Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Fábio, você não deve nada pra ninguém

Com quatro títulos nacionais, goleiro Fábio não deve nada para ninguém.

Tudo começou no dia 29 de abril de 2007. Num clássico contra o Atlético-MG, o Cruzeiro foi goleado por 4×0. Fábio se tornou o grande vilão daquele jogo, além de ter sido o centro das atenções, da crítica, do deboche, do escárnio. Lá estava ele, recolhendo a terceira bola que havia entrado em seu gol naquela tarde. De costas, ele não viu que a bola já estava rolando outra vez. De costas, ele não viu Vanderlei marcar o quarto gol atleticano. Dali em diante, tudo mudou.

O gol de costas para Fábio representou uma mudança em sua carreira. O goleiro cruzeirense deixou para trás um estilo de vida inapropriado para um atleta de futebol e decidiu se converter ao Evangelho. Para parte da torcida do Cruzeiro, o imperdoável gol de costas alimentou o ódio e a antipatia ao camisa um. Ali começava a trajetória de um ídolo e, ao mesmo tempo, uma perseguição imensa ao arqueiro.

Vida de goleiro não é fácil. Enquanto os gols perdidos pelos atacantes e a falha dos defensores não costumam ser tão exaltados, o erro de um camisa 1 é sempre fatal e mais decisivo. E às vezes eles são cobrados até por não admitirem supostas falhas. Ou pelo peso. Ou por não pular numa bola. Ou por não defender pênalti – ainda que já se tenha defendido várias e várias cobranças. E assim tem sido com Fábio ao longo dos últimos anos.

Hoje, bicampeão brasileiro e bicampeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, Fábio já não deve nada para ninguém. Desde o gol de costas, ele nunca mais foi o mesmo. O DVD já está repleto de defesas grandiosas, excepcionas, extraordinárias, milagrosas. As inquestionáveis atuações do goleiro chamam a atenção o tempo todo. Nos bons e nos maus momentos do clube cinco estrelas, Fábio sempre foi decisivo. Alguém pode questionar a ausência do arqueiro em 2011, no histórico 6×1. Esquecem-se de todas as vezes que ele nos salvou durante aquela campanha terrível e colocam a última partida do campeonato como decisiva. Injustiça. Falam da final da Libertadores 2009, como se o gol perdido por Kléber na Argentina, contra o Estudiantes, não tivesse sido mais decisivo que a atuação de Fábio. Outra injustiça. E no meio de tantas injustiças, ainda há a Seleção Brasileira, que fecha seus olhos para o goleiro.

Repito: Fábio, você não deve nada para ninguém. O primeiro gol de costas foi o João Leite quem tomou. Pergunte ao Tostão, ele poderá te contar com detalhes. E todo grande goleiro já engoliu um frango na vida, embora em Minas Gerais tenha um outro arqueiro que já engoliu vários perus e ainda é considerado um santo por sua torcida. Aqui, não. No Cruzeiro, goleiro não vira santo, porque aqui título não é milagre. Aquela defesa de pênalti do “São Victor”, com o pé, já foi feita pelo Fábio outrora. Nem por isso ele foi tão exaltado pela mídia. Na quarta-feira passada ele pegou mais um pênalti. E foi do Diego Ribas, não do Fiascos.

Mesmo com um valioso currículo, Fábio sempre foi humilde. Só que sua humildade já foi vista como arrogância por alguns. As milagrosas defesas nunca são dele. São, em primeiro lugar, de Deus, que o capacita para isso. Depois, elas são do Robertinho, preparador de goleiros. Depois, da esposa. Dos filhos. E, em último lugar, dele mesmo. Após a lesão que o afastou dos gramados por oito meses, Fábio pediu uma oportunidade para brigar novamente pela posição. No auge da carreira e pensando na aposentadoria, ele lutou, ouviu as críticas e voltou ainda melhor. E nunca se gabou por isso.

Você, Fábio, é mais que um goleiro. É um homem de Deus. Por mais que isso possa incomodar uns e outros por aí. Talvez ninguém saiba do trabalho social imenso que você promove em Belo Horizonte, principalmente no Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus, no bairro Floramar. Fora os outros trabalhos. E se ninguém sabe é porque você nunca saiu por aí falando e se exibindo.

Discreto na vida pessoal, um monstro dentro de campo. Jogador que mais vezes vestiu a camisa do Cruzeiro em toda a história do clube. Bicampeão brasileiro. Bicampeão da Copa do Brasil. E, se Deus quiser, futuro campeão da Libertadores e do Mundial com o Cruzeiro. Não porque você nos deve isso, mas porque você merece essas duas conquistas. Porque foi Deus que traçou essa história para você.

Os outros têm goleiros. Nós temos Fábio Deivson Lopes Maciel. Obrigado por tudo, capitão!

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

113 comentários em “Fábio, você não deve nada pra ninguém

  1. Bom dia PH, sempre acompanho seu blog e sempre gosto dos seus textos, já virou rotina diária verificar se tem novos textos, em poucas vezes comento, mas sempre acompanho, poucas vezes discordo e diversas vezes vejo que compartilhamos os mesmo pensamentos. Mas tem algo que deve ser ressaltado, os dois textos pós título foram simplesmente sensacionais. Parabéns meu caro! E sobre o Fábio, a história fala por si. Ídolo!
    Abraço.

  2. Injustiçado de nunca ter ganho uma chance real na seleção,mas a pior injustiça vinha sendo cometida por parte da torcida do Cruzeiro.Tomara que de agora em diante acabem com o mimimi.Podem até criticar,pois qualquer jogador é passivo de crítica,mas que seja com razão e com respeito a quem mais vestiu a camisa do Maior de Minas,feito que não é pra jogador comum.

  3. Cara, parabéns pelo blog! Pouco comento, mas acompanho de perto lendo todos os textos logo que saem.

    Você finalizou com maestria: O Fábio merece um mundial pelo Cruzeiro antes de se aposentar.

  4. Pedro Henrique… sempre acompanho esta coluna desde o teu antecessor. Moro fora do país há decadas mas acompanho de perto o Cruzeiro. Voce está certíssimo quanto ao Fábio. Acompanhei sua saga quando todos estavam criticando-o no começo do ano passado, dizendo que ele já tinha dado o que podia, era hora de outro goleiro, etc… etc… E etc… Mas está aí – um monstro debaixo do arco. Quanto à Seleção, não me preocupo. Do jeito que a gente vê o setor político da Capital Federal, a CBF fede o mesmo tanto. Como pessoa, Fábio é um homem de caráter e já tem demonstrado isto dentro e fora de campo. Exemplo a ser seguido, modelo para muitos jovens que vem lutando por aí. Muito boa a sua resenha. Parabéns!

  5. Bom dia PH, é a primeira vez que faço um comentário aqui. Sempre que tenho oportunidade leio o seu comentário. Você está sempre nas minhas orações, para que Deus te dê muita saúde para você continuar esse trabalho maravilhoso. Fábio uma pessoa do bem e essas pessoas são iluminadas, que ele carregue sempre a humildade e a simplicidade de um homem. Nós cruzeirenses temos muito orgulho dele.

  6. “Para parte da torcida do Cruzeiro, o imperdoável gol de costas alimentou o ódio e a antipatia ao camisa um”
    Desconheço, sequer UM Cruzeirense que ligou pra esse gol. Esse gol virou motivo de piada somente ENTRE torcedores atleticanos. Cruzeirense que é Cruzeirense NUNCA ligou pra isso, tanto que o 1º gol de costas entre os times, foi feito pelo Tostão em 13/11/1983 em cima do goleiro João Leite do Atlético MG.

  7. P.H. mais uma excelente crônica. Fábio o grande goleiro cruzeirense, o Homem de Deus, que nos traz muitas alegrias. Muito Obrigado Fábio por ter lutado por sua posição, disputando com humildade a posição com o grande Rafael. Fábio veio demonstrando grande segurança, principalmente nos jogos decisivos. Parabéns grande Fábio. Você não é o escolhido para a seleção Brasileira, mas veja bem você já é campeão de duas Copas. E qualquer que escalar uma seleção brasileira, te coloca grande Fábio como titular dessa Seleção brasileira. Você Fábio é o melhor goleiro do Brasil da atualidade. Vamos agora à batalha da Libertadores. Parabéns, e o Senhor Deus o tem abençoado e através de você o Senhor Deus nos tem abençoado a todos nós torcedores da Raposa Astuta. Continue firme buscando do Senhor Deus as vitórias e títulos que elas virão tanto pra você grande Fábio como para todos nós, que torcemos muito por você. Deus o abençoe e a você também grande P.H. O melhor comentarista de blogs do Brasil. Abraços pessoal.

  8. Creio que o Fábio forma com Raul e Dida o trio de maiores goleiros que o Cruzeiro teve (tem) em toda a sua existência
    Parabéns FÁBIO, você é um exemplo para todos nós !!!!!

  9. Excelente artigo. Deveria entrar para a galeria dos TOP 5 (que não existe ainda…) pois certamente estaria em 1° lugar. Texto coerente e verdadeiro para entrar para a história assim como o Fábio. Parabéns PH!

  10. Bom dia PH, já tive algumas discussões com vc aqui no blog, mas juro que não tenho intensão de polemizar, é só minha opinião.

    Agora o Fabio ta sendo exaltado e endeusado, é a hora pra isso, afinal ele foi sim o maior responsável pelo titulo. Porém, muitas das criticas que ele sofre ele merece sim sofrer. Eu sou um grande fã dele, sou defensor do arqueiro, que pra mim, já há muitos anos é sim o melhor goleiro em atividade no futebol brasileiro. O Fabio embaixo dos 3 paus é indiscutível, tecnicamente ele é fantástico, mto reflexo, poder de recuperação e no mano a mano ele é o melhor que já vi. Eu não sou da turma que o culpa e julga pelo gol de costas, aquilo ali foi um acidente causado pelo erro da arbitragem que marcou um pênalti inexistente no Danilinho (e era isso que o Fabioi estava reclamando) e culpa do Araujo que mesmo com o Fabio fora do gol soltou a bola pra ninguém e tomamos a roubada de bola. Não me importo com esse fato. Sou realmente fã dele como goleiro, mas eu não consigo engolir é esse endeusamento em cima dele e principalmente a arrogância dele sim. Vc disse bem, quando ele é elogiado ele dá mérito a Deus, Robertinho, aos companheiros, mas isso se chama fé e falsa humildade, pq quando ele é criticado, ele nunca, NUNCA, ASSUME O ERRO. E sim, ele falhou em 2005 nos dois gols de falta do Cristian do Paulista de Jundiaí, sim, ele falhou nos dois gols do Estudiantes na liberta de 2009 (e isso é sim maior que um gol que o Kleber errou no jogo de ida, ele tomou dois gols por falha no segundo tempo e da virada do outro time), sim, ele é sim de fato um chamador de gol de faltas (Rogerio Ceni que o diga), e sim ele é um péssimo pegador de pênalti. Ele pegou o pênalti do Luan e do Diego que foram pênaltis mal cobrados e principalmente no canto que ele acertou. Esse é o problema, ele escolhe canto e goleiro que escolhe canto raramente pega. Não tiro os méritos do Fabio, mas fatos são fatos, em mais de uma década jogando no Cruzeiro ele pegou somente 22 pênaltis na carreira, só esse ano o Gatito pegou 8, isso mesmo somente ESSE ANO. Mas apesar de tudo isso, eu nunca tive raiva do Fabio, minha unica raiva, magoa e imperdoável situação que eu nunca irei esquecer, é ele forçar o 3 cartão amarelo para não jogar contra o Atlético em 2011. Ele fez um campeonato brilhante, salvou a gente do rebaixamento, mas isso foi um papelão e é sim imperdoável. Além de jogar a responsabilidade todinha pro Rafael, ele ainda desprezou a sua popularidade e confiança da torcida e quase pós tudo a perder. Se tivéssemos sido rebaixados naquela situação, hoje o Fabio estaria jogando no 15 de piracicaba, pq ninguém iria querer um jogador que foge da raia assim.

    Obs: concordo que o Fabio é mto melhor que o Vitor, mas entendo o endeusamento do Vitor do outro lado, o que eu não entendo é torcedor do Cruzeiro mais velho colocar o Fabio e o Dida no mesmo patamar ou até mesmo com o Fabio a frente, pq em verdades vos digo: se não fosse o Dida o Cruzeiro não teria ganhado nenhum titulo na década de 90, isso mesmo, sem exagero, sem o Dida a gente teria perdido até os mineiros. Dida é sim o maior goleiro da historia do Cruzeiro, pq ele é o jogador responsável por ter mudado o patamar do Cruzeiro no futebol Brasileiro.

      1. Sem mais…. comentário perfeitissimo amigo.
        Principalmente no que diz respeito a pegar penaltis, faltas, comparação com Dida e arrogância! Ele tem seus méritos, mas temos que pontuar essas coisas também. Penso igual a vc!
        O PH mandou muito bem, mas vc falou tudo! Parabéns!

      2. Amigo, eu nao tenho essa antipatia por ele e nao estou elogiando ele por não ter escolha. Eu escolho elogiar o Fábio quando ele merece ser elogiado. O problema é que quando somos fãs de alguém é dificil admitir quando este erra. Eu ao contrario do que muitos ai comentaram em cima do meu post pensam, eu sou o cara que mais defende o Fábio no ciclo social que vivo. Acho que o pessoal não leu tudo que escrevi, pq gostar de alguém não significa vendar os olhos para os fracassos e defeitos. Isso me parece mto mais posicionamento de uma tal outra torcida aqui de Minas Gerais. Como eu disse, ele a muito tempo é o melhor goleiro do Brasil, mas comete mtas falhas, mas infelizmente o brasileiro tem memoria curta, e ainda tem cara ai embaixo que disse de Lula. Pq quem tem memoria e tem dicernimento sabe mto bem o tanto que doeu ser desclassificado pelo Paulista de Jundiaí, com Fred, Athirson e Levir Culpi no time. Quem tem memoria, lembra o tanto que doeu perder uma libertadores em casa pra um time mto inferior com duas falhas do goleiro, isso mesmo, falhas e inquestionáveis falhas. Sem contar que o Fábio é do bonde que brigou por bixo no vestiario antes da partida. Apesar de tudo isso eu sou fã do Fabio como goleiro, mas não engulo essa falsa humildade dele. Basta rever as entrevista dele após jogos que ele falhou e ver se ele tem humildade pra admitir, pq isso sim é humildade, reconhecer erros e não depois do alivio da pressão e do jogo bem feito, dar o merito pra terceiros e pra Deus. Isso dele falar de Deus o tempo inteiro me soa mto mais como fé absoluta que com humildade e Fábio não sei se vc se acha mais merecedor ou mais afortunado, mas Deus capacita a todos, inclusive seus adversários.

    1. O Fábio pode ter falhado em 2005, 2006, 2007 e por ai vai… Assim, como o Dida falhou, Raul falhou. Falhas acontecem!!! O fato é que o Fábio na grande e esmagadora maioria das vezes, salvou o Cruzeiro. Tem muito crédito e é uma injustiça muito grande o que fazem com ele. Se fosse goleiro de algum time carioca ou paulista, não só seria convocado como nunca sairia da Seleção.

      1. Eu só quero que vc me cite qualquer goleiro ou melhor qualquer ser humano que não falhe e que tenha facilidade de bater no peito e dizer eu errei, falhas de goleiro sempre serão uma ferida aberta mas volte ao VT do primeiro jogo de 2009 e veja quantas defesas ele fez se o Kléber faz o gol o jogo seria outro aqui passado não dá pra mudar…Enfim nada contra críticar o Fábio sim merece críticas como qualquer outro jogador mas até quando ele não está no gol lembramos dele…”ah se fosse o Fábio tinha tomado” como disse o PH o Fábio não deve nada a ninguém…

        1. Manoel Neuer, Diego no penalti defendido pelo Fábio, Marcos goleiro do Palmeiras, Klose, Rodrigo Caio, Abel Braga e tantos outros. Estou citando os que me vieram mais rapidamente a cabeça, pq são mtos os exemplos de pessoas que erraram e admitiram com HUMILDADE.

          Sim eu concordo, se o Kleber tivesse feito o gol o jogo teria sido outro, provavelmente perderiamos sem fazer gol. Aquele dia não era pra ser, o time entrou acuado e mal preparado, com a teimosia do treinador e com os animos quentes por causa da briga do vestiario. Parece que o pessoal quando lembra desse jogo esquece que o Cruzeiro começou ganhando de 1 a 0 com o gol do Henrique e que o Estudiantes buscou o resultado com 20 minutos de jogo. O Cruzeiro fez o gol que precisava e não conseguiu se defender para ser campeão. A maior conta daquela derrota se chama Zeze Perrela e em segunda estancia, Adilson batista. Em campo o maior culpado foi o Ramirez e o Gerson Magrão, mas nada disso, nada tira as duas falhas do Fabio da realidade daquela partida.

          1. De todos esses que vc citou já vi todos dizer “não acredito que foi falha minha” ou “isso é lance de jogo acontece” e volto a repetir Assista o VT do primeiro jogo de 2009 e vc verá que não perdermos por causa dele, falhar ele falha sim é humano contra o Grêmio no primeiro jogo falhou na minha opinião mas em compensação salvou o time pelo menos duas vezes a falha sempre será mais lembrada mas precisamos exaltar o que o cara já fez pelo cruzeiro, na minha humilde opinião nenhum jogador será maior que o clube mas as críticas com relação a ele são excessivas, agora se vc acha que ele é um goleiro ruim chame o de fofao igual outras pessoas aqui e vai bater palmas pro “Santo milagreiro” das codornas!!!

    2. Amigo, vc está dizendo que o Fabio falhou nos gols do Estudiantes em 2009? Está dizendo que ele NÃO É um bom pegador de penaltis? Seu comentário NAÕ MERECE ser respondido porque você não entende NADA DE FUTEBOL.

      1. Obrigado por ter respondido mesmo assim camarada. Mas te garanto que mesmo não entendendo nada de futebol o Fábio falhou em 2009 e não é bom pegador de Penalti.

    3. concordo com tudo que voce disse e muitos cruzeirenses pensam da mesma forma, agpra este ano dei o braço a torcer, ele é sem duvida o terceiro goleiro da historia do time do povo, atras de Raul e Dida

    4. Isso sem falar que o Dida ficou no cruzeiro por mais de 10 anos, recusou inumeras propostas pra sair e sempre se identificou com o clube,não é mesmo modinha,aliás,o cruzeiro deveria e dispensar o Fabio e ir correndo a traz do campeonissimo Gatito,pegador de penaltis no multicampeao botafogo.

      1. Modinha gostar do Dida? hahahaha

        Sim o Dida foi vendido pro clubinho de segunda (Milan da Itália), ninguem iria aceitar uma propostinha dessa né? Inclusive ele nem é um dos maiores goleiros da historia do Milan. E realmente ele não se identificava com o clube, os milagres que ele fez no Cruzeiro ele fez pq queria ir embora. Vc não sabe o que ta dizendo meu caro.

        Eu acho que o Cruzeiro deva sim começar a se preocupar com um outro goleiro pq ainda não tenho certeza que o Rafael possa substituir o Fábio a altura e sim o Gatito seria uma boa opção. E desde quando jogar no botafogo é demerito? hauhauhauha

    5. Nao se pode comparar elencos diferentes, jogadores de epocas diferentes. cada qual tem suas qualidades e deficiencias. Portanto o Fabio é um dos melhores goleiros do Brasil a muito tempo, e está entre os melhores que passaram e irão passar pelo Cruzeiro. Futebol e Religião não se mistura é para quem não tem uma crença uma religião; Pois sem o lado espiritual forte ninguem vence na vida, independente de qual religião seja. E mais, quanto a ele exaltar ao Senhor e não ao treinador ou outro profissional, não está desmerecendo ninguem, pelo contrário, com isto está agradecendo a todos que direta ou indiretamente contribuiram para o seu sucesso. Pior seria se estivesse vangloriando somente a seu próprio instinto. E Fabio é um grande goleiro da atualidade.

    6. Olha… se você não tem raiva do Fábio…. lula é o cara mais honesto desse país! Por a culpa de derrotas somente no Fábio, em falhas que são questionáveis, acusar de ser uma pessoa falsa. Você deve ser um exemplo de ser humano. Não deve cometer falhas no seu trabalho, na sua casa, em lugar nenhum. Veja a lista dos jogadores que o Fabio defendeu pênaltis. Se o Gatito fosse essa brastemp, não estaria no poderoso Botafogo. Quantos frangos Dida, Raul, André, Paulo Cesar, Gomes, etc… também tomaram. Fábio está na história do Cruzeiro, seja por mais jogos com esta camisa, seja por defesas, por falhas, por títulos, por não títulos. Ele está aí, espero que ainda fique por muito mais tempo!

      1. Eu não tenho raiva do Fábio por nenhuma falha dele como eu disse, eu tenho magoa e raiva dele pela pipocada que ele deu contra o Atletico, mas vc nem deve saber do evento que citei, mas aposto que mtos aqui se lembram inclusive o PH.

        Agora eu te desafio a se recordar de uma falha grosseira do Dida ou de um titulo que o Cruzeiro tenha perdido por causa dele. Vamo ver se vc é o bixão mesmo. Agora André, Paulo Cesar (que foi um bom goleiro), Gomes (que foi excelente no Cruzeiro), não se comparam nem ao Fábio e mto menos ao Dida. E sim, o Fábio está na historia do Cruzeiro e será durante mtos anos o jogador que mais vestiu a camisa do time, por nossa sorte nenhum clube da europa nunca se interessou de fato nele. E por nossa sorte ele nunca foi convocado pra jogar, pq se ele jogasse e fizesse la na seleção o que fez aqui, ele com certeza seria vendido pra um clube grande la fora.

    7. Incrível como tudo pode ser distorcido por cada um de uma forma, até a mais transparente das frases, de acordo com o desejo da pessoa. Transparecer humildade se torna “falsa humildade”, e isso é dito com uma propriedade de quem conhece o que a pessoa tem por dentro para ter a condição de falar..

      Mais do que discutir isso com vc, eu só quero deixar uma opinião que, pelo menos para mim, invalida qualquer questionamento nesse sentido: nem o Fábio, nem eu, nem vc, e nem ninguém, é pago para ser humilde. :))) Profissionais são cobrados por conquistas, vitórias, construção de coisas. No caso do nosso goleiro, a humildade que as pessoas veem nele torna-se um algo á mais. De fato, o Fábio é visto mais do que como um grande goleiro… muitas pessoas exaltam essa maneira humilde (que vc considera o oposto, mas elas não) dele agir.. eu particularmente me tornei admirador da pessoa dele principalmente por sua capacidade de superar todos esses obstáculos e se tornar um dos maiores goleiros que o CEC já teve – maior, segundo maior, terceiro.. menos que o Dida, mais que o Raul, menos que os dois, DANE-SE, que discussão inútil!

      Entre erros e acertos; e muito mais acertos, entre qualidades e defeitos; e qualquer grande goleiro incluindo o Dida tem pontos fracos… Entre tudo isso o Fábio se levantou de cada queda e, independente de qualquer questionamento sofrido, foi se tornando cada vez mais vencedor e decisivo, e já soma hoje 10 troféus levantados pelo clube – dois terços do que alcançou o Ricardinho, recordista. Resultado, é isso que se espera de um profissional. Tem defeitos no gol?! Vários.. Me aponte um goleiro perfeito. Poderia ser ainda melhor “se” isso, “se” aquilo..?! Talvez, quem sabe.. mas á essa altura, o que ele alcançou pelo Cruzeiro já não pode mais ser apagado pelo que “poderia ter sido”. Se ele tem tal ponto fraco, se nunca corrigiu tal dificuldade.. se diz isso ou aquilo nas entrevistas.. se parece simpático, se não parece, se acham isso ou aquilo da postura dele.. mas no final de tudo ele consegue provar ser capaz de corresponder com o que se espera, o resto são apenas pensamentos pessoais.

      Eu sinceramente acho o Fábio um cara super tranquilo e bastante humilde. Já vc, acha que ele é meio mala, entendo. Mas sabe o que eu acho disso?! ÓTIMO, ele tem mais é que ser!! E no dia em que eu ou vc estivermos no nível que ele se encontra hoje no Cruzeiro, teremos todo o direito de sermos muito mais malas também. E de atribuir nosso sucesso á Deus, á Tupã, á Saturno, ao Michael Jackson, á Kéfera, ou o raio que acreditarmos.. ou simplesmente dizermos: “Ganhamos porquê eu sou bom pra car…” e dane-se. E o maior exemplo disso nem é o Fábio.. basta olharmos para, por exemplo, o melhor jogador do mundo. 😉

  11. Querido PH gostaria que você comentasse a cara de bunda e avulso do Castellar presidente atleticano da FMF ao medalhar nossos jogadores pentacampeoes. Ele agora pode enfim comemorar o verdadeiro 9 x 2. Sao 9 títulos nacionais contra 2 do megalomano time dele. Ele pode armar para o time dele ganhar campeonatos mineiros. Mas o Cruzeiro é maior que isso. Somos nacionais, continentais e até mundiais. A cara dele é muito engracada no palco de premiacoes. O Cruzeiro é muito maior que o Atlético MG. Bota isso na cabeca de uma vez por todas e repeite o Cruzeiro seus invejosos. Nem com estádio próprio, que na minha opiniao vai esse cam para o buraco, serao maior que o Cruzeiro!!!!!!!!

  12. Fábio é segurança. Depois que ele voltou da contusão do ano passado, o time todo melhorou. Todo grande time precisa de um grande goleiro e nesse quesito estamos muito bem servidos, pois Rafael também é muito bom goleiro. Lamentável é que tem alguns torcedores que não reconhecem tudo o que Fábio já fez e sempre procuram um erro dele pra meter o pau. Parece coisa pessoal mesmo. Gostaria aqui de PARABENIZAR vc PH por sua conduta e respeito aos demais blogueiros que postam nos diversos veículos de comunicação, especialmente quando o assunto envolve o lado de lá da lagoa. Gostei muito do que vc disse no post anterior. Aquele camarada que escreve sobre as frangas, aquele barbudo, sujeito chato, só faz comentários pejorativos ao nosso clube e nossa torcida. Isso que vc faz é um tapa de luvas naquela gente mal educada e sem expressão.

  13. …aqui titulo nao é milagre kkkkk! Nessa vc Matou a pau,PH para presidente já!Excelente sua homenagem a este fantástico Goleiro,profissional e ser humano.Qualquer elogio,ele merece mais,Obrigado Fábio por honrar essa camisa que sabemos vc ama tb.Nossa meta agora é o TRI e o MUNDIAL,nós todos queremos muito e vc merece.

  14. Sempre fui e acho que sempre serei um critico do Fabio!
    Mas reconheço que ele foi o melhor jogador nesses 2 confrontos diante o Flamengo!
    Permita-me, o seu texto tem duas ressalvas:
    1ª) não começou com o gol de costas não!
    começou com os 3 frangos que ele levou diante o Paulista na semi-final da Copa BR 2005, um em SP e 2 de falta no Mineirão qdo o jogo estava 3×0 e a vaga na final era nossa, dps na final do rural contra o Ipatinga veio outro frango logo a 5 minutos de jogo e foi a pá de cal!em um Clube com torcidas que cobram como Flamengo e Corinthians, Fábio não teria durado nem 6 meses e só verem o Alex Muralha não entregou nenhum campeonato, mas esta sendo crucificado, duvido que volte a ser titular do Flamengo;
    2ª) duas Copas do Brasil????a primeira em 2000 ele foi campeão sim, mas não teve mérito nenhum pois não jogou sequer 1 minuto da competição, então menos!
    É um ótimo goleiro, principalmente debaixo das traves e nas bolas frente a frente! Mas deixa muito a desejar no quesito saída de gol e nas bolas chutadas de longe, principalmente as de falta!
    Por isso eu acho que existe um idolatria exagerada!
    Pagou a Copa BR de 2005, quem sabe em 2018 paga a Libertadores 2009 (embora nessa tenha tido culpa minima)

    1. A única explicação para as críticas do Fábio, são de torcedores mimimi, que só sabem criticar o time e nunca reconhecer os méritos dos jogares e principalmente respeitar a história dos ídolos.
      Fábio, obrigado por honrar essa camisa todos esses anos, e não tenho dúvida, vc foi a melhor escolha para defender nossa meta e respeitar essa nação cruzeirense.

      1. Caro Welerson, o cara falhou nos jogos citados e não jogou mesmo em 2000. Isto é fato.
        É um ótimo goleiro, mas não é deus. Se você não lembra, Alex saiu daqui, em 2004, sob vais depois de ser eliminado pelo Deportivo Cali no Mineirão.

    2. Qualquer uma dessas críticas é nivelável á outras que caberiam á outros profissionais idolatrados no Cruzeiro.. todos eles tem o gravíssimo defeito de não serem perfeitos. Considerar alguém como ídolo é pessoal.. não tem como te dizer que VOCÊ tem que idolatrar o Fábio. Mas dizer que a idolatria á um profissional como ele é “exagerada”, meio que força até uma distorção do conceito dessa expressão, kkk.. se ele não deveria ser “tão ídolo assim” por já ter cometido erros, frente á uma carreira com 15 ou 20 vezes mais acertos decisivos, acho que ninguém pode ser.

      Sobre 2005, na Copa do Brasil, sinceramente eu acho que qualquer outro grande goleiro também teria sofrido os dois gols do Christian, que ocorreram em chutes fortes, bem próximos da área, e contaram uma delas com um desvio fatal, e outra com a barreira abrindo. