Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Colhendo os frutos que plantamos

Bom momento do Cruzeiro não é fruto do acaso. Estamos colhendo os frutos que plantamos. (Foto: Marcelo de Jesus/Gazeta Press)

O clima no Cruzeiro é o melhor possível. A equipe começou bem a temporada, a diretoria está atendendo a muitas demandas do torcedor e há uma sinergia, uma simbiose muito positiva entre o clube e seus adeptos. Tudo isso está acontecendo porque nós estamos colhendo alguns bons frutos e teremos outros para colher no futuro. Embora seja clichê, é válido dizer que a manutenção do elenco e a confiança no trabalho de Mano Menezes são os principais elementos que justificam nosso bom momento.

Mas antes de tudo isso acontecer, tivemos duras lições em nosso caminho. Ainda me recordo da triste imagem do técnico Marcelo Oliveira sozinho na sala de imprensa se despedindo dos jornalistas. Naquela época, a diretoria havia negociado as principais peças do elenco bicampeão e ignorado os pedidos insistentes de Marcelo por reposições. O problema ali estava longe de ser o comando técnico.

Veio o ultrapassado Vanderlei Luxemburgo. O time já era limitado, e o novo treinador achou melhor reduzir os treinamentos. Houve uma melhora momentânea, que costuma acontecer quando os clubes contratam um novo técnico, mas logo vimos a barca afundar. A nau celeste estava cada vez mais sem rumo. E o presidente também. Não deu o braço a torcer e só demitiu o Luxa depois de muita aclamação popular. E no meio disso tudo ainda tinha os Tinocos, Benecys e Scuros da vida. Naquele momento eu temi muito a queda do gigante.

Só que graças às forças do universo e da China Azul, que teve de deixar suas diferenças de lado para ajudar a tirar o Cruzeiro daquela situação, nós saímos daquela situação. Não foi fácil. Tivemos que errar de novo até encontrar o caminho certo. Um dos erros foi a insana efetivação de Deivid – ok, na época teve gente que achou que poderia dar certo, mas logo nos atinamos que aquele era a primeira experiência dele como treinador e num clube gigantesco como o nosso – e, mais tarde, a aposta em Paulo Bento. Esse “erro de português” estava na cara, pelo menos pra mim. Difícil técnico estrangeiro dar certo no Brasil. Não pelo fato de serem estrangeiros, mas pela nossa cultura imediatista e pela própria falta de intimidade dos que vêm de fora com o mercado brasileiro, com o calendário brasileiro e outras coisas mais.

A gente penou muito para chegar aonde estamos agora. Foi preciso deixar as mágoas com o Mano de lado, apostar no projeto dele, repensar a nossa própria filosofia de trabalho, colocar a casa em ordem e deixar as coisas acontecerem. 2016 foi difícil. Mesmo sob o comando do Mano, houve momentos em que pensamos que não ia dar. Em 2017, já com gente de peso como Ábila e Sobis, por exemplo, chegamos a empolgar em demasia. Quebramos a cara. O elenco não era tão bom assim. Tínhamos nossas limitações. Elas se escancararam durante a temporada. Tivemos problemas, lesões, crises, desconfiança e quase jogamos o trabalho no lixo de novo. Mas a diretoria bancou o Mano. E o resultado disso foi o título heroico da Copa do Brasil.

Planejamento e filosofia. Se tem uma coisa que aprendemos é que é necessário abraçar essas duas coisas. O próprio Grêmio do Renato Gaúcho não me deixa mentir. Eles fizeram o projeto Libertadores e tiveram êxito. Agora, o Cruzeiro também vai em busca desse objetivo. Às vezes é necessário dar um passo atrás para dar dois passos à frente depois. Aconteceu isso com o Cruzeiro. E é por isso que hoje estamos gozando do nosso bom momento. E que os ventos continuem soprando a nosso favor.

Seja sócio do futebol do Cruzeiro Esporte Clube!

 

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

46 comentários em “Colhendo os frutos que plantamos

  1. PROJETO E O PLANEJAMENTO PARA 2018, ESTÁ LANÇADO, COM A NOVA DIRETORIA, E O APOIO DOS 9 MILHÕES DA FAMILIA CRUZEIRENSE, A CHINA AZUL A FAMÍLIA CELESTE. A UNIÃO E A FORÇA DOS CRUZEIRENSE E AOS ATLETAS E A COMISSÃO TÉCNICA. NO MÍNIMO 50 MIL PAGANTES NO CLÁSSICO CONTRA O AMÉRICA NO DOMINGO/.04/02.
    QUEREMOS E A LOTAÇÃO E O RECORD MÁXIMO DA CAPACIDADE TOCA 3, DEVE SER DE 60 MIL O PÚBLICO. QUERO CALAR A IMPRENSA DE SÃO PAULO. LOGO APÓS O TERNIMO DO JOGO. NAÇÃO AZUL INVADE O MINEIRÃO/ TOCA 3.
    FILOSOFIA DO MANO MENESES E DE PURA COMPETÊNCIA NO COMANDO. JÁ PROVOU EM 2017, NA CONQUISTA DA COPA DO BRASIL. SEM A CONFIANÇA DA CHINA AZUL. E SUPER TÉCNICO NIVEL DE SELEÇÃO. ( TITE E MANO ) NIVEL FORTE EM QUALQUER CLUBE. SABE LIDAR COM ELENCO. E MOTIVADOR E QUIETO IGUAL O MINEIRO, TRABALHANDO EM SILÊNCIO, E COM A SUA FILOSOFIA DE TRABALHO ENTRE AS 4 LINHAS, E SABERÁ LIDAR COM OS 34 ATLETAS ELENCO NO CRUZEIRO.
    NOSSO COMPROMISSO DA CHINA AZUL E AUMENTAR AOS SÓCIO TORCEDOR . E A CADA JOGO QUEREMOS E A LOTAÇÃO MÁXIMA DO MINEIRÃO/ TOCA 3. APOIAR E ULTRAPASSAR OS 150 MIL SOCIO-TORCEDOR.ATÉ DEZEMBRO/18, E COM A CONFIANÇA E UNIDOS, E JUNTOS NAÇÃO AZUL E A NOVA DIRETORIA, FORTALECER AS FINANÇAS, DO CRUZEIRO COM APOIO DA FAMILIA CELESTE. E JUNTOS E UNIDOS, O ELENCO DO CRUZEIRO SERÁ MAIS FORTE EM 2019. JOGAMOS JUNTOS! SOMOS LOUCO! SOMOS CRUZEIRO.
    AJUDAM AO CRUZEIRO, A LOTAR O MINEIRÃO A TOCA 3, CONVIDAM NAS REDES SOCIAIS E A ARMA DAS NOTICIAS E O WHATZAAP.A CADA TORCEDOR DO CRUZEIRO, TEMOS QUE MOVER E MOTIVAR ESSA IMENSA TORCIDA CELESTE. BUSCAR ESSE APOIO DE 9 MILHÕES DE CRUZEIRENSE, ESPALHADOS NO BRASIL E NO EXTERIOR. JOGAMOS JUNTOS! , ELENCO MAIS FORTE DEPENDE DA FAMILIA CELESTE. A CHINA AZUL E O MAIOR PARCEIRO DO CRUZEIRO.
    BONS FRUTOS! QUEREMOS COLHER! CRUZEIRO! ZEIROOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!

    1. Me permita te dar um conselho. Não use letras em caixa alta para escrever todo o comentário. Dá até dor de cabeça tentar ler o comentário todo.

  2. Excelente reflexão, acho que é o momento de invocar o nosso fechado com o Cruzeiro e irmos em busca de grandes conquistas. Vejo a diretoria que começou com tanta desconfiança fazendo um bom trabalho e sendo bem mais transparente que a anterior. Agora é continuar a apoiar este time, que se mostra bem unido, focarmos no sócio e na presença constante ao estádio.

  3. Na mosca PH,tiro no pé atrás de tiro no pé,é claro que nós cruzeirenses, pelo amor ao nosso Gigante, mesmo desconfiados, nos achamos na obrigação de acreditar em decisões que podem dar certo ou não.Agora no momento,talvez pelos altos e baixos recentes,muitos de nós decidimos a não acreditar na nova diretoria.E foi o contrario desta vez,a diretoria está certa e nós fomos errados em não acreditar,temos que admitir que o tiro no pé desta vez é nosso.O importante é que o Cruzeiro está caminhando em longos passos para o sucesso,alguns podem dizer que não enfrentamos times fortes ainda,mas se os mesmos olharem com atenção,eles vão ver que um trabalho muito sério e profissional está sendo executado no Cruzeiro, tanto no campo quanto na administração.PH,infelizmente os blogs do Globo esporte.com foram cancelados,e junto deles vai o excelente blog do Bellini e João Chiabi,então vi alguém comentando lá a respeito do seu blog” NÓS SOMOS CRUZEIROS”,que seria uma boa alternativa para os comentaristas de lá.Creio que a escolha deles para migrar para nosso blog, é uma boa ideia.

  4. Prezados, estamos apenas inciando o ano de 2018 e é bom lembrar que os jogos do campeonato mineiro são quase jogos treino de pré-temporada. Sem dúvida, temos condições e organização para colher melhores resultados que nos últimos anos, principalmente 2015/2016. Mas não será tão fácil quanto muitos possam imaginar. Mas que apoio do torcedor é fundamental para energizar a equipe e influir nos resultados não tenho dúvidas; pelo que temos visto, a china azul está disposta a seguir lado a lado com o time. Isso é um trunfo que o Cruzeiro conquistou e não deve desperdiçar.

  5. Boa noite PH !
    Gostaria de saber qual o tempo hábil para a gente postar algum comentário no blog ” Nós somos Cruzeiro “. Entendo que o espaço é concorrido , mérito da credibilidade conquistada, e não dá tempo de você apreciar todos os comentários.
    Muito provavelmente ,existe um momentoe em que você se vê obrigado a encerra às leituras.
    Por algumas vezes fico aguardando pela moderação do comentário , talvez até porque postei no prazo espirado. Como saber até quando se pode postar um comentário sobre o assunto em questão ?
    Em tempo, por algumas vezes tentei me posicionar sobre o dinamismo , agilidade e poder de negociação da nova diretoria do Cruzeiro e não tive sucesso.
    Será que não foi aprovado pela moderação ?

  6. olá, sou torcedor do Cruzeiro desde os tempos em que Dirceu Lopes, Tostão, e demais jogadores do azul estrelado jogavam ainda no Cruzeiro. Costumo ler os seus artigos e o admiro pela simplicidade, dedicação e amor pelo time que eu também vanglorio. Moro em Brasília desde 1974 quando cheguei e arrumei emprego por aqui, mas minha família continua morando em BH. Sempre que tenho oportunidade vou visitar os meus parentes mas não deixo de acompanhar os jogos do Cruzeiro. A minha mulher uma vez no dia do meu aniversário fez uma surpresa para mim preparando um bolo com o escudo do Cruzeiro. Foi demais. Bom, um grande abraço. Tudo de bom para você.

  7. Tomara que jogadores, dirigentes, administradores e todos que fazem parte do Maior de Minas estejam confiantes e entusiasmados igual a nós torcedores que em pouco tempo estaremos comemorando títulos. Avante Cruzeiro.

  8. Sem dúvida que a manutenção do elenco e do técnico, junto com as contratações que fizemos a tendência é da colheta de bons frutos. Confio muito neste grupo para que possamos matar um leão a cada dia o que não é nada fácil. Muito trabalho, união e objetivos são as receitas para uma grande colheta e isto depende do planejamento para todo o ano e a dosagem do fôlego é essencial para esta longa caminhada para o sucesso. A diretoria devera ainda enxugar este plantel para facilitar o trabalho da comissão técnica. Só de Rafaeis aí tem uma reca, com exceção do galeirão que deve permanecer pela sua experiência de grupo. O mais importante nesta fase de “pré-temporada” é este revezamento quem vem sendo feito para que os 11 se definem até a estreia da Libertadores. Creio que novas “peças” ainda ganharam espaço neste time e isto só vem acrescentar. O mais importante é que tenham suas chances e que elas sejam aproveitadas em prol do grupo. Que tenhamos 18/20 jogadores aptos para envergarem este manto tão respeitado em toda a América para ganharmos o mundo. De um sonho poderemos acordar..Cruzeiro sempre

  9. Parabéns pelo ótimo texto PH, resumiu tudo que nós cruzeirenses passamos nos últimos anos, do sufoco do quase rebaixamento até a gloria do Penta Campeonato da Copa do Brasil. Agora com a nova diretoria arrumando a casa em ordem, salários em dia, contratações pontuais, dispensa/empréstimo/venda de jogadores que nem deviam vir para o MAIOR DE MINAS ou as eternas promessas, tem tudo para ser um ano que grandes conquistas.

  10. Realmente meu caro P.H. estamos colhendo bons frutos, e vamos continuar nessa toada até o final do ano. Cruzeiro forte, faz parte de um planejamento em que lidar bem com os credores, inclusive com a Minas arena, pagando o que deve e mesmo com pouca grana saber administrar os lucros com o sócio torcedor e as rendas na toca 3; E com relação ao pagamento da multa do Fred, se for o caso, deve-se pagar no Processo Judicial, por que as frang6x1as folgadas estão devendo até as calças e não querem que ninguém fique sabendo. Muito bem Raposa Astuta, vamos aos títulos.

  11. Olá Pedro, só queria fazer um comentário: concordo que deve ser difícil um técnico Europeu se dar bem no futebol Brasileiro. Mas a contratação de Paulo Bento se deu num momento especificamente terrível, em que:

    1. O clube fazia 2 jogos por semana;
    2. O elenco era terrivelmente limitado, e;
    3. Era maio, um mês conturbado no calendário do futebol e cheio de especulações por conta da janela de julho.

    Creio que talvez ele devesse ter vindo logo em janeiro — e houve esta possibilidade — em vez de efetivar o Deivid (esse sim, arrogante até no jeito de falar como o mestre dele, o Luxembrugo que faz mais projetos que arquiteto barato.)

    Só que o problema principal não é idioma, sotaque, nem propriamente cultura: é a ética de trabalho — um termo muito pouco conhecido dos Brasileiros. Por “ética de trabalho” entende-se não a conduta moral do indivíduo (ser “correto” ou “honesto”, valores que obviamente devem ser cultivados), mas um conjunto de hábitos que reforçam a capacidade produtiva do indivíduo. Não se trata de ser uma “máquina de produzir capitalista e malvada” — ascepção burra e errada do termo, mas ser diligente, sério, competente e efetivo.

    Nas conversas que o Superesportes teve com jornalistas Portugueses quando ele foi contratado, o que mais se frisou foi a ética de trabalho de Paulo Bento. Muito se falou na época do quanto ele era estudioso e não gostava de aparecer. E isso se confirmou assim que ele chegou.

    Mas a “ética de trabalho”, em seu sentido mais positivo, é quase que uma aberração na cultura latino-americana — e pior ainda no Brasil, dói-me dizer. A rotina de treinos foi mal recebida pelos atletas (incrivelmente bem-remunerados); a equipe dele foi mal recebida pelos “profissionais” da Toca da Raposa, que os acharam “arrogantes” por já vir com várias metodologias traças em vez de conversar com os que estavam aqui (coisa para a qual não havia tempo hábil e, francamente, o que os “profissionais” Scuro e Delamore teriam pra dizer a ele?); a imprensa não pegou no pé logo de cara, mas os “grandes” profissionais que temos aqui faziam perguntas infantis e desparatadas que ele só respondia por educação; e o pior, a disciplina tática que ele pregava parecia ofensa aos “gênios da bola” Élber, Sanchez-Miño, Fabrício, Lucas e companhia, que achavam que era só usar a “ginga” do Brasileiro que tudo se resolvia. Era assim nos tempos do Garrincha, hoje não é mais — que nos diga o Brasil e Alemanha de 2014, que só terminou em 7 por piedade extrema dos alemães.

    Infelizmente, vivemos numa cultura da mediocridade absoluta em que — para piorar o que já é ruim, o “esforço” é considerado uma coisa ruim, errada, feita apenas para os outros e sinal de burrice. Vivemos numa cultura onde o que se deseja é ganhar tudo sem ter que fazer nada; ter os benefícios sem dar a contrapartida; ter o lucro sem ter que produzir. O bom mesmo é arrumar um emprego na base do amigo-do-amigo-do-amigo pago com dinheiro público, com turno de trabalho de 6 horas (mas que dá pra chegar um pouquinho depois e sair um pouquinho antes!), 45 dias de férias por ano (mais carnaval, Natal, Ano Novo e Semana Santa, porque ninguém é de ferro!), férias-prêmio a cada 5 anos, auxílio-moradia, refeição subsidiada, creche gratuita pros filhos, comida à kilo em restaurante reservado por R$ 12/kilo incluindo Salmão e outras iguarias, e não ter que produzir NADA de muita qualidade, nem cumprir prazos, nem metas. Tem um rio de gente com estes empregos aqui em Brasília. Mas quando eu ando pelo resto do Brasil, nas empresas pequenas ou grandes, ganhando muito ou pouco, vejo quase todo mundo com a cara no celular, falando da vida alheia e produzindo quase nada.

    E aí você vê um jogador medíocre que ganha 300 mil Reais por mês se sentir ofendido em ter que cumprir as ordens do “Portuga” e que acha um abuso treinar 5 dias por semana. Bom era o Luxemburgo, que era “legal” e treinava só 3 dias em meio-período. Bom era o Joel “paizão”. Porque “chefe” ou qualquer pessoa que gerencia e cobra resultados é sempre um “babaca”, “tirano” e capitalista malvado.

