Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Conselho elege hoje o novo presidente do Cruzeiro. Quem é melhor: Sérgio ou Wagner?

Wagner Pires (situação) e Sérgio Santos Rodrigues (oposição) disputam hoje a presidência do Cruzeiro.

Chegou o dia das eleições presidenciais no Cruzeiro. E ainda bem que o pleito acontecerá depois que o clube cinco estrelas venceu a Copa do Brasil e está de bem com a vida. O atual presidente, Gilvan de Pinho Tavares, deixará o cargo no final do ano com a convicção de que seu nome ficará perpetuado na história celeste. Foram três títulos nacionais em seis anos de gestão. Agora, os conselheiros definem o futuro da Raposa numa votação que tem previsão de início para as 15h30min. Até o início da noite saberemos quem assumirá o cargo mais importante do clube.

A situação encaminhou o nome de Wagner Pires de Sá, que tem o apoio de Gilvan de Pinho Tavares e sua diretoria. A oposição definiu Sérgio Santos Rodrigues, que tem o apadrinhamento da família Perrela, que marcou história no Cruzeiro. E, a partir disso, começo a analisar o nosso atual cenário político.

Historicamente, as eleições presidenciais no Cruzeiro não apresentam um embate de ‘situação’ e ‘oposição’. Na maioria das vezes, houve consenso e foi eleito o nome indicado pelo presidente que está terminando o mandato. Em 2017, o cenário mudou. Não gosto muito do termo “oposição” no Cruzeiro. Na política, em geral, ter uma oposição fortalece a democracia, mas numa instituição privada como a nossa, é complicado. Por estarmos todos juntos e torcermos pela mesma equipe, esperamos união e ajuda de todas as partes. Uma ‘oposição’ que vive de críticas e de tentativas de desestabilizar o ambiente não é algo favorável em um clube de futebol. Da oposição, Sérgio Santos Rodrigues também concorda com isso e, desde o início, evita o termo.

No entanto, algumas ocorrências durante a campanha chamaram a atenção. Você deve ter acompanhado aquela situação que envolveu o candidato Wagner Pires, que foi abordado por uma viatura da polícia após sair de uma confraternização na sede do Cruzeiro. Noticiou-se que ele estaria dirigindo embriagado e, em poucos minutos após o fato, o boletim de ocorrência já tinha ‘vazado’ para a imprensa. Dias depois, a chapa de Wagner lançou um vídeo com as imagens das câmeras de segurança do Barro Preto mostrando uma situação estranha, que sugeria uma emboscada armada contra o candidato da situação. Tudo isso acabou virando uma investigação que visa apurar se houve mesmo uma armação contra Wagner Pires, que nega com veemência a suposição de que ele estaria dirigindo sob efeito de álcool.

Outro fato curioso é que, nas redes sociais, mais especificamente no Twitter, começaram a surgir alguns fakes que se manifestam quando alguém elogia o atual presidente ou quando alguém toca no assunto das eleições. O que parece é que há pessoas da chapa da oposição que criaram contas falsas no Twitter para apoiar a campanha de Sérgio e para atacar quem prefere o outro lado ou quem faz elogios à atual gestão. Porém, há contas falsas na mesma rede social que agem da mesma forma para apoiarem as ações da situação e atacarem o presidenciável Sérgio Rodrigues.

A suposta armação contra Wagner Pires e os fakes do Twitter são situações que não se podem ser atribuídas a Sérgio Santos Rodrigues, porém causam estranhamento. Os fakes apoiadores de Wagner também não podem ser atribuídos ao candidato apoiado por Gilvan. Fico triste por saber que as eleições de 2017 chegaram neste nível. Vale tudo pelo poder? Não acuso ninguém, mas se estamos todos juntos em prol do Cruzeiro, nada disso deveria ter ocorrido ao longo da campanha.

Agora, vamos falar de capacidade de gestão. 40 anos separam Wagner Pires de Sérgio Santos Rodrigues. O primeiro tem 76 anos, e o segundo vai completar 36. O candidato da situação tem experiência comprovada de gestão e administração. Ele é sócio da maior empresa de produção de carbonato de cálcio da América Latina e já foi assessor econômico da Vale. Na Toca da Raposa, ele foi diretor de planejamento e conselheiro fiscal por nove anos, sendo três destes como presidente do Conselho Fiscal. Também foi autor do primeiro plano diretor na área econômica e financeira, para viabilizar a continuidade e construção da Sede Campestre. Já o advogado Sérgio Santos Rodrigues tem mais experiência na advocacia, na área jurídica, e ocupou os cargos de superintendente de gestão e estratégia, de superintendente de negócios internacionais e de superintendente de futebol no Cruzeiro.

Em termos de gestão, considero que Wagner Pires possui mais experiência prática. Por outro lado, Sérgio Santos Rodrigues se mostra bastante empenhado em conhecer de perto as questões relacionadas ao futebol propriamente dito. Nos últimos anos, ele concluiu o curso de gestão técnica na Universidade do Futebol, o curso de gestão do futebol na CBF e o MBA em gestão de entidades desportivas na escola do Real Madrid, além de ter realizado visitas técnicas em vários clubes europeus. Em termos teóricos sobre futebol, Sérgio parece estar na frente, enquanto Wagner Pires passou os últimos meses colado no presidente Gilvan para conhecer de perto o que poderá ser a sua nova rotina, caso seja eleito hoje.

No que se refere às propostas, que já foram apresentadas aqui no blog, cheguei à conclusão que elas são muito semelhantes. Algumas têm nomenclaturas distintas, mas as ideias são as mesmas. As divergências são poucas. A que chama a atenção é a relação com a FMF. Wagner pensa que a FMF precisa respeitar o Cruzeiro para que as coisas possam melhorar. Sérgio acredita no diálogo e na boa relação com a federação, visando coisas boas para o clube celeste.

