Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Pediram para inserir um título aqui, mas eu tenho SEIS!

Rei de Copas, Cruzeiro é o time que mais ganhou troféus nacionais desde 2000. E o único a ser bi e hexa da Copa do Brasil! (Foto: Vinnícius Silva/Cruzeiro)

27 de setembro de 2017. Há pouco mais de um ano, o Cruzeiro voltava a colorir o Brasil de azul e branco depois de conquistar o pentacampeonato da Copa do Brasil. Até aquele momento eram 14 anos de jejum. Mesmo assim a gente já tinha quatro conquistas, o que não é para qualquer um. Aí o Grêmio nos passou em 2016 e rapidamente tratamos de igualar os números outra vez. Mas eis que ontem o Cruzeiro supera todas as expectativas e pela primeira vez na história da competição a conquista pela segunda vez consecutiva. O bicampeonato e o hexa da CB só a gente tem.

Ganhar uma vez já é difícil. Ser bicampeão é missão quase impossível. Mas o impossível nunca esteve no dicionário cruzeirense. Aliás, em toda a nossa história, desde os tempos de Palestra, o destino nunca deixou que a nossa caminhada fosse fácil demais. Sempre tem uma, duas, três, infinitas pedras no nosso caminho. Até Drummond, com suas retinas tão fatigadas, se surpreenderia ao ver como o Cruzeiro se fez gigante com as pedras que colocam em seu tortuoso caminho.

Neste ano, o calendário foi cruel. Tivemos que abdicar de uma competição para tentar ganhar as outras. As datas FIFA também interferiram em nossa trajetória. A Libertadores, uma das mais difíceis de todos os tempos, nos colocou ao lado de gigantes do futebol sul-americano. E a arbitragem, com tecnologia e tudo, impediu que fôssemos atrás do tricampeonato. Mas nada, nada nem ninguém conseguiu impedir que o Cruzeiro conquistasse o hexa da Copa do Brasil. Nem o futebol ofensivo de Fernando Diniz, nem os pênaltis contra o Santos, nem o elenco bilionário do Palmeiras, nem a decisão contra o Corinthians, time querido da mídia e da CBF, na casa deles.

Também pudera. Nós temos o melhor goleiro do Brasil. Se o Taffarel não reconhece isso, é problema psicológico dele. Nesta altura do campeonato, não precisamos mais que ninguém reconheça o talento extraordinário do nosso camisa 1. Quem foi o último goleiro que defendeu três penalidades seguidas em uma decisão? Os fatos falam por si só. Temos também uma dupla de zaga quase intransponível. Com Dedé, o mito, que quase encerrou a carreira por causa de uma lesão terrível, difícil, que o afastou dos gramados por três anos. Jogando o fino da bola, em alta performance, ganhando todas pelo alto. Com Léo, que desde o pentacampeonato no ano passado vem impondo um respeito absurdo na zaga. Xerife é xerife. Nas laterais, a malandragem de Edílson e Egídio. O da esquerda, com suas assistências perfeitas, e a identificação inexplicável com o azul celeste estrelado, já pode se gabar por ser um “chama-título”.

E o meu meio de campo que é um dos melhores do país? Com Henrique, o capitão, que merece todo o respeito e todo o reconhecimento por parte dos cruzeirenses. São dois títulos de Campeonato Brasileiro e dois da Copa do Brasil. Experiência que fala, né? Raça. Entrega. Liderança. Amor ao Cruzeiro. Faixa no braço, sangue azul na veia. Contra o Atlético-PR, no primeiro jogo da campanha, nos fez lembrar aquele golaço que fez em 2009, contra o São Paulo, na Libertadores. Ao seu lado, Lucas Silva, outro “chama-título”, que saiu lá do Real Madrid e teve que provar para si mesmo que ainda era capaz. Provou o amargo do banco de reservas por um longo tempo até se firmar outra vez e reeditar a dupla famosa com Henrique. O capitão e o príncipe. Não tinha como dar errado. Até porque na ausência de um príncipe, havia um maestro, que rege a orquestra e que joga de terno. Placer, mi nombre es Ariel Cabral.

Mas de nada adianta identificação, raça e técnica se você não tem aquele jogador que decide jogos. Aquele que pode simplesmente sumir durante o jogo, mas que em um lapso de genialidade dá uma assistência ou faz aquele gol no momento mais importante da partida. Thiago Neves, meu filho, você nos fez muita raiva com seus passes errados, mas o que seria de nós sem ti? Sem sua experiência, sem suas assistências e sem seus gols decisivos. E se o dia não era mesmo para você, a gente tinha o Robinho. Impressionante é que quando um some o outro aparece e vice-versa. Desse jeito o adversário se confunde, se perde. E o Cruzeiro cresce.

Mas alguns jogadores merecem destaque mais-que-especial. Primeiro o polivalente Lucas Romero. Volante, lateral-direito e lateral-esquerdo. Marquinhos Paraná que se cuide, pois o el perro já mostrou que é pau para toda obra e que a madeira é de muita qualidade. A luta, a disposição, a qualidade técnica e a regularidade desse jogador impressionam. Esse cara deve ter parentesco com Juan Pablo Sorín. Não há outra explicação. O argentino é bom de bola, mas o uruguaio então nem se fala. Giorgian De Arrascaeta. Meu coração sangra só de saber que você vai embora. O futebol brasileiro já ficou fácil para você. Que frieza para fazer gol em final. Contra o Flamengo, no Maracanã. Contra o Corinthians, na Arena. Toquinho por cima, sutil, por cima do goleiro do Tite. Tu és um gênio, um carrasco.

Nós também precisamos falar sobre o Rafinha. Como cresceu esse “menino” na reta final. Diante da ausência de Arrascaeta, ele infernizou a vida dos adversários e criou as melhores chances da Raposa. Ninguém nunca pode reclamar de falta de raça desse jogador. Ele volta, ele marca, ele corre para cá, corre para lá, morde, rouba a bola, parte para cima e sai extenuado de campo. O Pimentinha Azul foi simplesmente demais! E por último, o destaque para Hernán Barcos. O pirata usou de toda sua experiência, frieza e categoria para nos colocar na final da Copa do Brasil. E aquele chute na trave ontem? Como que pode aquilo, gente? Marcado por dois, três jogadores, ele dominou a bola, ajeitou o corpo e colocou um efeito na bola que só quem é do ramo sabe.

As peças da engrenagem são muito boas, mas alguém tem que saber fazer elas funcionarem. E esse alguém é o técnico Mano Menezes, que mesmo diante de críticas e da pressão que a nossa torcida sempre faz, manteve suas convicções, defendeu sua filosofia de jogo, ouviu de tudo um pouco e mesmo assim provou, mais uma vez, que ele sabe muito bem o que está fazendo. Gostando ou não, tem que respeitar. Estrategista, Mano guiou uma equipe que teve 100% de aproveitamento fora de casa. Isso é absurdo. Não é para qualquer um.

Que sorte a minha de ser Cruzeiro. Esse clube é gigante demais. Essa camisa é pesada demais. O hino já diz tudo: existe UM grande clube na cidade. E prova disso é que o Ezequiel tem mais Copas do Brasil que o nosso rival. Entre os clubes, não há rivalidade, há disparidade. São SEIS títulos a UM. 6×1! Não há como estabelecer uma comparação. O Cruzeiro é simplesmente a equipe com mais títulos nacionais desde 2000, com 7 troféus ao todo. Não somos o maior de Minas, somos o maior do Brasil.

Parabéns ao presidente Gilvan de Pinho Tavares pela montagem do elenco. Parabéns ao presidente Wagner Pires de Sá pela sua primeira grande conquista em seu primeiro ano de gestão. Contratação do Barcos foi certeira. Parabéns diretoria, jogadores e comissão técnica. Parabéns Mano Menezes. Parabéns China Azul. Parabéns, Cruzeiro, hexacampeão da Copa do Brasil. O único. O maior! ZEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

43 comentários em “Pediram para inserir um título aqui, mas eu tenho SEIS!

  1. Cruzeiro , o MAIOR de Minas
    a maior torcida está feliz . DUAS vitórias , calamos a midia mineira…e ganhamos o respeito e admiração da midia brasileira.
    Só há um assunto nas emissoras = CRUZEIRO , HEXA !!!!!
    Dois títulos seguidos ……..que delícia .
    Garantida a LIBERTA em 2019
    e , 62 milhões no cofre celeste , para limpar muita dívida.
    Cruzeiro CABULOSO
    6 ( seis ) que número insistente conosco ……….
    Minas é AZUL
    Hoje , o Brasil está todo AZUL
    Cruzeiro HEXA campeão ( e ainda aparece um palhaço kanil bobão…)kkkkkkkk

  2. PH,
    Me desculpe!! Eu li rapidamente, mas você não citou a importância e a frieza do Gigante Raniel!!!
    Aos Cruzeirenses peço desculpas por ter criticado o time retranqueiro e o Mano com sua tática! Reconheço e vou engolir. Mas, a digestão será muito fácil!! Assim, vou ficar em silêncio até o próximo ano!
    Eu cometi uma injustiça com todos!! Este é o Cruzeiro e este é o jeito Mano de jogar!! “O mundo inteiro teme La Bestia Negra”!! Somos Hexa!!

    1. Iria comentar o mesmo ponto sobre o Raniel. Ele foi muito importante marcando gols que deram as vitórias contra o Atlético PR e o Santos, além da assistência para o Arrascaeta contra o Corinthinas.
      No mais, outro ótimo texto do PH!

  3. Belo comentário PH, disse tudo! Vale lembrar que o Barcos foi muito criticado por fazer poucos gols desde que chegou, mas tem uma importância grande pelo seu comprometimento tático para a equipe. El Perro o Mano tem que achar um lugar na equipe para ele: técnica e garra acima de tudo! Para finalizar para o Cruzeirão Cabuloso o possível está feito, o impossível fazemos na hora, só o milagre que demora um pouco!!!!!!

  4. Que zaga espetacular essa nossa! Dede e Leo nasceram pra jogar juntos. Lucas Romero, ídolo eterno. Arrascaeta na minha visão esta lado a lado de Sorin como o maior estrangeiro celeste. TN, decisivo! Quando precisa la esta ele. Henrique Capitão que cresce demais nas decisões, Fábio nem preciso falar nada, Robinho ótimo operário, alias é um mestre de obras. Mano Menezes, comandante histórico! Aceitem, um dos maiores treinadores da história do Cruzeiro, desejo que fique muito mais tempo aqui e nos traga mais canecos. Orgulho poder carregar a constelação no peito é o sangue azul nas veias. Cruzeiro é o maior do Brasil!

  5. Pedro Henrique, muito bonito este seu Post. Eloquente, condizente com a grandiosidade da conquista maiúscula, que coroou com com letras de ouro o ano de 2018!

    Sempre fui um crítico do MANOBOL. Vou rever minha posição. Na aridez de craques, com os campos criminosamente encurtados por uma infeliz decisão da FIFA, tem-se que jogar como o Cruzeiro tem jogado. Futebol de resultados. O charme, a arte e o espetáculo é passado e não tem como voltar. Neste contexto o Mano soube conduzir nosso Time a estas conquistas em 2018: Ruralito e Copra Brasil, assegurando, antecipadamente nossa participação na Libertadores-2019, torneio este mais a CB a serem priorizados igualmente em 2019, desde que Itair não faça as contratações pífias de 2018, se redimindo assim, do valoroso dinheiro jogado no ralo.

    Faço apenas duas ressalvas ao seu belíssimo Post. Uma para discordar quanto aos elogios ao Léo: na qualidade de torcedor do Cruzeiro seu lugar é na arquibancada e não dentro de campo, pois joga na sombra do Dedé. Basta ver as falhas dele nos jogos em que o Dedé não jogou. A outra é com relação ao Lucas Romero. Este é para mim o mais profissional e exemplar atleta do Cruzeiro. Nunca teve fase técnica ruim. Joga sempre com alegria e dedicação em posições onde é escalado e dá conta do recado com uma dedicação e dignidade que nenhum outro jogador do plantel apresenta.

    Por fim, me irmano a você para ressaltar a dedicação e maturidade do Arrascaeta. Este tem sido o diferencial de atletas uruguaios e argentinos dos nossos brazucas. Aqueles vem nas pedras pelo caminho a oportunidade da superação. Os nossos, com raras exceções, desanimam antes de tentar transpô-las. Veja o Barcos, chegou, viu e venceu. Abraçou o desafio do contrato curto e se doou em campo de tal maneira que este hexa com o BI consecutivo, passou muito pelo profissionalismo deste honrado jogador.

    Nada de descansar sobre estes lauréis heroicamente conquistados. O Planejamento para LA-2019 JÁ!

    1. O planejamento para LA 2019 JÁ. Ficou provado que o time precisa ser oxigenado com jogadores mais jovens e vejam que depois da entrada no Raniel e do Arrascaeta foi aquele golaço. Sempre afirmei neste espaço a confiança neste grupo de jogadores, tudo isto considerando o nível do futebol apresentado aqui no país. Espero que já para 2019 os jogadores mais jovens tenham mais oportunidade desde os primeiros jogos do mineiro para irem pegando canja para não terem que entrarem em fogueira como este jogo contra o Vancaindo na rodada passada. Pedras presiosas precisam serem lapidadas e para isto tem que ter muito esmero. A destacar a atuação do Dedé que jogou muito e mais um pouco e posso afirmar que sem ele , seria muitíssimo mais difícil. Saudações Celestes. 6X1.

    2. Ronaldo, a destacar tbm a atuação do Dedé pois sem ele seria muito mais difícil tal conquista. Com relação ao planejamento para 2019, penso que este time precisa de oxigênação, mescla com jogadores mais jovens e isto ficou provado com as entradas do Raniel e do Arrascaeta que culminou com aquele golaço que nos garantiu o caneco. Que o campeonato mineiro sirva de laboratório desde os primeiros jogos para que os mais jovens vão se entrosando com o grupo e não entrem numa fogueira como naquele jogo recente contra o Vascaindo. Que o Fred não se sobrecarregue em jogos sequentes pelo mineiro e resguarde suas energias e musculatura para jogos mais importantes.
      Que os erros deste ano de 2018 que não foram poucos, sirvam de exemplos para que não sejam repetidos. Errar é humano, permanecer no erro é burrice, viu Mano. 6X1 – Abçs*****

    3. Co m relação ao planejamento para 2019, vale ressaltar que este time precisa ser mesclado com jogadores mais jovens e isto ficou provado com as entradas do Raniel e do Arrascaeta que culminaram com aquele golaço que cItaquerão. Venhamos e convenhamos, Dedé acrescenta e muito neste time e até acho que sem ele, ficaria muito mais difícil tal conquista. Que o campeonato mineiro sirva de laboratório (esta é nova) para que jogadores mais jovens vão se enturmando com os mais cascudos e não tenham que passar aquele sufoco que passaram neste último jogo contra o Vascaindo. PS: Não vão repetir o mesmo erro em colocarem o Fres/TN30/Dedé/Fábio….em jogos sequentes já de cara no ruralito……Errar é humano, repetir o erro é BURRICE, viu Sr. Mano. Saudações Celestes*****

  6. Parabéns, Cruzeiro!!! Foi um jogão de bola. Muita emoção. O gol do Arrascaeta fez um golaço. O VAR atrapalhou e ajudou. Agora, focar no Brasileirão e subir na tabela.

  7. – Hoje o momento é só de comemorar, pois o Cruzeiro enfrentou grandes clubes do futebol brasileiro e foi vencedor. Tive certo receio desta partida, pois todos da grande mídia televisiva queriam ver o Corinthians campeão, mas eu fiz uma análise e não tinha como perder este título. Na minha opinião o Cruzeiro tinha uma grande vantagem em vários aspectos: Elenco, treinador experiente, resultado anterior no mineirão, retrospecto de partidas fora de casa na competição e vai por aí há fora… Há lógica também no Futebol e a estratégia do M.Menezes deu certo. Espero que o Cruzeiro esteje mais forte em 2019 e conquistemos mais títulos, por ora é só comemorar:
    É CAMPEÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO !

  8. Foi sofrido! Manobol foi eficiente novamente! Difícil assistir os jogos do campeonato brasileiro com ele dirigindo ( assisto a todos mesmo assim) mas acho que alguns reforços pontuais vão resolver isso ano que vem! Feliz demais pela conquista do hexa! Mais feliz ainda ainda é ver Rede Globo, Band, Galopress mineira e principalmente SPORTV e FOX dedicarem grande parte da sua programação para falar do MAIOR DE MINAS, mesmo que engolindo seco guela abaixo e vomitando bobagens de vez em quando, mas a cada ano ganhamos o respeito e a admiração da imprensa e novos torcedores em todo o pais! Parabéns PH pelo blog e sua crônicas sempre equilibradas e recheadas de bom senso! Parabéns a todos nós cruzeirenses! Que venha 2019, a Libertadores …e o MUNDIAL para comemorarmos o centenário com orgulho!! ZERRRRROOOOOOOOOOOOOOOO!

  9. PH parabéns pelo comentário, mas principalmente por se lembrar e dar o devido crédito ao ex presidente Gilvan de Pinho, que na minha opinião fez um excelente trabalho no Cruzeiro. Parabéns Dr Gilvan! E parabéns também ao Wagner e ao Itair.

  10. Olá PH e pessoal, boa noite!

    Será mesmo que não é possível segurar o Arrascaeta? Não vale mais pagar, nem que seja, 2 milhões mensais com salários do que passar o ano gastando fortunas em busca de um atacante de categoria, que já estão tão escassos?

    Veja, um David 10 milhões e qualquer outro jogador meia boca vai receber 500 mil, o que significa um custo de 16 milhões no ano. Estou fazendo as contas muito por alto, mas não valeria a pena fazer um investimento maior para manter o craque? coisa tão escassa no futebol hoje em dia…… sem contar com o dinheiro que será jogado fora em busca de apostas para suprir sua ausência…..

    Que acha?

    Saudações Celestes!!!

  11. O CLUBE ATLÉTICO MINEIRO só tem um titulo e o Cruzeiro tem 6.
    Só que este ( UM ) foi conquistado em cima do Cruzeiro e a festa foi dentro do Mineirão.
    Então tenho certeza que este titulo do Galo tem muito mais valor que os seis do Cruzeiro

    1. Ainda que você sabe nos valorizar corretamente Valdir. Muito obrigado, por este justo e merecido elogio ao nosso Cruzeiro, inveterado ganhador de títulos.

    2. Atleticano agora conta assim: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 5+1, 7, 8, 9…. O número 6 é traumático e não faz mais parte do vocabulário deles, além de virem constantemente mudando a matemática, pois em 2014, 1 era maior que 4, em 2017 1 passou a ser maior que 5 e agora em 2018 1 é maior 6. Vai entender…

    3. Então, tá, Valdir, vamos comparar: em 2013, logo depois que vocês compraram, ops, ganharam o segundo de seus três títulos em mais de 100 anos, teve um jogo em que vocês tomaram de quatro do Maior de Minas. A justificativa foi a comemoração. Ora, o último dos seus três títulos em mais de 100 anos também foi ganho em cima de um time que comemorou no fim de semana seu QUINTO título em CATORZE anos. Ou seja, mesmas condições, mesma situação, mesmo resultado. Estranho seria se fosse o contrário.

  12. Que texto! É isso aí. Um bicampeonato gigante. Enfrentamos TODOS os “melhores times do Brasil”, os mais caros, os que jogam o “melhor” futebol”, as maiores torcidas, as camisas mais pesadas… Não tem como contestar. E um parabéns superlativo ao Mano Menezes! Atacado por todos os lados, criticado e na minha opinião, muito injustiçado. Não é só pragmatismo ou retranca, é competência. Um time organizado do início ao fim, compacto, que mesmo quando não consegue atacar mantém o adversário longe de sua área, que quando ataca leva perigo (de verdade), que mantém a qualidade mesmo com desfalques importantíssimos e que supera suas limitações individuais. Não estou diminuindo os méritos dos jogadores, da diretoria e nem da torcida, mas o que Mano faz com esse elenco é incrível, espero que finalmente ele tenha seu trabalho reconhecido.

  13. Ô PH COMO É QUE CÊ SE ESQUECE DO MENINO RANIEL, SÔ? O GAROTO MARCOU OS GOLS DE 2 VITÓRIAS FORA DE CASA, FURACÃO E PEIXE, E AINDA FEZ AQUELA JOGADA SENSACIONAL DE GANHAR DE 2 MARCADORES E ENFIAR UMA BOLA AÇUCARADA O PRO ARRASCA FECHAR O CAIXÃO DO TIMÃO. MERECE TODAS AS HONRARIAS O GAROTO. QUANTO AO MANO, APÓS O JOGO DECLAROU QUE INPLANTOU UM ESTILO DE JOGO E OS JOGADORES ADERIRAM E O ENTENDEM MUITO BEM. PORTANTO, GOSTEMOS OU NÃO FICA DECRETADO QUE O CRUZEIRO TEM UM ESTILO DE JOGO MANO MENEZES. ESTILO QUE JÁ ESTA DANDO CERTO E PODE RENDER FRUTOS MUITO MAIORES SE CONTRATAR JOGADORES TÉCNICOS E VELOZES.

  14. Bom dia Nação Celeste. Que texto hoje em PH. Está inspiradíssimo. Parabéns. Vamos comemorar pessoal. Encher o 6al1nheiro no domingo e subir na tabela do Brasileirão. Agora que já estamos na libertadores 2019, buscar uns 3 reforços para compor o plantel e partir rumo ao tri e campeão do mundo.

  15. Faltou o Raniel PH!
    Nosso centroavante criativo, rápido, jovem. Foi fundamental em diversos momentos!
    HÁ UM GRANDE CLUBE NA CIDAAADE! E MORA DENTRO DO MEU CORAÇÃO!

  16. Excelente post PH! Ser Cruzeirense é ser feliz, é poder sair nas ruas vestindo o manto celeste e ter orgulho de torcer para esse clube, o maior do Brasil, é saber que nas próximas decisões lá estaremos de novo, pois time grande é assim mesmo, é saber que somos respeitados Brasil a fora, pois somos a sombra do eixo. Parabéns aos guerreiros azuis, à diretoria e à china azul, que sempre que precisa carrega esse time nas costas. Feliz demais! Cruzeiro sempre.

  17. Bom dia Pedro!
    Dos jogadores vc esqueceu de destacar o Raniel ele foi muito importante nessa campanha principalmente no primeiro jogo contra o Santos!!!
    Abraço e bela analise

  18. Boa e justa análise, PH. Você exaltou bem as qualidades do elenco. Faltou falar do Raniel e do seu importante gol contra o Atlético Paranaense, bem como da jogada decisiva em que ele, apesar da idade, teve calma e categoria suficiente para achar o Arrascaeta disparando pela direita.

    Bom ver que o Itair e o Wagner Pires já falaram em reforços pontuais para buscar a Liberadores de 2019. Penso que devem buscar esses jogadores priorizando o quesito idade, pois o nosso time em alguns momentos pecou e perdeu jogos por falta de pernas.

  19. O Barcos foi uma contratação certeira porque, apesar dele não estar correspondendo na sua função essencial em campo, ele é um cara que sabe cozinhar um jogo, sabe a hora de aprontar em campo pra esfriar o adversario, além de ajudar muito na marcação agindo como um hibrido centro avante meio campista. Tem inúmeros casos de jogadores que passaram pelo Cruzeiro e que tinham esta particularidade mas foram queimados pela torcida, em épocas passadas, por não verem isto neles. Um caso típico foi o centroavante Edmar que jogava no Cruzeiro lá pra 84/85 mas que era sempre vaiado pela torcida por não fazer gols, mas o cara tinha uma malandragem em campo pra enervar adversários, forçar expulsão ou cartão de seu marcador ou pra fazer cera sem que o juiz percebesse que não tinha outro igual. E você sabe muito bem que numa decisão de título isto é uma arma muito benvinda. Na Libertadores em 2009 não tinhamos este jogador e o Estudiantes tinha o Veron que só veio aqui pra tumultuar a partida e pilhar os jogadores do Cruzeiro. Olha no que que deu! Tivessemos o Barcos alí naquele jogo meu filho, estariamos hoje é em busca do Tetra…

    A única bola fora que posso afirmar desta diretoria foi mesmo o Fred.

  20. Prezado Walter,

    Concordo em grande parte com seu lúcido comentário. Permito-me dele discordar quanto a bola fora da diretoria. O Fred ainda vai nos dar inúmeras alegrias. A contusão dele passou muito perto da do Dedé e hoje vemos o quanto foi acertada a paciência e persistência na recuperação deste extraordinário atleta. Em razão disto, tenho que as bolas fora foram 5: não segurar o Hudson, a contratação do Bruno Silva, do David e do Marcelo Hermes, assim como a manutenção do Manoel no Come e Dorme e o empréstimo do Digão que, ao meu sentir, é mais jogador que o Léo e o Manoel, pois zagueiros hoje nesse futebol de grande intensidade de movimentação tem que ser tipo Dedé: magro, ágil, de grande impulsão e que saiba sair jugando. Guarda Roupas tipo Manoel, Léo, pesadões, de raciocínio lento, que só sabem rebater, tipo de beque de espera em torneios amadores, não tem mais vez no futebol que se joga hoje.

    1. Realmente teve essas tranqueiras aí que nem me lembrava mais. Bruno Silva, Marcelo Hermes, Mancuelo que já soa como “manco” fora este bonde chamado Ezequiel. De fato, foram outras bolas fora. Mas é o tal negócio. Estes caras tão tão esquecidos que nem o torcedor lembra que eles ainda são jogadores do Cruzeiro rsrsrsr..

  21. Ficou mais que provado que este time “cascudo” precisa ser oxigenado para a temporada de 2019. A entrada do Raniel e do Arrascaeta neste último jogo contra o Curintia acabou culminando no golaço que calou o Itaquerão. Espero que o Mineiro de 2019 sirva de laboratório para que os jogadores mais jovens vão se adptando com o grupo e não tenha que estrarem em fogueiras como naquele jogo contra o Vascaindo. Jagadores como Fred/TN30/Fábio/…….devem serem preservados para jogos mais importantes e jogarem menos tempo/jogos para não forçarem a musculatura o que acaba culminando em contusões. Que os erros deste ano sirvam de aprendizado e não se repitam pois temos já a LA no começo do ano de 2019 e precisaremos de todos inteiros, viu Sr. Mano. Saudações Celestes *****. – 6X1 – Abçs

  22. Boa tarde cruzeirenses!
    Que bom que tudo terminou do jeito que imaginávamos. O time teve competência e fêz por merecer!
    Nos deixou muito feliz!!
    O que chateia, são as manchas que deixamos pelo caminho… Brigas, desrespeito, provocações exageradas, depredações de bens públicos e privados. Isso é selvageria, barbárie. A festa é nossa, não é de nenhum outro clube! Temos que aprender a ser grandes também nas comemorações. Ter respeito com todos.
    Fica o recado.
    Somos grandes, somos gigantes principalmente por nossos resultados, nossas conquistas.
    Parabéns à toda a nação cruzeirense!!!!
    Essa já foi para a nossa galeria!
    Vamos rumo a novas conquistas.
    Abraços

  23. O comandante do Corpo de Bombeiros de BH fez um proposta para a Diretoria do Maior de Minas comprar o caminhão que fica difícil todo ano que emprestar tal veículo. Este Cruzeirão incomoda de mais sô!!!!.. 6X1 e Abçs*****

  24. Parabéns ao Cruzeiro! Tenho que destacar o Léo, que assumiu a titularidade e vem jogando mto bem! Henrique nos últimos jogos decisivos tmb jogou mto bem, e olha que nunca gostei desse jogador! Para mim se TN 30 for embora não será uma grande perda, o cara não consegue mais correr, a idade chegou, sem falar nas bolas que perde, como no lance do penalty! Romero para mim é jogador extremamente limitado técnicamente, parece que nunca fez gol?! Porém ótimo marcador, deve ser titular no meio, nas laterais está quebrando galho, não tem nenhuma qualidade para apoiar. Robinho tmb pode ir embora, apesar do gol marcado e alguns passes precisos, não aguenta correr, anda em campo, tem rendido mto pouco.
    Barcos tem melhorado nas últimas partidas e Raniel é um bom jogador, compõe bem o elenco, não sei se pode ser titular.
    O Cruzeiro terá que desfazer de algum centroavante, não dá para ficar com tantos: Barcos, Fred, Sassá e Raniel.
    Rafael Sóbis pelo amor de Deus, tem que ir embora, não fez nada no Cruzeiro e ganhando salário bom!
    Abraços para nação azul!

  25. BOA TARDE PH .
    LENDO SEU POST MEUS OLHOS ENCHERAM DE LAGRIMAS POIS COMO É BOM SER TORCEDOR DO MAIOR DE MINAS , EU TAMBÉM COMO OUTROS COMPANHEIROS FUI UM CRÍTICO VORAZ DO MANO ESSE ANO MAS AGORA VENHO AQUI RECONHECER QUE O CARA PODE NÃO SER UM EXCELENTE TÉCNICO MAS CONHECE COMO NUNCA TER UM GRUPO DE JOGADORES NO SEU COMANDO E TAMBÉM RECONHECER QUE ESSE ESTILO DE JOGO DELE PODE NÃO SER BONITO MAS ESTÁ TANTO TÍTULOS PARA NÓS. PARABENIZAR GILVAN POR DEIXAR UM TIME PRATICAMENTE MONTADO PARA ESSA NOVA DIRETORIA E TAMBÉM PARABENIZAR NOSSO PRESIDENTE RAIZ WAGNER DE PIRES SÁ E TODA SUA DIRETORIA , COMISSÃO TÉCNICA E JOGADORES . AGORA O PARABÉNS PRINCIPAL VAI PARA NOSSA TORCIDA QUE NOS MOMENTOS RUINS E AGORA NOS BONS ESTAMOS SEMPRE JUNTO COM O NOSSO CRUZEIRO TORCENDO E COBRANDO QUANDO PRECISA .POIS EM MUITO MOMENTOS CONTURBADOS SE NÃO FOSSE NÓS TORCEDORES CARREGARMOS ESSE TIME NAS COSTAS NÓS NÃO TINHAMOS GANHADO NADA TAMBÉM ENTÃO PARABÉNS HÁ MAIOR TORCIDA DE MINAS .

  26. Boa noite Ph; será se posso postar aqui sobreo uma linda homenagem que o Mauro Betting fez sobre o Dedé; eu copiei e vou colar aqui; porque eu gostei muito….

    Levanta na área e DEDÉ! Passa, toca e DEDÉ! Chuta e DEDÉ! Avança e DEDÉ! DriblE DEDÉ! VaiE DEDÉ! E DEDÉ!!! Na ida e na volta e DEDÉ! Na decisão e DEDÉ! Apita o árbitro e DEDÉ! VAR e só assim pra tirar Dedé da área e do jogo. Não d… – Veja mais em http://maurobeting.blogosfera.uol.com.br/2018/10/18/dede/?cmpid=copiaecola

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *