Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Mano iguala Marcelo Oliveira e entra para a história do Cruzeiro

Mano Menezes e Marcelo Oliveira: dois bicampeões nacionais pelo Cruzeiro. (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

Quem poderia imaginar que um técnico muito identificado com as cores do rival poderia um dia vestir a camisa do Cruzeiro e conduzir o clube celeste ao bicampeonato do Brasileirão? Sob forte rejeição e desconfiança por parte dos cruzeirenses, Marcelo Oliveira foi bancado pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares e logo no seu primeiro ano como técnico da Raposa ele venceu o Campeonato Brasileiro. O elenco, formado por medalhões e alguns jovens atletas com muita habilidade e potencial, tornou-se uma grande e unida família que teve a tranquilidade para trabalhar e desenvolver um futebol vistoso que encantou o país inteiro.

Mas uma das cenas mais tristes que eu já vi na Toca da Raposa foi a demissão de Marcelo Oliveira em 2015, após o desmanche que a antiga gestão fez no elenco. Tendo que começar do zero um novo trabalho, o ex-treinador cruzeirense não suportou a nova pressão e o olhar de desconfiança do torcedor e foi mandado embora. Sozinho na sala de coletiva de imprensa, Marcelo deu seu triste adeus, e o Cruzeiro passou a sofrer as consequências de seu ato. Os anos de 2015 e 2016 foram de muito sofrimento para a torcida cinco estrelas, que amargou campanhas de luta contra o rebaixamento e zero títulos.

E quem poderia imaginar que Mano Menezes e sua filosofia de jogo dariam certo no Cruzeiro? Dissemos que seu futebol baseado na consistência defensiva e nos contragolpes não combinavam com o nosso DNA de Palestra Itália. Assim como Marcelo Oliveira, o técnico Mano Menezes também teve que enfrentar a pressão, a desconfiança e até certa birra por parte da torcida. Aos trancos e barrancos, Mano provou em 2017 que futebol é resultado e que time vencedor é aquele que ganha jogos. Provou também que o brilhantismo, o jogo bonito, nem sempre faz de um time campeão. A conquista da Copa do Brasil no ano passado deu sobrevida a Mano e mais confiança para que o treinador pudesse dar sequência ao trabalho.

Nesta temporada, mais pressão e desconfiança. Mesmo tendo conquistado um importante título em 2017, o cruzeirense ainda resistiu em aceitar o “manobol”. Com foco na Libertadores e na premiação da Copa do Brasil, o Cruzeiro decidiu priorizar e deixou de lado o Campeonato Brasileiro. Nos pontos corridos, sofrimento, futebol apático, desgostoso. Mas nas Copas, um time guerreiro, experiente, cascudo. Entre dias de time de guerreiros e dias de time sem vergonha, a Raposa chegou até as quartas de final da Libertadores e só saiu de lá por interferência externa, pois dentro de campo fomos melhores. A desilusão pelo adiamento do tri durou pouco tempo, pois Mano ajudou outra vez a equipe celeste a conquistar a Copa do Brasil. A terceira na carreira do técnico, a sexta na história do Cruzeiro e o primeiro bicampeonato de CB de um clube brasileiro e de um treinador.

Com a conquista desses dois títulos nacionais, Mano Menezes iguala Marcelo Oliveira e entra definitivamente para a história do Cruzeiro Esporte Clube. Se Marcelo trouxe de volta aquela essência do rápido e rasteiro em 2013 e 2014 e nos deu o bicampeonato Brasileiro, Mano resgatou a fama de time copeiro ao Cruzeiro com o bi da Copa do Brasil em 2017 e 2018. E se hoje muitos cruzeirenses sentem falta do estilo ofensivo de Marcelo, no futuro muita gente vai sentir falta do time copeiro de Mano Menezes, acostumado com decisão, com mata-mata, que é experiente, inteligente e sabe muito bem o que fazer com a bola.

Se depender da diretoria celeste, o torcedor pode ficar tranquilo quanto à permanência de Mano Menezes no Cruzeiro. Itair Machado já garantiu Mano para a temporada 2019. E o objetivo é conquistar o tricampeonato da Copa Libertadores. Você pode até não gostar do “modo Mano” de conduzir a equipe, mas tem que respeitar o técnico que entrará, até o final deste ano, para o top 5 dos treinadores que por mais tempo comandaram o Cruzeiro Esporte Clube.

