Vidinha de merda, a deste pessoal

A cada vez que olho para um “papagaio-de-pirata”, me vem a certeza que há gente para tudo neste mundo. Haja mediocridade

Ser “papagaio de pirata” de um troço destes…

Não há absolutamente nada mais degradante para um ser humano que a perda da dignidade. O esfacelamento do amor próprio leva o indivíduo ao pior da existência. Uma baixíssima autoestima é a porta de entrada para um monte de mazelas: da depressão ao suicídio, da imoralidade à selvageria. Alguém psicologicamente destruído é capaz de tudo. Para pessoas assim, os freios morais e civilizatórios perdem a relevância. Tudo o que importa é ou livrar-se da dor ou descontá-la nos outros. E vale tudo nesta sanha destrutiva.

A mais simples e desprezada das profissões, se exercida com honestidade e orgulho, é digna e preenche a vida de quem trabalha. Dá a certeza do correto e do dever cumprido. Permite a altivez do olhar e do caminhar. Ao lado do amor e aconchego dos próximos, um trabalho dignificante é a mais poderosa forma de desenvolvimento do ser humano, Trabalhe com paixão, esteja sempre junto da família e amigos, e será pleno. Quem vive assim sabe do que estou falando. Pouco importam o dinheiro e os bens materiais.

Há líderes e liderados. As pessoas são diferentes e possuem aptidões próprias. Ser líder pode trazer regozijo ou decepção. E ser liderado jamais será sinônimo de inferioridade. O que difere o sucesso, do fracasso profissional, é como se trabalha, não no que se trabalha, ou o quanto se ganha. E aí chegamos ao título deste post: o que pode dignificar, engrandecer ou satisfazer alguém, cuja profissão é ser baba-ovo, amarra-cachorro, aspone ou mero “papagaio-de-pirata” de político?

Notem, meus caros, que não estou aqui a tratar dos assessores, secretárias e auxiliares, não. Estes trabalham e sabem que trabalham. Exercem com dignidade e fidalguia suas funções laborais. Estou a me referir aos chupins profissionais, que grudam a bunda junto aos políticos, para receber migalhas sob a forma de cargos públicos e sobras de corrupção. Pessoalmente conheço dois ou três que passaram a vida como vassalos e hoje estão largados por aí, em busca de identidade pessoal e do orgulho perdido.

Reparem: em cada maldito palanque, atrás do político que discursa, há uma horda deles. Em qualquer entrevista para as TV’s, sempre os há, postados logo atrás. Nos corredores do Congresso idem! O macho alfa vai a frente, com dois ou três súditos grudados no traseiro.

— Papai, o que você faz?

— Eu trabalho com o Lula, filho.

— E qual o seu trabalho?

— Eu fico sempre atrás dele, filho.

— E quanto você ganha?

— Depende. Se ele for eleito, ele me dá um bom cargo e ganho bem. Se não for, ele pede para um companheiro conseguir um outro mais simples para mim. E quando não dá, às vezes, ele me arranja um dinheiro para a gente viver.

— Entendi. Mas qual é a sua profissão afinal?

— Hein? Como? Humpf…

Pois é. Não há resposta. O chupim profissional é um nada, um ninguém. Um servo medíocre incapaz de caminhar com as próprias pernas. Troque o Lula por qualquer outro político ou governante influente e lá estarão os chupins, em busca de sustento, a partir da mendicância e servilidade. Uma completa ausência de amor próprio e dignidade, sempre dispostos a fazer a parte mais suja do trabalho dos seus patrões. Ou melhor, dos seus Senhores.

Patrão é outra coisa!

Leia mais, aqui.

15 thoughts to “Vidinha de merda, a deste pessoal”

  1. Olá Inundado; não ha como acatar sua sugestão, porquanto não ha outro político de influência para rivalizar e menos ainda para substituir Lulinha Paz e Amor. Quem, se não ele, nos últimos quarenta anos tem mais influenciado a política no Brasil? Quem participou ativamente das eleições para Presidente da República desde 1.989 e, se vivo for influenciará a eleição de 2.018, se não houver outro golpe e adiarem o pleito? Quem é o ÚNICO brasileiro do presente e do passado a ser eleito duas vezes Presidente da República e ainda fez a sua sucessora que também foi reeleita? Quem elevou o Brasil ao patamar das grandes nações do mundo? Quem foi chamado de O Cara pelo Presidente dos EUA? Quem ganhou tantas eleições e ganharia tantas outras que fez e elitizinha rapinosa e extravista a urdir um plano de disseminação de ódio, nunca visto em Pindorama, para tentar jogar o povo contra ele, mas passado esses anos todos ele continua figurando em primeiro lugar na preferência do eleitorado? Quem tendo tantos méritos se vê perseguido por parte do judiciário o quer condenar sem provas e faz os processos tramitarem em tempo record para tentar inviabilizar sua candidatura? Quem elevou o Salário Mínimo ao maior nível do últimos sessenta anos? Quem mais fez pela eletrificação rural? Quem mais abriu Universidades Federais e Escolas Técnicas? Quem no meio de tanta perseguição e rasteirisses mantém o bom humor, não prega ódio, faz piada e aglutina multidão para retornar o Brasil ao roteiro certo? Como diria o Professor Raimundo: Ô cabra baum! Eu queria ser sobrinho de um homem desse.

  2. O Ministério da Agricultura precisa ficar mais atento. A foto mostra uma vaca velha, com centenas de carrapatos agarrados. É urgente fazer o tratamento antes que contamine tudo.

  3. Ainda bem que o vagabundo Lula foi presidente de PINDORAMA, país vizinho do Brasil. Lá vivem os vermelhos como o Lula que tomou dinheiro emprestado do povo brasileiro e ainda não devolveu. Tá na hora de botar o cara na cadeia que é o que sobra para quem é estelionatário.

    1. Sua obtusidade é escancarada, pois, se chamas Cuba de Pindorama (segundo a surrada falácia de que o Brasil teria transferido dinheiro para aquele Estado), revelas com isso o mais tosco desconhecimento. O porto foi construído por Sociedades Empresárias brasileiras e com o dinheiro a elas emprestadas compraram de fornecedores brasileiros, gerando com isso empregos e riquezas aqui dentro, com toda dinâmica do modelo capitalista. Sendo inclusive os contratos de empréstimos firmados mediante seguro e Fundo Garantidor, tudo segundo os ditames do direito e do modelo econômico estabelecidos. Mas, os espectros que jazem nos sarcófagos da ignorância, não logam essa compreensão e vivem tentando denegrir o trabalho bem feito.

  4. Fica contente CIDRAC. Tu não és sobrinho, mas és sóbrinha do cara.
    Obama disse que ele é o cara. O cara que roubou o Brasil e cagou com o mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.