Na treta Janot x Mendes, não fico com ninguém

A que ponto chegamos! Um Ministro da Suprema Corte e o Procurador Geral da República trocam ofensas publicamente

Cresçam, senhores. O Brasil é mais importante que os dois

É, meus amigos, os dias estão mesmo esquisitos. O Brasil anda seguindo aquela velha máxima: no fundo do poço, há sempre um alçapão. O pior é que não há a menor sombra de uma porta de saída. Ao contrário. A cada dia tudo parece ainda mais escuro e triste. Este mês em especial.

O mais novo round da baixaria política foi protagonizado hoje por Rodrigo Janot e Gilmar Mendes. Na verdade, só por Janot, que proferiu palavras de bêbado em porta de boteco em direção ao ministro. O motivo? A acertada declaração que Mendes dera um dia antes, quando condenou os vazamentos seletivos do MPF. Janot ficou dodói e partiu para a pancadaria aberta.

Já gostei muito de Gilmar mendes. Sempre considerei 99,99% das suas decisões acertadas. Ultimamente, contudo, me parece que resolveu abraçar de vez a causa dos amigos enrolados na Lava Jato. Principalmente os amigos do PSDB. E a despeito de sempre embasar suas argumentações na lei, sabemos que a lei, quando os Capas Pretas querem, é sempre relativizada.

Sobre Janot, jamais tive dúvidas. Posso estar certo ou errado, obviamente. Até porque entendo tanto de rito processual quanto regra de bocha. Mas sempre me pareceu que este senhor protegeu o quanto pode a dupla Penta-Réu & Criminosa Fiscal, além de jamais ter investigado Guido Mantega e Aloísio Mercadante, no processo relacionado a Delcidio Amaral. Pior!! Anulou a delação de Leo Pinheiro, da OAS, justamente aquela que enfiava o Nine Fingers direto no colo de Moro, e até hoje não explicou por quê.

Querem saber? Se em briga de marido e mulher ninguém mete a colher, nesta treta entre Mendes e Janot eu não fico com nenhum dos dois. Por mim, que estapeiem-se até a morte! Só que, quanto maior a desarmonia entre aquele que oferece a denúncia e quem a julga, maior a chance de o criminoso sair livre. Atenção a isso!!

Leiam mais, aqui.

3 comentários em “Na treta Janot x Mendes, não fico com ninguém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.