O desastroso governo Temer. SQN

O país milagrosamente vai se recuperando da hecatombe petista e ensaia os primeiros passos rumo a uma nova era de crescimento sustentável

Vê se não atrapalha, Temer!

Inflação decrescente e em níveis pra lá de civilizados; juros decrescentes, perto da marca mínima histórica; classificação internacional de risco caminhando para a normalidade; desemprego em queda, com ligeiro crescimento nas contratações; PIB com moderada elevação, ante os sucessivos tombos; balança comercial batendo recorde histórico; indicadores do varejo (supermercados e automóveis) com crescimento, etc., etc., etc.

Reforma trabalhista aprovada, mesmo que ainda muito tímida; lei que limita (um teto) o gasto federal aprovada; reforma tributária caminhando; reforma na previdência caminhando; plano de concessões e privatizações em funcionamento…

Poderia também falar do dólar em queda, dos juros internacionais baixíssimos, da bolsa de valores com maior valor de mercado desde sua criação.

As conquistas no campo econômico são gigantes e só não estão tendo o destaque e o reconhecimento merecidos por conta de três fatores: 1) A sanha golpista/petista da maioria absoluta da imprensa, no afã da deposição do presidente; 2) O cenário ainda caótico deixado pelo lulopetismo; 3) A presença indigesta de Michel Temer e a gangue pmdebista no poder.

A população ainda não percebe os ganhos econômicos, pois com 13 milhões de desempregados, renda (de quem trabalha) em queda, inflação acumulada (no governo anterior) de dois dígitos; inadimplência recorde e outras mazelas mais, aliados à cada vez mais ausente e/ou precária prestação dos serviços básicos e essenciais (escola, hospitais, segurança, transporte, etc.), de fato fica muito difícil, senão impossível mesmo, comemorar alguma coisa. Mas é preciso lucidez e racionalidade, além de honestidade, para reconhecer e comemorar o bom momento, depois de anos de escuridão.

O Brasil caminha para estar relativamente “muito bem”, em 2018. Comparado aos anos PT, então, nem se fala. Isso é ótimo! Esvaziará completamente o discurso tosco e mentiroso da gangue vermelha e jogará luz sobre os protagonistas da mudança, especialmente Henrique Meirelles, pelo lado do Executivo, e, sim!, Rodrigo Maia, pelo Legislativo. Há quem diga, inclusive, que a possibilidade de uma dobradinha (HM e RM) como chapa presidencial não é impossível. Maia já anunciou que o DEM terá candidato próprio em 2018. Minha torcida sempre foi por uma chapa Meirelles-Anastasia. Mas dada a rejeição atual pelo PSDB, a alternativa não seria de todo ruim, não.

De certo, por hora, apenas a recuperação econômica do país. Excelente!

Leiam mais, aqui.

 

32 thoughts to “O desastroso governo Temer. SQN”

  1. Ricardo, estou torcendo pra que tudo isto seja verdadeiro. O problema é que não conseguimos verificar estas melhorias a nível prático. Quando converso com um pai de família que me conta suas dificuldades por conta do seu desemprego, confesso que sinto muito triste pela atual situação das pessoas.
    Tudo isto se deve à senhora Dilma Rousseff, que criou uma situação fiscal imaginária no país apenas para ser reeleita e se manter no poder junto com sua corja.
    Senhoras e senhores, vamos renovar nossos políticos o ano que vem.
    Estaremos tendo uma grande chance de expurgar esses vândalos das nossas vidas!

  2. • Déficit alto põe governo federal sob risco de crime fiscal em 2018
    • PIB cai 0,24% no segundo trimestre, aponta pesquisa da FGV
    • Mercado financeiro eleva estimativa para inflação pela quinta vez seguida
    DESASTROSO, MUITO DESASTROSO

  3. • Déficit alto põe governo federal sob risco de crime fiscal em 2018
    • PIB cai 0,24% no segundo trimestre, aponta pesquisa da FGV
    • Mercado financeiro eleva estimativa para inflação pela quinta vez seguida
    DESASTROSO, MUITO DESASTROSO

  4. Mas, prezado escriba, parece que nestas terras tupiniquins, tem uma outra turma do quanto pior melhor. Hoje ouvi dizer logo cedo em um jornal, na rádio, que um delator ( Lúcio Funaro) já vai colocar o presidente em xeque novamente, trazendo dados novos em uma delação premiada. A despeito disso, a pessoa que assina uma delação premiada hoje, se não for bem assessorado igual aos irmãos Batista, tem que vestir um chapéu de burro (rsrsrsr) . Voltando às vacas magras, diante deste novo, possível fato, será que a economia resiste? O mercado precifica, também a partir da figura do presidente, pois ele que manterá o que foi acordado com os investidores, que fará ter validade as medidas prometidas para alavancar o crescimento almejado. Será que não teremos mais terremotos? O bom é que no brazil, desprovido de catástrofes naturais, as pessoas se incumbem de proporcionar terremotos, maremotos, tsunamis e outros atentados contra elas mesmas, se bem que essa classe é quase auto-imune. Vai entender.

  5. Apenas para titulo de informação o ministro Henrique Meirelles foi Ministro nos dois mandatos do ex-presidente Lula, faltou mencionar esta informação na reportagem.

  6. Ricardo, contra fatos não há argumentos. Não discuto esses fatos apresentados ai por você. Mas permita-me discordas das causas que nos levaram até aqui. Com grande parte do empresariado (os grandes conglomerados) envolvido em corrupção era evidente que a economia iria absolver esse impacto. Junte a isso as lambaças politicas dos governos petistas, acumuladas desde o segundo mandado do corrupto lula, a economia entrou nessa crise. Desde empresas estatais (Petrobras, BR, Transpetro, Eletrobras) passando por empresas privadas (OAS, Odebrecht, Camargo Correia, UTC, Andrades Gutierrez, Queiroz Galvão, Mendes Junior) e até mesmo empresas multinacionais… todas elas foram afetadas, sentiram o impacto das investigaçõe… é claro que iram demitir. E por consequência varias empresas da cadeia produtiva foram afetadas o que afetou tmb empresas prestadoras de serviços e por ai vai. O mercado se ajeitou apesar dos pesares. É isso que acontece. E aconteceria em maior velocidade se não tivessemos tanta interferencia por parte dos politicos. Politicos que mesmo com as investigações em curso, cientes da impunidade, continuam praticando crimes que vão desde de obstrução de justiça, corrupção ativa e passiva, peculado, prevaricação, lavagem de dinheiro etc.

  7. Só faltou dizer: Tá ruim, mas tá bom!
    Seu texto é um verdadeiro morde e assopra. Tão em cima do muro quanto o Humpty Dumpty sentado em uma parede (também chamado de PSDB). Não sou PT/PSDB ou qualquer tipo de P. (exceto filho da P.), mas Anastasia nem é político; é um fantoche como Dilma foi. Tão poste do Áecio quanto são os da CEMIG. Agora se esse tipo de político te representa fique a vontade para começar a campanha.

  8. O povo não entende estas informações. O povo é burro. Para o povo vale o que a mídia informa. O povo não se informa sobre este tipo de coisa, porque não interessa a ele.

    Este é o mesmo povo que vai reeleger gente comprovadamente corrupta em 2018. Pode anotar. Brasileiro não aprende.

    1. Vc não é do povo, vc não é brasileiro? Vc é daqueles que mamou calado durando o governo Lula e agora fica dando o berro? Deve ser daqueles que melhorou de vida um pouquinho e agora está se dando mal.

  9. Ricardo, pega as materias de jornais de um ano e meio a dois anos atras, os economistas já previam uma melhora da economia brasileira já em 2017, qualquer pessoa que tivesse na presidencia e ouvisse o que os especialistas diziam a dois anos atras de como superar a crise, conseguiria tirar o país desse atoleiro, só a dilma que não quis ouvir e deu no que deu.
    O temer só fudeu a população mais pobre, por que o especialistas mostram mais contras do que a favor, o inss, ele começou de baixo pra cima, ou seja, do pobre, fazendo o cara trabalhar até morrer, pq não mexeu de cima pra baixo, na aposentadoria dos politicos e reduzindo ministerios? A reforma politica, só tá beneficiando politicos, começando pelos 3bi pra campnhas, pega esse 3 bi e injeta no inss, ao invés de doar pra politico….Não sei que melhora que vc ta vendo…Essa previsão melhoras, já tinha sido previstas a dois anos atras!

  10. 1 – a inflação não baixou por causa do governo, e sim por que o povo diminuiu o volume de compras, o empresário foi obrigado a baixar os preços, em nada o governo fez, apenas aumentar os impostos, e dessa forma foi obrigado a baixar os juros de mercado. resumindo o pobre se ferrou pelas empresas fechadas.
    2 – pelo valor liberado pelo FGTS o resultado ainda está muito pouco, e está acabando veremos o que virá depois.
    3 – final de ano há uma retomada normal do mercado, chegamos ao fundo do poço qualquer porcentagem é lucro.
    4 – até o momento não houver qualquer imposição de impostos aos mais ricos.
    5 – É milagrosamente mesmo, para quem não conhece de mercado.
    6 – Não existe direita ou esquerda é tudo uma panela só.
    7 – saiu a Dilma, porém ficaram todos que estavam com ela.
    8 – pare de fazer propaganda para essa corja tanto da direita ou da esquerda, se pelo menos fosse verdade que fizeram alguma coisa boa.

    1. Nos governos de Lula, Henrique Meireles ocupou a presidência do BC, em ambos.

      Não entendendo quase nada do que se fala em “economês”, mesmo porque haja informação tendenciosa … mas o que percebo, mesmo, é que essa dita “recuperação” nada mais é que o movimento natural de fim de ano se aproximando … e obviamente, a necessidade de alguns setores e consumidores em repor alguma perda.

      Sub-empregos, temporários e só …

  11. Será? Em primeiro e ultimo lugar gostaria de saber qual é o vosso ramo de empreendimento, para me posicionar em relação ao vosso comentário ou será uma cronica? Desde já agradeço seu otimismo e gosto de sua coluna(?) neste site

    1. obrigado pela predileção. Quando — e se — um dia nos conhecermos, nos tornarmos amigos, etc, daí podemos saber mais sobre a vida de um e de outro. Até lá, fiquemos na cordial troca de mensagens entre um blogueiro qualquer e um leitor qualquer. Abrs

  12. Ricardo, acompanho sempre seus textos. Concordo com algumas argumentações e discordo de outras. E é bom, afinal, mesmo que eu não concorde, não descarto a possibilidade de que um ou outro argumento pode contribuir para mudar minha forma de ver a política e seus “personagens”. Então, parabéns pelos textos.
    Mas confesso que o melhor é ver os comentários e suas respostas. Dou gargalhadas com os intolerantes e também aprendo com quem comenta de forma fundamentada, e suas respostas aos comentários (ex.: “ui”) são as melhores! Hahaha.

  13. UAI SÔ…
    EU ACHAVA QUE VOCÊ ERA UM BLOGUEIRO DO UAI, AQUI DAS MINAS GERAIS, NO PAÍS CHAMADO BRASIL. MAS, PELO SEU COMENTÁRIO ACIMA, DEU PRA VER QUE VOCÊ ESTA FALANDO DA AUSTRÁLIA, EUA, FRANÇA, INGLATERRA OU DA CHINA. FIQUEI TRISTE.

  14. Pois é , Ricardo , a vida dá muitas voltas…
    Eis que Michel Temer , aquele vice quase mudo de Dilma por seis anos , colocado lá para confirmar o apoio dos coronéis nordestinos com seus esquemas fraudulentos à chapa petista em 2010 e 2014 , aquele vice que garantiu preciosos minutos de propaganda política para o marketing avassalador de João Santana contra os adversários , aquele vice que era ignorado e até xingado nos bastidores pela presidenta(sic) , eis que Michel Temer assume a presidência e , finalmente , começa uma agenda modernizante , reformista e positiva para este país de mentes e concepções tão atrasadas…
    Veja que hoje foram anunciadas 57 privatizações , ufa , gol de placa !
    Agora para 2018 , vejo que Henrique Meireles e João Doria são os melhores nomes para a sequência deste trabalho exitoso .
    Doria , de preferência , em um novo partido , de centro , junto com Rodrigo Maia ( bom papel como presidente da câmara ) .
    Meireles é um grande gerente , deu credibilidade à Lula lá trás , ótimo ministro agora , mas não creio que vá se cacifar para ser candidato .Pode até continuar em um novo governo de centro , porque não ?
    No mais , parabéns pelo blog , pelas opiniões corajosas e por pensar fora do politicamente correto .

  15. Sò pra pontualizar…..Na àrea do cambio, o dolar (e o euro que conta tb na balança comercial e em todo o resto) depois de maio sò aumentou, com tendencia a aumentar mais ainda, o que é péssimo para o Brasil, e ninguém se dà conta. Lembro que no mes de maio teve inicio os “abacaxis” do Temer, e visto do panorama de fora, a confiança no pais tà na corda bamba….ainda, pra nao dizer que ainda nao caiu no precipicio. saluti!

      1. Trabalhar eu trabalho, e muito! Talvez esteja trabalhando errado não é?

        Vou ver se começo a escrever blog de opinião e dissemino fake news! Quem sabe começo a viver a sua fantasia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.