É um completo escárnio

Vereadores de Belo Horizonte aumentam os próprios salários. Mas é ainda pior.

camera-municipal
Casa o povo. De qual povo?

Espero, do fundo d’alma, que o meu vereador eleito, Gabriel Azevedo, se mostre verdadeiramente diferente de tudo isto que nos está posto e obrigado. Não foi outro o motivo que me fez apoiá-lo. Gabriel: Faça diferença; faça diferente!

Conforme noticia o Portal UAI, os atuais vereadores reajustaram os próprios salários, cinicamente chamados “subsídios”, em 9%. O valor refere-se à correção da inflação do período anterior. Agora cada vereador receberá mensalmente mais de R$ 16 mil. Tal regra valerá até 2020. Sim, amigos! Até 2020 terão reajustes anuais garantidos. Aproveitaram e reajustaram os salários do prefeito e dos secretários de governo também.

Você está com raiva? Ficará mais ainda. Vejam a alegação do Presidente (afastado judicialmente) Wellington Magalhães (PTN):

“Dentro do espírito de cooperação nacional para com o momento que o país vive, este projeto contempla apenas a revisão financeira, conforme a inflação, adotando para tanto o mesmo índice que a União incluiu na Proposta de Emenda Constitucional n° 241/2016, que limita os gastos públicos”.

Entenderam, leitores? O valente, que recentemente foi alvo de operação policial e manteve-se foragido, num enorme gesto de altruísmo resolveu aumentar seu salário “apenas” conforme a inflação. Gentil que só, não aumentou nada além e nem concedeu-se outros valores a título de, sei lá, bônus, meritocracia ou produtividade. É ou não um verdadeiro patriota?

“Mas, Ricardo, não é justo que os vereadores tenham o salário corrigido pela inflação anterior?”

Não, não é. Ao menos enquanto os 2.5 milhões de cidadãos que lhes sustentam não puderem contar ao menos com seus próprios empregos. Ou aqueles, que ainda contam com a sorte de estar empregados, não terem a mesma garantia de reajuste. Além do que, que eu saiba, ninguém pediu a qualquer vereador para se candidatar. Assim, trabalha como (vereador) quem quer e porque quer. Aliás, trabalha — como sempre alegam em campanha — por amor à cidade e ao povo. Ou não?

Ah! Não deixem de clicar no link acima e conferir os nomes dos vereadores que votaram a favor ou não votaram. Eles merecem ser lembrados.

Leiam também.

 

2 comentários em “É um completo escárnio

  1. Ricardo,

    Precisamos de um “Herodes” ao contrário em nosso País! Todo político com mais de dois anos de vida pública ser “extirpado” pelo voto! Só assim poderemos renovar essa classe que se rebaixou tanto!!!

  2. Essa classe trabalha tanto para merecer esse polpudo salário, Ricardo? É revoltante. Isso é um tapa sem luvas na cara do cidadão honesto (porque eles não o são!) e trabalhador desse País. Já disse aqui uma vez e volto à carga: NÃO EXISTE POLÍTICO HONESTO. Pelo menos por essas plagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.