    Não estou aqui louvando o Paulo Bento. Ele certamente não é Guardiola. Mas concordo com você, a chance de dar certo era mínima. Ele até tentou com o elenco perneta que tinha em mãos, e por uns momentos o Cruzeiro deu esperança de que ia ser o primeiro clube do Brasil a fazer a transição do amadorismo para o profissionalismo.

    Daí o Mano Menezes foi mandado embora da China (por incompetência), e… VAMOS CORRER ATRÁS DELE, porque ele é “legal”e “amigão”. E assim como o político que “rouba mas faz”, ele ganhou a Copa do Brasil. O time jogou mal o ano inteiro, e inclusive 2017 — com pré-temporada, TN30 e tudo o mais.

    Concordo que o time até que está jogando bem, está empolgando, o elenco está melhorado, a diretoria está surpreendendo, Marco Antônio Lage (que conheço pessoalmente desde 1993) é realmente um monstro na comunicação e Marketing, e a “sinergia” realmente está aí. Nos resta “deixar a mágoa” com Mano Menezes de lado e torcer para que os ventos “soprem a nosso favor”.

    Mas não nos esqueçamos que:

    a. Benecy ainda é funcionário do Cruzeiro;
    b. Compramos um jogador desconhecido de 12 milhões por “exigência” do empresário do De Arrascaeta (e estamos devendo ainda!);
    c. Vamos dar 10 milhões ao arqui-rival que nos roubou o Leonardo Silva e saiu sem pagar um centavo, e que;
    d. 25% da renda do jogo do próximo domingo vai pra uma conta judicial porque o Cruzeiro, presidido por um jurista, conseguiu perder TODAS as ações na justiça nos últimos anos (incluindo o atleta acima).

    Assim, nem Paulo Bento, Guardiola, Simeone ou Van Gaal vão dar certo no Cruzeiro — ou em qualquer time do Brasil.

    (Desculpe, meu comentário virou testamento!)

      1. Obrigado, Repolho. A questão é ampla e muito profunda, e o futebol apenas ilustra isso — de maneira triste, diga-se de passagem…

        Faz sentido morar na 9a economia do mundo, ter a 12a maior carga tributária do planeta e ter a 76a educação (logo atrás de MADAGASCAR) e ocupar a 82a posição no ranking de capital humano — uma espécie de medida da competência geral das pessoas — do Forum Econômico Mundial (atrás do PARAGUAI e BOLÍVIA!!)??

        Daí você acorda e vê o Sr. Itair Machado passando o chapéu e mendigando sócio-torcedor na TV e de tarde descobre que o Cruzeiro vai PAGAR para o Fabrício jogar no Vasco.

        Aí estes dados acima passam a fazer todo o sentido.

        1. Mercelo F., nosso ilustre companheiro!

          Achei seu comentário um show! Rico de conhecimento, coerente, alegre, fácil de ler, de verdades contundentes em todas as nuances discorridas. Parabéns!

          Penso que se o Blogueiro fosse de outro nível vc e muitos de nossos companheiros jamais devotaríamos a este minifúndio virtual a fidelidade presencial que a devotamos. Realmente o PH é um BLOGUEIRO mesmo!

          Gostei tanto de sua manifestação que a copiei integralmente para arquivo em meus alfarrábios. Ser cruzeirense destas agradáveis recompensas também! Receba também nosso fraternal abraço. Salutti Celesti!

          1. Salutti, Ronaldo! Você sempre privilegia o blog com seus brilhantes comentários e argumentações sempre bem fundamentadas e coerentes.

            E como você diz, o PH aglutina pessoas mais sensatas e menos beligerantes no blog dele, mérito de sua própria senzatez e capacidade.

            Abs,

            MF

    1. Concordo em numero e grau com vc, Marcelo. Realmente o portuga foi queimado, mas mesmo se viesse no começo do ano, não daria certo. Brasileiro não gosta de cumprir ordens, e sempre q pode e acha um barranco, escora. Vemos um exemplo aqui no Brasil com o Rogerio Ceni no SP. Não gosto da pessoa Rogerio Ceni, mas ninguem pode falar q esse cara não é competente no que ele faz. E tentou implantar no SP um perfil europeu, q não funciona aqui. E aí vemos nossos principais jogadores indo pra europa com 19 anos, e aqui so sobrando os medianos e os fim de carreira. Pra ver a diferença do futebol brasileiro com o europeu, so ver as finais de mundial de clubes nos ultimos anos. Acho q o futebol brasileiro precisa ser repensado, mas mudar muito assim é dificil. Não sei se essa diretoria realmente vai fazer um grande trabalho por 3 ou 6 anos, afinal no primeiro ano precisam mostrar serviço. Mas me preocupo muito com as finanças do clube, q ta devendo muito e continua se endividando. Espero q mantenham por muitos anos o Marco Antônio Lage, q é muito, mas muito competente, e foi a melhor contratação da diretoria atual (falo isso desde o inicio), e q façam uma limpa nesses dinossauros q estão aí so mamando no clube: Benecy e outros, peguem seus chapéus e vão pescar pq ja passou da hora de aposentar. Faça esse favor pro nosso time, se vc realmente é torcedor. Em relação aos contratos loucos feitos pelo Sr. Gilvan, nem comento mais. Não vale a pena discutir. Abraço.

    2. Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário. “George Orwell”. Engolimos de uma vez a mentira que nos adula e bebemos gota a gota a verdade que nos amarga.
      “Denis Diberat”. Agora esperar que os ventos “soprem a nosso favor”, não ira fazer a transição do amadorismo para o profissionalismo. Saudações Celestiais. Abçs

      1. ” Agora esperar que os ventos ‘soprem a nosso favor’, não ira fazer a transição do amadorismo para o profissionalismo.”

        Não vai mesmo. Por isto escrevi aquilo entre aspas, foi ironia da minha parte.

        E o nosso amado George Orwell bem disse que o “conceito de verdade objetiva” estaria desaparecendo do mundo, e que “as mentiras passarão à história.” Taí o Mano Menezes que não o deixa mentir.

        Saudações!

        1. Nossa, o nível dos comentários tá muito nivelado por cima….Por esse e por outros motivos este é o melhor blog sobre Cruzeiro.

          Prbns glr, alto nivel de cultura.

          1. Blogueiro sensato e inteligente = blog de alto nível.

            Blog do Cruzeiro tem um monte, PH. Mas nós estamos aqui por SUA causa.

            Abs,

            MF

          2. PS: e até na “zoeira” você dá show. Aquela de passar a taça de campeão do Gelo no cotovelo foi nota 10!

            🙂

  12. Quando dizem por aí que o perfil de torcedor está mudando, eu penso que existem dois: aquele que está satisfeito com o time e aquele que nunca está satisfeito. Bom, que a China Azul é exigente isso é fato, mas se suportamos 2015, 2016 e 2017( com muito lucro) creio que time e torcida estão maduros e conscientes com o que pode se realizar em 2018. O que tem me agradado é o futebol que o time joga hoje. Mesmo não concordando com aquela filosofia muito defensiva e com toques de lado como o treinador gosta, fomos campeões com um time pior que temos hoje. Então podemos sim sonhar, mesmo com a implicância que tenho a filosofia do treinador, mas afinal no Brasil qual treinador é melhor? Então vamos curtindo cada vitória e vivendo cada campeonato por sua vez.

  13. Quanta cara de pau. Cara passou o ano pedindo a cabeça do mano…comentaristas cornetas desse blog: se fosse por vocês mais da metade desse time pentacampeão não estaria lá. Mano, Léo, Henrique e Fábio então foram massacrados. Agora vem me falar de que torcida comprou a proposta do mano???? Kkkkk ok…cara vc nem comemorar gols contra o Vasco tava comemorando. Torcida inteira pedindo a cabeca dele, rafael no gol e expulsar o leo da toca, entre outros. Agora vem falar que a manutenção do elenco e do técnico foram importantes? Kkkkk que cara de pau…já já 5 resultados negativos já começa tudo de novo, vaias, perseguição e corretagem pra todo lado. Bando de falso. Depois ainda tem a cara de pau de comemorar títulos (BR 13 e 14) e (CB17) quando no começo dos trabalhos desciam o pau em tudo e em todos. Saudações aos verdadeiros cruzeirenses que não torcem de acordo com o resultado.

  14. O elenco melhorou muito!…Seja pela “dispensa” de jogadores medíocres —- de fora ou eternas “promessas”(V. Élber e Álisson) —-, seja pela contratação de outros bons jogadores e a manutenção da base de 2017 (a menos da lamentável perda do Hudson). Temos um bom elenco! E temos um bom técnico, sim! O que me preocupa, no entanto, são duas posições : a zaga-central e a posição de primeiro volante. Espero errar, mas Léo na zaga e Henrique na volância me dão arrepios, quando os vejo no time enfrentando as fortes equipes adversárias da Libertadores. A despeito dessa desconfiança, só nos resta torcer pelo lado positivo : que eles possam estar à altura dos ótimos companheiros de time, como Thiago Neves e Fred, e que o Cruzeiro traga o tri da Libertadores e o Mundial!…

  15. Tenho muito pouco a falar, mas vejo gente que demonizou o Mano e pediu a saída, se a diretoria tivesse atendido a estes pedidos,certamente não teríamos vencido a Copa do Brasil, sim foi o Mano que motivou o time a ganhar a Copa, não tínhamos a melhor equipe, não tínhamos o melhor elenco, não tínhamos os maiores investimentos, o que tínhamos e temos é o melhor técnico e isto levou a esta conquista.

    Daqui a pouco se vier alguns resultados negativos, vão pedir a cabeça do Mano de novo. Esta é a visão da maioria dos comentaristas, infelizmente

  16. SE HÁ UMA PERGUNTE PARA A QUAL NÃO CONSIGO ACHAR UMA RESPOSTA SATISFATÓRIA E CONVINCENTE É: COMO E PORQUE GILVAN BANCOU MANO NO CRUZEIRO APÓS AQUELA CATASTRÓFICA DERROTA NA SUL AMERICANA DE 2017? A MULTA CONTRATUAL ERA MUITO GRANDE? NÃO TINHA OUTRO NO MERCADO? NINGUÉM QUERIA ASSUMIR O TIME?

  17. PH, vc é fera. Diz a realidade e não inventa. Parabéns. Com pés no chão vamos conquistar tudo o que for possível este ano. Cruzeirão!!! Obs: Gostaria de ver o Marcelo de Oliveira novamente no comando do time algum dia. Conheci ele pessoalmente e é uma pessoa ótima, além de ter montado um time fantástico.

  18. Ótimo comentário Marcelo F! Concordo e assino embaixo. Além disso, meu caro PH também quero deixar observações sobre seu comentário sobre a saída do Marcelo Oliveira. A forma como saiu realmente foi muito deselegante, fato. No entanto, o erro foi mantê-lo após o bicampeonato, inclusive com um belo aumento salarial, ao qual fez jus durante meses ainda, após sua saída! O bicampeonato foi ganho pelos jogadores, graças aos diversos líderes que tínhamos dentro de campo! Tanto que a à reta final foi a fórceps! O treinador já não tinha mais ideias pra forma de jogar e não usava a qualidade do elenco pra fazer o rodízio e garantir o Brasileiro é a Copa do Brasil. A maior prova é a final contra as frangas, quando a estratégia correta era usar um time reserva (que teria Ceará, Manoel, Nilton, Tinga, Júlio Baptista, Dagoberto e Borges, por exemplo), pois perdendo, como ocorreu, teríamos essa prerrogativa! E o elenco de 2015, também tem o dedo dele pras más escolhas. Nilton foi embora porque já tinha perdido a posição de titular injustamente. Dagoberto e Borges seriam importantes pra dar equilíbrio à transição. Mas ele, por exemplo, preferiu indicar o Damião. E SE o elenco que foi formado fosse tão ruim, não faria uma das melhores campanhas do segundo turno do brasileirão, já no comando do Mano. Mas Marcelo foi pro segundo jogo contra o River Plate sem NENHUM jogador de meio campo no banco, mesmo com a vantagem do empate. Mesmo tendo mudado o rumo do primeiro jogo e conseguindo a vitória depois da entrada do Charles, que organizou o time e levou o pro ataque, depois de 60 minutos só tomando sufoco. Aí começou a tomar um vareio de bola no Mineirão e não tinha o que fazer. E pra fechar, basta olhar a carreira dele depois que saiu daqui. Até o título da Copa do Brasil com o Palmeiras só ocorreu porque um tal Nilson perdeu o segundo gol do Santos no último minuto do primeiro jogo, de forma bisonha! Daí em diante, só campanhas medíocres inclusive no clube do coração dele!

  19. A um bom tempo não me lembro da nossa torcida empolgada igual esta nesse inicio.Isso é muito bom para o nosso clube, isso reforça que podemos almejar coisas maiores este ano, que essa força dure em todos os campeonatos e que venha os titulos,estou bem confiante nessa equipe!

  20. Marcelo concordo vc, como é que pode o cruzeiro ser presidido por um advogado com mais de 35 anos de experiencia e fazer esses contratos mirabolantes e não ganhar uma ação na justiça?? advogado de bosta e ainda deixou agente endividado!!

  21. Pessoal, não vocês, mas eu muito me incomodo com o que o Jaeci Carvalho escreve nas suas colunas. O mesmo sempre puxou a sardinha para o Atlético, e de vez em quando para parecer isentão falava alguma coisa sobre o Cruzeiro. No entanto o mesmo nesse início de ano esta passando de todos os limites na minha opinião. Depois de escrever 3 ou 4 colunas somente sobre o lado rosa, agora ele vem me falar da tal multa do Fred. Dando a entender desonestidade da parte do Cruzeiro, e dizendo que os advogados atleticanos são muito bons e vão acabar com o Cruzeiro. Um absurdo, como se do nosso lado não tivéssemos também bons advogados. Sinceremente acho que deviámos fazer com esse senhor o mesmo que fizemos com o cara la da ESPN. No caso da ESPN o cara nem estava tão errado, pois como bem disse o Itair a entrevista do presidente deu a entender outra coisa. Esse Jaeci a tempos que puxa sardinha para as frangas. Devemos fazer campanha contra ele. Ligando no EM e reclamando, falando nas redes sociais e impondo a grandiosidade do nosso clube, que merece bem mais respeito do que recebemos deste senhor.

    1. Ele puxa-saco dessa família “sette” há muito tempo…A defesa desse presidente está anormal e,reparem,será sempre…
      Essa ameaça e parcialidade dele sobre competência de “advogado contra advogado” foi de uma falta de profissionalismo impressionante.

  22. Importante ressaltar alguns momentos delicadíssimos que fizeram toda a diferença para o momento atual:

    1. Quando o Cruzeiro perde o mineiro para as frangas e dois dias depois é eliminado vergonhosamente para o Nacional Paraguaio, a diretoria banca Mano Menezes.

    2. Thiago Neves, que chegou após o começo da pré temporada sem ritmo e sem condições físicas em razão de atuar em um futebol que beira o amadorismo, chegou a sair vaiado de campo, mas não abaixou a cabeça e assim como o técnico fechou com elenco e diretoria para dar a volta por cima e ser o craque do time no ano de 2017.

    3. Após o fim de ano maravilhoso de 2017, muita especulação e incerteza em torno da nova gestão eleita para o triênio. Resultado: Renovação do treinador, renovação do Fábio, contratações pontualíssimas, e consequemente a torcida jogando mais do que nunca junto com o time.

    O cenário lembra um pouco o Corinthians do tite de 2011-2012, que foi de uma eliminação vexatória para o Tolima (a primeira de um time brasileiro em pré libertadores, e se não me engano, a única até hoje) ao título mundial em cima do Chelsea. Sabemos que a caminhada é longa, mas o trabalho tem sido bem feito e o time está pronto para escrever mais páginas heróicas e imortais.

  23. Várias coisas me deixam em uma expectativa muito boa com relação ao nosso Cruzeirão esse ano. Dentre elas, uma em especial, tem me chamado muito a atenção. A vontade de todos os jogadores em jogar pelo Cruzeiro. A começar pelo técnico, que depois de já nos ter deixado por dinheiro, mostrou em uma segunda prova que realmente pretende ficar no cruzeiro até mandar ele embora ao recusar uma proposta considerável do Palmeiras ano passado. Mesmo sabedor da transição de diretorias e os conflitos internos, quis permanecer no cruzeiro. Além disso temos o Arrascaeta, que também não quis sair ano passado para o Orlando City. Agora, temos o Thiago Neves como exemplo. Também o Lucas Romero que mesmo com propostas, também quis permanecer, não forçando a diretoria a negociá-lo, mesmo sabendo que não é titular no time de mano. Vimos ainda o Bruno Silva que se indispôs com a torcida do Botafogo por deixar claro o desejo de defender nossas cores. Enfim, isso tem me deixado muito seguro com relação ao nosso time, já que me passa a impressão de que eles estão ali para jogar futebol em um clube do tamanho do Cruzeiro. Agora é fazermos nossa parte enquanto torcedores fiéis. A minha eu já fiz, atendi o chamado da nossa diretoria e reativei meu sócio para ajuda-los a manter esse time entrosado, unido e forte. Rumo aos 100 mil sócios e ao Tri da América!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *