Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

De olho nas Libertadores

Sub-20 da vexame na Libertadores e no profissional o Vasco está próximo do grupo celeste. (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Enquanto o jogo contra o Villa Nova não vem, a gente fica de olho no que está acontecendo por aí. Ontem, por exemplo, muita gente ficou atenta na partida entre Vasco e Jorge Wilstermann, já que um deles cairá no nosso grupo da Libertadores. E, depois da goleada que os cariocas aplicaram na noite de ontem, é bem provável que o time do técnico Zé Ricardo seja um dos nossos adversários no torneio sul-americano.

Não devemos subestimar o Vasco. O time deles possui alguns atletas experientes e um monte de garotos habilidosos e de muito potencial. Mesmo enfrentando muitas dificuldades dentro e fora de campo, o cruz-maltino está se acertando e vai dar trabalho para seus adversários na Libertadores. Penso, inclusive, que o Cruzeiro e o Vasco são os favoritos para avançarem para o mata-mata do torneio, embora eu enxergue o Racing com uma boa possibilidade também. Só na hora do “vamos ver” é que saberemos de verdade. A ‘La U’ já não me impressiona há muito tempo e eu não coloco minhas fichas nela – o que não significa que os chilenos não possam surpreender.

Uma última nota sobre o jogo do Vasco: fiquei de olho na arbitragem. Eles não marcam qualquer coisa. É bom que o técnico Mano Menezes contenha seus ânimos, pois ele poderá acabar nos prejudicando com uma eventual expulsão durante a Liberta. Ademais, os jogadores do Cruzeiro precisam estar atentos a esse estilo de arbitragem, pois se o juiz não marcar a falta, levanta rápido e volta pro jogo, amigo. Se tem uma coisa que me incomoda é quando o árbitro não marca e o jogador fica lá sentado por um bom tempo ao invés de se levantar e ajudar seus companheiros. Se não marcou, paciência, volta pro jogo. É isso.

Por falar em Libertadores, o nosso sub-20 deu vexame. Na final da Supercopa, contra o Atlético-MG, todo mundo viu que teríamos de melhorar muito para disputar a Libertadores da categoria. Fomos campeões, mas o futebol foi muito ruim nos dois jogos. Na Copinha, todo mundo já via que não chegaríamos a lugar nenhum, pois faltou qualidade à equipe. Além disso, o técnico Emerson Ávila nunca me convenceu e me parece que temos talentos individuais, porém falta um time compacto e bem treinado.

Bastaram apenas duas partidas para que a Raposa fosse eliminada da Libertadores sub-20. No primeiro jogo, contra o Libertad-PAR, Vitinho colou o Cruzeiro na frente, mas o time celeste acabou sofrendo a virada. 3×1 pra eles. Ontem, Vitinho abriu o placar de novo, mas permitimos a virada do La Equidad-COL. Zero pontos e três gols negativos de saldo. Eliminação precoce e feia. Falta, ainda, uma partida contra o River Plate-URU para cumprir tabela.

A nova diretoria optou por fazer mudanças na equipe que coordenava a base na gestão de Gilvan. Saíram Antonio Assunção, Eduardo Freeland e outros. O técnico Emerson Ávila foi mantido, mas suspeito que essa decisão se deu porque o time tinha a Copinha e a própria Libertadores por disputar e, assim, não era uma boa hora para alterar também o comando técnico. Porém, depois do vexame na Libertadores, o novo coordenador da base, Guilherme Cruz, já se reuniu com Itair Machado e com Wagner Pires para que haja mais mudanças na Toquinha. Acho que Ávila vai rodar, mas a prioridade é dar mais qualidade ao grupo de jogadores que, de fato, precisa de um upgrade.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

25 thoughts to “De olho nas Libertadores”

  1. Ora Companheiro Adílson, ele tem inspiração no INTO-CÁVEL sub-capitão Henrique. Se o titular pode jogar assim, por que o jovem da bause não pode ser qui nem, rsrsrsrsrs!

  2. Mudanças na base são necessárias, mas não adianta trazer jovens que sejam “posses de empresários”.
    Chega daquele modelo balcão de negócios, onde o Cruzeiro não tinha quase nada de lucro na venda dos atletas.

  3. O Emerson Ávila nunca foi treinador. Já está comprovado por fracassos seguidos nas divisões de base e no profissional, onde sequer conseguiu bons trabalhos em equipes do interior! Disse aqui antes que há sim 3 ou 4 bonns nomes pelo menos, mas nenhuma individualidade aparece, em times desorganizados e que só jogam pra se defender

    1. Concordo com você Andre Luiz Brasil, time muito mal treinado, com jogadores sem função tática, totalmente desorganizado, isso é péssimo para a garotada.

  4. PEDRO HENRIQUE, buenas!

    Estoi mui contento com su Post, companero, rsrsrsrs.

    Por sua posição ímpar na conduta do Blog, suas afirmações tem tamanha densidade que, a turma vai dizer amém! Assim ocorrendo, será de grande valia pra o time, diretoria e todos nós. O leite é branco e não faz mal reafirmar esta sua cor, porque só muda pela INTERVENÇÃO humana.

    Para disputar a Libertadores, dois diferenciais se impõem prioritariamente: 1º) ATITUDE de macho em cada jogada. Disputar cada bola como se fosse a ultima jogada da partida. Dai nasce a INTENSIDADE na movimentação de TODOS a incendiar o jogo : 2º) ACEITAR OS CRITÉRIOS DA ARBITRAGEM SEM RECLAMAR. Os árbitros de língua espanhola não estão nem ai para o corpo-a-corpo. Futbol, na cultura deles, é para machos e não para maricons. Se não não houve a intenção de agredir, mas sim de ficar com la pelota, siga o jogo. Prestigiam o espetáculo. Por isto, quanto mais corrido o jogo, melhor é a PARTIDA. É assim que si juega en Sudamerica e por isto argentinos e uruguaios venceram tantas Libertadores! Logo esta sua advertência além de totalmente procedente, É MUITO OPORTUNA, validíssima! Como há grande variação na qualidade técnica dos árbitros: peruanos, chilenos, equatorianos, bolivianos e venezuelanos em comparação aos argentinos, uruguaios, colombianos e paraguaios, penso que o Itair, Djian, Mano e outros já devem ter filmados as partidas então ocorridas e estabelecido os padrões de cada um destes para, nas palestras preparatórias, instruir cada jogador do grupo sobre como é o padrão de arbitragem de tais árbitros, pois mesmo dentro do critérios de deixar o jogo correr solto, há variações!

    O Vídeo-Árbitro será uma grande conquista pra inibir os diversos fatores extra campo que sempre prejudicaram muito e somente aos clubes brasileiros que sempre disputam a LA.
    Por mais este belo serviço, nossa admiração e gratidão. Tudo de bom para o Cruzeiro!

    1. Caro Ronaldo,você arrebentou no Español,é isso ai,o blog do PH é diferente em todos os sentidos.Eu estou aprendendo a língua Swahili para fazer alguns comentários aqui,kkkkk.

      1. Compannero Edgard, esta nova língua que vc está aprendendo eu não sabia da existência dela. Fiquei curioso. Pode dar mais detalhes, por gentileza?

        Até que hablamos un tico de portuñol, mientras non mucho, rsrsrsr…

  5. Também acho que a base do Cruzeiro vem a muito tempo necessitando de umas mudanças radicais, com raríssimas exceções, não vejo esta política de comprar ou buscar jogador já com 18, 19, 20 anos em outros times seja uma boa política, cadê os olheiros espalhado pelo Brasil todo que o Cruzeiro tinha em outros tempos, para mim jogador tem que ser feito desde os dente de leite como era chamados. Lógico que se tem um destaque em outro time com 20 anos aí já é para o profissional. Também não acho o Emerson Ávila bom treinador da base. Muito sem sal. Mas com certeza depois destes dois vexames: Copinha e Libertadores a Diretoria vai chacoalhar, aliás parece que já vem um do outro lado da lagoa, não sei se é bom. Sucumbe Toquinha e vamos pra alegria. Este Vitinho parece ser um excelente jogador, é só não vir com a tal desculpa de emprestá – lo para adquirir experiência, joga o garoto no meio dos profissionais e se vira, ali sim vai adquirir experiência. Vamos às Taças CruzeiroCabuloso.

  6. É só ver no YouTube Estevão William, nova jóia do Cruzeiro. Com todo respeito aos pais ou a quem divulga, o menino tem 10 anos e realmente parece ser prodígio, mas esse tipo de exposição e a expectativa em torno do garoto podem atrapalhar seu futuro. É raro esse talento hoje em dia pois os clubes por muito tempo preferiram jogadores altos e fortes àqueles que realmente são habilidosos e técnicos. O Cruzeiro desde Ronaldo Fenômeno não revela NINGUÉM!!! Agora olhemos atentos para Santos, Fluminense, São Paulo, Corinthians, esses times revelam em quantidade e qualidade. Nós só revelamos zagueiros e goleiros há muito tempo, nada mais. Chega de empresários e procuradores sugando a base da toquinha, vamos dar chance a ex atletas com capacidade de enxergar que tem talento e possa nos dar títulos e dinheiro em caixa.

    1. Meu amigo, você só se enganou ao colocar o Corinthians na lista pois o que todos de São Paulo questionam é que o mesmo ganha muitas copinhas, porém não revela ninguém. Qual o último grande jogador revelado por ele?? Jô??

  7. P.H., esse treinador dos meninos, esse tal de “Emerson Ávila” deveria ir treinar as frang6x1as, que estão sem técnico. O cara é péssimo dos péssimos! Agora desperdiçamos todo um trabalho de décadas, não revelamos ninguém, e nem o Nonoca se salvou. Que pena. Agora vamos ver na Libertadores dos grandes, é como você falou, todo cuidado é pouco, e já vamos começar na Argentina contra os “Los Ermanos” e não podemos perder não, senão já era, será muito difícil consertar, porisso o MM já tem começar a preparar uma verdadeira Zaga, com “Dedé e mais um” Não podemos ficar com Léo e Manoel, São fracos. Agora com Dedé, ai qualquer um dos outros vai se sair bem. Abraços pessoal, e que não haja decepção também na Libertas dos grandes. Vai Raposa Astuta. Cuidado Mano!

  8. É MUITO ESTRANHO, POR EXEMPLO, O EMPRÉSTIMO DE TONI ANDERSON AO GRÊMIO. ORA, SE O GAROTO SAI DA BASE, TEM DE IR PARA OS PROFISSIONAIS PRA IR SE ADAPTANDO AO ESTILO DE JOGO DO TIME, COMO ESTÃO FAZENDO COM NONOCA. CEZINHA, UM DOS POUCOS GAROTOS VERDADEIRAMENTE HABILIDOSO DA BASE ATUAL, ESTA SENDO QUEIMADO POR EMERSON ÁVILA. O GAROTO SEMPRE SE DESTACOU DESDE O SUB 15 E AGORA ESSA JÓIA PODE SE PERDER SE NÃO FOR MELHOR TRABALHADA. BASE É PARA REVELAR E NÃO PARA ENTERRAR GAROTOS BONS DE BOLA.

  9. Ô MEU POVÃO AZUL, ATÉ AGORA,15/02, ÀS 20:45, SÓ FORAM ADQUIRIDOS 26.000 INGRESSOS PARA O JOGO CONTRA O VILA. CONVENHAMOS QUE PARA OS PADRÕES ATUAIS DESSA TORCIDA FANTÁSTICA É MUITO POUCO. ENTÃO FICA ASSIM, BORA LÁ PARA OS 40 MIL, QUE É O NOSSO PADRÃO ATUAL. E SEM GALINHA, DIGO, TORCEDOR FANTASMA.

  10. JÁ FALEI UMA VEZ E VOLTO A REPETIR, COM OS JOGADORES QUE O CRUZEIRO TEM, O MANO DEVIA TENTAR JOGAR COM UM LÍBERO. DA FORMA COMO ELE ESCALA O TIME, FICA SEMPRE UM BURACO NAS COSTAS DA ZAGA E O FÁBIO VEM FAZENDO MILAGRES EM TODOS OS JOGOS.

  11. PH, ainda sobre a Libertadores, pois falar que não temos sub-20, a esmagadora maioria dos participantes já estávamos consciente disso. Anda bem que a direção viu isto a tempo e tomará os devidos providenciamentos, como dizia Odorico Paraguassú às irmãs Cajazeiras

    Assisti a quase todos os jogos dessa Pré-Libertadores pela TV e umas 3 rodadas do Campeonato Argentino da primeira divisão deles. O que notei em todos os jogos vistos foi o seguinte:

    1 – Uma correria desenfreada, disputam cada jogada como se fossem morrer!
    2 – Marcação implacável! É parar para pensar um pouquinho, para dar um drible, chegam 2 e até 3 adversários em quem está com a bola, pois a intensidade é imensa!
    3 – Não há bola perdida em lugar algum do campo, e muitos gols acontecessem nas prorrogações;
    4 – A marcação é avançada, começa na saída de bola dos adversários. Qualquer roubada ou erro de passe, o contra-ataque é fulminante e quase sempre resulta em gols;
    5 – chutam de qualquer distância e, quando de longe, procuram desviar a trajetória para enganar os goleiros.

    Não há craques. A maioria dos times possuem jogadores medianos para medíocres. Estes, embora tecnicamente limitados, jogam com garra, disposição e muita luta .

    O melhor argentino disparado é Independiente. Jogam num 4-4-2 com variações para 3-5-2, pois tem um meio campo super habilidoso. Só o numero 5 marca e os outros criam, atacam e trocam de posição o tempo todo. O Boca, embora líder, não vai bem. Time em formação ainda e cheio de protegidos do técnico Squelotto. A estrela da Companhia é o Tevez que não está em boa forma. O River, vai mal também, porque em formação. Investiu 35 milhões de dollares, mas ainda não deu liga. Depois do Independiente, quem está melhor é o Racing. Jogam trocando passes longos com rapidez, tem boa defesa e atacantes habilidosos no confronto direto, quase iguais aos do Indepiendente. Se jogarmos com ATITUDE e velocidade, temos enorme chances de ganhar lá, porque a defesa deles ainda não se ajustou ao novo técnico que é muito exigente e astucioso.

    O Nacional do Uruguai joga com uma raça incrível e privilegiam os toques rápidos e longos, com constantes viradas da bola. Surpreendeu a Chape e o Banfield, ambos nos campos adversários.

    Dos times colombianos só jogos do Junior de Barranquilla. Tem jogadores habilidosos porém individualistas demais. Parecem carentes de afirmações pessoais. O técnico é novo e por isso está num momento de transição também. O elenco é bom. Chilenos, paraguaios (Olympia uma decepção), Bolivianos e Venezuelanos não apresentaram nada a chamar atenção.

    Não sou técnico de futebol, não tenho e nunca tive tal pretensão. Fiz este relato na linha do presente Post. Contribuir com informações. Chamar a atenção da turma para uma realidade dura que vamos enfrentar e depositária das nossas maiores esperanças em 2018: o TRI DA LIBERTADORES!

    1. Por isso que venho falando que o Léo pra libertadores é fraco, não consegui antecipar bolas alçadas na área e no combate direto do adversário, é muito lento, além disso é afobado pra cima do atacante, as vezes tentando segurar. Na libertadores com certeza se fizer isso vão marcar pênalti. Temos que torcer muito para o Dedé volte bem.

    2. Parabéns Ronaldo Andrade! Brilhante análise, que muitos jornalistas/comentaristas/palpiteiros, principalmente do eixo, não comentam ou fazem estas análises. Isso é uma baita contribuição para o MM montar a equipe. Brilhante análise.

  12. Tá certo,se o juiz não marcar,levanta sacode a poeira e volta rapidinho pra defender essa camisa multi- campeã.A arbitragem estrangeira é diferente e tem que assimilar,senão é passo pra traz mesmo.Concordo que o Vasco está surpreendendo,fico feliz pelos meus amigos Vascaínos,mas já avisei que quando a gente “trombá”,é ferro na boneca sem dó.Esse grupo do Cruzeiro,agora com o Vasco 99% lá,virou um diabo dum grupo da morte,mesmo a LA U sendo freguesa,ainda é um time de qualidade e perigoso,mas confio no Cruzeiro para passar de fase.An upgrade is very much needed for our youngsters to succeed,enough is enough and heads must roll.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.