Respeitem os eleitores, pô

Para não variar, setores ligados às esquerdas e jornalistas petistas não aceitam o que a maioria paulistana escolheu

doria
Tem tudo para ir longe. Bem mais longe!

Não tem jeito mesmo. Esta gente, como escrevi neste post anterior, só reconhece a democracia quando estão eles próprios no poder. Do contrário, investem em tumultos, manifestações desordeiras e até mesmo em pancadaria. O alvo da vez é João Doria, eleito em PRIMEIRO TURNO prefeito de São Paulo.

Doria anunciou em sua campanha: “irei aumentar a velocidade das Marginais e serei um combatente ferrenho das pichações”. Pois bem, 53% da população paulistana o elegeram prefeito, mas… a esquerda não gostou, os “artistas” não gostaram, a BoboNews não gostou. Daí investem em uma campanha contra o empresário recém-eleito. Estão malucos, porque Doria mandou limpar os muros públicos, sujos com a porcariada que julgam ser arte.

Até um juiz peteba também resolveu entrar na brincadeira. Em decisão liminar, cancelou o aumento da velocidade nas Marginais. Coitado! Vai levar uma bela “reformada” bem no meio na fuça. O cara tá insatisfeito com a magistratura e resolveu administrar a cidade… no canetaço! Ora, meu senhor, cuide dos seus afazeres no judiciário e deixe que o poder executivo faça a sua parte. Quer governar?, pois largue a toga e concorra a um carro eletivo.

Acreditem, amigos, mas tem até jornalista achando ruim que empresas privadas estejam, voluntária e gratuitamente, patrocinando reformas em parques, jardins e banheiros públicos. Sim! Estão indignados, pois tais empresas jamais fizeram isso antes. Desta forma estariam favorecendo a imagem do Doria.

Entenderam a treta dos vermelhinhos? Se a iniciativa privada deixar a cidade um brinco, eles são contra, pois isso ajudará João Doria e o PSDB. Assim, preferem e querem que fiquemos todos vivendo naquela pocilga petista de Fernando Haddad, o pior prefeito que SP já teve. São muito babacas mesmo, não são?.

Anotem aí: logo, logo haverá protestos, organizados por meia dúzia de delinquentes apoiados pela Folha de SP e GloboNews, pressionando o prefeito a voltar atrás na questão dos grafites e pichações. Se Doria for cagão, como Temer foi na questão do MinC, quando voltou atrás e ressuscitou a Casa da Mãe Joana do PT, recuará e manterá a cidade emporcalhada. Tomara que não. Espero que mantenha sua postura firme e correta. Afinal, foi para isto que foi eleito.

Força, Doria!

Leiam também.

 

89 comentários em “Respeitem os eleitores, pô

  1. não está combatendo as pichações! está destruindo os grafites. é bem diferente pichações e grafites. grafite é arte apreciada em todo o mundo. isto mostra como vc, um provável eleitor do doria, é desinformado e, talvez ignorante ( ignorante é aquele que desconhece um assunto). vai estudar para aprender a votar!

      1. Ricardo,
        Quando leio (às vezes consigo!) uma parte do seu texto. Digo parte porque nunca consegui ler tanta idiotice, tanto fascismo num texto só.
        Mostra que você é um grande babaca, sem qualquer conhecimento sobre a história do Brasil.
        Aliás, nem sobre a história do Brasil, você é um total ignorante tentando escrever as suas idiotices e ignorâncias.
        Você é o grande babaca, vai se informar, depois a gente conversa.
        Otário!

        1. Mentira sua, bonequinha! Você é mais um vermelhinho que não sai daqui, que adora levar uns pontapés no traseiro, por isso lê tudinho, até o fim, batendo as patinhas no chão de raiva, hehe. Volte amanhã que lhe dou mais uns sopapos, ok?

        2. O problema é que ele quer exatamente audiência. E a gente fica entrando aqui, procurando algo simples e sem nenhuma sofisticação de pensamento só pra gastar nosso tempo, e damos a audiência que ele quer. É uma mistura piorada (beeeeemmm piorada) do Marco Antônio Villa com o Reinaldo Azevedo.
          A gente precisa parar de entrar aqui, turma!
          Espero que esse comentário seja publicado…

          1. Ué, e por quê não seria? Não ofendeu ninguém, não escreveu palavrão feio, apenas manisfestou seu descontentamento, tá valendo. E volte sempre, hein! A casa agradece a freguesia petralha, hehe

          2. A gente precisa parar de entrar aqui? Você é que precisa, seu petralha puxa saco de corrupto. Por quê você entra em um blog que não concorda? Cai fora, seu trouxa. Nós entramos aqui porque queremos, você tem que entrar no blog do luladrão.

    1. Moro em São Paulo, votei no Dória e passo bastante na 23 de Maio onde ele está cobrindo a sujeirada que tinha lá. Não sei se você mora em São Paulo também, mas até agora, o Dória já fez em 20 dias mais que o Jaiminho em 4 anos! Simples assim!

      1. É isso mesmo. Até petista que nem mora em São Paulo quer ficar dando pitaco no trabalho do Dória. O cara está dando exemplo de liderança e de iniciativa. Essa corja de esquerdistas não aguentam ver o sucesso do cara. Vão pichar rua lá em Cuba, na Venezuela pra ver como que aqueles governos “democráticos” vão te receber de braços abertos. Bando de retrógrados, acreditam que baderna é sinônimo de liberdade.

    2. Aquilo em São Paulo, é pichação sim. Longe de ser arte. Muito longe. Chamar aquilo de arte é fazer Basquiat revirar no túmulo. Vai estudar você, que está aí cagando regra como se fosse um intelectual no assunto.

    3. Grafite é o que? rsrsrs
      Acho que só vc e meia duzia de idiotas que ficam rimando embaixo de viadutos gostam dessa porcaria de grafite… é tudo sujeira!

      Quer fazer arte com tinta?
      Que tal usar um quadro?

    4. Parcialmente com razão, mas infelizmente como em muitos post aqui, ao invés de expor ideias, sai pro ataque e agressão. Perde força no argumento.

      O artigo tem várias verdades (na minha humilde opinião), mas também acho que vc, Capitão está correto que também está tendo destruição de grafites/arte. A grande dificuldade é o crivo. Determinar o que é arte e o que é pichação. E pichação é uma merda. Apoio o movimento de limpeza. Mas gostaria que alguns trabalhos tivessem sido preservados.

      1. Lei e lei e deve ser respeitada. So assim poderemos conviver, mas infelizmente alguns não tem noção do que e certo ou errado. Ate comerciante tem restricao para expor a sua marca. Grafites achando eu arte ou não, devem permanecer se tiver sido autorizado.

        Nao da pra ficar julgando o que deve ficar ou não sob o julgamento estético de cada individuo. E preciso seguir a lei e assim, sendo feio ou nao, terà seu direito conquistado.

        Lembrem-se também que o Doria simplesmente esta cumprido com sua proposta de gestão. Foi eleito com mais votos do que todos os outros candidatos juntos. Esta trabalhando e cumprido com o prometido.

        Espero que ele mantenha sua força e determinação e nao ceda para o jeitinho brasileiro.

        DURA LEX neles.

    1. É duro ouvir a verdade, não é querido? Esquerdista adora nadar no mar de merda. Quando aparece alguém pra limpar, eles começam a entrar em parafuso.

  2. “Grafite” é pichação mais bem definida. Quer ser “artista”? Pinte quadros e painéis e vá procurar uma galeria de arte pra expor seu trabalho. A rua é pública e a população não é obrigada a ter que “apreciar” desenhos (na minha opinião, 99% grotescos), porque os pichadores batem o pezinho!
    Dá-lhe Dória, força!

  3. Para não variar, setores ligados às direitas e jornalistas tucanos não aceitam o que a maioria brasileira escolheu…hehehe.
    Uma leve pitada de humor, e la nave va, contigo ou ‘sentigo’, comigo ou ‘semmigo’, conosco ou ‘semnosco’… Variações da mesma merda, touche…hehehe

  4. Eu concordo com o Ricardo! NA MINHA OPINIÃO, a arte tem que ser feita sim, mas não somos obrigados a ter que ver muros pintados ou grafitados!! A arte tem que ser espontânea, não imposta!

  5. Caro Ricardo,

    Residindo aqui em SP há 6 anos e – por força da profissão de representante comercial, tenho o privilégio de rodas os bairros, as periferias todo santo dia. E ao contrário do que querem os pseudo esquerlistas (jornalistas de esquera) fazerem parecer, a cidade de São Paulo e até os moradores da região metropolitana estão com Dória. Eles apoiam e a maioria detesta os ditos “grafites” e também seus grafiteiros, com raras exceções.

  6. Mas você é um coxinhão, hein.
    Aposto que acha o Temer maravilhoso.
    Tucano é a melhor espécie de politico que tem. Engana uns caras iguais a você fácil fácil…

    1. Calma, delminha! Não sou jornalista, não trabalho no “jornaleco” e se eu for catar imbecil, começo por você seu otário, kkkkkk

  7. Interessante que toda semana (pra não dizer quase todo dia) sai algo sobre o Doria. O que eu sinto é que em menos de 1 mês ele fez mais que muita gente faz em 8 anos ocupando mesmo cargo. Agora e o Kalil? virou prefeito e sumiu????????

  8. Voce acha que vestir de gari,andar de cadeira de rodas,apagar obras de arte nos muros, mudar velocidade de radares eser um grande hipocrita eh cumprir promessa ? So um servo como voce aceita isso e acha que eh um grande governo. Agora que ele vai achacar ainda mais os imprensarias desse pais,com a forca do cargo. Você eh um pseudojornalista a serviço de um escovadinho idiota.

      1. So por que uma silaba se juntou a uma palavra ? Isto não eh erro. Instrução tenho bastante, melhor que você. Sou economista ,administrador de empresas,com curso de extensão no exterior, falo treis línguas. Quer mais,seu jornalistazinho,enrustido,tucano de baixa plumagem, serviçal dos piores e dos mais baratos. Em tempo: meu Mac tem teclados japonês/português. Pode sair algum engano ao escrever, idiota.

  9. Engraçado que opiniões não favoráveis a esquerda são sempre taxadas de fascistas. É a velha escolha da falta de argumentos diante de uma esquerda totalmente falida.

  10. Olá Distinto, existem coisas que são básicas, como, por exemplo, o respeito ao combinado. Acontece, porém, que em Pindorama estamos muito longe disso. Exemplo gritante: não se respeitou os 54 MILHÕES de votos que conduziram, em eleições legítimas, Dilma ao cargo de Presidente da República!
    Quanto ao prefeito de SP não se discute que ele pode fazer um bom governo, mas é discutível essa pressa de incensá-lo logo nos primeiros dias da administração. Ha quem diga que no começo tudo são flores. Façamos avaliação no tempo apropriado. Até então o que se viu foi muito lance de promoção pessoal, como, por exemplo, a confecção de uniforme de gari segundo seu modelito. Holofotes. Sorte, Saúde e Cidadania.

    1. Esses mesmos 54 milhões de votos que reelegeram Dilma como presidente deveriam ter prestado atenção nas letras pequenas que diziam: “Vice: Michel Temer”. Afinal quando votamos para prefeito, governador e presidente, votamos numa chapa com duas pessoas.

  11. Essas merdas gostam de impor as coisas….as pichações, smj, são as menos feias delas, mas as odeio….Dureza é ver as palhaças que bancam feministas de sovaco cabeludo nas ruas e cabeça raspada, alegando empoderamento…kkkk. Dureza é ver os Che “Que” vara patrulhando as ruas e falando sobre imperialismo…na verdade esse povo quer é balbúrdia… mais um exemplo disso são as destruições ao patrimônio que os chiliquentos fazem quando “manifestam, ocupam”… como diz meu irmão… vai chupar um canavial de …..

  12. Bom dia Ricardo!
    Parabéns pelo texto.
    Quanto a suspensão do aumento da velocidade, acho interessante destacar que a ação do magistrado tira o caráter de urgência da medida do prefeito, exigindo a apresentação de estudos técnicos que justifiquem a revisão do limite máximo de velocidade; exige que o programa “Marginal Segura” seja submetido a apreciação e discussão no Conselho Municipal de Trânsito e Transporte e que sejam realizadas audiências públicas sobre o tema.
    Na minha opinião, por mais desagradável que seja a maioria dos motoristas, esse tema deveria ser revisto com cautela, uma vez que existem dados divulgados que houve uma redução de mais de 50% no numero de acidentes fatais nas marginais Pinheiros e Tietê após a redução do limite máximo de velocidade.
    Abraço.

    1. Bom dia, Guilherme. Pouco importa neste caso se o juiz tem ou não razão. O ponto é que é prerrogativa do poder executivo municipal regular a velocidade nas vias públicas. O prefeito avisou isso em sua campanha e a maioria da população de SP o elegeu, ou seja, não há dúvidas sobre o que a cidade quer, tampouco sobre a legalidade da decisão. Abraço

  13. É isso aí, quer pichar, vá pichar a sua casa, o seu muro, a sua parede, vá pichar o focinho da mãe. Patrimônio alheio e do povo não são patrimônios de pichador. Cidade limpa é o que todos querem.

  14. Concordo com as críticas ao comportamento autista do PT, que não vê nada de bom se não for feito por eles e para eles mesmos. Mas grafite não é pixação. No mundo inteiro já se reconhece o grafite como forma de arte popular, espontânea. Pixação é outra coisa, é coisa de marginal, desocupado. Muita gente acha que arte é só dentro de galeria, na moldura, quando na verdade não é. Existe, claro, uma espécie de “elite” que quer mesmo fazer crer que arte é quando o sujeito joga tinta na tela e expõe vendendo por milhões, isso é o que lhes dá aquela aura de exclusividade, coisa que “só os esclarecidos entendem”. O grafite não é pixação, e não deveria ser tratado assim pelo Dória. Espero que ele faça um bom trabalho, mas sem fomentar o higienismo, que a gente sabe muito bem onde termina.

    1. No “mundo inteiro” eu não sei, André, mas em cidades civilizadas como Miami e Berlim, por exemplos, os grafites são pintados em locais demarcados e com autorização. Esta é a diferença. Abraço

  15. Apenas um babaca protofascista, disfarçado de opinador “sem medo” despejando seu ódio tolo àquilo que não conhece, não entende e de que não sabe patavina.

    E que se expressa no que a “maioria” (maioria uma ova! Não arranha nem de perto a soma dos votos brancos, nulos e de outros candidatos. Ou seja: “maioria” UMA OVA!!) acredita ser o “melhor” para a cidade… mas para gente dessa laia a “cidade” é o que essa meia duzia quer.

    Daí, desse caldo, surgem os Hitlers da vida… os quais depois, no futuro, serão negados até a morte por esta “gente-de-bem-e-de-valores”.

    1. Apenas mais uma, como é mesmo?, babaca protofascista disfarçada de leitora mal educada despejando sua ignorância e ódio tolo àquilo que não concorda, não entende e de que não sabe patavina (credo, como você escreve mal!)

      De resto, é tanta ignorância que nem dá para brincar de copiar.

    2. Boa tarde Ricardo!
      Muito bacana o seu espaço e a oportunidade para discussão.
      Bom, voltarei ao tema do seu texto em relação às medidas do prefeito: o aumento do limite de velocidade nas marginais e o combate às pichações.
      Quanto ao primeiro tema, quando você me respondeu que “…pouco importa neste caso se o juiz tem ou não razão. O ponto é que é prerrogativa do poder executivo municipal regular a velocidade nas vias públicas. O prefeito avisou isso em sua campanha e a maioria da população de SP o elegeu, ou seja, não há dúvidas sobre o que a cidade quer…” concordo que seja prerrogativa do poder executivo municipal regular a velocidade das vias públicas, mas penso que isso deveria ser realizado de forma responsável e seguindo os trâmites normais de aprovação para uma mudança tão importante, por isso a intervenção do magistrado para tirar o caráter de urgência. Na minha opinião (sem medo… rsrs) o prefeito está correto em procurar aumentar a velocidade do trânsito nessas vias, principalmente porque foi eleito com essa premissa, o que me preocupa é a forma simplista e irresponsável que ele encontrou, apenas “mudando as placas”. Ora, se é sabido que a redução da velocidade das marginais diminuiu pela metade o número de acidentes fatais nessas vias; para se aumentar a velocidade de trânsito deveria ser pensado em como conseguir isso sem detrimento da segurança (acreditando que para a maioria das pessoas segurança também seja um quesito fundamental). O que provavelmente exigiria mais recursos, planejamento e mudanças estruturais das vias. Essas medidas simplistas (do meu ponto de vista) e de “caráter de urgência” me lembram muito as respostas encontradas por governos anteriores (principalmente os petistas…Rsrs).
      No que diz respeito ao combate às pichações, acredito que a discussão se pichação é arte ou não, não vem ao caso. Na minha opinião, é arte sim! Arte não precisa agradar nem ser politicamente correta para se definir. Porém, não é pelo fato de ser arte que ela não pode ser combatida. Se é do interesse da maioria da população, como obviamente é, nada mais natural e esperado do que as atitudes da prefeitura para coibi-la. Não que isso vá erradicar as pichações, claro.
      Um abraço!

  16. Eu concordo que tem que respeitar a opinião dos eleitores. Se votam no Doria ou no macaco tião, que deixe governar pô. Se votaram no Drump ou no zezin do bar, que deixe governar pô. Mas então pq muitos não pensaram assim com relação a Dilma? Acho que ela não deveria ter era vencido a eleição, e que o governo dela (os dois alias) foram um tremenda merda. Mas se o povo (burro do jeito que é) votou, que deixe governar. Tipo assim… deixa governar quando me agrada, quando não me agrada não deixo. Isso do “deixa governar pô” tem que valer independentemente do governo, não acha Ricardo?

    A tempo: acho que tem coisas mais importante para o Doria se preocupar em SP, e aparecer na tv vestido de gari ou pintando mura pra esconder pichação (ou grafite como queiram) é pura fanfarronice.

    1. Por partes…

      Dilma saiu porque cometeu crime. Urna não é tribunal! Ser eleito não legitima criminalidade, sacou? Se ela não tivesse delinquido estaria até hoje fodendo o país, e seria legítimo, pois havia sido eleita. Pronto. Ponto.

      Sobre se há coisas mais importantes… Há. E daí? São excludentes? Não podem ser feitas simultaneamente? As aparições públicas de Doria são mera construção de imagem. Ele quer se tornar conhecido por seus feitos e por cumprir suas promessas. É ilegítimo ele mostrar o que está fazendo? Acho que não, né?

      Ou você prefere um administrador que não apareça em lugar nenhum e igualmente não faça nada?

      1. Que os governos dela foram terríveis isso é fato. Não votei nela e não votaria nem pra fosse a única candidata. Mas ela não foi retirada do poder pelos crimes (que concordo que ela cometeu), se fosse assim não sobraria um em Brasilia, nos estados e prefeituras. Ela saiu pq não foi capaz e fazer acordos para se manter no poder. É isso que essa cambada de safados (políticos) fazem para se manter. Pelas irregularidades da chapa o temer já deveria ter saído. O renan já deveria ter saído, o serra, o aecio… todos eles. Não salva um. Não tem partido ou ideologia, todos safados.

        Com relação ao Doria, acho valido ele aparecer (quem não é visto não é lembrado). Mas ele poderia se vestir de agente penitenciário e organizar os presídios, se vestir de juiz e agilizar os processos. Acho que isso que ele está fazendo é muito pouco. Valido, mas pouco.

        Um abraço meu caro Ricardo, é sempre valido um bom debate.

  17. Esse Dória simplesmente destruiu um painel do artista cobra em sampa. São Paulo, é conhecido mundialmente pelos seus grafites e possui o melhor artista do mundo neste quesito, Os Gemeos.

    Grafite é arte, veja as obras de Rogério Fernandes na Savassi. A região ficou linda com suas obras em diversos poste de luz.

    Pichação é diferente de grafite.

    E outra, o Brasil está uma merda é por causa de empresário que corrompeu todo o sistema. Empresário no país, somente visa o seu lucro independentemente da maneira de obtê-lo.

    Agora o Dória quer tirar o cobertor dos mendigos, inf. da Folha de São Paulo.

    1. Bem, por partes…

      São Paulo pode ser mundialmente reconhecida por um monte de coisas, mas por grafites… Cê tá de sacanagem, né?

      Rogério Fernandes é sensacional! Seus grafites são maravilhosos. Onde? Em muros privados!!! Em locais autorizados para isso. Sacou agrande diferença?

      Sobre empresários, dizer o quê? Sou empresário, gero emprego e renda, pago impostos e nunca corrompi ninguém. Me diz uma coisa: Você acha que é o empresário que corrompe um agente público ou o contrário? Você acha que o empresário chega oferecendo dinheiro ou é induzido a pagar? Por fim, caso não existam os empresários, quem, na sua opinião, irá produzir e empregar os trabalhadores?

      Sei não, João. Mas acho que você está precisando refletir melhor, viu?

  18. Parabéns pelo post Ricardo!
    Arte deve ser exposta em galerias, museus, parques, etc. No muro da minha casa ou de edifício público não. Não sou obrigado a ver essa “arte” ridícula e sem fundamentos.

    O choro é livre petralhas!

  19. Caro escritor, nem sempre posso concordar com tudo que escreve. Gostaria de fazer duas observações quanto ao PSDB: ele é um partido de centro-esquerda. Não é conceitualmente de direita como você faz parecer para alguns leitores mais radicais da esquerda latino-americana (bolivariana), que nunca devem ter lido o programa do partido supracitado. Ou seja, ou melhor dizendo, o PSDB é a direita da esquerda. Agora, se for nesse sentido, você está correto. Quanto a picho e a grafite, existem diferenças e sei que você as conhece. Estive em São Paulo recentemente e gostei de algumas dessas expressões artísticas de rua em locais públicos, em locais que eram antes totalmente degradados. No entanto, e também não sei se ocorreu por parte do prefeito anterior, se houve uma consulta pública para autorizar o grafite nos locais públicos. Se isso não ocorreu, foi um grave erro do Haddad e isso demostra apropriação da coisa pública para fins privados. Quanto a picho, tanto em locais públicos como privados, isso não é arte, é apenas sujeira, e deve ser sim apagado e os depredadores punidos.

    1. Edwaldo, o dia em que eu achar o PSDB um partido de direita, eu seguramente estarei demente. Quanto às pichações, ou grafites, pouco importa o nome, qualquer desenho ou rabisco em local público e não regulamentado é ilegal e uma afronta ao direito de quem não quer. Abraços

  20. “só reconhece a democracia quando estão eles próprios no poder.” Realmente..vimos isso com o impeachment de Dilma Rousseff! A cada dia me surpreendo mais com a forma com que algumas pessoas insistem no absolutivismo de suas ideias em detrimento das ideias alheias. Você tem todo o direito de expressar a sua opinião a respeito do trabalho do prefeito de São Paulo, mas meu caro, não precisa ofender um grupo que pensa de uma maneira diferente da sua, usando termos pejorativos. Respeito ao próximo, conhece? É bom, procure se informar.. e quando conhecer use sem moderação!

  21. Olá Distinto, Gilmar Mendes, o juiz, se reúne com as pessoas que serão julgadas por ele, a saber o MT da delação e o gatinho angora Moreira Franco, (se for amizade esta aperfeiçoado o impedimento do juiz; se não é amizade, pior para o Brasil), mas o blog não toca no assunto de relevância nacional. Ao contrário, trás sorrateiramente a cortina de fumaça do grafite da Vinte Três de Maio, tema paroquial. É por essa e por outras que se trapaceia tanto em Pindorama. Junta-se a maldade de certos governantes, mas a subserviência de setores da impressa. O resultado é danoso!

  22. Nunca vi uma mídia tão imparcial!! Provavelmente os Donos desse jornal são políticos de direita, Que jornalismo horrível tenho visto nesse site, tudo bem escrever das coisas boas que o prefeito fez ou vai fazer, mas acho inacreditável como nunca escrevem nada de ruim do PSDB. Acho que são perfeitos. E pelo que vejo esse colunista é um grande leigo e ignorante.

  23. Bom dia, Ricardo.

    Vou te falar uma coisa, na boa. Tenho lido vários de seus posts e concordo com algumas partes, discordo de outras e acho o tom bem fundamentalista na maior parte do tempo. Claro, é um blog de opinião e não sou obrigado a concordar com você. Mas todo fundamentalismo é idiota, e isto é provado mundo afora, desde a nossa disputa doméstica entre “Mortadelas e Coxinhas”, até conflitos étnico-religiosos lá pelas bandas do Oriente Médio. Alguém aqui já deve ter ouvido falar de Estado Islâmico, Al Qaeda e Talibã, só para citar os exemplos mais claros.

    Mas, voltando ao blog, o problema nem está no que você escreve neste espaço, mas sim nas respostas que você dá aos comentários contrários à sua opinião. À medida em que o comentarista abaixa o nível e o blogueiro o iguala, perde-se grande parte da credibilidade que se pretende alcançar.

    Mais uma vez, não estou criticando, e nem sei se do alto da minha vasta experiência de 31 anos de vida poderia fazê-lo. E espero, se acontecer, receber uma resposta nivelada ao meu comentário. Estou aqui apenas colocando uma observação que pode, quem sabe, ser construtiva e te ajudar. Ou não, né….

    Abraço.

    1. Bruno, comecemos pelo fim! Te desafio a encontrar uma só resposta minha que não seja “nivelada”. Assim, não haveria qualquer motivo para, ou eu não te responder, ou te responder de outra forma que não seja essa (atenciosa e respeitosa).

      Olha só: Este blog, como você mesmo apontou, é de opinião. A minha. Logo, questões técnicas, estratégicas, mercadológicas, etc. estão fora de propósito. Este espaço não me é remunerado e tampouco é minha atividade principal. Faço por gosto e por hobby. E encontrei um veículo sensacional — o maior de Minas e um dos três ou quatro maiores do Brasil — para me hospedar. Mas é só! Nem o Portal UAI nem eu temos qualquer ambição que não seja “ser lido”.

      Tenho meu cantinho onde posso desabafar à vontade, pois é isso que eu faço por aqui, sem me preocupar com a escrita, com a repercussão (se positiva ou negativa) ou mesmo com a, digamos assim, educação. Por isso respondo os comentários ofensivos, ou com ofensa ou com ironia. E olha que só publico o que dá, viu? Cê nem imagina o que segue direto para a lixeira, hehe.

      O meu objetivo com este espaço não é informar, mas, sim, debater. Não é formar opinião, apenas expor a minha própria. E para isso não preciso da credibilidade que você citou, entendeu? Lê quem quer e volta quem gostar. E parece que tem muita gente gostando! Este blog está sempre entre os dois ou três mais lidos. Terminamos o ano com uma audiência média de 450 mil leitores por mês. É gente pra burro! Em pouco mais de 5 meses já publiquei quase 10 mil comentários. Afora os excluídos diretamente. E sem contar com o Facebook. Acho que tamanho sucesso vem justamente do formato que encontrei: escrever o que penso, sem medo!, e responder aos leitores da mesma forma que me enviam mensagens, ou seja, o nível é flutuante, hahaha.

      Por fim, é o seguinte: fundamentalismo, de fato, é uma tolice quando extrapola as ideias e torna-se violência; sobretudo étnica, religiosa e afins. Mas discussão em blog de internet está longe disso daí, né? Por isso, sigamos o jogo!! Respeitando quem merece, estapeando quem merece.

      Abraço!

  24. Ótimo texto! Que o Dória tenha coragem para seguir em frente!

    Esqueceu de parabenizar o Kalil, que também cumpre suas promessas de campanha, ou seja, não faz nada! Entregou seu mandato na mão do Lamac!

    1. Acaba de nomear Gilson Reis do PCdoB como líder do governo na câmara. E ainda dizia que não queria tratar com políticos profissionais e isso é verdade: Deixou na mão do Lamac.

  25. Força Dória?! Sei…
    O problema do paulistano, de forma geral, é que ele acredita viver na Noruega ou Holanda ou Suécia ou algum país com alto IDH. Eles se esquecem que são DEPENDENTES do capital estrangeiro (e isso não é uma crítica é uma constatação) e que sua cidade precisa ser administrada por políticos sensíveis, alertas e com bagagem de vida, não por um engomadinho higienista.
    Mas não se iludam, o efeito colateral é certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.