Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

3×0 fora o baile: Cruzeiro goleia o Vitória no Mineirão

Com dois gols de Fred, Cruzeiro goleia e afunda o Vitória no Mineirão (Foto: Agência I7).

Quarta-feira de tempo chuvoso, jogo às 21h45 e Cruzeiro mandando um time alternativo a campo para enfrentar o Vitória. Esses fortes indícios de que poderia ser uma partida de baixíssimo nível técnico no Mineirão fez com que apenas 4 mil corajosos torcedores comparecessem ao estádio na noite de hoje para ver um ótimo resultado da Raposa. Contrariando as expectativas, o time comandado por Sidnei Lobo ajudou a fechar o caixão do Vitória, que, para mim, já está rebaixado.

Mas o jogo não começou tão interessante como o placar deixou a entender. Em boa parte do primeiro tempo as duas equipes não apresentaram um bom futebol e, até então, tudo estava seguindo o script premeditado. Mas acontece que a fase do Vitória é ruim, péssima, horrível, terrível. Eles fizeram um cruzamento errado do Ezequiel virar uma assistência para o gol contra de Aderlan. Pobre, Aderlan. Quanto sofrimento deste rapaz, que terminou o jogo completamente abatido. A melancolia e o desespero do nosso adversário fizeram o Cruzeiro crescer no jogo, de maneira forçada até.

Depois do gol contra que nos favoreceu, o time celeste teve mais espaço e passou a criar muitas, mas muitas chances de gol. A maré de azar do Vitória continuou e num lance de ataque da Raposa, o árbitro assinalou pênalti. Fred bateu e marcou. Com o 2×0 no marcador, ficou ainda mais fácil jogar. Os espaços apareceram. Ezequiel perdeu dois gols incríveis. O goleiro deles também evitou uma tragédia maior, é bom frisar. Só não conseguiu parar o artilheiro Fred, que balançou o coração da gente mais uma vez e fez seu segundo gol na partida, após assistência de Patrick Brey. Que “catiguria” do centroavante. Ele tem o dom. Fez parecer que aquele chute foi fácil, mas na realidade foi uma demonstração impressionante de sua técnica. O posicionamento no lance também chamou a atenção. Fred é extraordinário. Para mim, foi o melhor em campo.

O jogo desta noite foi uma oportunidade para o lateral-esquerdo Patrick Brey, que poderia ter rendido mais, no meu ponto de vista. Protagonizou dois ou três bons lances num jogo que estava fácil e gostoso de ser jogado. Pela direita, Ezequiel talvez tenha se despedido do Mineirão e da torcida do Cruzeiro. Não creio que ele permanecerá na Toca da Raposa em 2019. David teve mais uma chance no time titular e mostrou muito empenho, muita vontade. Ele vem numa crescente interessante. Fico feliz por ele.

Na etapa final, o técnico Sidnei Lobo colocou o volante Éderson, que me parece ser um excelente jogador e muito promissor (não à toa é titular da Seleção sub-20), e o atacante Laércio, que tocou umas três vezes na pelota. A zaga teve trabalho em alguns momentos. Dedé continua fazendo falta. O goleiro Rafael executou uma defesa incrível num quase-gol olímpico do Vitória. E foi isso. Sidnei Lobo soma mais uma vitória à frente do Cruzeiro nesses momentos em que ele é acionado para substituir Mano Menezes.

No final de semana vamos para o penúltimo jogo oficial do ano. No Mineirão, o Cruzeiro vai enfrentar um Flamengo sedento pela vitória, pois ainda tem chance de conquistar o título do Campeonato Brasileiro, embora eu pense que é questão de tempo para o Palmeiras colocar de vez as mãos na taça. Creio que Sidnei Lobo vai com os titulares, e os jogadores vão querer dar uma vitória de presente para a torcida no último encontro do elenco cinco estrelas com sua torcida. Deve ser um jogo interessante.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

14 comentários em “3×0 fora o baile: Cruzeiro goleia o Vitória no Mineirão

  1. Ezequiel e Patric Brey não jogaram contra ninguém e nada fizeram.Basta dizer que o Patric após a entrada do Lucas no Vitória , aquele mesmo de péssimas lembranças quando aqui jogou, tomou um baile do mesmo. Se fundir o Ezequiel e o Patric não dá um lateral. Barca neles já,sem dó. Rafinha é outro ciscador que apesar de enfrentar um adversário fraco produz muito pouco. Barca nele também.Vá enganar em outras paragens.Aproveita e poē na barca o Sóbis,A. Cabral,Murilo ,M.Hermes,B. Silva,Mancuello e Barcos.São 10.Troca por 3 jogadores, sendo 2 bons laterais e 1 meia de bom passe.Vamos economizar e ganhar técnica. A propósito a seleção júnior da Colombia tem um jogador de nome Angulo que deu um balie nos brasileiros e custa só 200 mil Euros. Me pareceu um bom investimento e com futuro.

  2. Não concordo com alguns pontos de seu comentário. Aos meus olhos o Ezequiel fez um “partidaço”.
    Errou finalizações e cruzamentos, porém, esse ano não vi o Cruzeiro jogar tão bem pela direita como ontem. Taticamente foi perfeito.Acho ele com deficiência física (está sempre com a boca aberta) e deveria ser cobrado do departamento competente. Eu o manteria para o ano seguinte.

    1. Concordo com vc. A cobrança sobre o Ezequiel tem sido grande, mas temos que lembrar que o titular da posição é que Ainda não se justificou. Ficaria com Ezequiel para o ano que vem e pensaria bem se está valendo a pena pagar um salário tão alto para o edilson. Não podemos negar que vontade e dedicação o Ezequiel tem de sobra, coisas que o titular parece ter deixado lá no sul.

    2. BAIXOU O EXU EM EZEQUIEL E O CABRA VIROU O TINHOSO. NUNCA PENSEI QUE PODERIA JOGAR ASSIM, COM TAMANHA DESENVOLTURA E RENDIMENTO, EM UM JOGO DE CAMPEONATO BRASILEIRO. EMBORA O ADVERSÁRIO SEJA UMA MOSCA MORTA.

    1. Permita-me descordar de você, mas pra mim o melhor em campo disparado ontem foi o Aderlan, Salvou o Cruzeiro fazendo um Gol Contra no apagar das luzes do Primeiro tempo e fez o Pênalti na segunda etapa, não fosse ele tenho minhas duvidas se o Cruzeiro conseguiria ganhar.

  3. “Fez parecer que aquele chute foi fácil, mas na realidade foi uma demonstração impressionante de sua técnica”

    Esses cruzamentos rasteiros em que o atacante chapa pro gol realmente parece um lance fácil, no entanto não é. O chute sempre fica no limiar entre indenfesável e uma bola nas arquibancadas. Ontem Vitinho do Flamengo teve uma chance bem parecida e isolou.
    Atacantes mais medianos tentam dominar uma bola daquela, mas isso acaba dando chance pra defesa adversária chegar.
    Uma pena que não tivemos a categoria e qualidade do Don Fredon ao longo desse ano.

  4. PH, sobre o jogo de ontem, valeu para mostrar que o Fred é o melhor centro avante em atividade no Brasil. Ele em forma no próximo ano vai ser muito importante, mas falando do próximo ano, gostaria de deixar um comentário.

    Nossa dupla de zaga e de volantes titulares, acho que o Cruzeiro não passa de novo pelos mata-matas da Libertadores. Na zaga, o Dedé é acima da média e titular absoluto e o Léo teria que ser seu reserva. O mesmo digo em relação a dupla de volantes, tanto o Henrique, quanto o Lucas Silva ou o Cabral, juntos não conseguem segurar o meio de campo, mas nesse caso temos a solução lá na Toca, o Romero tem que ser titular, junto com um dos outros três volantes.

    Para ter um exemplo, o Cruzeiro campeão em 1976 tinha na zaga o Moraes, o time de 1997 tinha no meio o Fabinho e o Cleison e o time que foi vice em 2009 tinha o Fabrício como volante e que infelizmente não jogou a final, ai o Veron fez o que fez…

  5. O Ezequiel está no cruzeiro em sua terceira temporada e não tem mostrado evolução, então acho justo as críticas.

    Quanto a Patric Brey, acho razoável termos paciência pelos seguintes fatores:
    1 – É um jogador ainda em formação 21/22 anos;
    2 – Teve a sua primeira temporada no Cruzeiro, depois de disputar o mineiro por uma equipe menor;
    3 – Onde estão os grandes laterais do Futebol Brasileiro para que o Cruzeiro possa contratá-los? Os menos piores estão na Europa pois até a seleção brasileira estará com problemas nas laterais nos próximos anos; e
    4 – Vejo no Patric algum potencial sim. E considerando a sua idade e o processo de formação ainda em curso seria uma burrice colocá-lo em barca de dispensa.

    1. Concordo com você Gabriel, acho que se tivesse vindo dando chances a ele no lugar do Hermes tenho certeza que estaria disputando posição com o Egídio, oportunidade que teve foi fora da sua posição, o problema continua com a torcida não tendo paciência, aí fica difícil colocar os garotos da base. O Brey sabe sair jogando e vai muito bem na linha de fundo pra fazer os cruzamentos. Hoje está muito difícil achar um lateral direito ou esquerdo.

  6. O adversário era tão fraco que fica ruim analisar, mas quando vejo meio de campo com os Lucas Silva e Romero, tenho certeza da Vitória! Ahh se não houvesse panela… vontade de ver o Cruzeiro goleando de novo

  7. Quando o jogo começou pensei que seria como ocorreu com o Ceará, uma vergonha. Mas não! O time acordou com aquele gol contra e dai passou a jogar sem freio-de-mão puxado. Não entendi as criticas ao Patrick. Ele foi operante e participou positivamente do jogo. Querem o que? Já o Ezequiel, entendo que perdeu gols feitos, jogando por terra sua atuação final. Quanto ao Fred, sem comentários. Se tivesse jogado o ano todo……..

  8. O meio sem Henrique e Cabral é disparadamente melhor, o time ganha velocidade, o jogo flui muito mais e os substitutos, LS e LR, demonstram ter mais vontade, qualidade, raça, aumentando a proteção à zaga e o poder de marcação. Quanto ao Ezequiel, os que acima pediram que fique, podem levá-lo para seu time de coração: o cara não pode jogar na 1ª divisão e fica claro que foi uma contratação por vídeo, de quem nunca entendeu de futebol – esse jogo certamente será incluído no seu currículo pelo lance de gol contra. O maior artilheiro da era de pontos corridos, Fred, sem dúvida alguma será muito importante para 2019, pois é o melhor centro avante que temos. Claramente Rafinha não é jogador para a titularidade, Sóbis já deu o que tinha que dar (muito pouco…) e a barca para reforçar o time poderia ter: Cabral, Henrique (nenhuma proposta até hoje e rumo ao recorde de Fábio…), Mancuello, Manoel, Ezequiel, Murilo, Sóbis, Bruno Silva (não aproveitado por Mano, pois não é da panela…), Hermes, Barcos (muito obrigado pelos gols na CB, mas…), etc., todos moedas de troca para trazermos 5 reforços, no mínimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *