Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Hexa da Copa do Brasil ainda mais valorizado

Com Grêmio eliminado, conquista do Cruzeiro valoriza-se ainda mais no âmbito nacional (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo).

Onde você estava ontem à noite? Eu estava em casa assistindo Grêmio e River Plate. Antes do apito inicial, estava certo de que a classificação do time gaúcho era óbvia. Afinal, eles venceram os argentinos na casa deles, por 1×0, e abriram uma vantagem considerável. A equipe de Renato Gaúcho, elogiada pela imprensa nacional por causa de seu futebol bem jogado, vistoso e ofensivo, diante de sua torcida, com aquele clima de Libertadores, tinha ambiente muito favorável para liquidar a fatura na Arena.

O Grêmio abriu o placar. 2×0 no agregado. Agora já está decidido mesmo, pensei. Mas do outro lado era o River Plate, que mesmo diante de todas as adversidades não desistia nem por um segundo sequer. Time chato, enjoado e que obrigou o time da casa a ficar no seu campo de defesa em boa parte do jogo. Lembrei aquele 3×0 no Mineirão. Tem que respeitar os caras. Mordendo, incomodando, lutando até o fim, eles conseguiram o empate. E, depois, com ajuda do VAR – que trabalhou direitinho, só que mais uma vez a favor dos hermanos – veio e pênalti e a virada. River Plate classificado. Quem diria?

A desclassificação foi um duro golpe para eles. O time mais elogiado do Brasil ficou no meio do caminho na Copa do Brasil. Foi eliminado na Libertadores. E não disputa o título do Campeonato Brasileiro. O discurso que antes era de luta pelo bicampeonato do torneio sul-americano agora mudou. O foco volta-se para conquistar uma vaga na Libertadores outra vez. Tudo isso só me faz pensar o quão importante foi o hexacampeonato do Cruzeiro. Em 2019, Mano Menezes “superou” Renato Gaúcho. Não que eles estejam disputando alguma coisa, competindo entre si, nem nada.

Para quem ainda não compreendeu a dimensão da conquista do Cruzeiro de Mano Menezes, vou repetir: somos o único clube brasileiro bicampeão da Copa do Brasil. O único hexacampeão do torneio. Somos o primeiro time brasileiro garantido na Libertadores 2019. Parece que a Conmebol conseguirá realizar a final dos sonhos que ela sempre quis: o clássico entre Boca e River, que é o que vem se desenhando, já que o Palmeiras tem uma desvantagem difícil para reverter hoje à noite. Valorizemos nosso hexa, pois ele é o caminho para o Tri e o Mundial. Nosso presidente já avisou que esse ano “eles” nos tiraram a possibilidade, mas no ano que vem isso não vai acontecer. E a gente só pode falar isso, pensar isso, desejar isso, sonhar isso, porque já estamos classificados.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

29 comentários em “Hexa da Copa do Brasil ainda mais valorizado

  1. Boa tarde!

    Esse título é histórico! Como você bem disse, bicampeão seguido e único hexacampeão. até então os outro times que corram atras pra ganhar algo relevante esse ano, porque até hoje só o Cruzeiro garantiu um caneco de peso. Outros penam (literalmente) pra conseguir uma mera vaguinha na PRÉ libertadores!

  2. E ainda tem o fato de a provável ausência de brasileiros na final da Liberta tb bem provavelmente impedir q o G6 vire G7. Alteticananicos lamentam.

  3. PH,
    Para ganhar a Libertadoes, infelizmente é necessário agir fora da ética e da lei. A Comebol é uma quadrilha de bandidos, muito forte na AL. Os prêmios são pequenos em relação ao faturamento, os juízes são controlados pela direção da Comebol, e não duvido que estes caras estão fazendo resultados para ganharem um extra nos sites de apostas.
    O ideal seria os grandes times brasileiros que se classificarem para a próxima copa, criarem uma liga juntamente com mexicanos, canadenses e americanos, para fazerem uma copa LIBERTADOS DA COMEBOL e vendessem os direitos para uma TV americana fechada, como a FOX ou ESPN.
    Garanto que a premiação seria muito maior que a Libertadores, e o campeão faria um jogo com o Campeão mundial patrocinado pela FOX ou ESPN para sabermos quem realmente é o campeão do mundo.
    Os títulos oficiais da Libertadores e do mundial, como são disputados cheios de vícios já não tem muita importância para os torcedores.
    Abs,
    Roger.

    1. Não sei por que cargas d’água a CBF e a Conmembol não se entendem. Neste caso um acordo com a Concacaf poderia nos trazer mais benefícios. Interesante que os clubes aqui do Brasil não conseguem uma força junto a CBF para baterem de frente com a Conmembol e o tal do VAR não atrapalham seus objetivos. Nos primeiros anos da LA só dava times Argentinos e Uruguaios e só o Santos de Pelé e cia em 62/63, conseguiram passarem por cima dos juízes daquela época. Passaram-se outros 13 anos até que o Cruzeiro em 1976 voutou a conquistar o título com o time de Raul, Nelinho, Zé Carlos, Batata, Dirceu, Joãozinho, Jairzinho, Palhinha….depois de muita luta, catimba e artimanhas da tal Conmembol, também puderas né! Rola muita grana sim e tudo fica nesta corja de dirigentes Sulamericanos. Vamos aguardar e o mais difício é a CBF ter alguém com argumentos convincêntes para tentarem justificar os erros. Salve futebol Sulamericano.

    2. Não precisa criar outra liga, é só a CBF se juntar com a Concacaf e os times brasileiros participarem da A Liga dos Campeões da CONCACAF, que dá vaga pro Mundial de clubes. Se a CBF sair a Conmebol morre.

  4. Temos sim que valorizar a conquista do hexa, a final não vemos ninguém à nossa frente e isso por si só já é motivo pra nos alegrar muito e nos sentirmos orgulhosos por fazer parte desta grande nação azul. Tudo azul, enquanto no lado de lá as frangas estão se borrando e segurando firmes a famosa ”flanelinha”. Elas merecem! Simbora gigante azul…

  5. Pedro, todo titulo de peso que o Cruzeiro conquista é válido. Tem um monte de torcedor idiota aí que fala que Copa do Brasil é torneio caça níqueis e que o que vale mesmo é o Brasileiro. Conversa idiota criada pelos atleticanos antigamente pra nos encher o saco porque ainda não tínhamos um título brasileiro (oficialmente). A Supercopa de clubes campeões da Libertadores, na qual o Cruzeiro é bicampeão, chegou a ser mais importante do que a própria Libertadores porque só disputava ela quem já foi campeão da mesma. Ela foi disputada de 1988 até 2000 sendo que o Cruzeiro foi bicampeão (Único) e duas vezes vice campeão. Infelizmente não garantia vaga na libertadores seguinte e o campeão disputava a Recopa com o campeão da Libertadores.

  6. Sinceramente, assistindo a libertadores desse ano e vendo o quanto a Comebol é tendenciosa pros clubes argentinos, acredito que os clubes brasileiros deveriam valorizar mais o campeonato nacional e a copa do Brasil. Abrimos mão diversas vezes do brasileiro para disputar a libertadores e após fracassar acabamos por ficar com a disputa de uma vaga. Esse ano o cruzeiro fez muito bem em valorizar a copa do Brasil, e se não ganhássemos a coisa ia ficar ruim financeiramente, então acho que essa sangria toda por libertadores que convenhamos é uma várzea, não é mais tão justificável. Gostaria de ser campeão da tríplice coroa novamente e sinceramente não veria libertadores como uma obsessão…

    1. A comemnbol sempre foi tendeciosa com os clubes Argentinos nas competições sul americanas. Benito Masci falava que a AFA é quem mandava na Sul Americana. Mas mesmo assim é uma competição internacional e que projeta o clube lá fora. Nos anos 70-80 os clubes brasileiros não davam importancia pra ela por ser uma compeição que paga pouco (pra não falar que é deficitária). Era comum os clubes jogarem com time mixto ou reserva mesmo enquanto preservava o time principal pra jogos de campeonato Carioca, Paulista e tal. Ridiculo isto.

  7. Gostei PH, realmente a Raposa Astuta Hexa e único bi consecutivo da Copa do Brasil; Parabéns Mano Menezes e auxiliares. Agora quanto à Libertadores, eu estava torcendo muito para ter novamente uma final brasileira, inclusive que o Grêmio dos nossos ex “Alisson e T.Anderson”, como não deu pro Grêmio, agora estou torcendo para os verdes chegarem até a final, uma vez que não quero que os hermanos façam a final. Tem que ser um argentino e um brasileiro. Acredito que os verdes hoje podem vencer por 2×0 e disputarem nos pênaltis e sairem vencedores em casa. Para nós cruzeirenses também será grande, uma vez que nós vencemos e eliminamos os verdes nas duas copas do Brasil em seguida, 2017 e 2018. Hoje o VAR, Var ajudar os verdes. Para a Commebol não interessa dois clubes do mesmo País disputando uma final da Libertas. Abraços.

    1. Depois daquela do Boca Juniors, não tem como ainda querer que eles batam um time brasileiro, principalmente o Palestra Pauleiras. Quero ver como a Conmembol fará para reverter este placar adverso. Salve!!!

  8. A Comebol desmoralizou a LA/2018, no uso do VAR em todas oportunidades de jogos contra times brasileiro foi contra, aí já não é o VAR, foram claramente seus operadores e neste momento entra a falta de moral da CBF, é a consequência do voto traidor do presidente da CBF, foi assim contra Santos, Cruzeiro e a punhalada fatal no Grêmio. A questão não é o pênalti confirmado pelo VAR, o roubo foi não usar o mesmo recurso no primeiro gol, duas inflações claríssimas; Prato empurra e tira o defensor da jogada, e o atacante faz o gol com o braço. E mais tarde acho que não vai precisar de VAR, o BOCA ganhou fácil no primeiro jogo e tem uma bela vantagem. Vai jogar fechado e no contra ataque é mortal. Finalmente para felicidade da Comebol, o título ficará na Argentina para salvação de seu futebol, mesmo de maneira esdrúxula como foi. E, se os times brasileiro fossem unidos como protesto ao procedimento da Comebol, abriria mão de participar na LA/2019 e enterrar de vez esta quadrilha da COMEBOL.

  9. Caros,
    Vamos e venhamos, o Cruzeiro não jogou para merecer ganhar do Boca. Pedro, te admiro muito e tenho idade para ser seu pai. Mas, todas as vezes que o Cruzeiro ganhou, o trem azul por cima de tudo e de todos. Se jogar e entrar com essa mentalidade vitoriosa, sem espírito de vira lata, la Bestia Negra brilhará. Um abraço.

  10. Que comecem logo aquelas velhas especulações de fim de ano, quem sai, quem fica etc… Pra nós o calendário 2018 acabou, e que as contratações e dispensas sejam definidas pela técnica e qualidade ( ou falta dela). Que contratações tipo Bruno Silva, Mancuello, Ezequiel e Marcelo Hermes sejam repensadas. Precisamos oxigenar o grupo com jogadores mais jovens e com sede de vitórias e títulos, aliados a experiência daqueles bons jogadores que temos, podemos sim vencer a Libertadores.

  11. Sinceramente, os clubes brasileiros deveriam abrir mão da Libertadores, criar uma Liga com times do USA, México,Canadá, Costa Rica e seguir a vida. Queria ver a cara da Comebol quando os patrocinadores recursasse a pagar os milhoes que eles pagam de patrocínio. Sem o Brasil na Libertadores esse torneio perde no mínimo 40% da valorização comercial. Mas, infelizmente, os clubes brasileiros não são unidos.

  12. Vendo o Ábila jogar contra o Palmeiras ontem, o torcedor celeste deve ter se perguntado: por que não ficaram com o Ábila? Ele é muito mais jogador que o Barcos, contratado depois.

  13. É, não deu para os verdes. Também eles não têm o melhor time do Brasil coisa nenhuma. Aquele Luan é péssimo como zagueiro, é tipo o nosso Léo, quem gosta do futebol deles é só o treinador teimoso, aqui o MM e lá o Felipão 7×1; Agora o VAR à favor dos hermanos é sempre aplicado com muito gosto pela arbitragem, que coisa! hein!? Agora vamos ver qual a punição que o River plate vai levar pela infração com o time do Grêmio. Tem que perder os pontos, como foi com o Santos. Abraços. Agora vamos com tudo pra cima do Mequinha, mais três pontos, senão eles vão permanecer na série A, o lugar deles é na série B.

    1. O Léo é muito melhor que o Luan. Foi titular e jogando bem nos dois últimos títulos da copa do Brasil. Luan nunca ganhou jogando em lugar nenhum. Pro ano que vem é ir dando mais chances pro Cacá aos poucos, com a nossa dupla titular estamos tranquilos. Saudações

  14. ERROS DE ARBITRAGENS À PARTE, POR UMA COISA TEMOS DE TIRAR O CHAPÉU PARA OS HERMANOS: O TRABALHO DE MENTALIZAÇÃO QUE É FEITO COM OS JOGADORES EM JOGOS DECISIVOS. PODE OCORRER O QUE FOR DURANTE A PARTIDA QUE NÃO SE ABALAM E A EQUIPE MANTÉM A CONCENTRAÇÃO E A BUSCA INCESSANTE PELA A VITÓRIA. OS JOGOS CONTRA NÓS, GRÊMIO E PALMEIRAS ILUSTRAM BEM O QUE ESTOU FALANDO. O JOGADOR BRASILEIRO PERDE O CONTROLE DOS NERVOS E DO JOGO POR QUALQUER REVÉS OCORRIDO NO DECORRER DA PARTIDA E ISSO TEM SIDO NOSSA RUÍNA EM TORNEIOS COMO A LIBERTADORES. GOSTARIA DE VER O CABULOSO DECIDIR COMO DECIDEM OS HERMANOS. QUEM SABE UM DIA!

  15. Já na Copa Libertadores de Volei 2018 o Sada Cruzeiro venceu os Argentinos Ciudad Voley e o Bolívar e segue firme rumo a mais um caneco Sul Americano de Volei. Que venha mais um título para o melhor time de voleibol de todos os tempos. Sada Cruzeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *