Cuspa no voto, eleitor. Depois aguente

A cada dois anos, o brasileiro recebe a chance de melhorar sua vida. A cada dois anos, infelizmente, só tem desperdiçado a oportunidade

Sempre os mesmos

Eduardo Suplicy é favorito ao senado por São Paulo. Sim. Após ter ocupado o mesmo cargo por 25 anos, sem jamais ter aprovado um único projeto para o estado, o senhor de 74 anos, após ter sido vereador da capital —  obviamente sem ter aprovado nada também  —  agora pretende morrer senador. Seu principal oponente é José Luiz Datena. É mole?

Em Alagoas, Renan Calheiros lidera a disputa também para o senado.  Dizer o quê, se dona Dilma é favorita no… Maranhão? Que Fernando Pimentel lidera em Minas? Talvez que Luciano Huck tenha sido especulado como “a esperança”? Ou que um corrupto e lavador de dinheiro, prestes a cumprir pena de prisão, aparece com 30% de intenção de voto em pesquisas eleitorais?

Vejam o Rio de Janeiro. Acabou de empossar prefeito Marcelo Crivella. Ou era ele ou era Marcelo Freixo. É como escolher entre cadeira elétrica e facada no olho. Saiu Sérgio Cabral e entrou Pezão. Como poderia estar diferente?

É desolador o quadro político-eleitoral do país. Não bastassem a ignorância e apatia absolutas do eleitorado, a lei que impede as candidaturas avulsas (sem filiação partidária)  e as regras impostas pela dupla TSE/STF,  apenas concentram mais poder (político e financeiro) nas mãos dos caciques das atuais quadrilhas, digo partidos.

O Brasil só teria salvação com uma ampla e profunda reforma constitucional. De cabo a rabo! Mas como imaginar uma Assembleia Nacional Constituinte formada por representantes do que há de pior no país — leia-se 99% dos partidos políticos (salva-se o NOVO)? Ou por representantes de corporações e sindicatos, que apenas trabalham em prol dos próprios interesses?

A esperança de uma reformulação geral no Congresso,  com quadros novos em detrimento aos velhacos de sempre, é cada vez mais esperança e menos realidade. Uma garotada preparada e bem intencionada será usada como  “mera puxadora de votos” para a manutenção dos atuais vagabundos. E os cargos majoritários tendem a ser ocupados por figuras como as já citadas no início deste texto.

Mas sabem como é, né? Henrique Meirelles é antipático, por isto não serve.

Leia mais.

32 comentários em “Cuspa no voto, eleitor. Depois aguente

  1. Blogueiro,
    A democracia pressupõe o direito do eleitor eleger quem ele quiser.
    Se você tem seus modelos de candidato o problema é seu.
    Em princípio só tem como garantir seu voto.
    Mas como você não dá o menor valor para a democracia e os candidatos que desenham possível vitória são os que você considera os piores, então você propõe mudar as regras do jogo.

    1. Democracia? Que democracia. Eleições onde vc só pode votar em candidatos indicados pelos próprios partidos, escolhidos pelos donos da legenda, os barões da politica nacional. Isto não é democracia. Nossas leis beneficiam sempre a mesma classe politica estabelecida. Vc pode votar em quem quiser desde que seja em quem nos indicamos, para os outros restringimos o dinheiro para eleição, restringimos o tempo na tv. Mais do mesmo, por isto vou de 30, partido novo. Estadual, Federal, em todos os cargos eletivos.

    2. Sim Marcelo, o eleitor vota e quem ele quiser mas só entre os candidatos permitidos, não existem candidatos ‘avulsos’! Sou obrigado a votar no ‘menos pior’ como da última vez(era a opção que eu tinha) e desta vez mesmo não querendo penso que vou ser obrigado a voltar a fazer o mesmo, vide lista de candidatos!
      Dentro do quadro dos ‘permitidos’, tem algum que preenche seu modelo ‘democrático’?

  2. estive em uma padaria no meu bairro e o assunto era o julgamento de lula, que acontecera naquele dia.

    a dona disse a suas funcionarias que lula foi um bom governo, que fez muito pelos pobres, sem qualquer analise das consequências de seu governo ou levar em conta que ele e dilma foram os que mais aumentaram a carga tributaria entre todos os presidentes que esse país ja teve. Como um burro que apanha do lombo de seu dono e ainda diz obrigado.

    O Bananil é um país sem futuro.

  3. Ricardo,
    também achava o Meirelles uma boa opção até descobrir que ele foi um dos arquitetos do grupo JBS nos anos de ouro do PT. Em especial da Dilma.

    J&F e Banco Original
    No início de 2012, através de sua empresa de consultoria, assessorou o grupo J&F, na concepção e estruturação do Banco Original. Ele deveria fazer do banco, uma pequena instituição que dava crédito a fornecedores do grupo, o principal banco digital do país. Meirelles contribuiu, também, na avaliação de oportunidades de expansão internacional do grupo J&F. Em 2014, assumiu, temporariamente, a presidência do Conselho de Administração da J&F Investimentos. No entanto, nunca exerceu nenhuma posição executiva na J&F Investimentos, no Banco Original, ou em qualquer outra empresa do grupo. Convidado por Temer para assumir a Fazenda, Meirelles rescindiu o contrato de consultoria com a J&F Investimentos em maio de 2016.

  4. Blogueiro, vc está correto, em verdade o povo brasileiro só foi consciente e inteligente nas vezes em que elegeram Lula e Dilma e em 55 com JK em se tratando de eleição Presidencial.

  5. O Brasil, politicamente falando, ainda vai demorar muito para engrenar.
    Não vejo perspectiva de evolução por gerações.
    A ladroagem e o desrespeito estão muito enraizados.
    A cultura do jeitinho, de levar vantagens, do favorecimento deveria acabar.
    Infelizmente ninguém quer governar nada.
    Somente derrotar seus adversários políticos.
    Solução para o país? Talvez devolver para os índios.

    1. o ‘campiro’ deu gorpi?
      Pode ser mas foi a esquerda que o colocou lá, então reclamem entre si pois fizeram, no mínimo, 2 burradas só no governo dilma, sem falar no governo lula!
      Vocês e todos estão colhendo os frutos petistas onde o pt e seu governo plantou tempestade e nós todos colhemos catástrofes(vocês inclusive)!

  6. Tive uma definição perfeita do que é esta aberração que moramos? Aqui não existe democracia, e sim uma cleptocracia, comandada pelos partidos de sempre, com apoio dos tribunais superiores onde juizes politicamente indicados servem de marionete das gangues chamadas partidos. A cleptocracia pode ser comandada por gangues de esquerda ou de direita, representadas por candidatos populistas, bravateiros, encantadores de burros amestrados de ambos os lados, que prometem o paraíso para os ignorantes e entregam o inferno e sempre vão ter como objetivo maior a permanência do status quo atual. Quem ganha comanda o jogo, que para governar precisa comprar os que perderam para poder governar, colocar grandes empresarios no jogo, banqueiros, industria automobilistas, afinal o $$$$ sujo vem deles. Como diz o blogueiro isto aqui só se salvar com uma reforma geral, primeiro da nossa constituição que foi feita por bandidos para beneficiar os próprios, uma reforma politica, 4 ou 5 partidos no máximo, fim do forum privilegiado, juizes indicados por concurso, fim da instabilidade de emprego para o funcionário publico, isto só para começar. Mas como nada vai acontecer já que os candidatos que se apresentam são somente mais do mesmo, ou ditos “novos”, são simplesmente bois de piranha da mesma classe politica podre que suga o pais a anos. Nos destino é a eterna mediocridade.

  7. Pelé disse em 1970,que o brasileiro não sabia/saberia votar…Até macumba as esquerdas fizeram contra ele.
    A democracia é o melhor,que a humanidade possui.No entanto,o voto acontece de dois em dois ou de quatro em quatro anos,enquanto os interesses,principalmente,os escusos acontecem a cada segundo.
    Por outro lado,o Direito ao voto levar um país à ruína,ao desemprego,eleição de populistas corruptos,eleição de um vigarista como lula,um Collor,uma terrorista assumida,uma Benedita,um Garotinho,uma Rosinha,um Tiririca(mudo),etc,etc…Então,a tal Democracia ou o Direito ao voto é descartável.
    Como uma pessoa,que nunca leu um livro(disponível até para o mais pobre) pode ter direito a um voto com o mesmo peso de quem já leu mil livros?E certamente esse voto será dirigido ao pior dos piores candidatos ou o mais populista.
    Esse voto ruim irá certamente arruinar a vida de milhões de pessoas.
    O que adianta estudar,pensar,pesquisar,inovar,fazer todos os esforços em função de melhorias pessoais,se o voto deste tem o mesmo daquele,que geralmente é um zumbi dos populistas e mentirosos de esquerda?
    Se aqueles,que defendem ignorantes no poder eleitos por outros ignorantes,tiverem empresas…Colocariam um mentiroso,vigarista,demagogo,sindicalista populista,para administrar seus bens?
    O mais impressionante é que a história de Hitler,o tempo no poder,a forma como apareceu e foi escolhido como um Golem,o Partido dos Trabalhadores,além de outros fatos.Como se assemelham!!!

