Óbvio que não.. Mas dá um alento saber que é coisa pequena, que nem na eleição apareceu. Bora ficarmos atentos para mudarmos o país.

  4. Pois é ,em inglês essa desgraça chama RUDE AWAKENING.Que decepção esses acontecimentos,que a culpa seja provada e os culpados sejam quem for, punidos.Agora não resta nada a fazer a não ser esperar e ver até onde vai essa podriqueira.Infelizmente para nós que temos esperança no novo governo, estamos com um pé atrás agora.

  5. Peraí Ricardo, até agora apesar de estranho as movimentações ainda não tem nada que caracteriza crime. Estão fazendo julgamento precipitado e apontando a artilharia somente para uma direção. Apurem as irregularidades e punam que tiver de se punir, principalmente aqueles mais gulosos. Mas a esquerdalha não pode esquecer que nesse barco tem dos mesmos em situação bem pior.

  6. O Presidente eleito Bolsonaro já fez diversas declarações afirmando que caso seu filho tenha culpa no cartório, terá que arcar com as consequências.
    Ao contrário do presidiário de Curitiba, que sempre demonstrou para o seu filho que o crime compensa!!!

  7. Fico muito satisfeito ao ver o Ricardo Kertzman criticar aquele que foi o candidato a governo que ele – ainda que na maioria das vezes não explicitamente – apoiou para ser o novo presidente do Brasil.
    Não votei em Bolsonaro (e nem no Haddad), e não gosto nem um pouco do capitão.
    O que não implica dizer que torço para que seu governo dê tremendamente errado.
    Não, muito antes pelo contrário. Moro no país e não pretendo dele sair. Por conseguinte, espero que as coisas melhorem por aqui, seja lá quem for que estiver no comando da ‘bagaça’.
    Tenho receios sobre a ideologia ‘bolsonarista’, mas acredito nas instituições democráticas para contrabalancearem quaisquer ‘arroubos’ do atual presidente eleito e diplomado.
    Mas é importante que sua figura seja ‘desmitologizada’ e que a população – principalmente a que votou nele de forma tão passional – passe a enxergá-lo como o ser humano que ele é e, portanto, passível de falhas, inclusive corrupções de pequena monta.
    Não acredito – apesar de reafirmar que não gosto dele – que Bolsonaro seja um corrupto.
    Ele é inflexível demais para isso!
    Mas é evidente que ele é ambicioso e até um pouco ganacioso. Pequenos desvios não me surpreenderiam.
    O PT fez da corrupção uma forma de governo e um projeto de manutenção de poder.
    Não creio que o capitão aja de forma sequer parecida.
    Mas não dá para fechar os olhos de que pode haver, sim, algo de podre no reino da Dinamarca.
    Fiquemos atentos e não flexibilizemos para Bolsonaro e cia., da mesma forma que não foi feito para Lula e “companheiros”.

  8. O candidato vencedor precisa ser avisado que ganhou a eleição para conduzir o país e agora deve descer do palanque.
    Torço muito pelo seu sucesso, mas já é muito arroto para pouco refrigerante num país quebrado em que muito há o que se fazer. Mais discrição, por favor!
    Ele não precisa ficar todo dia se exibindo na mídia, como se fosse Nem mar nem Terra, Marqueza de Limuzine, Marina Rui Escritor, Boné, Zé Cuamargo e outras “famosidades” com suas matérias pagas que enchem mais o saco que aquela porcaria da música do gás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.