Kalil, Belo Horizonte não é o Atlético.

Talvez, como presidente do Galo, tapas na mesa e meia-dúzia de berros resolvessem tudo; mas na prefeitura é diferente, Alexandre.

Até outro dia, aqui neste mesmo espaço, declarei meu voto em João Leite, porém deixando claro que, caso Alexandre Kalil vencesse, eu não acharia ruim. Aliás, elogiei BH por ter dois candidatos que, a meu ver, não fariam nada mal à cidade caso eleitos. Pois bem.

No debate realizado na TV Alterosa, ainda no primeiro turno, estive presente e confesso que me assustei com o que vi. Aliás, escrevi um post a respeito. Além da falsidade e da artificialidade abundantes nos candidatos, me chamou a atenção a extrema agressividade e grosseria do candidato do PHS. Me pareceu — e me parece — que ou Alexandre confunde firmeza com desrespeito ou está exagerando na personagem criada para alavancar sua imagem de administrador durão. De todo modo, a mim não me agrada imaginar que alguém pense em administrar a cidade na base do grito e da ameaça.

Política não é guerra. Ao contrário. Política é a arte de construir pontes, e Alexandre vem, desde a pré-campanha, dinamitando qualquer caminho que cruze o seu passar. Até mesmo o seu rival de momento, o gentilíssimo João Leite vem tendo rompantes de agressividade — algo inimaginável para quem o conhece — por conta dos petardos distribuídos a esmo pelo rival. Assim, Kalil está transformando uma disputa política saudável em uma guerra de torcidas, nos moldes de Atlético x Cruzeiro. Está repetindo o odioso “nós x eles” inventado, fomentado e estimulado pelo lulopetismo nos últimos 13 anos. E isto não é nada bom!

Espero sinceramente que o ex-presidente do Galo aprume o tom e que entenda a grandeza da disputa na qual está envolvido, e com boas chances de sucesso, aliás, pois não só tornará os próximos dias de campanha mais agradáveis e producentes, como também deixará portas abertas pelo caminho. Portas estas que, uma vez eleito, precisará usar para administrar a cidade como os eleitores esperam e merecem.

Bora lá, presida! Você é melhor do que apenas tiro, porrada e bomba. Tenho certeza.

Leia também!!

54 thoughts to “Kalil, Belo Horizonte não é o Atlético.”

  1. Ricardo, de Portugal não pude acompanhar o debate, mas creio nas suas palavras e como bom atleticano não posso deixar de torcer pelo Kalil e sendo a política a arte de conciliar extremos, me alegra a ideia de que mesmo perdendo a eleição, o atleticano ganha um prefeito que faz parte da história do seu time. Sendo João Leite ou sendo Kalil o prefeito, BH é galo e quem diz não sou eu e sim o TSE.

  2. O Alexandre Kalil é um dos que vem com o marketing de quem não quer nada com a política, que não é político. Tubo bem, se não é político. Mas gestor é que não é mesmo! Até agora não vi resposta sobre a dívida de IPTU que disseram que ele tem. Por que Kalil não vem a público explicar por quê não paga o imposto? Onde já se viu político que não paga IPTU ser prefeito de belo horizonte?! Em relação ao clássico mineiro, o Kalil com certeza angariou votos dos analfabetos mentais e alienados torcedores fanáticos de clube, que neste caso, indistintamente, é o Atlético. Ele sabe disso, mas sabe que não basta. Sabe que não crédito com quase ninguém em belo horizonte. É fraquíssimo, não tem proposta nenhuma e só fica de bravata. Isso é bravateiro. Bater na mesa não adianta na política. O jogo de xadrez não joga na porrada, mas na sutilidade. Vai acontecer o mesmo que aconteceu com a Dilma, vai perder apoio político.

  3. Ricardo Kertzman,por favor:Menos tudo para você.Tente escrever em um jornal sério para criticar com propriedade.Quem não sabe,aprende;quem sabe ensina;quem não sabe aprender,critica.

      1. O Kalil deixou bem claro: Vai demitir vagabundos,independente de raça,cor,religião,profissão,torcedor ou não de futebol,etc…
        Cuidado Ricardo,você certamente será o primeiro,pois seu jornal é vira-lata e suas opiniões não produzem nenhum efeito benéfico ou de boa índole,é puramente burra e grotesca.Peço desculpas aos leitores de ter participado deste inútil blog,perda de tempo por completo.

        1. Magno, pelo endereço do seu e-mail percebo que seu nome é outro e que você é funcionário público da Prodemge. Você acusa o jornal que me hospeda — mas que não me emprega! — de ser vira-latas; você me acusa de burro, grotesco e de má-índole sem ao menos me conhecer. Pois eu, Ricardo, lhe acuso de usar um e-mail corporativo, pertencente ao governo do Estado de Minas Gerais para fazer campanha política para um candidato, o que imagino ser proibido. E mais! Se você age assim, eu poderia fazer como você e te rotular como um funcionário público fantasma, que não faz porcaria nenhuma e que mama nas tetas do governo do PT. Você iria gostar? Acho que não, né? Portanto, mané, eu te digo. Manere seu linguajar!

  4. Ok, Colunista! Parece-me que desejas um candidato, cujo espírito, mantêm-se incorruptível frente aos desaforos que os políticos vêm nos sub metendo. Deixo Claro: chega de gente que demonstra calma, tranquilidade e auto controle, mas que, quando chegam ao poder colocam as garras para fora. Para de analisar a forma e se preocupe com o conteúdo colunista.

    1. Max, comente o que quiser, e eu lhe respeito. Mas jamais pense que poderá me pautar ou dizer o que ou como devo comentar algo, ok? Mais fácil eu deixar de comer bis e tomar coca normal.

    1. Vanilce, por favor… O UAI não tem nada a ver com as minhas opiniões. Este é um blog de opinião pessoal, a minha. Te peço que não misture a grandeza (real) do portal, com a pequenez (possível) deste blogueiro. Abraços.

  5. Força Ricardinho, Força…nós aqui em Cristal Valley estamos tentando manter as hordas de orcs pobres longe de nossa garrafa de Sambuca. Já mandamos reforçar os muros, Aragorn e Legolas estão a postos para repelir estes orcs nojentos. Força…Ricardinho..Força…Cristal Valley agradece

  6. Ricardo, concordo plenamente com todos os seus comentários, pelo menos até hoje. Parece que o mundo se divide em grupos de pessoas que pensam sob uma mesma frequencia de pensamento, de filosofia, comportamento. Da mesma forma que os petistas se aglutinaram em torno de Lula, Dilma e outros bandoleiros esquerdistas (muitos falsos), você , eu e muitos outros que hoje julgo serem maioria, nos aglutinamos, não em partido político, sindicatos, movimentos sociais, seitas e etc, mas em idéias, atitudes, participação. Acredito que você também não tenha cor partidária ou um político ídolo, mas sabe enxergar onde está o lado errado. Pois é, com relação ao Kalil, tento alertar aos meus amigos e conhecidos para o perigo que ele representa. Também já disse que uma coisa é mandar como único soberano em um clube da grandeza do Atlético que envolve muita paixão. Outra coisa, totalmente diferente, é administrar uma cidade como Belo Horizonte, onde a política, queira ou não queira, é muito importante. Este discurso de ser o diferente, de falar no sotaque do povão ou caipira do interior ( Lembram daquele candidado que falava que nem caipira e que disputou com Marcio Lacerda ? Isto, aquele do joinha) de não precisar de alianças, de não querer políticos por perto e etc, já conhecemos e assistimos a 2 impeachments de 2 aventureiros (Collor e Dilma) e um outro ex-presidente que será preso a qualquer momento. Será que o povo belorizontino será novamente tão ingenuo e cair novamente nesta armadilha tão manjada? João Leite não é meu favorito (na área da segurança é muito condescendente. Preocupa-se muito com o direitos dos “mano” e menores infratores) mas está anos luz de distancia do Kalil, em todos os sentidos. Será um erro gravíssimo e imperdoável da população, caso o ex-presidente do galo ganhe.

  7. Que vergonha, é por isto que política da nojo, um portal como você mesmo diz permitir que um pequeno blogueiro estampe seus ataques covardes na primeira página do mesmo. Eu já venho denunciando em meu face, e olha que nada tenho a ver com BH ou a disputa dai, pois sou de Ipatinga; más fica muito claro que io portal UAI está trabalhando para João Leite, e está a serviço de interesses obscuros… Lamentável…

  8. É uma forma sutil de desconstruir um candidato. O alinhamento do EM e do Uai com o PSDB é gritante. Só uma criancinha que não aprendeu a ler ainda não entendeu isso. Ricardo só está fazendo seu trabalho de forma habilidosa, como todo funcionário que quer manter seu emprego, e se possível, conseguir promoção.

      1. Collor, melhor presidente que eu conheci neste país e Nunca votei no Collor! Abaixo PT, PSDB, DEM, REDE de corrupção, partidos verdes, amarelos, PMDB, PCC, e tudo que rima com “C”. Monarquia já!

  9. o titulo dessa matéria é ridiculo. vc deve ser um cruzeirense recalcado com o kalil. Você é um bobalhão que só pensa no resultado de futebol e não pensa no bem estar da população.

  10. Prezado Ricardo, muito boa sua explanação. Anulei meu voto no primeiro turno por considerar pífios todos os candidatos. Agora no segundo turno, no entanto, vou ter que escolher o menos pior. Se pudesse dar um conselho ao Kalil, diria a ele que prefiro no Galo à prefeito de BH. O marketing dele foi inovador e muito bem feito, mas não cola. Ele se diz apolítico, mas deveria ser contra a politicagem. De nada adiantará bradura ou batida na mesa se não tiver maioria na Câmara Municipal. A arrogância e o lema ”pobres contra ricos” levou o PT ao buraco, local esse que espero que nunca mais saia. No debate de ontem ele repetiu-pasme- cinco vezes o ”você mãe que está desesperada com seu filho no colo em busca de tratamento médico, na fila de Hospital”. E diz cinicamente que o outro é que tem marketeiro? É no mínimo subestimar a inteligência de quem os assiste. Espero sinceramente que o João Leite ganhe, não por considerá-lo melhor, mas pelo que vi, é de longe o menos ruim.

  11. Mais um garoto de recado de Aecim e sua trupe. Aí incluidos os Perrelas do pó. Porque será que toda a mídia belorizontina está se borrando com medo do Kalil? Vai ter que engolir o Kalil. Ou melhor, pra que entrei nesse blog? Nunca vi tanta besteira escrita.

  12. É opinião sem medo mesmo… rs… e também infelizmente, opinião inútil… rs…

    Por que não vai falar mal do outro candidato? Ou ele não tem?
    Se tem tempo pra ficar postando mal de alguém que realmente pode mudar algo, VÁ FAZER ALGO TAMBÉM!

    Sinceramente, pense antes de redigir e postar um texto. Leia, releia… Para vc essas etapas deveriam ser seguidas a risca.

    E seja mais racional e inteligente, não misture o Kalil do futebol com o Kalil que está concorrendo a prefeitura de BH. Sejamos sensatos que iremos perceber que tudo que ele diz tem suas verdades!

    Portanto, achei inútil este post… E PIOR ainda, como que o UAI aceita que um blogueiro com essas opiniões inúteis fiquem desperdiçando o tempo de seus leitores…

    1. Por que será que você escreve assim… e se acha o dono da razão… e não consegue respeitar a opinião dos outros… achando que só você é o certo? Será que não posso… ter a minha própria… opinião?… … …

    1. Que comentário idiota, Cássio. Eu sou atleticano! Aposto que você tem familiar atleticano, amigo atleticano. Ultrapasse este teto intelectual e enxergue as coisas de forma mais abrangente. Futebol só presta no campo e no boteco.

  13. Ricardo. Digo mais. Acho que nem para o futebol este estilo tapa / murro na mesa deve ser o ideal. Sou Atleticano. Respeito o Kalil, principalmente pelo ano de 2013.
    Mas ainda tenho esperança na boa política. E João Leite (me parece), tem perfil de conciliador. Vamos ver como gestor.

    1. Pois é, Norberto. Pensamos igual. E até acho que o Alexandre poderá fazer uma boa administração caso vença. Mas este estilo não cabe na política. Lembra do Fernando Collor? Abrcs.

  14. Kalil nunca foi exemplo de delicadeza, esse é o jeito dele, o jeito que arrumou o Atlético e o jeito que vai administrar BH pelos próximos quatro anos.

  15. Achei interessante o seu posicionamento, colunista, apesar de que globalmente o que alguém pensa ou deixa de pensar sobre o que quer que seja nāo interessar ninguém mais a nāo ser o próprio pensador.

    Aproveite a sua liberdade democrática pra dizer o que pensa. Eu aproveitarei minha liberdade para ler o que quiser, ainda que o que me é apresentado possa ser apenas tolices sem qualquer fundamento ou fonte científica.

    A menos que vc me prove que Joao leite fará governo melhor que Kalil, continuo vendo ambos como indefensáveis. E digo mais, quem se levanta para apoia qualquer um dos dois é porque esta recebendo particular benefícios ou simplesmente sendo tolo e demagogo.

    Abraços.

    1. Connor, acho que não preciso de “fundamento ou fonte científica” para expressar a minha opinião acerca do comportamento de alguém. E da mesma forma estúpida que você me acusa “ou de estar recebendo benefício ou sendo tolo e demagogo” – seja lá o que significa tudo isto junto – posso dizer que você está aqui comentando porque é pago para isto. Por fim, onde você leu que disse que JL fará uma administração melhor que a de Kalil?

  16. Excelente texto!

    Guardadas as devidas proporções, Belo Horizonte e os Estados Unidos correm o mesmo risco: ver no comando dois desequilibrados mentais, totalmente despreparados para o exercício do mais alto cargo do Executivo, escravos do próprio ego, arrogantes e que não possuem a menor condição simplesmente porque não sabem dialogar, ceder, recuar, enfim, não sabem fazer política.

    Aqui em BH, o que acho mais incrível é eleitores achando que o cara seria um bom prefeito apenas porque foi um bom presidente de um clube de futebol. Não percebem que, no clube, ele mandava e os outros obedeciam. Não estão considerando que, na Primeira Liga, ele não ficou porque não sabe ouvir e escutar, muito menos negociar.

    E daí lembro daquela máxima: cada povo tem o governo que merece!

  17. Ricardo, você achou a atitude do Kalil no debate estúpida, por assim dizer? Até parece não conhecê-lo, sempre foi assim, acéfalo, ignorante, cheio de basofias, boca grande, arrogante, etc. nada de anormal! Não em a mínima condição de ser prefeito. Não tem capacidade de administrar bem a própria empresa, quem dirá BH. Só receberá votos de aleticanos sem noção! Ainda bem que não será eleito, graças a Deus!

  18. Marconi Machado, se o UAI fosse um portal sério, abriria espaço para que se ouvisse opiniões que tendessem para os dois lados, o que não aconteceu neste caso e em vários outros. Não sou atleticano, não voto em BH, mas recebi este link em um grupo de WhatsApp e abri. Perdi meu tempo em ler. Ficou aqui estampada a preferência do portal UAI pelo João Leite e, não me venha o blogueiro dizer que o portal não tem nada a ver com a opinião dele porquê não cola, é o mesmo que eu levar alguém pra uma festa que apenas eu fui convidado, este alguém aprontar e eu me esquivar da responsabilidade dos atos do MEU convidado. Obs.: não tenho tendências ou carisma por PSDB, PT, PSD, partido nenhum.

  19. Parece que tem muito petralha apoiando o Kalil, por motivos óbvios: o Paulo Lamac é petista (“ex”-PT ) e porque são anti-tucanos como modo de sobrevivência.

  20. Kalil pelo menos foi honesto no debate na TV, pelo menos em uma coisa. Disse que realmente deve IPTU. Mas foi falso ao afirmar que não tem dinheiro para pagar e populista ao justificar que ele está igual ao povo que não tem dinheiro e por isto deve. Ele mora muitíssimo bem, tem veiculos importados em sua vasta garagem. No próprio debate um candidado acusou Kalil de ter muitos protestos em cobrança e ele não se justificou. Tem muito pobre na favela que paga em dia os seus impostos porque se importa com seu nome, que é o que ele tem de mais valioso. Kalil se acha acima da lei e das pessoas. A nação atleticana agradece pela excelente administração que ele fez no clube recolocando o Atlético no seu devido lugar de um dos gigantes do futebol brasileiro. Mas para prefeito não, Kalil. Não faça isto com a população de BH. Não é este o prefeito que a nossa cidade merece. Lamento que a ingenuidade estará presente nesta eleição e o risco de termos um falso populista de novo e que “fala” a língua do povo pode ser prefeito. Quantas vezes o povo tem que se iludir e apanhar para aprender a votar certo ou pelo menos não escolher o errado de novo? NÃO, MIL VEZES NÃO. Será que são os mesmos que votaram naquilo que chamavam de presidenTA? Para estes que vão votar nele, só digo uma coisa ACORDEM!!!!

  21. Que blog fraco. Análise rasteira. Aliás, li vários textos seus. É impressionante você postar essas bobagens todos os dias. Deixe de ser metido a articulista e vai trabalhar! Pare de perder tempo com esses textos rasos e idiotas! Quanto ao portal uai, deveria rever esses blogueiros. 50% são ridículos e não agregam nada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.