Bom para todo mundo; ruim para todo mundo

Globo formaliza rescisão contratual com William Waack e agrada a gregos e troianos; inclusive o próprio jornalista demonizado

Bom negócio para todos

Fim de papo. William Waack, indiscutivelmente o melhor jornalista de TV do Brasil, está fora da Globo. Após mais de 20 anos, e ainda com apenas 65, WW certamente desfilará sua competência em outro veículo. Bom para todos, se querem saber.

Após o vazamento proposital de uma conversa privada, onde William proferia a um interlocutor uma frase — preconceituosa, sim, mas jamais racista — jocosa, destas que TODOS NÓS repetimos cotidianamente, seja em relação a pretos, judeus, portugueses, turcos, pobres, gordos, gays, lésbicas, carecas, banguelas, etc, a Globo achou por bem afastá-lo. Todos conhecemos a emissora, né? Um policial sempre morre, mas um menor criminoso é sempre assassinado (espero que tenham entendido a lógica). Imaginem, então, um episódio como o de Waack.

O fato, meus caros, é que ao final todos saíram ganhando. A turba sanguinária da internet pediu a cabeça do “racista” (putz!) e levou. A Globo mostra-se intolerante com o “racismo” (putz!, novamente) e ganha seus pontos junto à matilha raivosa. Ficarão 3 dias e umas quatro horas sem dizer que a emissora é golpista, fascista e nazista. William livra-se daquele ambiente irrespirável da GloboNews e seguirá sua vida (ainda mais rico) em outro canal. E nós os fãs, provavelmente o encontraremos ainda melhor, ainda mais independente e, oba!, com “sangue nos óio” em relação aos babacas patrulheiros.

De ruim, apenas a prova de que, nestes dias, não precisa-se mais repetir 1000 vezes uma mentira. Basta uma e se torna a mais irrefutável das verdades. 

Ah! Acho que a Band leva.

Leia também.

7 comentários em “Bom para todo mundo; ruim para todo mundo

  1. Blogueiro.
    Conversa privada uma pinoia.
    Ele estava trabalhando e foi gravado.
    Ao contrário do que você acha, nem todos costumam produzir frases racistas ou fascistas por aí.
    No seu caso você está coberto de razão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.