Um delegado da PF e o esquerdismo ultrapassado

O Brasil é mesmo ímpar: um delegado da PF atribui ao Capitalismo a sanha criminosa de algumas empresas

Equipe da PF responsável pela Operação Carne Fraca

Vejam esta frase do Dr. Maurício Moscardi Grillo, delegado da PF, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, sobre a Operação Carne Fraca, que desnudou um esquema empresarial asqueroso de comercialização de carnes de má-qualidade e estragadas, em conluio com agentes públicos corruptos. Volto em seguida:

“A prioridade das empresas envolvidas na Operação Carne Fraca era o capitalismo, o mercado, não a saúde pública”.

Como é doutor? A prioridade era o Capitalismo? Me perdoe, o senhor entende — e muito! — de investigação criminal, mas está absolutamente enganado sobre economia e sociologia. E vou tentar explicar por quê:

Os países mais desenvolvidos, socialmente justos e cumpridores das leis são todos capitalistas. A maior economia do mundo e um dos países menos corruptos, os EUA, é capitalista. A Alemanha, notória por sua rigidez moral e ética, é capitalista. Inglaterra, França, Japão!! O senhor conhece povo mais cumpridor das leis que o japonês, doutor? Pois é. São capitalistas.

Agora me diga: por que um bando de vagabundos criminosos prioriza o Capitalismo? Por que querem lucro? Ora, o que querem os traficantes de drogas? Os assaltantes de bancos? E os políticos corruptos? São todos capitalistas também? O senhor está muito enganado: A prioridade destas empresas criminosas era o crime, não o Capitalismo.

Criminoso também persegue, sim, o lucro. Mas o lucro indevido, o lucro desonesto, o lucro sujo, ao contrário do que praticam as empresas responsáveis e honestas — absolutamente a maioria delas. Acredite, mas é o Capitalismo que proporciona o seu trabalho. Sem ele, não haveria Estado, não haveria arrecadação, não haveria funcionalismo público. Sem o Capitalismo, doutor, seríamos uma Venezuela qualquer e o senhor não poderia exercer brilhantemente seu ofício. Não há Democracia sem Capitalismo! E é o Capitalismo que traz a tecnologia que nós utilizamos, as armas que a Polícia porta, o carro que trafegamos, o celular que usamos, o remédio que tomamos.

Ao contrário do que ocorre no Brasil, doutor Maurício, o Capitalismo prega um Estado enxuto, dinâmico, produtivo e ético, e não um amontoado de pseudo-servidores de si mesmos, muitos deles interessados em criar dificuldades para vender facilidades e corromper, além de ser corrompidos, exatamente como estes que o senhor prendeu hoje. O que ocorre aqui não é nem nunca foi, definitivamente, Capitalismo algum. Infelizmente! Antes fosse, e possivelmente o senhor não veria algo tão podre assim acontecendo no país.

Parabéns pelo seu trabalho, doutor Maurício. Aqui o senhor encontra um admirador da Polícia. De todas elas! Seja a Civil, a Militar ou a Federal. Aqui o senhor encontra um respeitador das leis e defensor intransigente da ética, da moral e dos bons costumes e bons valores. Aqui o senhor encontra um sujeito que defende, com unhas e dentes, o trabalho desta sua Polícia Federal, e que lhes é verdadeiramente muito grato, sobretudo nestes tempos de Lava Jato. Mas igualmente aqui o senhor encontra um empresário também, um capitalista nato, um obcecado por eficiência, produtividade, qualidade, ética e — sim! — lucro. Muito lucro se possível. Pois é com ele (lucro) que pago impostos e salários, sustento família e ajudo pessoas, fomento e contribuo para o desenvolvimento do nosso país.

Espero sinceramente que o senhor me leia, me entenda e que mude sua opinião. Não me leve a mal, Dr. Maurício, mas seria ótimo se o país caminhasse mais, em sentido ao Capitalismo, e menos, rumo à estas mistificações retrógradas de esquerda. Penso que o Brasil seria muito melhor.

Muito obrigado pela atenção, parabéns pelo excelente trabalho e um forte abraço em todos vocês da PF!

Leia a matéria completa sobre a Operação Carne Fraca.

27 thoughts to “Um delegado da PF e o esquerdismo ultrapassado”

      1. Bom, podemos especular, mas fato divulgado na mídia é que o PMDB e o PP é que estavam mamando forte por lá… Vamos aguardar porque a opinião pode ser e deve ser sem medo, mas sem escrúpulos não! Vamos juntos em busca de fatos.

          1. Com o texto nada, tem a ver com o comentário anterior ao meu, por isto utilizei o espaço responder e não o espaço comentar como tenho feito

      2. Pois é… Tem razão. Só não concordo com o “Nine”, que é preconceituoso, pois é uma referência a um defeito físico. E você vive dizendo em seus textos que não é preconceituoso. Mas no resto eu concordo.

        1. Defeito físico?!?!? Um mindinho faltando?!?!? hahahahaha Ok! Eu vou usar o mesmo argumento. Sou careca, me falta cabelo, é um defeito físico, então posso falar. Melhorou?

    1. Joãozito,
      Você está se esquecendo de que a NASA é do Lulinha, a General Motors da neta do Lula, a American Airlines era da Dona Marisa, o Lula é dono da Fórmula 1 (lá só tem laranja petista) e o aeroporto de Dubai foi trocado pelo Taj Mahal, que também era do Nine. Ainda tem muito mais coisas que ainda não foram reveladas a nós pobres mortais.

  1. Gosto do seu blog, porque voce não é jornalista,
    A maioria dos jornalistas são preguiçosos e só publicam os press release que buscam nas repartiçoes publicas. Não existe um jornalismo investigativo.
    Não sou empresario, mas trabalhador e defendo o capitalismo como uma maneira de melhorar este nosso pais.

  2. Ricardo,
    É bem provável que o delegado foi infeliz na escolha da palavra certa para definir a prioridade, a missão das empresas em questão. Mas você deu uma aula BRILHANTE. Parabéns mais uma vez.

  3. Se no Brasil não temos capitalismo, temos então o que?
    Está certo o blogueiro quando cita vários países capitalistas e com níveis de desenvolvimento considerados por muitos como invejável.
    Mas isto não significa que não existem países capitalistas e deploráveis.
    No caso brasileiro temos capitalismo sim. Capitalismo tupiniquim, onde os capitalistas sobrevivem mamando nas tetas do Estado e sonegando suas obrigações.
    Como se vê nesta operação policial, empresas até ontem consideradas modelos de virtude hoje são flagradas corrompendo e causando danos à sociedade. São capitalistas sim, capitalismo predatório e de araque.

    1. Capitalismo pressupõe liberdade econômica e livre mercado. Não há nenhum nem outro no Brasil. Grupos como o JBS, que vivem pendurados no Estado, jamais podem ser exemplos de Capitalismo. Ao contrário! É o mais puro estatismo, vulgo, Capitalismo de Estado. Vide a China e Rússia.

      1. A priori, todos os países são economias capitalistas com maior ou menor grau de liberdade. O comunismo nunca existiu nem existirá, pois já foi comprovado que numa estatização completa não há mercado, sem mercado não há preço e se não há preço não há cálculo de preço, se não há cálculo de preço não há planejamento econômico, então logicamente não há economia comunista. O socialismo é um misto de economia estatal e privada ou seja a coexistência de capitalismo e estatização.
        Então por mais paradoxal que seja nosso amigo delegado está certo, a culpa é sim do capitalismo, pois sem ele não existiriam empresas privadas. Agora quem me garante que empresas estatais são 100% ” honestas ” ?
        A petrobrás é ? A Eletrobrás é ? A cemig é ? A copasa é? A Minascaixa era ?………..
        Portanto o problema não está no modelo econômico mas na moral e na ética da cultura do povo.!

    1. eu, hein! Compro nada! Mas lá na Olegário Maciel cê talvez consiga vender. Só não sei se as outras carnes irão te tratar bem.

  4. Em país de imbecis é necessário gastar esse tempo enorme para explicar o obvio: capitalismo não tem nada a ver com crime organizado. Talvez num proximo artigo se discorra que politicos não são eleitos para arrumar emprego; que universidade publica não pode servir de palco para ativismo politico-ideologico como faz a universidade de Ouro Preto; O problema desse delegado é típico do funcionalismo de maneira geral: quando o sujeito não serve pra nada no mercado de trabalho que exige competencia e eficiencia, a saída é ir para o serviço público que absorve a incompetencia e premia a ineficiencia com a famigerada estabilidade e outros penduricalhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.