Agradeço ao meu nobre amigo Wellerson Rodrigo pela sugestão do tema desta coluna.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

39 comentários em “Mano iguala Marcelo Oliveira e entra para a história do Cruzeiro

  1. Muito boa essa coluna. Além de oportuna, muito justa! Treinador capacitado, fiel às suas convicções, honesto e justo. Devido a essas credenciais tem total controle de seus comandados. Não é o melhor do mundo e nem o pior. Longe disso. Mas é um representante à altura de suas responsabilidades. Ajudou o Cruzeiro a se manter na série A em momentos difíceis. E devido às longevidade no cargo, trouxe dois frutos de grande valia (campeão). Falar o que, né? Temos que parabenizá-lo pelos resultados e desejar ainda mais sucesso!!
    Parabéns Pedro!!

  2. Meu caro Pedro Henrique, temos que respeitar os 2 titulos da copa do brasil com o Mano. Ficará na história e ainda ganhamos muito dinheiro. Entretanto, comparar com os títulos de 2013 e 2014 é uma aberração. Em primeiro lugar pela grande diferença das 2 competições 76 partidas de brasileirão contra 14 partidas de CB. Em segundo lugar, comparar o futebol praticado pelo time dirigido por Marcelo com esta retranca chamado Mano Menezes não dá. Ademais, não conseguimos em dois anos revelar ninguém neste time do cruzeiro do Mano Menezes porque ele parece não gostar de jogadores jovens e ainda tentam queimar os poucos que foram revelados no passado, como está fazendo com o Lucas Silva. Espero que em 2019 tenhamos um grupo de jogadores mais jovens e de melhor qualidade técnica e que possamos brigar por uma competição verdadeiramente de série A.

    1. Meu caro Mauro Ruas de Lacerda, quem lê o que não quer vê o que quer. Você viu o Pedro comparando os títulos do CB com os da CdB. Eu digo que nem a comparação dos dois técnicos existiu. Eles foram homenageados. O momento é do Mano, Marcelo Oliveira foi merecidamente relembrado. Como puxão de orelha aos convictos, que não toleram a convicção dos outros, destacou-se a semelhança de rejeição a ambos. Gilvan tão criticado também merece a lembrança.

      “(…) que possamos brigar por uma competição verdadeiramente de série A.” Meu caro Mauro Ruas de Lacerda, você pertence mesmo ao lado de cá?

      Voltemos lá no fim do ano anterior, já passada qualquer euforia, num momento mais consciente após a conquista do PENTA, que todos concordam que foi sofrida e difícil. Relembrem as incertezas em função da mudança de diretoria e sua postura em relação à situação financeira difícil que mostrava a auditoria fiscal. O ano de 2018 era cheio de incertezas. A CB havia se valorizado imensamente, inegável artigo de luxo cobiçado por todos os grandões. Qual louco bateria no peito convictamente e diria “tranquilo, ano que vem a gente passa em cima de todo mundo de novo e grita HEXA com essa grana no bolso, seremos BICAMPEÕES LITERAIS E INÉDITOS DA COPA DO BRASIL!!”?

      Em competições “verdadeiramente de série A”, e SEMPRE de série A, SOMOS BICAMPEÕES LITERAIS:
      BRASILEIROS 2013-’14
      COPAS DO BRASIL 2017-’18
      Por hora, SÓ A RAPOSA TEM ISSO!
      Tem um monte de time que não é bicampeão de nenhuma, NEM acumulado.

      Meu caro Mauro Ruas de Lacerda, você acha que a CB 2017 foi conquistada na sorte? E 2018, também?

    2. São competições distintas Mauro , se por um lado o CB é uma maratona , dificílima , por outro existe a CdB em que cada jogo é uma decisão , mas ambas são tão importantes quanto . Em relação aos
      tecnicos , não houve comparação , houve sim uma analogia a respeito do estilo de cada , mas cada qual com seu devido merecimento , ao seu estilo . Achei excelente o texto , como sempre .Parabens PH . Gostaria ainda de expressar um sentimento , a respeito de discutir com nossos adversários , de que não há o nenhum cabimento discutir futebol com eles , dado a enorme distancia que nos separa.Ficou já sem graça , sem sentido .Saudaçoes nação azul .

  3. Boa tarde Pedro. ultimamente tenho tido uma certa antipatia em relação ao nome “manobol”. Isso porque vejo uma enorme evolução em relação a retranca de outrora. o primeiro jogo da final foi um grande exemplo, poderíamos ter sovado o corinthians tamanha a nossa superioridade. Não concordo com muitas coisas do Mano, mas tenho que reconhecer suas virtudes que nos deram esses dois títulos.

