Sinceras e preocupantes palavras aos leitores

Arruaceiros, de gravata, dentro do Congresso, dão o grito de ordem para os arruaceiros de camisetas vermelhas, com facões, nas ruas de Brasília

Noites frias, dias escuros

É isso. Talvez seja o antepenúltimo capítulo. Talvez o próprio epílogo, não sei. Mas estamos, sim, chegando ao fim de uma era que durou pouco mais de 30 anos. Para quem viveu o início, o meio e agora o final agonizante deste período pós-Regime Militar, não deixa de ser um alento. No meio deste caos moral e institucional, uma coisa é certa: o Brasil mudará radical e permanentemente. Só não me perguntem se para pior ou melhor, pois ainda não sei.

A diferença entre o que estamos assistindo dentro do Congresso, com a tropa de choque petista e suas linhas auxiliares partindo para a agressão explícita (física e verbal), e fora dele, com suas hordas assassinas quebrando e incendiando o que encontram pela frente, é uma só, ou melhor, são duas: as roupas e as armas. Dentro, gravatas e mãos; fora, camisas vermelhas e facões. A origem, porém, é a mesma: a sanha por uma ditadura facínora e feroz de esquerda, nos moldes do que se vê na Venezuela de Chavez e Maduro.

Engana-se barbaramente aquele que diz: “isso mesmo; tem de quebrar tudo. são todos uns bandidos”. Dentro dos ministérios em chamas há gente comum, trabalhadora, honesta. Há senhores e senhoras assustados escondidos nos banheiros e chorando de medo. Nas ruas há crianças e mulheres indefesas, turistas desavisados passeando pela Capital. Dentro do próprio Congresso há trabalhadores honestos. Há funcionários terceirizados que sequer pertencem ao Governo. Há, inclusive, “uma meia dúzia de dois ou três” deputados e senadores do bem. Você que diz “isso mesmo”, provavelmente não pensaria assim se tivesse um parente por lá, não é verdade? Me desculpe a franqueza, mas você não é melhor que eles (os arruaceiros), não. Te desafio a encontrar uma mísera bandeira do Brasil no meio dos vagabundos. Uminha só. Acorde: esta escumalha não quer limpar o país; quer assumir o país. Entenda isso de uma vez por todas, pelo amor de Deus!

O PT e sua gente estão no campo que mais gostam, jogando o jogo que mais sabem jogar. Misturam todos no mesmo balaio e depois saem gritando “bandidos”. Daí surgem como autonominados Salvadores da Pátria, ungidos pela inocência e ignorância populares. E quem disser o contrário levará gritos, paus e pedras como contra-argumento. Sempre foram assim e sempre serão. Jamais aceitarão a Democracia e as regras civilizatórias como norte de condução da sociedade. Jamais, aliás, aceitarão uma sociedade livre, sem o Partido como guia e voz superior. Acreditem: no dia em que a violência imperar de vez, como arbitragem para conflitos político-ideológicos, o PT e sua horda vencerão de goleada. Não se ganha uma discussão com um idiota, nem uma briga com um assassino. Haja vista o que estão fazendo Lindbergh Farias, no Congresso, e Guilherme Boulos, nas ruas.

Quando não restar mais o que fazer, o criminoso tentará explodir o paiol.

Os políticos sujos estão tentando explodir o país. Apenas um conflito social de enormes proporções lhe salvarão da cadeia. Eles sabem disso! Após instaurado o caos, alguém surgirá com uma proposta de conciliação nacional, onde o primeiro ato será uma anistia geral. Dirão que: “o que passou, passou, e é preciso olhar para frente. Do contrário, continuaremos convulsionados”. Daí ninguém será julgado, condenado ou preso, e viverão felizes e soltos para o resto das vidas imundas.

É isso o que estão fazendo, agora, neste momento, em conluio, os maiores calhordas da República. Uns, mantendo-se no poder, pois sabem que estimularão a violência e esvaziarão novos protestos pacíficos contra si. Outros, esperando que ajam (verbo agir) assim mesmo, pois justificarão seus atos bárbaros em nome da Justiça. No meio, nós mesmos. Um pouco cúmplices, um pouco culpados. Mas no fim, de verdade, apenas um povo indefeso, diante da própria monstruosa criatura que ajudou a criar.

Leia mais, aqui.

35 thoughts to “Sinceras e preocupantes palavras aos leitores”

  1. Ricardo, só um militar no poder para fazer correr os ratos imundos. Tanto os de gravatas vermelhas dentro do Congresso, como os sarnentos de camisas vermelhas do lado de fora.

    1. Olá Kiko, por falar em rato, na semana passada o mininu que exigia ventilador ligado dentro de casa para empinar pipa foi visto saindo do Congresso Nacional como um camundongo que procura um buraco para se enfiar. No dia seguinte ficou acuado dentro de casa que nem a barba fez. Enquanto isso Lulinha Paz e Amor e Dilma Coração e Alma valentes continum altivos e altaneiros. Vai ouvindo.

      1. Cidrac,
        Apenas uma perguntinha: Você concorda com o que ocorreu em Brasilia ontem??????????????
        Com certeza vc é contra a ação dos militares para conter o BANDO DE ANIMAIS VERMELHOS que depredaram parte de Brasilia ontem. Mas, com mais certeza ainda, vc sempre apóia os MILITARES e as MILÍCIAS de MADURO, que ATERRORIZAM o povo Venezuelano, quando estes vão ás ruas contra aquele governo que é PLENAMENTE APOIADO por vocês PETISTAS e SIMPATIZANTES, seguidores do messias do sertão, aquele MINUSCULO ser asqueroso……….

      1. Ok, está certo, eu estava nervoso sim, me desculpe. Não suporto ver comentários pro militares, sinceramente me deixam muito puto.

        Mais uma vez me desculpe ok.

        Abraço.

        1. como não li o comentário e, claro, desconheço o que foi removido ou editado Guilherme, lhe pergunto:
          O que vc tem contra militares e quais são os motivos? (não quer dizer que eu seja a favor ou contra, é apenas uma pergunta e responda se pensa que convém)

  2. Como sempre Ricardo, você nos alerta sobre o ponto em que se encontra a chama no pavio.
    As FFAA deverão agir no momento adequado, caso contrário morrerão inocentes. Isso é o início do que não terá fim a não ser que a cor verde oliva impeça que rasguem o último pedaço da bandeira.

    1. Repito meu comentário em post anterior:
      Agora, ou o Brasil acha de vez o caminho para se tornar uma Noruega,
      ou pega a trilha da Venezuela. E esta parece ser a mais provável.
      Exceto se…

  3. Vi os facínoras de terno e gravata condenando o chamamento das Forças Armadas. Miseráveis! Sabem que a PM pouco pode fazer frente a esses arruaceiros, devido as amarras que eles mesmos impuseram, com suas leis. Agora, quando a situação sai de controle, com graves riscos a integridade física e patrimonial, tem que chamar mesmo as Forças Armadas. Todo país civilizado faz isso. Mas eles não querem porque sabem da dificuldade de mobilização dessa canalha quando se trata do Exército. O que eles querem é transformar o Brasil numa Venezuela. Os sindicalistas também estão apavorados com medo de perder o imposto sindical. Cadeia neles!

  4. Lembrando sempre que quem colocou o Temer lá foi o PT. Então se tá uma baderna, a república “Venezubrasileira” diga -se MST, Lindembergh, Gleisi, CUT, Luladrão, Dilmafiga tem grande parcela.

  5. Olá Inundado, ledo e ivo engano. Cale esse discurso messiânico. O Brasil continuará como sempre foi. Um país governado para vinte por cento da população. Para os demais a pobreza, o desalento, a cacetada da polícia, a exclusão social e a violência dos delinquentes. Assim tem sido nos mais recentes cinco séculos. Agora mesmo assistimos todos essas balburdias, mas a imprensa em uníssono grita, esbraveja, tonitroa: “o mercado quer isso”, “o mercado exige aquilo”, “o mercado impõe aquilo”. E tome-lhe depoimento dos sabujos de sempre como Miriam Porcão, monge devasso de filme holandês, vulgo Henrique Meireles, Mailson da Nóbrega inflação de 84% ao mês, a lista é grande. O mercado no caso é o deus baal que tudo tolera e tudo aceita desde que a elitizinha rapinosa, extrativista, racista, violenta e preguiçosa esteja no poder. Bastou o PT começar a indicar, muito timidamente, a modificação dessa estrutura que deram o golpe, idem João Goulart, o tiro no peito de Getúlio Vargas, o enforcamento de Tiradentes, o trucidamento de Felipe dos Santos. O lema é um só: o povo não tem vez neste torrão. Só um exemplo: os funcionários públicos da média para cima tem subsídios polpudos e todo tipo de penduricalho como auxílio paletó, moradia, alimentação etc etc, mas o povão nem carteira assinada com o Salário Mínimo pode ter, ou seja, tem de morrer trabalhando e não pode contar com nenhuma proteção social. Sorte. Saúde e Sabedoria.

    1. Agora falando sério. Esse cara é um personagem não é mesmo? Ou alguém que fez curso de humor pelo Instituo Universal Brasileiro, talvez?

      Ah… entendi. Candidato a transplante de cérebro. Boa! Estaremos torcendo para dar certo.

    2. E vc continua seguindo o messias do sertão?????????????????????????????
      E vc continua seguindo a rainha da mandioca???????????????????????????
      E vc continua continua com raivinha do ex homem forte do messias do sertão??????
      E vc , provavelmente, continua morrendo de medo de perder a BOQUINHA?????????

      1. Olá HJDAROZ, é nome ou uma sigla?
        1 – Nada tenho contra o sertão, mas é sabido que por lá andam messias. O que mais chamou a atenção foi Antonio Mendes Maciel que saindo do Ceará arrebanhou muitos seguidores na Bahia. E como sempre soi a acorrer Exército verde oliva baixou o cacete no povo. Muita covardia, pois, a civilizada Rua do Ouvidor mandou várias colunas ir a Canudos massacrar os capiaus, porém, esses repeliram os milicos que se desgarravam catinga a fora. Claro que sem não antes praticarem várias covardias. Aliás, por falar em covardias o exército sempre pródigo nesse quesito, comas exceções de silva Teles e do General Osório. Resumo da ópera: o Exéricto gosta de bater no povo, protegê-lo: nem pensar;
        2 – Quanto a mandioca, santo vegetal. Darcy Ribeiro, outro valoroso lá das bandas de Montes Claros (Sertão nos Gerais), entoa loas a ela, puderá, a planta é tão boa que se mantém guardada e protegida debaixo da terra e dela se obtém tantas delícias. Se ainda não provou não sabes o que estas a perder;
        3 – Homem forte não sei quem mencionas;
        4 – Quanto a boquinha, não é do meu feitio. Levanto todos os dias as 05h para trabalhar e estudar, sou um zé povinho que vive da mão para a boca, mas sempre com meu trabalho e não de favores.
        5 – Se queres saber de minha vida é melhor indagar para mim do que ficar nessas conjecturas!
        Grato.

  6. Mas isso é reflexo de ausência de comando, está tudo errado! Começando pela cadeira de presidente até o mais humilde trabalhador desta paragem tupiniquim. Já na deposição da presidenta, já havia indícios de que o vice presidente naquela época, hoje, o atual mandatário, não tinha gabarito para assumir a presidência, ele já era citado na Lava Jato. Deveria ter sido feito, uma medida para adotar eleições diretas, ou indiretas, como determina a Constituição, para que o poder fosse legitimado, não que não o seja neste momento, mas cessaria toda a rusga. Voltaríamos a ter somente situação e oposição. Hoje, com todos estes enganos e fatos, sinceramente não sabemos mais o que temos em nosso parlamento. Isso reflete nas ruas a arruaça, a desorganização e a baderna imperando, com a invocação, a meu ver, totalmente desnecessária das forças armadas. O Brasil é muito maior que vermelhos e azuis e somos nós, pessoas de bem, que devemos exigir isso. Cadê as manifestações ordeiras e pacíficas que povoaram as ruas, exigindo a deposição da presidenta ? Elas devem voltar, agora com mais força exigindo para mim, para você e para todos nós o que é vontade soberana do povo. Nós, temos a OBRIGAÇÃO de fazer isso. Se ainda nos considerarmos pessoas de bem e se não quisermos deixar o país ser assumido (novamente) pelo bando que se apresenta e que deveria estar aposentado.

  7. Vc sempre em seus posts caolhos….
    Dizia que era só o P.T. O que diz agora não encontrará ressonância.Para a corrupção no existiu e nem nunca existirá Bandeira.Tu te assemelhas ao Moro.
    Caolhos nocivos a evolução humana.

  8. Vem cá, vocês ai dos Diários Associados tem noticias de Aécio Neves. Noblat disse que esta só chorando, bebendo e… não necessariamente nesta ordem. Eu não acredito. O patrão de voces é inocente. Era a irmã, Andréa Neves, mas esta detida. não é? Aliás estou curiosa para saber como os Diários Associados vão se manter. Voce tem ideia disso? Pelo que tudo indica, Aécio vai fazer companhia pra irmã.

      1. É verdade, meu coração é potencialmente vermelho, mas com pouco ódio, afinal sou humana.
        Quem conhece muito de ódio é você pelo veneno que destila em suas crônicas.
        O seu coração sim, é ODIENTO. hehehe

  9. “Dentro dos ministérios em chamas há gente comum, trabalhadora, honesta.”
    “Dentro do próprio Congresso há trabalhadores honestos.”

    Que bom, Ricardo! Que bom que você reconheceu e mudou seu discurso com relação aos Funcionários Públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.