Quebrou Minas e foi ao shopping

Se a vida imita a arte, Fernando Pimentel resolveu bancar o protagonista de filme nacional

Fpimentel
Vai, bobo…

Matou a família e foi ao cinema é um filme brasileiro dos anos 60, dirigido por Neville de Almeida e escrito por Júlio Bressane, que teve uma nova versão produzida no começo da década de 90, com Cláudia Raia — em plena forma, hehe — no elenco. Se são bons ou ruins, o original e o remake, não faço a menor ideia. Só sei que a trilha sonora é do Lobão. E isso vale a pena!!

Como todos devem saber, esta semana o governador mineiro Fernando Pimentel, do PT declarou “estado de calamidade financeira” em Minas Gerais. Caso a Assembleia aceite, o encrencado com a justiça poderá gerir livremente o caixa do estado, desobrigando-se de cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e outras regras obrigatórias. Pense num leão entre as zebras. Pimentel estará como uma criança num parque da Disney. Livre, leve, solto e feliz. Muito feliz.

Pois bem. Ontem, sexta-feira dura, calorzão danado, Minas quebrada, Brasil derretendo e o investigado por corrupção, lavagem de dinheiro e sei lá mais quais crimes passeando em Sampa. Eis que resolve “ir ali”, dar uma rolezinho no shoppping. E como ninguém é de ferro foi logo no shopping mais caro da cidade, afinal de contas um petista puro-sangue. Fosse um mequetrefe qualquer infiltrado no partido, talvez preferisse uma 25 de Março. Mas sabem como é, né? O “consultor” da CAOA, da FIEMG, da Odebrecht gosta de comprar cuecas no Iguatemi; nada de Armarinhos Fernando.

Bom, parece que o governador-consultor-investigado-quase réu se deu mal no rolezinho. Um brasileiro corajoso — como aqueles que invadiram (estupidamente) o Congresso — começou a dizer algumas verdades ao petista e logo foi acompanhado por mais um ou dois. Há um vídeo no YouTube com o entrevero. Como não é bobo nem nada, o funcionário público que deveria estar trabalhando, e não passeando em shopping, tratou de sair de fininho sem esboçar qualquer reação. Bem feito!

É como tenho dito e repetido aqui, sem parar: É nossa obrigação, sem violência física ou cerceamento do direito de ir e vir, admoestar publicamente estes políticos todos, suspeitos ou acusados de desvios e malfeitos diversos. Temos de assediá-los moralmente, sim. Temos de lhes dizer o que são e o que pensamos que são. É o minimo que têm de suportar estes canalhas. Roubam à vontade, não recebem a punição que deveriam e ainda resolvem torrar o dinheiro surrupiado em shoppings, restaurantes e aeroportos?

Ora, vão te catar seus merdas! Vocês jamais poderão usufruir novamente, em sossego, de tudo o que nos roubam. Será sempre assim. Sempre haverá um valente ou um doido, à espreita, para expulsá-los ou achincalhá-los publicamente. Já que a Justiça não lhes cobra a fatura, nós, os cidadãos, lhes mostraremos o preço a pagar pelo que nos fazem passar.

Pois é. Pimentel não matou a família e foi ao cinema, mas quebrou Minas e foi ao shopping. Se deu mal mesmo assim.

Gostem ou não, seus Manés, o Brasil virou “terra de ninguém”. Aliás, graças a vocês mesmo. Portanto, macacada, agora… aguentem! A chinela vai cantar!!

Leiam mais, aqui.

29 comentários em “Quebrou Minas e foi ao shopping

    1. O título deveria ser “Acertou despesas de campanha e foi ao shopping” . Minas não quebrou de uma hora para outra. Quebraram o governo federal, os repasses minguaram, elegeram os delinquentes e aí….

  1. Prezado Ricardo; você disse: um leão entre zebras ou uma criança num parque da Disney, livre, leve e solto, feliz; muito feliz. Como sei que você possui uma educação aprimorada, fez educadamente – mas equivocadamente – uma modificação no ambiente em que pimentel(pilantrel) estaria mais habituado, lépido e fagueiro. Sugiro-lhe uma modificação simples, porém, mais próxima da realidade. Se você disser: um pinto no lixo ou um leitão em sua pocilga garanto-lhe: ACERTARIA NA MOSCA!

    1. O PT é trapaceiro; velhaco; astuto; dissimulado; impostor; fingido; patife; porra-louca; charlatão; caluniador; falsários; hipócrita; enganador; mau-caráter; explorador; chicaneiro; truculento; tratante; nocivo; esquerdalha; difamador; picareta; embusteiro; burlão, choramingas e VIGARISTA. Tudo ao mesmo tempo. Ponto final.

  2. Como disse o Gert. Não se quebra o Estado em tão pouco tempo. Essa quebradeira já vem desde a época do Aécio, que, por sinal, quando entrou para o governo, inchou o Estado. Basta ver o Minas Gerais da época. Foi um horror. A construção e a manutenção da Cidade Administrativa quebra qualquer governo. Ideia brilhante de seu querido ex-governador Aécio. A burrice do Pimentel é ter deixado a maioria dos tucanos em seu governo, inclusive na Assessoria de Imprensa. Um bando de traíras. Vá entender. Ou você é mal informado ou mal intencionado. Acredito nas últimas palavras.

  3. BOM DIA , Ricardo Kertzman , PORQUE O SR ACHA QUE FOI O GOVERNADOR PIMENTEL QUEBROU O ESTADO DE MINAS GERAIS? NÃO VOTEI NO PIMENTEL PARA GOVERNADOR E NEM GOSTO DELE , MAS A CULPA FOI DO DOS GOVERNADORES DO PSDB , QUE DEIXOU O ESTADO QUEBRADO , ESTA É UMA HERANÇA MALDITA , DO AÉCIO , ANASTÁSIA E ALBERTO PINTO COELHO

      1. Achismo não é ciência, pare de achar e verifique os números da administração do seu querido #aécionever. Os números comprovam a administração pródiga de tantos anos do PSDB.

  4. Não trate o povo como idiota. Ninguém quebra um estado em tão pouco tempo. Quem quebrou o estado foram os tucanos , que gastaram o dinheiro público construindo aquele elefante branco chamado cidade administrativa.

  5. POR FAVOR MEUS AMIGOS , NÃO VAMOS BRIGAR E SIM NOS UNIRMOS CONTRA ESSES RATOS TODOS , INDEPENDENTE DE SUAS ROUPAGENS . NÓS TEMOS QUE TER MUITA UNIÃO PARA QUE POSSAMOS COMBATER TODA ESSA DESGRAÇA QUE ASSOLA O NOSSO PAÍS . FORÇA BRASILEIROS JUNTO COM O MORO !!!!!!!!!!

  6. Uau, que estado fraco essa Minas Gerais para se quebrar em menos de 24 meses… Mandou bem Gert. Ainda assim, creio que Pimentel vai ter insucesso para corrigir a roubalheira de 12 anos do PSDB. Nenhum partido deveria se reeleger.

    1. Podem até ter quebrado, porém salários eram recebidos em dia. em 24 meses pode sim. sumir todo o dinheiro, com aumentos abusivos para o alto escalão do governo e compra de deputados para aprovar tudo o que quiser,

  7. Fala Ricardo Kertzman, tudo bem? Mais uma vez um bom texto!
    Independente do partido político, a classe política brasileira é o que há de pior na sociedade. Nem traficantes conseguem ser piores que estes idiotas. Aliás, os traficantes é que alimentam estas caras… Todos comprados. Ao meu ver, não sobra quase ninguém deste bando de ladrões, gananciosos e sem alma. Eu me pergunto: será que ao deitar para dormir, estes caras (ou mulheres) realmente conseguem dormir ou o peso da consciência não os deixam descansar? Devem dormir muito bem, no ar condicionado, com café da manhã equilibrado, acompanhamento médico, helicóptero disponível 24h do dia e todas as regalias pagas pela população. É incrível o que este Fernando Pimentel faz (e fez)… temos milhares de pessoas nas portas de hospital querendo apenas que sejam atendidos por um médico e não conseguem. Outras milhares estão querendo “apenas” uma escola digna para que seus filhos possam ter um ensino de boa qualidade… Outros estão na fila para conseguir um emprego decente. É amigos, sinceramente, eu penso que Deus já desistiu da humanidade.

    E o governador está lá… andando tranquilamente por um shopping em SP, comprando o que há de melhor e se distraindo. Afinal, roubar deve ser muito estressante.

  8. Acabou se dando mal desse vez… Não é mesmo senhor Kerztman?! Como alguém já disse acima: O senhor é um “tucano” da pior espécie. Não faz muito tempo que o senhor Pimentel é governador de Minas. O PSDB, por sua vez, já esteve várias vezes à frente do governo de Minas Gerais. Por uma questão lógica, seria mais fácil atribuir o problema do estado aos governos que antecederam Pimentel. Muito simplista é a vossa opção de culpá-lo pelos problemas econômicos e financeiros do estado. Pimentel já havia anunciado, poucas semanas após tomar posse como governador, de que o estado estava praticamente falido. Reflita um pouco mais antes de escrever falsidades.

  9. Esse Pilantrel não tem jeito. Nasceu para ser petista pois é pilantra desde que nasceu. Alguém neste país tem cara de ratão como ele? Ninguém. Agora, acho muito legal quando vc cutuca estes petistas idiotas. Este povo é gentalha, o resto da nação. Agora, fiquei sabendo que o Lula, depois de queimado e sujado na política, vai ser artista de televisão. Vai ser apresentador do programa ” O encantador de Burros” na Globo.

  10. Cara, quanto você paga para publicar essas asneiras? E de onde vem o dinheiro? Porque Jornalista contratado você não pode ser, porque ninguém pagaria por um lixo desses. Não será você, também, um metralha ou PSDBtralha?

    1. 1. Não pago nada! Mas pagaria, apenas para poder ler comentários de bobões puxa-sacos de políticos como você.
      2. Não sou jornalista nem contratado. Ao contrário: Tenho atividade profissional à parte e remunerada. Bom, né?
      3. Não sou essas “tralhas”, mas garanto: você é!

  11. Ricardo,
    Como disseram alguns aqui, ninguém quebra um Estado da noite para o dia, pois o antes nunca é lembrado, só o agora. Outra coisa, escreva um texto sobre a lei 100, que levou nosso digníssimo e “perfeito” hoje senador “carioca” ao poder lá em Brasília. Nada justifica o que ele fez (ou justifica a ânsia de chegar ao poder usufruindo de uma irregularidade esmiuçada pelo Jornal Estado de Minas que muitos dizem ser controlado pela família dele), ainda mais quando o que foi feito infringe a Constituição. Em tempo: sou apartidário.
    Obrigado pela oportunidade.

  12. O antiesquerdismo e petismos parece ter comido o cérebro desse blogueiro. Quem quebrou MG foi o Aécio/Anastasia. A bomba estourou colo governo seguinte. Só para se ter uma ideia, em 2002 a dívida do estado era de R$33 bi. Em 2014 saltou para quase R$100bi. Aliás, Pimentel, sequer mudou a gerência e, pelo menos na SEF, manteve mais mesma equipe técnica que administra as finanças do Estado há quase 15 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.