Se eleito, Wagner Pires conta com vasta experiência prática de gestão para colocar a casa a casa em ordem, além de ter o apoio e a supervisão de Gilvan e Bruno Vicintin, que ajudarão o empresário a compreender mais a gestão no futebol. Se Sérgio Santos Rodrigues for eleito, ele terá a seu lado o conhecimento teórico que ele adquiriu nos cursos e um pouco da experiência prática de gestão que ele teve no próprio Cruzeiro. Além disso, ele contará com o apoio de Alvimar e de Zezé Perrela, que dispensam comentários no que diz respeito ao sucesso dentro da Toca da Raposa.

Parece-me que a qualidade de um é o defeito do outro e vice-versa. Um é mais experiente em termos de gestão e o outro tem mais conhecimentos acerca de futebol. Um não tem muita habilidade com as palavras e o outro se expressa muito bem. Mas o que ambos têm em comum é o auxílio de gente que está disposta a contribuir de alguma forma em suas gestões. E, melhor ainda: pelo que foi dito pelos dois candidatos nas entrevistas que eles concederam ao longo da campanha, o vencedor das eleições não vai virar as costas para o outro. Afinal de contas, somos todos Cruzeiro. No final das contas, os conselheiros é que vão decidir os rumos da Raposa. Que eles tenham juízo. Que vença o melhor para o clube. E que o novo presidente receba o apoio de todos para que ele faça uma excelente gestão e que o Cruzeiro se fortaleça ainda mais no cenário nacional e internacional.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

49 thoughts to “Conselho elege hoje o novo presidente do Cruzeiro. Quem é melhor: Sérgio ou Wagner?”

  1. Entendo sua opção pela isenção, deve ter os seus motivos, mas entendo que enriqueceria mais o debate se como dono do espaço você se posicionasse, até porque deve ter mais informações pra opinar do que qualquer torcedor comum. Dentro da minha visão limitada torcerei pelo candidato Sergio Rodrigues, mas se o outro ganhar espero que tenha coragem pra mudar radicalmente essa gestão amadora do Gilvan.

    1. Gestao foi tao ruim que nos deu 02 brasileiros e 01 Copa do Brasil..

      Na boa, acho que a gestao cometeu seus erros, mas nem tudo foi ruim…
      temos que parar de ver so o lado negativo das coisas.

      abç.

    2. Esta é também a minha posição companheiro Matheus 1988, apenas com uma pequena ressalva: o PH se definiu! Ele quer a união de todos em prol do sucesso maior do nosso Cruzeiro, independentemente do vencedor.

  2. Bom dia PH….

    Estamos felizes com mais uma conquista, mas como isso é tradição, e não milagre, nossas comemorações são mais tranquilas, por não serem mais novidades.
    Hoje temo um dia importante, conforme citado por você acima, pois elege-se o presidente, cargo maior do Maior clube das Minas Gerais e um dos três maiores do país. Que Deus dê aos envolvidos capacidade, sabedoria e saúde para gerir essa instituição como nós Cruzeirenses merecemos e a melhores cada vez mais.
    Mas uma coisa chata me chama atenção, TAMBÉM, no dia de hoje: o tratamento da imprensa mineira, que se diz imparcial, como estas eleições celestes.
    Fosse no outro time, estariam o dia inteiro falando de tal fato, com flashes exclusivos, chamadas ao vivo, etc.
    A necessidade de engrandecimento via lavagem cerebral desse povo é necessária, pois se depender de conquistas, nunca a terão.
    Prestem atenção em como será o comportamento da imprensa quanto à final do mundial de clubes nessa quarta feira, em Londrina.

    Obrigado pela atenção e saudações celestes à todos!!!!!

    1. É meu caro Marcello,você deve ter parado no tempo.
      Futebol aqui e no mundo inteiro é feito com milhões de dólares,de euros e de reais.
      Sem grana é IMPOSSÍVEL montar um elenco forte e ganhar títulos,se pensar diferente acho bem você mudar de esporte para torcer.
      O que os Perrellas jamais esconderam é que tinham que vender para manter as contas em dia,pagar salários,fornecedores e tributos.
      Na gestão “balcão de negócios” da Família Perrella eles nunca atrasaram salários,nunca atrasaram pagamentos de fornecedores,pegaram o clube com uma dívida de 294 milhões de reais e quando saíram essa dívida era de 80 milhões,o Cruzeiro dos Perrellas jamais foram cobrados judicialmente ou denunciados a FIFA por falta de pagamentos,nunca atrasaram tributos,o Cruzeiro foi o primeiro clube brasileiro a entrar no REFIS para colocar os tributos em dia,ganharam 1 brasileirão,1 libertadores e 3 copas do Brasil,esses são os 5 títulos mais importantes além disso construíram uma sede administrativa moderníssima e outro centro de treinamento moderníssimo.
      Não sou fã de cartolas,acho que todos eles fazem gestões temerárias e irresponsáveis,mas o que é bem feito temos sim que aplaudir independente se gostamos ou não do gestor.
      Nada justifica um presidente de um clube e seja qualquer clube inviabilizar financeiramente o clube o senhor Gilvan de Pinho teve seus acertos mas os erros foram maiores,como pode em 5 anos de gestão uma dívida aumentar de 80 milhões para quase 500 milhões,é simplesmente inconcebível,foge completamente da esfera contábil,uma má gestão não quer dizer que seja uma gestão fraudulenta.
      Sabe Marcello quem vai pagar o pato por toda essa irresponsabilidade,por toda essa lambança?
      Quem assumir a presidência do clube em Janeiro de 2018,seja qualquer uns dos dois que ganhar.
      Sobre o “balção de negócios” o Palmeiras time de maior poderio financeiro do Brasil e de toda America do Sul já tem encaminhada a venda de dois a três de seus jogadores para poder equacionar o caixa,simples assim meu caro,se não tem grana,não tem time forte e nem títulos.
      Como eu disse a você aqui no texto,se você pensa diferente,vai ter que mudar de esporte para torcer,tenho certeza absoluta que de dois a três jogadores do Cruzeiro serão negociados,basta esperar o fim da temporada e a apresentação no início de Janeiro.

      1. Mas e o modo balcão de negócio obscuro dos Perrelas?
        Onde toda vez que vendia jogadores ou era por valores não divulgados.
        Ou jogador era vendido e sempre surgia um monte de grupos de investidores.
        O que aparentava, era que todo jogador tinha dois contratos, um com o cruzeiro para caso ele não fosse vendido. O outro contrato, era uma pequena parte para o cruzeiro e a maior parte, para esse “grupo de investidores” que só tinham participações em lucro. Na administração dos Perrelas, coincidentemente todos os jogadores que estouravam, tinha “grupo de investidores”…

        1. Balcão de negócios “obscuros”?
          Procura saber quantos conselheiros irão votar hoje,se não me falha a memória são 540.
          Nada em nenhum clube é feito sem o consentimento do conselho deliberativo,dinheiro que sai ou entra,compra e venda de atletas.
          Se tinha negócios “obscuros” o conselho deliberativo também fez parte disso e tinha conhecimento,sobre atletas da base,me aponta qual clube no Brasil tem 100% dos atletas,o Luan do Grêmio vai sair de graça,o Neymarzinho,até hoje o santos luta na justiça para conseguir mais grana e assim por,veja bem o Flamengo com o Vinicius Junior,pouco mais de 30% pertencem ao Flamengo,acha mesmo que acontece somente no Cruzeiro,vamos nos informar para depois julgarmos.
          Fica muito mais justo assim,concorda?

          1. Porque acontece nos outros está certo e temos que aceitar?
            A sujeira está em todos os lugares, e não é por isso que vou ser sujo e aceitar. Minha opinião pessoal é que mesmo que o Cruzeiro tenha errado em alguns pontos, com este presidente TODOS OS TORCEDORES acompanhavam valores do jogadores, e quanto pertencia ao cruzeiro, diferente da administração Perrela, que nada era passado para os torcedores. Sou suspeito para falar dos Perrelas, porque na minha opinião são os maiores sangue sugas que existem. Sugaram o cruzeiro e todas as transferências até quase jogar ele na série B, quando viram que não dava mais, foram para a política. Agora com a crise política, e toda essa questão de corrupção, onde todos estão sendo investigados, decidiram milagrosamente e coincidentemente voltarem para o clube, que em 06 anos ganhou 03 títulos de nível nacional.

      2. Não é bem assim, meu caro ‘Cruzeirense Apaixonado”. O Modelo Perrrellas é obscuro e controverso.
        1- Ramires jogou a final da Libertadores 2009, já vendido ao Benfica.
        2- Os Perrellas foram acusados de lavagem de dinheiro na venda do zagueiro Luisão ao Benfica, de Portugal.
        Em 2003 o jogador foi vendido por US$ 2,5 milhões ao clube uruguaio Central Español e, logo em seguida, repassado por cerca de US$ 1 milhão a menos ao Benfica, em valores da época.
        3- Quando um jogador era vendido apareciam vários donos dos direitos mesmo. O Cruzeiro só ficava com fatias das vendas. Como foi dito suspeita-se que no mundo das trevas dos Perrellas, haviam documentos e contratos para serem usados em caso de vendas de jogadores.
        4- Há muitos processos contra a “família Perrella” por inúmeros crimes. A imunidade parlamentar tem sido usado como escudo. O Cruzeiro não pode ser também um escudo para criminosos.
        5- Como explicar que um assessor de Perrella guardou na casa da sogra 480 mil de propina recebida da JBS em nome de Aécio Neves? Segundo a Procuradoria Geral da República, os recursos foram parar na Tapera Participações Empreendimentos Agropecuários, do filho de Perrella, Gustavo.

        1. É como eu disse meu caro,em qualquer clube brasileiro tudo que o presidente faz tem que ter o aval do conselho deliberativo,basta ler o estatuto do Cruzeiro,esta disponível no site.Qualquer transação que o presidente faz tem que ter o aval e a a assinatura de todos os conselheiros,se o presidente tem gestão obscura ou fraudulenta é com o aval do conselho deliberativo.
          Acham mesmo que o presidente faz tudo sozinho?
          Tenho que rir,são torcedores mas não procuram saber como funciona o clube,faz uma leitura do estatuto meu caro cruzeirense.
          Como eu disse e vou repetir,não sou fã e nem curto nenhum cartola,mas o que é bem feito tem que ser aplaudido,os únicos acertos do senhor Gilvan são os três títulos nacionais.
          Para você ter uma ideia da gravidade das finanças do Cruzeiro,vou tentar explicar,se todos os clubes de futebol do Brasil fossem regidos pelas mesmas leis que regem qualquer tipo de empresa não existia nenhum clube no Brasil,todos teriam decretados falência,simples assim.
          Sobre transação de jogadores,no caso do Luizão,transações internacionais meu camarada são todas feitas via Banco Central,o clube quando recebe a grana ,já vem descontado os 28% de impostos de taxa de importação,se tivesse algo errado o Cruzeiro teria sido denunciado a Receita Federal.
          Uma coisa é ler nos jornais matérias quase sempre tendenciosas,outra coisa é investigar,buscar documentos,ir a polícia a procura de B.O,procurar nos sites dos tribunais processos em andamento etc…isso tudo que acabei escrever ai é público,basta eu você ou qualquer outra pessoa pedir para averiguar.
          Se eu tivesse certeza absoluta,tivesse provas cabais que o Gilvan,o Perrella ou outros presidentes que passaram pelo Cruzeiro tivessem roubado do clube eu seria o primeiro a denunciar.
          ACHO INCRÍVEL O TORCEDOR NÃO LER O ESTATUTO DO TIME PELO QUAL ELE TORCE.
          VAI ENTENDER A CABEÇA DE TORCEDOR.
          A VERDADE É QUE SABEMOS APENAS COBRAR E DETONAR QUEM ESTA DENTRO DO CLUBE.

          1. Quem inicialmente manda no clube é o presidente.
            Quem inicia uma ação seja ela boa ou ruim é o presidente.
            O restante da diretoria está subordinada e responde ao presidente.
            Conselho não inicia uma ação.
            A função do conselheiro é muito parecida com a do deputado. Vota e aprova as contas do clube e ainda delibera sobre a vida do Clube nas reuniões do conselho. É iludido quem acha que um conselheiro sozinho pode mudar a vida do Clube. Pode apresentar sugestões para a análise do Conselho e aí sim, seguindo a vontade de todos, sua idéia pode ser aprovada. Como foi no caso da coroa sobre o escudo.
            Outro conselho do Cruzeiro é o Conselho Fiscal. Nesse são apenas seis conselheiros: três titulares e três suplentes entre os membros do Conselho Delibertivo. A função primordial desse conselho é a de analisar as contas, despesas e receitas do clube, fiscalizando a diretoria em seus gastos e atos. É uma função de fundamental importância na vida do clube a de Conselheiro Fiscal. Aliás, os seis devem possuir experiência em Contabilidade, análise de balanços e demonstrações financeiras. Os seis são eleitos na mesma ocasião na qual é eleito o presidente do Clube.

        2. Obscuros e controversos, todos modelos são. Não vi nada de diferente na atual administração quanto à transparência! O torcedor nunca fica sabendo de nada. Venderam o time inteiro, campeão de 2013/14, o dinheiro não apareceu (só apareceu dívida) e a torcida ficou a ver navios, do mesmo jeito que acontecia nos tempos dos Perrelas.

        3. Não sei se estou certo Marcello, mas pode acrescentar o fato do Zezé ter deixado a presidência com o clube devendo a ele 30 milhões (ao parecido com isto). Se estou enganado, retiro isto.

      3. CRUZEIRENSE APAIXONADO.
        Ja vamos nos dois novamente ao debate. Parece sina né, nós dois sempre no contraditorio.
        Sabe apaixonado, concordo quanto ao ter que vender, isto no futebol brasileiro é o lema, moeda fraca, nao tem como sair deste modelo
        Mas, tem sempre um más né? vc. se lembra das CLAUSULAS DE CONFIDENCIALIDADE?
        vc. que é puxa saco do PERRELA , explica para os menos avisados , o que era isto?
        Explique também caro torcedor apaixonado, porque que na vida do clube existia sempre
        a EMS e a ENERGIL, que só aparecia quando o clube vendia. ou seja:
        Quando comprava , o jogador era do Cruzeiro, quando vendia, vinha as clausulas famosas mais os sempre mesmos parceiros que o seu amigo Perrela dizia, que tinha participado das negociações. lembra-se.?
        Nao tem como escapar caro amigo, o cara entrou no clube, com um frigorifico alugado, e saiu trilhionario, onde arrumou tanto dinheiro?
        RESPOSTA NA BUCHA;
        COMPRANDO E VENDENDO JOGADOR NO PERIODO QUE ERA PRESIDENTE DO CLUBE.
        Aí vc. pergunta ,COMO NINGUEM DESCOBRIU?
        RESPOSTA NA BUCHA.
        Fez bem feito, usou laranja, ele de bobo não tem nada .Nao deixou rastro

        Caro amigo Cruzeirrense
        Esse negocio de ser presidente do Cruzeiro é tao bom, que eles estão se degladiano para sê-lo Vc. ja viu alguem brigar para ser presidente do nosso VILA de NOVA LIMA?
        PORQUE SERÁ?

  3. Nunca vou conseguir aceitar a omissão do nosso atual presidente. Aparecia apenas em apresentação de jogador com nome. Acho que faz falta ter um representante mais presente.

  4. Ótimo texto.
    Desejo sorte a quem vencer,o Cruzeiro é maior que qualquer um dos dois candidatos.
    Sobre a FMF,prefiro que a nova gestão aproxime da CBF e CONMEBOL.
    Tenho apenas uma dúvida.
    Como o Cruzeiro vai pagar as dívidas bancárias que vencem agora em dezembro,pelo que já li essa é a preocupação de quem vai sair e também de quem vai entrar.
    Os valores beiram a quase 100 milhões.

  5. Entendo e respeito a posição de neutralidade do PH. Da minha parte, respeito a agradeço toda a contribuição à história cruzeirense do Alvimar e do Zezé. Mas o tempo deles passou. Cruzeiro e Zezé seguiram caminhos separados desde que ele saiu da diretoria. Ele seguiu por uma trajetória nebulosa, com muitas evidências de corrupção pesada. Alguns poucos vão dizer que ele não foi condenado. Também vejo assim e não estou condenando-o. Só que o Cruzeiro é gigante, tem que ser respeitado por todos. Os de fora e os de dentro. Não precisamos de Zezé e do Alvimar e não devemos entregar nossa Presidência, na prática, a quem tem tanta explicações a dar à Justiça. Ou alguém tem dúvida de quem dará as cartas no Cruzeiro caso a oposição vença? Com todo o respeito ao Sérgio Santos Rodrigues: sua juventude me encanta, mas não me convence. Seus padrinhos são uma sombra pesada demais atrás de você. Continue se aprimorando e “engorde” seu currículo com a prática. Quem sabe um dia você não conquiste a Presidência por seus próprios méritos?

  6. Olha, respeito a opinião de todo mundo. Não sei se Sérgio será uma grande opção, mas o que vislumbro é que se este Wagner for eleito, além do provável desprezo à torcida, teremos ao menos mais três anos de vexames nas suas entrevistas!

  7. Bela crônica, PH. Discordo de quem acha que você tem necessariamente que se posicionar. Você faz uma análise isenta e objetiva, como um bom jornalista.

    Somos nós torcedores que podemos dar nosso “pitaco” e tomar partido, tal como se fôssemos eleitores escolhendo seu representante. E como tal, vou dar a minha opinião. E, como diz o nome, é uma OPINIÃO pessoal, nao é verdade e ninguém precisa concordar com ela. Discorde o quanto quiser, responda se desejar, mas faça-o com respeito e argumentos. (Dispenso patadas à là EC, por favor!)

    Mais do que os candidatos, o que me preocupa de verdade é o MOMENTO em que ocorre a eleição. A primeira gestão de Gilvan foi aplaudida, com 2 Brasileiros e, muito mais importante que isto, um time que dava gosto ver jogar. Ele ganhou de lavada e abriu as portas do segundo mandato tido como excelente presidente. Daí se inicia o segundo mandato e ocorrem coisas difíceis de explicar: contratações tipo Riascos, ativo do clube cair de 150 milhões para 1 milhão, o aumento da dívida, e uma postura administrativa de só aparecer quando as vacas estavam bem gordas. A atitude centralizadora (amplamente discutida nos bastidores) se cristalizou no segundo mandato. Nestes últimos meses pouco ou nada se viu do presidente, mas agora com a conquista da Copa do Brasil ele ressurge feliz e reluzente, dando entrevistas e sorrindo no palco na hora de receber a medalha.

    (Aliás, a cara de TACHO do Castellar na entrega das medalhas, capturada por um fotógrafo, foi simplesmente épica. Pena não ter o link aqui para postar!)

    Então, o momento da eleição é o PIOR possível. Se o Cruzeiro tivesse perdido a CB, possivelmente teríamos uma vitória da oposição. Com a conquista, abre-se a possibilidade da situação — notadamente uma das administrações mais omissas da história de um clube de futebol — ganhar o pleito e, pior ainda, manter o estilo e a empáfia da atual administração. E com isso as chances da manutenção de Mano Menezes no comando, um treinador muito do medíocre e principal responsável pelo futebol pífio que o Cruzeiro apresenta há mais de um ano.

    Nenhum torcedor, em sã consciência, deveria achar que a conquista da Copa do Brasil foi brilhante. Longe disso. A partida final entre Cruzeiro e Flamengo foi um dos piores jogos de futebol do ano, e era uma FINAL de campeonato nacional. Das quartas de final para a frente, o time do Cruzeiro fez o mínimo do mínimo necessário. Ganhou uma única partida em 6, e empatou 4. Em pontos, seriam 7 de 18, ou menos de 40% de aproveitamento. Rafael Sóbis, titular absoluto de Mano Menezes, foi o “artilheiro” do campeonato com míseros 5 gols, 4 em cima do São Francisco e um em cima do Murici. O Cruzeiro teve alguns bons momentos na CB, como o primeiro tempo com o Palmeiras em SP, o segundo com o Grêmio no Mineirão. Mas, no geral, as apresentações foram ridículas, como em todo o ano.

    Fala-se que o Mano Menezes “arrumou” o Cruzeiro. Discordo. O Cruzeiro se arrumou sozinho. A zaga titular foi moída pelo departamento médico do time, sobraram os que estão jogando. Lucas Romero, que o próprio Mano disse à diretoria para negociar, assumiu a lateral direita por absoluta necessidade e jogou o fino da bola. E ele precisou contar com Raniel porque dispensou o Ábila e não podia usar o Sassá. Daí o Cruzeiro melhora e os méritos são dele? Se assim for, de quem é a responsabilidade pelo futebol mixo do jogo de ontem? E do primeiro semestre inteiro? E por deixar o Palmeiras empatar um jogo em que abriu 3 gols de vantagem? É uma retórica asquerosa, um futebol de dar dor nos olhos, e uma conquista de pouco ou nenhum brilho. Estou logicamente feliz com a conquista, mas dizer que foi uma grande obra conquistada com brilhantismo pelo Cruzeiro é querer não enxergar a realidade.

    E é nesse momento que se elege o presidente. Um presidente omisso e míope, com uma diretoria que faz salamaleque a tudo o que ele diz, quer fazer seu sucessor. O que se esperar dele?

    E o candidato da oposição, que não é a favor nem contra, muito antes pelo contrário? Ele tem o mérito de apresentar um plano de gestão, mas francamente o apoiador-mestre dele, com todos os títulos que conquistou, não pode ser considerado uma pessoa isenta.

    Como torcedor, queria ver o Cruzeiro forte e respeitado. Mesmo com os 2 brasileiros recentes, fomos humilhados e tripudiados por CBF e FMF, desrespeitados pela mídia galinácea, e nossas conquistas brilhantes de 2013/2014 ficaram como um “acidente” causado pelo mal preparo dos ‘grandes times’ do Brasil. Um veículo da imprensa chegou a publicar uma coluna em que o infeliz dizia que o Cruzeiro de 2013 era um time de sorte, porque os “grandes” do Brasil não levaram o Brasileiro a sério. E o Cruzeiro e seus representates fizeram o que? Nada. Nada!! Deixaram reduzir a conquista a uma “sorte”.

    Nós torcedores, pagando Sócio-Torcedor ou não, merecemos um time que se faça respeitar. Em campo, apresentamos um futebol abaixo da crítica. Fora dele, somos pisoteados até por uma federação estadual ridícula e inútil. O time aceita Heber Roberto Lopes e Sandro Meira Ricci serem escalados para apitar seus jogos.

    Precisamos de um presidente de verdade, que coloque o Cruzeiro em seu devido lugar, e faça o time ser respeitado. Sergio ou Wagner, tanto faz. O Cruzeiro não merece mais presidentes omissos nem treinadores de série B. E o torcedor, que paga ingresso, compra camisa e paga sócio-torcedor, merece ver um futebol de time grande.

    1. Marcelo F,bem lembrado,mas o Castellar Neto não estava com cara de TACHO ao entregar a taça para o Henrique e o Léo,estava era com cara de BUNDA mesmo.
      Quase morri de tanto rir quando vi a imagem.
      Estou zuando meus amigos atleticanos mais conhecidos como Lurdinhas e frangas até hoje por causa desse fato.

    2. Assino em baixo, principalmente no quesito que diz respeito ao Sr. Mano Menezes!!! técnico fraquíssimo, sugiro inclusive ao blogueiro, fazer um post a respeito disso. O futebol apresentado pelo Cruzeiro ultimamente é de dar calo nos olhos. E antes que venham com conversa de que sou torcedor do outro time, informo que sou cruzeirense desde os anos 80 e sócio do futebol no cruzeiro desde a época do cartão 5 estrelas.

      1. Pedro.
        Me aponta qual time no Brasil esta enchendo os olhos dos torcedores como o Cruzeiro de 2013 e 2014?
        A resposta é nenhum!
        Não vem me falar de Grêmio que é mentira.
        Não existe time dando show no Brasil mesmo porque nossos atletas são fracos tecnicamente.
        Sobre técnico.
        Me aponta um quem poderia treinar o Cruzeiro e fazer esse time dar aula,show de futebol.
        Não me venha com Marcelo Oliveira,com ele aqui no comando esse ano quase que certeza que íamos cair.
        Futebol é muito,mas muito mais que teoria.
        Essa copa do Brasil é do Fábio e do Mano e da china azul e sem essa que somos 8 milhões,ouço isso a mais de 10 anos,já somos seguramente mais de 9 milhões beirando os 10 milhões.

    3. Marcelo F. Só discordo de você (opinião) em um ponto – o momento da eleição.
      Se fossemos nós, torcedores, a irem às urnas, aí o momento pós Copa do Brasil teria, sim, grande influência.
      Mas quem vota são Conselheiros e se são a favor da Instituição Cruzeiro, não podem votar com essa emoção.

      1. Concordo, Italo. Pelo torcedor, a vitória do candidato Wagner era certa. O conselho realmente deveria agir diferente.

        Agora eu cravo com você:

        1. Wagner vai ser eleito;
        2. Semana que vem o contrato do Mano vai ser renovado e com aumento;
        3. NÃO haverá auditoria nas contas do Cruzeiro.

        Hoje mesmo eu cancelei meu pay-per-view. Cansei de pagar caro para desligar no intervalo do jogo por causa do futebol medíocre do time (como ontem, embora o jogo estivesse na TV aberta aqui em Brasília). E como este candidato falou abertamente que não importava a opinião do torcedor, que o importante era o conselho, espero que ele convença os conselheiros a comprar muitas camisas e pay-per-view, porque a torcida — que “não importa” e ele sequer foi ao debate da TV — não deveria mais gastar um centavo com este clube retrógrado e mal administrado.

  8. Não concordo com os que cobram do blogueiro uma escolha por um candidato! Ele tem o direito de se manter imparcial e apenas analisar e apresentar as propostas. Os que fazem isso agora irao cobrar no futuro e dizer que ele eh comprometido com a chapa. Eu ate gosto de Sergio Rodrigues mas não me agrada uma candidatura apoiada por Perrella. Não gosto dos seus métodos. Tenho criticas a Gilvan. Espero que Wagner seja mais firme mais ousado mas, prefiro essa chapa. Cansei de ouvir de Perrella ” não vou fazer loucuras” ou “temos que vender pra equilibra as contas” e todo mundo cobrava time e títulos. Ficamos 8 anos sem um titulo importante. Todo ano esperando grandes contratações. Dividas todos os clubes tem e ninguém paga, não era essa a cobrança? Temos que ganhar títulos! Foi o que Gilvan fez! Ate pq na época de Perrella os jovens da base do Cruzeiro já surgiam com a porcentagem de seus direitos quase todos cedidos. Não existe administração perfeita, podemos melhorar mt mas eh obrigatório que nossa diretoria seja voltada para investir na base, fortalecer o futebol e fazer respeitar nossa grandeza. A manutenção de Mano e do elenco são tbem obrigatórias para a disputa da Libertadores. Mas, mais importante que isso precisamos de gente que sirva o clube e de mt união após a eleição.

    1. “Dívida todo mundo tem e ninguém paga”. Você é assim na sua vida pessoal??? Meu Deus….É esse tipo de torcedor que apoio gente como esse ancião que sai e o outro que entra. Sem comentários…!

      1. Vander é claro que dívidas todo mundo tem,mas assim como nós em nossas vidas,qualquer empresa ou clube de futebol tem que gastar somente aquilo que recebe.
        Imagina você,recebe 10 mil por mês mas gasta 15 mil mensais,chega uma hora que vai morar ao ar livre,vai passar necessidade etc…
        Não pode meu caro,é anormal,em menos de 6 anos a dívida do Cruzeiro subiu de 80 milhões para 500 milhões,nenhuma empresa séria comporta uma dívida dessa.
        A situação financeira do Cruzeiro é caótica,quase insuportável.

  9. Quisera eu ter o currículo do Wagner,Sócio de empresa de primeira grandeza da América Latina, assessor econômico da Vale ,maior empresa de metais ferruginosos do MUNDO,curso de adm. esportiva no maior clube do mundo(Real Madrid).Querer tapar o sol com a peneira e enaltecer candidato cujo currículo é minusculo confrontado com o do Wagner e que só é candidato pela “proteção” dos renomados Perrelas é querer apequenar o nome da Instituição CRUZEIRO ESPORTE CLUBE.

    1. Currículo não ganha título.
      Se o Wagner ganhar e mesmo sendo apoiado pelo Gilvan de Pinho ele fazer uma auditoria independente das dívidas do Cruzeiro ai vou tirar o chapéu para ele,mas é muito bom ara ser verdade,nem vai mexer nessa caixa de marimbondos.

  10. Marcelo F, concordo com você colega, merecemos imensamente mais do que nos foi dado nestes últimos 3 anos, quanto a imprensa eu é que sei o quanto ignoram o nosso Cruzeiro nestes programas com 3/4 horas de duração ficam dando destaques para Fla, Corinthians 80/90 % do programa, procuraram dar destaque ao que não apresentou o Flamengo e ao Muralha e tentaram de todas as formas achar os dois toques do TN30 ao bater o pênalti, quanto aos pênaltis cometidos pelo Corinthians nos jogos em SP pouco se falaram e ontem ficaram mostrando o calcanhar do Léo dando condição ao Balbuena e ninguém falou que um jogador se jogou contra o Léo e o empurrou para trás ” podem observar o Léo no lance, que vão ver este detalhe “, moro no Sul de Minas e os programas que predominam aqui são de SP/Rio e sei que o Cruzeiro não é o favorito da imprensa nacional e muito menos da imprensa mineira, não quero que ele entre para o rol dos queridinhos,mas sim que o respeitem.

  11. Uma coisa eu concordo com o PH.
    As eleições no Cruzeiro sempre foram realizados de maneira tranquila e sempre com eleição quase que por aclamação,até parece que o Cruzeiro é um time pequeno,tamanha é a calmaria nas eleições do Cruzeiro,só que dessa vez o bicho tá pegando e para isso acontecer é porque a SITUAÇÃO FINANCEIRA do clube esta colocando em risco a estabilidade desse clube que vai completar 100 anos e isso esta abalando parte dos conselheiros,chamo isso de responsabilidade!

  12. Que ganhe o melhor para o Cruzeiro,que seja vitorioso como o nosso super herói Dr Gilvan.Eu disse aqui algumas semanas atrás , que o Dr gilvan era nosso super herói e alguém ficou bravo comigo,talvez depois da CB ele concorde comigo kkkkk.

  13. Ganhou Wagner. Vai ser duro aguentar mais 3 anos de Gilvan e Vicintin: inércia, centralismo, endividamento e apequenamento da marca. Lamentável retrocesso! Esperar diferente de um Conselho que sempre referenda desmandos, só mesmo por um milagre! Enfim José Francisco Lemos é presidente de novo!

  14. Acabou as eleições o Candidato do Gilvan ganhou, eu acreditava no Sérgio que ele iria ganhar, agora só uma pergunta como este candidato do Gilvan deve ser muito bom mesmo, ou deve ter alguma coisa de podre nos bastidores do cruzeiro que a gestão do Gilvan quer esconder a todo custo. Agradeço ao Gilvan pelos títulos conquistados, mas explica aí Gilvan como a dívida do cruzeiro cresceu tanto na sua administração? porque você é tão omisso nas horas mais que o cruzeiro precisa de você? porque o cruzeiro pegou fama de caloteiro em sua administração? Tem que fazer uma auditoria nas contas do cruzeiro pra saber porque a dívida cresceu tanto assim na administração do Givan. Gilvan se você é realmente honesto faça isso e mostre para a nação azul essa auditoria. Saudações celeste.

  15. Uma coisa eu gostaria de lembrar aqui. No ano de 2013/2014 na Bandeirantes aqueles comentaristas,Vivian dizendo que ponto corridos so serviam para dar briga mesmo era na parte de baixo da tabela. Os times brigando na disputa para não cair,pois o líder dispara na frente. Este ano, será que eles tem o mesmo pensamento! No último ano do Perrela ele mesmo vendeu todos jogadores sem explicação. O DUDÚ foi um deles,sem citar os demais.

  16. Infelizmente o título da CB nos condenou a mais três anos com a trupe da omissão. Infelizmente o candidato do Gilvan venceu e agora o que nos resta é torcer pra que ele não seja tão omisso quanto o atual presidente.

    1. Não adianta torcer, Juan, para que o ganhador das eleições seja menos omisso. Ele é omisso, tanto quanto esse que aí está. Muitos torcedores aqui referedam o atual como um grande presidente. Coisa que não faço. Pra mim, a vitória desse ancião é um tapa na cara do cruzeirense que pedia mudança, renovação e um Cruzeiro mais aberto ao seu torcedor. Infelizmente será mais 3 anos de vexames de entrevistas, de obscuridades nas contas do clube, de omissão e passar recebido de passividade pra FMFrangas. Parabéns conselho de m…que elege um senhor de quase 80 anos pra comandar um gigante. O dia que esse Conselho de retrógrados abrirem para os sócios torcedores o direito ao voto, me tornarei um deles. Enquanto isso me recuso a sê-lo. Enquanto o outro clube mudou sua faceta com previdentes jovens, ambiciosos e vão dar um salto com a construção do seu estádio, do nosso lado é isso aí que vemos…um clube composto por uns velhos gagás que elegem um outro em troca de camisas. É porque não consigo, por que eu nasci e vou morrer Cruzeiro, mas, que dá vontade de esquecer de futebol dá! TrIste página de tantas páginas heróicas imortais.

  17. Putz, aqui é o contrário, depois da bonança vem a tempestade. Os cornetas arautos do apocalipse já estão todos de volta. É um saco, isso. E voltam queimando uma gestão que ainda nem começou. Gente, quem morte de véspera é peru. Lembrem-se que Gilvan era homem dos donos dos frigoríficos (interessante essa coincidência, hein?) e depois efetuou uma gestão absolutamente independente. Acredito que vá ser assim, em relação ao Wagner, como poderia ser em relação ao Sérgio e seus patrocinadores. O que penso é que temos de dar um voto de confiança nesse momento é deixar críticas para se e quando elas forem pertinentes. Ano que vem voltaremos à Libertadores depois de dois anos fora. É momento de estarmos todos juntos, RUMO AO TRI!

  18. Ao contrário do Brasil , no Cruzeiro se sabe votar, venceu o melhor, venceu quem tem competência , vitorioso na vida empresarial ,tem muito a dar em prol do Maior de Minas . Ficamos livres do arranjo dos Perrelas ,Aécio Neves e cia.

  19. Claro que o blogueiro se posicionou: se o candidato da situação não tinha culpa no cartório, porque não aceitou fazer o TESTE DO BAFÔMETRO? Esse septuagenário ganhar e Gilvan, Vicentin, Klauss, Tinga e Mano continuarem, com o clube quebrado, gestão péssima e Omissa, foi um desastre. Serão mais três anos de omissão e chacotas é um presidente que não fala… Marcelo Falou Tudo, parabéns!!!

  20. Agora com a presidência do supercampeão definida,os que preferiam o outro devem mostrar elegância e apoiar.Para os que trabalham pesado para apontar os defeitos dos outros,eu digo,dê uma olhadinha no espelho kkk.Se o Sérgio tivesse vencido,com certeza seria um ótimo presidente sem influências de outros,.Apoio total ao nosso novo líder que é capacitado para o cargo.

  21. Espero que o novo presidente tenha mais responsabilidade na condução financeira do Cruzeiro mas tal não vai acontecer,já esta ventilando que vai fazer contratações caras e bombásticas para a disputa da Libertadores,toda vez que o Cruzeiro encheu o plantel com jogadores renomados nós não ganhamos nada isso aqui no Brasil não cola,vejam o exemplo do Flamengo.
    O River Plate que mais uma vez esta numa semi final de Libertadores tem em seu plantel profissional 29 jogadores,desses 12 jogadores tem entre 21 e 23 anos e o jogador mais famoso é Enzo Perez que foi recentemente contratado,o técnico do time é sem dúvida nenhuma o cara mais famoso do time.
    Isso é para mostrar que não é necessário ter jogadores famosos,tem sim é que dar continuidade ao trabalho da comissão técnica e reforçar o time com jogadores que tenham o DNA cruzeirense.

  22. Na minha opinião, Wagner Pires não seria o cara pra dirigir o maior de Minas. Acontece que quem elege são os conselheiros e isso precisa mudar. É preciso que se renove o Conselho Deliberativo, colocando lá dentro gente com idéias inovadoras e aposentando aos ultrapassados que já estão lá há muitos e muitos anos. É preciso mudar o estatuto do clube e dar poder de voto também a membros e representantes de torcidas, dentro da possibilidade e competência de cada um. Vamos torcer para que o novo presidente honre nossas cores e faça com que o clube continue nessa trajetória vencedora e que melhore perante a mídia a imagem do clube tão desgastada pelo Gilvan.

  23. Bom dia gente!
    Bom, o tal Wagner foi eleito. Queira Deus que a impressão que tive dele, não se confirme! Então, que ele faça uma ótima gestão e que seja cheia de conquistas em todas as áreas!

  24. Bom dia maiores Campeões!

    Ontem no meu comentário sobre o post do PH, eu também não manifestei intenção a nenhum dos candidatos, pois não me atentei à história de ambos, campanhas, enfim, Estava preso ao meu TCC.
    Hoje manifesto apoio ao Wagner pelo bem do Cruzeiro. Que Deus o ilumine para engrandecer mais ainda. Mas gostaria de uma renovação.
    Acho que se elege um candidato mais novo (em idade) com uma cabeça mais atual, com novas visões, poderíamos ter uma nova filosofia.
    O Wagner tem uma bagagem administrativa excelente, mas nunca o vi na beira do gramado, nas quatro linhas, pois é um time de futebol o interesse maior, não uma empresa administrativa.
    Tal exemplo se deu no rival, quando o Ziza assumiu a presidência, tinha sido presidente da Cemig, Copasa, etc, mas sem vivência alguma do futebol. O time deles, para nossa alegria, afundou igual pedra.
    Ms como eu disse, que Deus abençoe o Wagner, para que possa engrandecer ainda mais nosso time, que vive das suas conquistas, não de maquiagem da imprensa.

    Saudações a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *