Na entrada e na saída

Para algumas pessoas, besteira pouca é bobagem. Gostam mesmo é de espalhar porcaria para todos os lados

US President Barack Obama (R) and Israeli Prime Minister Benjamin Netanyahu hold a meeting in the Oval Office of the White House in Washington, DC, September 30, 2013. AFP PHOTO / Saul LOEB        (Photo credit should read SAUL LOEB/AFP/Getty Images)
Os BFF Obama e Bibi

Obama inovou: defecou na entrada, quando incentivou a queda de Hosni Mubarak, dando início à tal Primavera Árabe, e agora na saída, ao articular a resolução contra Israel na ONU. Pior! Deu uma borrada extra e determinou ao seu pau-mandado, John Kerry, fazer um duro discurso contra Israel. Barack Hussein Obama rasgou a fantasia de “isentão” e vestiu de vez a túnica árabe, que sempre usou por debaixo dos ternos bem cortados.

Hussein sempre se postou contra Israel e a favor dos palestinos. Além de antissemita é trapalhão! Jogou fora 40 anos de amizade com o Egito e apoiou a tomada do poder pela Irmandade Muçulmana. Deu no que deu: Novo golpe militar e nova ditadura, só que, desta vez, em mãos não muito amigas.

Tal fato serviu como gasolina na fogueira e desestabilizou todo o Oriente Médio, trazendo as consequências atuais que assistimos na Síria. Afora a retirada do Iraque, abrindo espaço para o ISIS, bem como a permissão para que o Irã prosseguisse com seu programa nuclear. Barack Hussein não só jamais esteve ao lado de Israel, como também sempre trabalhou em seu desfavor

Agora, ao apagar das luzes do seu mandato, o americano-muçulmano-antissemita resolve torpedear acordos históricos, posições firmes e sapatear sobre a única democracia “ocidental” do Oriente Médio; estado amigo e aliado desde sempre; parceiro comercial e tecnológico dos mais importantes; país estratégico para os EUA e Europa. E por quê? Simples. Porque odeia Israel e os judeus; só não pôde assumir isso antes.

Pessoalmente jamais gostei de Obama. Nunca me encantei por seus discursos populistas e nunca me enganei sobre seu caráter. Hussein sempre me lembrou o Lula: desdenhava de Washington e dos políticos, como se ele próprio não fosse um deles. Também não foi uma ou duas vezes que tentou jogar a população contra o Congresso americano. Foram várias! Bem como sempre investiu na cisão entre republicanos e democratas. Tenho certeza que a história o mostrará como um dos piores presidentes dos EUA.

Vamos ver o que mais este sujeito aprontará até sua saída. Intuo que virá mais tensão por aí. Israel não é carrinho de brinquedo de criancinha mal-criada e Netanyahu já deixou isso bem claro. Hussein quer fazer birrinha antes de ir embora? Que faça. Mas que depois não reclame do troco, pois certamente ele virá.

Se há uma dupla que poderá trazer embaraço, no futuro, para o ex-presidente em exercício, esta é Trump-Bibi. Ou melhor, trio. Afinal, Putin estará sempre à disposição, hehe. Te cuida, Hussein!

3 thoughts to “Na entrada e na saída”

  1. Uai, racismo agora pode no jornalismo do “Uai/Estado de Minas”?

    Para quem não sabe, há uma expressão racista conhecida como: “preto, quando não caga na entrada, caga na saída”. Este blogueiro utilizou uma variação desta expressão, referindo-se a político negro.

    O próprio subtítulo acaba ainda por estender “Para algumas pessoas, besteira pouca é bobagem. Gostam mesmo é de espalhar porcaria para todos os lados”. A pergunta que fica: como o texto se trata de Obama, por que da terceira pessoa do plural?

    O blogueiro tem o direito de criticar a gestão Obama e adjetivar da forma que bem entender, desde que não utilize de comentários racistas. Espero que este site faça algo.

    1. Bem, seja lá você quem for, o racismo aqui é só seu! A tal frase grotesca que citou pode ser sua, mas não é minha. Se a sua mente poluída de preconceito reza tal máxima, não venha me medir por sua própria regra. Sobre o resto, tão nebuloso quanto seus pensamentos é a sua capacidade de interpretação de texto. Ah, só mais uma coisa: “Em casamento, cunhado quando não caga na entrada, caga na saída”. Sou cunhadofóbico! Me processa!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.