    1. Boa tarde, Thiago. O termo “manobol” vai além de retranca. Nem acho que o Cruzeiro joga na retranca, mas tem uma postura mais defensiva, no sentido de procurar ter uma defesa sólida. O “manobol” inclui também a pouca eficiência no ataque, porém, sendo contraditório, é eficiente quando mais importa. É complexo. Hahaha

      1. o nome correto para o estilo Mano Menezes é “my name is Mano” como ele mesmo se auto denominou, manobol é um neologismo devivado do cucabol e não tem nada parecido entre os dois estilos.

  4. Manobol é jogar pra não perder. Essência de que se não tomar um gol, é possível fazer um e ganhar o jogo. Simples. E além dessa filosofia questionável são muito estranhas algumas opções feitas pelo treinador. E o time reserva, alternativo, b do cruzeiro tb tem um desempenho muito abaixo do que pode entregar, mesmo com o bla bla da torcida que todo mundo é ruim, sabemos que nossos reservas poderiam fazer muito mais caso fosse bem treinados. Mano aposta em jogador experiente que quer jogar “pra ganhar” e vende isso bem. Aí vamos nosso time jogar feio e de forma pragmática. Mas quando tem os titulares e um pouco mais de qualidade, vitórias são mais possíveis. Já os reservas precisariam de um treinador que monta algo mais que duas linhas defensivas.

  5. Para quem já teve técnicos do quilate de Ayrton Moreira, Zezé Moreira, Ênio Andrade, Vanderlei Luxemburgo, Adilson Batista e Marcelo Oliveira, onde o Cruzeiro dava espetáculos e a torcida ia ao delírio, fica difícil digerir o Mano Menezes. Mas, quando lembramos de técnicos fracos, como por exemplo, Celso Roth, Joel Santana e Paulo Bento, temos que o Mano Menezes é uma solução viável, já que o cara é serio, trabalhador, aposta e banca suas convicções. E o mercado não oferece coisa melhor. Portanto, vamos apoiar o Mano e torcer como nunca pelo Cruzeirão Cabuloso!

  6. Uai! Copa do Brasil não é torneio de série A? Pelo que o cara aí encima comentou parece que não. E sobre comparar CB com brasileirão na minha opinião pode sim, pois a visibilidade que uma competição dá é basicamente a mesma em relação à outra. Quem é Cruzeirense de verdade tem mais é que ter orgulho de torcer pra um time vencedor, cobrar na hora certa, mas também reconhecer o valor de cada um quando isso tiver de ser feito. Todos os clubes do Brasil gostariam de estar em nosso lugar nos dias de hoje. Particularmente sou muito feliz e tenho orgulho de ser torcedor do gigante azul. Valeu Mano, valeu guerreiros azuis. Simbora Cruzeiro…

  7. Mano Menezes o maior treinador do Cruzeiro nos últimos 15 anos, resgatou a alma copeira do clube e garantiu seu lugar eternamente na história. Marcelo Oliveira achei um grande treinador do Cruzeiro, mas vejo que ele tinha muito mais peças de qualidade para trabalhar, o elenco era melhor. É exatamente isso, um é o oposto do outro já que o M.O era frouxo nos mata matas e o Mano não é muito bom nos pts corridos (por opção e por peças de reposição inferiores a 13/14). Eu acho que o Mano consegue trabalhar muito melhor que o Marcelo Oliveira quando tem um time fraco nas mãos, como foi em 15 e 16 (inclusive levou o Cruzeiro a semi da CB). Já o Marcelo quando viu um elenco fraco em suas mãos (2015) teve enormes dificuldades. Outro ponto foi que o Marcelo recusou o Cruzeiro para ir ao rival onde foi humilhado em plena final de CB depois de tomar um coro no mineirão. Já que é pra comparar, na minha opinião o Mano é mais técnico.

  8. Técnicos como Aírton Moreira, Zezé Moreira, Ênio Andrade, Luxemburgo, Adilson Batista e Marcelo Oliveira, fizeram com o Cruzeiro ganhasse dando espetáculos e convencendo a torcida. Por isto a resistência ao Mano Menezes. Porém, os tempos são outros e o mercado está carente de grandes técnicos. Ainda mais, quando lembramos de técnicos sofríveis, como Joel Santana, Celso Roth e Paulo Galvão, temos mais é que dá força ao Mano Menezes, que é um cara sério, trabalhador, convicto do que faz. Então vamos continuar a torcendo e esperando acontecer uma goleada, de vez em quando.

  9. Sobre o Mano Menezes: sua declaração de que não haverá mais “laboratórios” na reta final do Brasileiro e que no domingo, contra a Chapecoense, entrará com a força máxima disponível, me deixa animado, pois o Cruzeiro e grande e o décimo lugar na tabela não condiz esta grandeza. Para cima deles Cruzeiro!

  10. Eu não critico mais o jeito Mano de jogar. Eu errei e assumo minha falta de paciência. O Mano sabia que o Cruzeiro seria campeão mineiro após os 3×1 do outro time. Sabia que nos classificaríamos após o empate no Chile e sabia que seríamos campeões.
    Ele só errou na Libertadores!! Nada para acertar tudo, não é mesmo?
    Desculpas sinceras a você Mano Menezes!!

    1. Meus parabéns, espero que varios torcedores reflitam como você fez. Eu sempre fui defensor do Mano e espero que o Alex Fergusson das Gerais fique muito tempo no Cruzeiro ganhando caneco.

  11. Gostei, P H, sou a favor da continuação do técnico Mano Menezes para a próxima temporada. Eu já havia postado um dos comentários em blogs anteriores, que com ou sem título, só de estar na final da Copa do Brasil, e não tomar nenhuma goleada durante a sua gestão da equipe profissional da Raposa Astuta já o credenciava a continuar treinando o Maior de Minas, imagina agora sendo campeão da Copa e em cima dos Manos paulistas. Somos motivos de orgulhos pelo Brasil a fora e até mesmo o Mundo. Abraços campeões.

  12. Gostei PH, sou muito a favor da continuação do MM. Já havia escrito num dos posts anteriores que mesmo sem o título, só de ter chegado à final o Mano merecia continuar. Sou a favor e Parabéns a todos os campeões, principalmente à torcida. Abraços.

  13. A diferença destes treinadores é que com o MO o cruzeirense é feliz quase que o ano inteiro com um futebol alegre e de muitas vitórias esmagadoras. Já com MM é uma tal de sofrÊncia e em raros momentos se curte um futebol vistoso e suas conquistas é mais pelo grupo de jogadores que tem no elenco e com as irreverências de um Sassá/Raniel e com as grandes defesas do Fábio que vem salvando, junto com Dedé e Arrascaeta o bicho dos companheiros. Doa a quem doer mas com um grupo destas qualidades dava para ser bem mais tranquilo, principalmente usando jogadores jovens numa mescla com a experiência deste grupo cascudo. Exemplo foi a entrada do Raniel/Arrascaeta que foram lá e sacramentarm a vitória prá cima do Curintia com mídia/juíz e tudo mais. Saudações Celestes. Abçs***** 6×1.

  14. Tipo assim … valeu DEMAAAIIISSS Mano. O cara é estrategista.
    Temos que ser muito grato a ele. Mandou muito bem.
    No entanto, é um futebol sofrível de assistir. Dureza.
    É hora de agradecer o treinador agora, mas ele bem que podia jogar de maneira mais ofensiva hein …
    DÁ-LHE CRUZEIRO !!

  15. Que conquista foi essa?!Vencer e superar todos os oponentes fora de casa,clubes de camisa,respeitados.Isso é inédito!!Como inédito é a conquista do bicampeonato consecutivo,conquanto já seja difícil conquistar uma CB,que dirá duas sucessivamente!!Estou muito,mas muito feliz com o clube que amo!E isso com um orçamento de sessenta milhões,contra cento e setenta milhões de corínthians e flamengo referentes as cotas de tv!Lograr êxito nas duas partidas das finais frente a um adversário sabidamente cascudo,de torcida fanática e enlouquecida,vencê-los aqui e lá dentro da casa deles,de forma incontestável,definitivamente não é para qualquer um.Somente um clube com PÁGINAS HERÓICAS IMORTAIS seria capaz de tal façanha.Cruzeiro é realmente cabuloso!!Algumas observações:Dedé:Esse rapaz é fantástico!Uma lesão grave,mais de 2 anos parado,maldosamente acusado de ser um come-dorme,em silêncio trabalhando para voltar,e quando o faz,arrebenta com raça,entrega,e futebol de altíssimo nível!!Que jogador,que exemplo!!Barcos,muitas vezes bombardeado pela impaciência da torcida,embora não tenha mais a mobilidade de outrora,se mostrou muito importante nessa conquista.Vejam a sua categoria no lance que originou o gol do Robinho,trouxe a bola de um pé para outro,batendo e tirando do Cássio com muita destreza,coisa de quem sabe.Poderia ficar aqui ilustrando um monte de coisas mais a respeito dessa conquista,mas finalizo da seguinte maneira:Parabéns a todos os jogadores,parabéns ao técnico Mano Menezes,parabéns a essa torcida apaixonada…enfim, parabéns pra todos nós!!Cruzeiro Cabuloso!!Zeeeeeeeeroooooooo!!!!

  16. Curintia e Flamengo ganham 200 milhões da globo, até o novo Bangu chamado Vasco da Gama ganha mais grana de TV que o Cruzeiro. Além disso, juizada sempre a favor do eixo, vide gol na banheira do Paquetá ano passado e o penalty comédia pro Curintia quarta… e, mesmo assim, o maior campeão nacional dos anos 2000 é um certo clube de azul de MG! Que camisa é essa??? Mto bom ganhar um título de expressão do Curintia!!!
    Agora, sem querer ser chato, é preocupante ouvir o tal de Itair dizendo que devem manter a maioria dos jogadores! Espero que esteja falando só pra não desvalorizar ou expor os jogadores! Não é possível que não tenha uma alma viva da diretoria que entenda de futebol! Esse time do Cruzeiro já deu o que tinha que dar! Não dá pra jogar mais um ano com Robinho e Tiago Neves juntos! Cabral, Barcos! Ano que vem essa galera estará com 40 anos nas costas!

    1. Que da para recilhar é óbvio: Sóbis, Manquejo, aquele que veio do bota.”preto e branco”…teem que se explicar. Trabaiá!!!! Aqui em Minas é assim.

    1. Sugiro que diretoria do Cruzeiro faça o seguinte: Mantenha o Mano Menezes para disputar a Libertadores e a Copa do Brasil e contrate o Marcelo Oliveira pra disputar o Campeonato Brasileiro. Seremos imbatíveis. KKKKKKKKKK. O Campeonato Mineiro a gente deixa para o sub-21.
      HEXACAMPEÃO…..
      Existe UM grande time na cidade…

  17. Bom dia! Pedro Henrique, Torço para o CRUZEIRO a bastante tempo, e concordo com a maioria das opiniões. Achei a copa do BRASIL, com times bastantes fracos em relação a qualidade técnica. Visto que o CRUZEIRO não passou pelo BOCA. Tem alguns elementos no CRUZEIRO, que vai me desculpar não serve nem pra reserva. Achei também desleal o FRED, ficou um tempão fora e entrar para ganhar a medalha sem nem participar dos jogos, isto é uma piada. O Pirata nem andar andou em campo no ultimo jogo da copa do BRASIL. Acho que o time tem que ir pra cima dos adversários mesmo perdendo a gente VALORIZA, porque sabe que lutou. Não este jogo de retranca que o torcedor não gosta de ver. Poderia a diretoria conversar com o Mano para que ele mudasse o estilo de jogo dele ou arranjasse outro treinador . CRUZEIRO É RAÇA, CRUZEIRO É TIME PRA FRENTE E NÃO NA RETRANCA ATÉ COM TIMES PEQUENOS. CONCLUINDO, só ficaria com FÁBIO, ARRASCAETA, SASÁ, RANIERE e DEDÉ. O resto deixaria a disposição de procurar outro time para jogar. FRED deu o tinha de dá, bem como outros jogadores acomodados.

  18. Bom dia PH. Mais uma vez sua crônica perfeita e isso mostra que vc tem visão clara do que acontece com o mano e o Cruzeiro. Estou muito feliz por mais está conquista e se não fosse a Conmebol estaríamos a caminho da final da libertadores 2018. Não tem problema, o importante que aprendemos com nossos erros e 2019 estaremos lá… La besta negra… valeu. Saudações Cruzeirenses. Vamos que vamos….

  19. Depois de 2 BRs consecutivos com M.Oliveira, 2 CdB seguidas com Mano, precisamos de um tecnico para nos dar 2 mundiais consecutivos…. VAI BUSCAR M.GALLARDO LIGEIRO!

  20. Eu em geral gosto mais de vir aqui ver sua postagem, Pedro Henrique, e os comentários dos internautas, que as matérias de capa! É que aqui vemos o que pensam todos, diferente das matérias frias, imparciais, sobre os jogos, técnico e jogadores! É muito melhor saber a opinião de todos! E as postagens aqui são absolutamente mais verdadeiras que quaisquer matérias!

    1. Fico muito feliz, Paulo. Bom saber que você está satisfeito com o blog. Mas não deixe de acompanhar as notícias do Cruzeirão cabuloso onde quer que seja, pois nem sempre consigo abordar todos os temas aqui no blog. Grande abraço, parceiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *