O Buraco Negro que nos suga

Eis o inimigo a ser combatido; a fonte de todo o mal que nos assola; a causa e o efeito de todos os nossos problemas sociais

buraconegro
O Buraco Negro estatal: trilhões de reais sugados do nosso trabalho

Um grupo de 8 bravos cidadãos brasilienses desenvolveu um programa de computador que busca informações públicas dos gastos dos parlamentares, através dos pedidos de reembolso, via apresentação de notas fiscais. São “pequenas” despesas que Vossas Senhorias custeiam e depois buscam o ressarcimento. Imaginem vocês o que não estão encontrando? Em dois meses de uso, já identificou mais de 3.500 falcatruas. Por exemplo:

Um deputado gastou R$ 41 em um almoço, em São Paulo, 35 minutos depois de discursar no plenário em Brasília. Querem mais? Um deputado pediu reembolso de 3 refeições no mesmo dia. Até aí, nada demais, certo? Só que duas delas foram feitas no Acre e a outra no Rio Grande do Sul. E um outro que gastou R$ 170 em um self-service onde o quilo custa R$ 14? Façam as contas! O cara comeu mais de 10 kg. Teve um que torrou R$ 135 em cervejas… na Califórnia! Houve até uma camisinha de R$ 69. Deve ter vindo com um Viagra junto, hehe.

Nos anos 80, o Estado brasileiro levava 20% do trabalho dos cidadãos. Hoje, leva 38%. E o que melhorou nas nossas vidas? Veja este caso, ocorrido essa semana, em Brasília: o STJ adquiriu 12 computadores iMacs. A configuração? Tela Retina 5K, Intel Core i7 quad-core de 4GHz, 32GB de RAM, placa gráfica AMD Radeon R9 M395X com 4GB e um Apple Care Protection Plan. Cada máquina destas custou quase R$ 30 mil. Logo, os senhores de capas pretas torraram quase R$ 350 mil. Para que?

Vocês sabiam que o governador de Brasília gasta mais com água, na residência oficial onde vive, do que em qualquer escola pública da capital? Sim, ele consome mais água que uma escola inteira! E o que dizer de R$ 200 mil, em assinaturas de TV, contratados pelo Congresso? Os caras exigiram pacote completo! Filmes, esportes e… canais adultos. Pô, tá cheio de filminho de sacanagem gratuito na internet, pessoal. Precisa pagar por isso mais, não.

E ainda tem gente — que respeito muito, diga-se de passagem — propondo CPMF para custear a Segurança Nacional. CPMF o carvalho! Há dinheiro de sobra; basta usá-lo em benefício da sociedade, e não apenas próprio, como fazem estes governantes todos. O problema do país nunca foi a falta de dinheiro. Sempre foi a gestão deste dinheiro, que escapa pelos ralos do desperdício, corrupção e incompetência.

Chega de mamar, gastar, roubar e depois espetar a conta no nosso lombo!

Leia também.

6 comentários em “O Buraco Negro que nos suga

  1. Olá Distinto; doze deputados do Congresso dos EUA divulgaram carta pública em apoio a Lulinha Paz e Amor (também conhecido como campeão de votos em Pindorama) e no documento criticam o juiz da roupa preta. Seriam esses parlamentares afiliados a uma ala internacional do PT? Seriam eles “petralhas”? Seriam comunistas? Seriam “bolivarianos”? Ou seriam eles autênticos democratas que percebem e se importam com a rasteiragem do golpe e da falta de legitimidade de Gedel, Morerel, Michel e Padilhel? Mais um tema para o diálogo, pois, notícia com esse conteúdo não costuma sair na Rede Bobo nem na grande mídia venal. Sorte, Saúde e Cidadania.

  2. O país deu errado. Tem que começar de novo. O Estado é ineficiente, ineficaz e inoperante. Ai a gente fala, tem que privatizar, deixar a iniciativa privada tomar conta. Os presídios que estão abandonados no norte/nordeste são privatizados. As empreiteiras que estão envolvidas na lava-jato são privadas. Até para empresas internacionais nosso governo deu aula de safadeza. Deu errado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.