Ai, ai, ai, ai… Está chegando a hora!

 

 

10,9,8,7,6… Tal qual a contagem regressiva dos foguetes da NASA, estou aguardando o dia do juízo final, o dia do adeus, do bye bye, so long, farewell, do… Tchau, querida! Não vejo a hora de mirar aquela senhora pela última vez, como uma autoridade. Que alegria jamais vê-la autointitular-se “presidenta” novamente. Coisa mais brega!

Vou comprar uma bateria inteira de foguetes. Cinco minutos de pipoco! Vou fazer churrasco para os amigos e beber até cair. Dane-se se será segunda, terça, quarta ou quinta-feiras. Se for sexta, melhor! Sábado seria a glória. Domingo será bão também. O importante é ver a mandioca sumir, o vento desencanar, os cachorros livrarem-se das crianças e os homens e as mulheres sapiens poderem dormir diuturna e noturnamente em paz.

Putz, que alívio! Nada nunca mais será igual àqueles terninhos vermelhos, àquele caminhar de quem sofre com brotoejas, àquelas frases desconexas, ao olhar e as falas autoritárias. Chega, já deu, ninguém suporta mais. Adeus, Dilma! Adeus, Lula! Adeus, PT! Sigam pra longe de nós.

Uma pena que ainda não será possível dar adeus também à corrupção e ao fisiologismo. Esta turma que aí está não difere muito nestes quesitos. Óbvio que um bilhão de vezes melhores em economia, planejamento, postura e compostura. No trato com o português (a língua, hein!), então, nem se fala. Mas convenhamos: Temer, Jucá, Calheiros e outros são os doutores desta turma que está para ser defenestrada. Uma gente ainda mais nociva. A fila tem de andar e esta gente tem de seguir o mesmo rumo da rua. Mas uma coisa de cada vez. E cada vez a seu tempo. Por ora, agora, é beber até cair. Comemorar sem parar. Bora lá…

Contem comigo: 5,4,3,2,1…

4 comentários em “Ai, ai, ai, ai… Está chegando a hora!

    1. Infelizmente, não existe maior praga no mundo, do que aquelas, que se julgam alto suficiente e totalmente capaz de fazer julgamentos que não soma para a melhoria do País. Vão procurar o que fazer suas corjas! Se não ajudam, não julguem, seus bandos de prepotentes! Se acham que é fácil governar, sendo perseguida, sendo julgada, sendo impedida de governar, vão lá vocês, seus bando de vazio de amor, de paz, de misericórdia, de perdão… Aquele que não tiver pecado, atire a primeira pedra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.