Skip to main content
 -
Ricardo Kertzman nasceu em 1967. Um homem inquieto, irrequieto e inundado de sentimentos.

Uma DR entre blogueiro e leitores

Que tal retomarmos o caminho do bom debate e deixarmos de lado as mistificações e saídas baratas? Do contrário, não tem graça.

Ricardo Kertzman, o blogueiro que vos fala

Comecei a escrever publicamente em 2014, logo depois da fatídica reeleição da criminosa fiscal. O sentimento de revolta e impotência eram tamanhos, que eu precisava gritar. Não tinha conta em nenhuma rede social e comecei a usar o Facebook da minha esposa. Em dois dias ela me expulsou e criou uma conta para mim. Um ano e pouco depois, possuía uma página movimentada, cheia de bons amigos reais e virtuais. Um lugar onde não há brigas, comentários impróprios e todos opinam sem ofender; a mim ou uns aos outros. Aviso: é uma página pessoal! Não é uma página pública, comercial ou de qualquer outra natureza que não o uso privado. Desta forma, um conselho a certos tipos de leitores: não se atrevam a postar comentários ofensivos. Ao contrário do blog, hospedado em um site “público”, minha página é particular, e o usuário do Facebook possui nome e endereço. Dois deles já estão se entendendo com a Justiça e um terceiro está a caminho. Acontecerá algo demais? Duvido. Mas terão um trabalho danado. E despesa também. Mas sigamos…

Em meados de 2016, Benny Cohen, editor do Portal UAI, me convidou para hospedar este blog. Pouco mais de seis meses e cá estamos: 1 milhão de usuários únicos! Não recebo para escrever, nem exploro qualquer tipo de publicidade. Faço por gosto mesmo. E que gosto! Benny e o Grupo DA que não me ouçam, mas gosto tanto, tanto, que se um dia quiserem me cobrar eu pago. Mas sei que ninguém irá lhes contar nada, hehe. Esse é um segredo nosso. BC e colegas do Portal: Muito obrigado por tudo, viu?

Pois bem. Outro dia ouvi uma frase sensacional: “Nunca discuta com idiotas, pois você perderá sempre”. Logo me lembrei das minhas discussões com esquerdopatas de toda sorte, petistas ou não. Bingo! A frase é exata. Você lhe diz: Lula roubou. E a resposta será: FHC também. Oi? O assunto é o Lula. Daí você rebate: FHC não responde a nenhum processo criminal. E o outro: A Justiça o protege. Então, viram? É impossível. O idiota sempre invocará uma saída abstrata, do tipo que não há argumento plausível. É como o sujeito que acredita em OVNI’S. Você lhe diz: não existem. Ele responde: prove que não. Caraca! Como isso é possível? O certo seria ele me provar a existência, entenderam? Não o contrário.

Mas por que todo esse papo furado? Pelo seguinte: Juntos, eu e vocês — sobretudo os mais frequentes –, formamos esta página/blog. Tenho o maior zelo e carinho por esta nossa casa. Vocês sabem e são testemunhas que não sou do tipo que se importa com opiniões contrárias. Não sou dono e nunca pretendi ser o porta-voz da verdade; aceito absolutamente todos e quaisquer argumentos, desde que intelectualmente honestos e reais. Mentiras e fantasias eu desprezo. Só que, há dois dias, eu ando me decepcionando com muita gente por aqui. Não por discordarem de mim, isto é óbvio, mas por estarem se comportando como os tais idiotas acima. Eu digo que a PF errou (no caso da Operação Carne Fraca), e alguns dizem que não. Beleza. São opiniões. Daí vem os fatos claros e eu repito: A PF errou. E alguns repetem: Não, não errou. Tudo bem.  Ainda assim são opiniões. Segue o jogo. Mas eis que vem a própria PF, os peritos criminais, o representante dos delegados da PF e assumem: Foi um erro de comunicação; não é bem assim; o sistema sanitário não está sendo investigado; só alguns agentes públicos corruptos; o problema foi pontual, em apenas 3 pequenos frigoríficos; etc. Pô! São os próprios caras!! Daí, ao invés de alguns reconhecerem — não para mim, para me dizer que estou certo; isso é bobagem — e voltarem atrás nas opiniões erradas, motivadas pelas primeiras impressões… nada. Vêm e me dizem: Eles estão sendo pressionados a desmentir. Bem, aí não dá. Aí não é mais debate ou troca de opiniões.  Aí é a saída que tanto detesto nos idiotas. Lançam uma “verdade” qualquer, infundada, sem provas, sem coerência e pronto! Venceram por cansaço.

Hoje alguém comentou: “O governo os pressionou (a PF) a voltarem atrás”. Sério? Se é assim, ferrou! A Lava Jato acaba amanhã. Falta de pressão do governo é que não é, né?

Na boa, amigos. Vamos retornar ao nosso rumo do bom debate. Aquele onde não importa vencer ou perder, ter ou não ter razão, mas tão somente aprendermos uns com os outros e ajudarmos a construir um país um pouco melhor, um pouco menos burro, um pouco menos bruto! E o caminho é um só: deixar de lado a saída mais fácil e botar a cachola pra pensar. Que tal? Eu, como sempre, tô nessa!

Escrever é ótimo. Escrever para gente inteligente, melhor ainda.

Abraços,

 

Postagens relacionadas

Se você é leitor do blog, não perca este post. É e... Um post especial, em homenagem aos leitores deste blog, especialmente àqueles mais assíduos e fieis (nos elogios e nos coices, hehe) Ame-me ou odeie...
“Na vitória se conhece o caráter de um homem... Este é um post histórico, que retrata uma data histórica e repara um evento triste, traumático, que me deixou marcas Imagem: Google Meus queridos...
Aos valentões mimimi deste blog Quem bate, esquece; quem apanha, não. Todos conhecem esta frase, né? Pois bem. Que sirva de norte a quem precisa É isso aí, Mané! Certos leitores...
Armas matam, sim, e pronto. Se bandidos ou mocinho... Ninguém compra uma arma para "se defender". Compra para matar o agressor. Vender o contrário é safadeza. E acreditar é burrice Imagem: Google Eu ...

6 comentários em “Uma DR entre blogueiro e leitores

  1. Olá Inundado, os cheques em pagamento dos abusos da farsa jato já começam a ser devolvidos sem fundos. Até R. Azevedo demonstra as fissuras. Já passa da hora do juiz da roupa preto retornar ao seu ofício de origem. Acordem.

  2. “Que tal retomarmos o caminho do bom debate e deixarmos de lado as mistificações e saídas baratas? Do contrário, não tem graça.” Serio que você escreveu isso? Justo você que responde em “alto” nível aos leitores? Eu até parei de comentar depois de tanta patada, voltei hoje só para registrar a ironia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.