Pimentel fala, eu respondo

O governador mineiro soltou uma nota oficial sobre o seu vergonhoso passeio de helicóptero. Eu comento

pilantrelheli
A lei permite, então ele gasta. Sem dó nem piedade

É revoltante, é ultrajante, é humilhante. Essa gente realmente pensa que somos seus burros de carga, seus escravos modernos. Eu não sei o que é pior: se a cara de pau para gastar nosso dinheiro ou a mesma cara de pau para justificar. Eu já nem mais falo em sensibilidade ou solidariedade, pois desisti de esperar atitudes dignas destes sujeitos. Mas é realmente espantoso o nível de descomprometimento e desrespeito que a classe política brasileira nutre pelos cidadãos. Pimentel soltou a seguinte nota oficial:

“Neste domingo, dia 1º, fui a Escarpas do Lago, pela manhã, de helicóptero, com a intenção de ficar o dia lá, com meu filho, que passara o Réveillon na casa de amigos… Ou seja, nenhuma novidade, nada ilegal ou irregular. O deslocamento do governador em aeronave está previsto em lei, e o uso é regulado por decreto de 2005. Nenhum desses dispositivos foi infringido no mencionado vôo. Os ataques fazem parte dessa campanha insidiosa, de um pequeno setor da oposição, que conhece perfeitamente a lei e o decreto de que falei, e que, a todo o tempo, tenta atrapalhar e prejudicar o Estado, em vez de ajudar a unir os mineiros no enfrentamento da crise.”

Bem, dizer o que?

O governador ampara-se na “legalidade e regularidade” para justificar sua gastança abjeta. Como há um decreto asqueroso qualquer, que regulamenta a boca-livre, o valente pula dentro e torra a nossa grana. Por que não paga o próprio deslocamento, já que não estava a serviço do estado? Porque, esperto como é, espeta a conta no nosso lombo. Essa é a lógica dessa gente: Eu gasto, eles pagam!

Continuando, certamente nenhum dispositivo legal foi infringido, já que essa turma produz suas próprias leis. Sabemos muito bem como tudo funciona, não é mesmo? O Legislativo autoriza e o Executivo devolve o favor, sempre amparados pelo Judiciário. Mas e os “dispositivos morais”; os “dispositivos humanos”; o bom senso e responsabilidade? Bem, isso aí é coisa dos pobres mortais, dos contribuintes otários, certo?

Outra coisa: Eu não faço parte de um pequeno setor da oposição. Primeiro, porque não sou político nem filiado a qualquer partido. Sou um brasileiro qualquer, da iniciativa privada, que gera empregos e paga impostos. Impostos estes, que gente como você, Pimentel, usa em benefício próprio. Segundo, mesmo se eu fosse, eu não seria minoria, mas, sim, ampla maioria. Você e seu partido são rejeitados com a máxima repulsa por ao menos 80% da população brasileira. Aliás, sua popularidade foi testada recentemente em um shopping de São Paulo, não é mesmo?

Por fim, deixe de ser cínico! Como pode falar em “união para o enfrentamento da crise” gastando o dinheiro de quem já não tem, para buscar seu filhinho em festa de réveillon? É assim que você espera enfrentar a crise? Já não lhe basta destruir as finanças do estado; tem ainda de zombar da cara dos mineiros? Já não lhe basta sustentar-se no cargo através de decisões judiciais duvidosas e proteção de deputados investigados? Já não lhe bastam os milhões e milhões de reais que faturou em sua empresa de, como é mesmo, consultoria?

Precisa mesmo, Fernando Pimentel, mandar a conta do helicóptero para a população miserável do Vale do Jequitinhonha pagar?

Acordem, mineiros! Por favor!!!

Leiam mais, aqui.

26 comentários em “Pimentel fala, eu respondo

  1. Eu não concordo de jeito nenhum com esse uso indiscriminado de aeronave oficial. Uma pena que a população do Estado só está indignado agora. O decreto que autoriza esse uso foi assinado por Aécio Neves em seu primeiro Governo. Aeronaves mineiras serviram de taxi aéreo para o Senador ir namorar com a sua atual esposa no Sul do país ou visitar a família no RJ e ninguém ficou indignado, ninguém reclamou. Uma pena que a indignação da sociedade é seletiva, só atinge os seus ‘escolhidos’ que não pertencem às fileiras de partidos de direita.

  2. É cada textinho, meu deus do céu. O inquieto, inundado de sentimentos só fala bobagem. Jesus. Vou rezar para você inquieto. Aguardo, sua resposta fraca como de costume. Abraço inquieto.

      1. O ser inundado de sentimentos de ódio apelou. Ser inquieto, você baba-ovo de quem? Deixe de ser seletivo e fale dos podres de todos. Você ficou assim depois que divulgaram a construção de um aeroporto com o dinheiro público em propriedade privada? Ficou com esse ódio todo quando soube das mais de duas mil viagens feitas por um ex governador?
        Ser inquieto você pode ser considerado o Anta Agonista de MG? Você é fraco e inundado de ódio. Vá pra Cuba!

        1. Eu, hein! De que jaula você saiu, ó criatura ruminante? Deve ser mais um que mama nas tetas do estado e baba os ovos de figurão petralha. OU então burro mesmo, que gosta que roubem seu dinheiro

  3. Prezado Ricardo; já passou da hora de deixarmos de praticar o: DEITADO ETERNAMENTE EM BERÇO ESPLÊNDIDO. A esperança é que chegue a hora da conscientização, e, que venha para retirar o brasileiro do eterno sonho. CHEGA!!!

  4. Deverá cair matando em cima desse mentiroso e oportunista: a imprensa, a opinião popular e até mesmo o MP. Pois, esse argumento dele não dá para engolir, sabemos que seria o mesmo que ele usasse carro do estado (em dia não útil – o que é pior) para buscar meninos em escola ou balett. Agora, esse mentiroso vem querer enganar a população BRASILEIRA de que seja “normal” tenha apoio da Lei para buscar filho bêbado em balada a custo enorme… e com o dinheiro do POVO!!! Esse governadorzinho é um sem noção da palhaçada que fez e da desculpa impensada que vomitou!!! O povo quer que ele PAGUE o custo do helicóptero por seu deslocamento IMORAL e irresponsável!!!

  5. Olá Distinto; ha pessoas que sonham fechar a boca do vulcão, no mínimo ficarão tostadas: Lulinha Paz e Amor é ÚNICO brasileiro do passado e do presente a ser eleito duas vezes Presidente da República e ainda de quebra fez sua sucessora. Não bastasse isso depois de três anos sob pesada perseguição da mídia que tudo faz para desmerecê-lo o CARA figura impávido em primeiro lugar na preferência do eleitorado para voltar a ocupar o cargo. Por um lado demonstra seus acertos, vitória e reconhecimento do povo, mas por outro lado deixa os serviçais da elite extrativista, exploradora, entreguista, racista, preguiçosa e mentirosa se pocando de inveja e produzindo um rio de baba de ira. Chega dar dó. Sorte, Saúde e Sabedoria.

  6. Para mim, nenhuma novidade, caro Ricardo. Os PTralhas têm por hábito confundir o público com o particular. Usam e abusam dos direitos, que acham que têm, pouco se importando se Estado está falido ou não. Essa raça é de amargar.

  7. Acho uma vergonha isso tudo que aconteceu,olhei vários comentârios uns concordos outros não.
    Não sou petista e nem nadinha detesto politica,mas me chama a atenção o odio do Ricardo pelo PT,como outros que comentam.
    Infelizmente ele esta correto no uso do helicóptero uma vez que (por um decreto de 2005, publicado pelo ex-governador Aécio Neves (PSDB)).
    Não vi você comentando sobre essa regulamentação e nem criticando o Aécio que fez uso muitas vezes desse mesmo aparelho.
    Não acredito que em apenas pouco tempo de governo PT acabou com a nossa cidade..
    Como disse é legal mas imoral.

  8. Vocês do psdb não aceitam a derrota. Deram o golpe em nível federal, agora querem dar em Minas também. Para vocês quanto pior, melhor. Vocês tacaram fogo nesse país, e juntamente com a globo manipularam as pessoas p/ dar o golpe e criar um sentimento de ódio generalizado.
    Lixo de blog, nunca mais perco meu tempo acessando esse lixo.

    1. Mentira! Você vive e não sai daqui. É só um outro nome e e-mail falsos. Vocês são como merda de cachorro nas ruas: infestam e fedem por todos os lados.

  9. Faltou você se indignar desse jeito com o autor do decreto à época…faça um breve levantamento e veja o número de viagens do ex-governador do Estado…Pimentel errou feio, mas a indignação sua é seletiva…então seu texto é parcial…como sempre.

  10. É realmente uma pena que essa aeronave não tenha sofrido uma pane em voo e que pudesse realmente vir a abaixo. Assim, seria uma forma muito adequada de ficarmos livre desse vagabundo, ainda que pese o fato dos coitados inocentes dos pilotos não serem responsabilizados ou terem culpa pelo abusivo e desrespeitoso ato desse marginal do governador. Que ainda tem a petulância de argumentar mediante justificativa de decreto para ato bizarro, desrespeitoso ao povo de Minas que paga impostos, sobretudo em momento de alardeada crise financeira pela qual passa o Estado.
    Deveriam cobrar dele pelo menos o combustível e pagamento de horas extras dos tripulantes que atuaram para deleite e mero capricho desse desgovernante. Mas, como deverá continuar a incidir no abuso do cargo e regalias, em algum momento essa aeronave deverá falhar, afinal, tenho fé e esperanças em podermos contar com a justiça divina para esses casos…Somente a justiça divina, assim como recentemente ocorreu com a comparsa dele, Dilma..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.