  8. Lula e Dilma NÃO são os maiores responsáveis por afundar o Brasil na maior recessão e nesse desastre social, ético e político que estamos enfrentando hoje.
    OS GRANDES CULPADOS SÃO AQUELES QUE VOTARAM NELES!
    Eles é quem deveriam pagar essa conta.

  9. Concordo com o Robes. Deixe o Michel Temer governar com toda sua equipe de pessoas honestas, preocupadas com a inclusão social, combate à corrupção e nomeação de notáveis para seu ministério. Queria saber que país ele vive?

    1. M Henrique,
      Que o diga vc que votou nele! Eu não votei em Lula, Dilma, Temer. Por mim a chapa Dilma/Temer teria sido condenada por ter sido eleita graças a uma série de crimes eleitorais, como falsificar dados das contas públicas para enganar os eleitores, fazer campanha com biilonárias propinas do Petrolão etc.
      “Equipes de pessoas honestas preocupadas com a inclusão social, combate à corrupção e nomeação de notáveis” foras as dos desgovernos Lula/Dilma, né? Foi com essas preocupações que eles que promoveram a maior roubalheira da história do mundo e mergulharam o país na maior recessão de sua história levando milhões ao desemprego e à pagar a conta dessa gigantesca herança maldita.

  10. Jornal do Pais
    NAVEGAR

    HomepageFamosos
    Redacao 6 meses ago
    Atriz Regina Duarte tinha razão!!! Em 2002 ela dizia: ”Tenho medo do que o PT é capaz”

    Não faz muito tempo, “Regina Duarte” virou basicamente um xingamento usado contra qualquer um que hesitava diante dos movimentos mais arriscados dos governos Lula e Dilma. Tudo porque, durante a campanha de 2002, a atriz surgiu no programa de José Serra explicitando seu medo do que um governo petista poderia fazer com a estabilidade conquistada pelo Brasil até ali. Assim começa seu monólogo:

    “Estou com medo. Faz tempo que eu não fico com medo. Porque o Brasil, nessa eleição, corre o risco de perder toda a estabilidade que já foi conquistada. Eu sei que muita coisa precisa ser feita, mas também tem muita coisa boa que já foi realizada. Não dá pra ir tudo pra lata do lixo.”

    A preocupação com o “estelionato eleitoral” já acontecia naquele 2002. O “Lulinha Paz & Amor” não era apenas dócil e respeitoso. Ele também se mostrava defensor da austeridade, ou tudo aquilo que já começaria a esquecer quando precisou se reeleger após o Mensalão. E que nunca defendera até tentar pela quarta vez se tornar presidente.

    Imagem relacionada

    “Nós temos dois candidatos à presidência. Um eu conheço, é o Serra, é o homem dos genéricos, do combate à AIDS. O outro? Eu achava que conhecia, mas hoje eu não conheço mais. Tudo o que ele dizia mudou muito. Isso dá medo na gente.”

    Ao final, mesmo que com certo exagero, Regina – ou, vá lá, o redator do programa político tucano – parecia profética:

    “Outra coisa que dá medo é a volta da inflação desenfreada. Lembra? Oitenta por cento ao mês? O futuro presidente vai ter que enfrentar a pressão da política nacional e internacional. E vem muita pressão por aí.”

    A inflação não está a 80% ao mês, mas se aproxima dos 10% ao ano, algo que já mais que dobra a meta mirada pelo governo. A estabilidade econômica sobreviveu ainda quase uma década, mas não muito após o populismo lulista tentar se livrar da crise de 2008 com crédito fácil para tudo e todos. A pressão nacional está aí. A internacional? Ainda começando. Pois o mundo não tem interesse em ver a oitava economia do mundo quebrar. E já há quem defenda que apenas uma volta do FMI nos salvará de nós mesmos.

    E aí? Fomos justos com ela?

    O tempo é o senhor da razão!

    Este post foi modificado em January 31, 2018, 5:22 pm

    A maior preocupação do PT e Lula é a delação de Palocci sobre o caso Celso Daniel . Veja o vídeo » « EM CARTA, NAMORADA E FAMÍLIA SE DESPEDE DE MARCELO REZENDE
    Tags: anosmedoptrazãoregina duarte
    Redacao :

    Posts Relacionados

    PОLІСІАL RЕАGЕ A АЅЅАLTО E MATA 3 BANDIDOS E DEIXA DОІЅ FЕRІDОЅ NА РОRTА DЕ САЅА – VEJA O VÍDЕО

    Lula: ‘Nenhum filho meu consegue arrumar emprego’

    Atriz Luma de Oliveira entra com pedido de R$ 380 milhões contra Eike Batista

    EXTRA: Lula mente ao dizer que fundou o PT. Na verdade, Lula roubou o PT para poder roubar o Brasil.

    Princesa Diana: Bombeiro revela quais foram as últimas palavras antes da sua morte
    Anúncios Blog Contato Termos de Uso
    Topo | Ver versão não-AMP. Todos os direitos reservados.

    Jornal do Pais
    NAVEGAR

    HomepageFamosos
    Redacao 6 meses ago
    Atriz Regina Duarte tinha razão!!! Em 2002 ela dizia: ”Tenho medo do que o PT é capaz”

    Não faz muito tempo, “Regina Duarte” virou basicamente um xingamento usado contra qualquer um que hesitava diante dos movimentos mais arriscados dos governos Lula e Dilma. Tudo porque, durante a campanha de 2002, a atriz surgiu no programa de José Serra explicitando seu medo do que um governo petista poderia fazer com a estabilidade conquistada pelo Brasil até ali. Assim começa seu monólogo:

    “Estou com medo. Faz tempo que eu não fico com medo. Porque o Brasil, nessa eleição, corre o risco de perder toda a estabilidade que já foi conquistada. Eu sei que muita coisa precisa ser feita, mas também tem muita coisa boa que já foi realizada. Não dá pra ir tudo pra lata do lixo.”

    A preocupação com o “estelionato eleitoral” já acontecia naquele 2002. O “Lulinha Paz & Amor” não era apenas dócil e respeitoso. Ele também se mostrava defensor da austeridade, ou tudo aquilo que já começaria a esquecer quando precisou se reeleger após o Mensalão. E que nunca defendera até tentar pela quarta vez se tornar presidente.

    Imagem relacionada

    “Nós temos dois candidatos à presidência. Um eu conheço, é o Serra, é o homem dos genéricos, do combate à AIDS. O outro? Eu achava que conhecia, mas hoje eu não conheço mais. Tudo o que ele dizia mudou muito. Isso dá medo na gente.”

    Ao final, mesmo que com certo exagero, Regina – ou, vá lá, o redator do programa político tucano – parecia profética:

    “Outra coisa que dá medo é a volta da inflação desenfreada. Lembra? Oitenta por cento ao mês? O futuro presidente vai ter que enfrentar a pressão da política nacional e internacional. E vem muita pressão por aí.”

    A inflação não está a 80% ao mês, mas se aproxima dos 10% ao ano, algo que já mais que dobra a meta mirada pelo governo. A estabilidade econômica sobreviveu ainda quase uma década, mas não muito após o populismo lulista tentar se livrar da crise de 2008 com crédito fácil para tudo e todos. A pressão nacional está aí. A internacional? Ainda começando. Pois o mundo não tem interesse em ver a oitava economia do mundo quebrar. E já há quem defenda que apenas uma volta do FMI nos salvará de nós mesmos.

    E aí? Fomos justos com ela?

    O tempo é o senhor da razão!

    Este post foi modificado em January 31, 2018, 5:22

  11. Concordo plenamente Robes, isso quer dizer que a grande maioria dos eleitores brasileiros não é tão santinha como alguns dizem, lembrem-se que o primeiro escândalo da era petista surgiu em 2004, (Waldomiro Diniz/Zé Dirceu/BICHEIRO CACHOEIRA), um ano após Lula tomar posse, de lá pra cá não parou mais, mesmo assim o PT ficou no poder 14 anos, e sempre ficamis pondo a culpa no Programa Bolsa Família e sem cultura. O que falar então do caos no estado do Rio, capital intelectual e mais politizada do país? O Brasil só sairá dessa crise moral que nos arrasta para o abismo, quado tivermos coragem de enxergar o óbvio, ou seja, Lula, Temer, Aecio ou outro trste qualquer não fizeram o que fizeram de uma hora para outra e sozinhos, realmente somos uma nação corrupta, nao fosse assim Lula não liderava nas pesquisas no país inteiro e não somente em Alagoas. Continuamos empurrando a sujeira pra baixo do tapete, como sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.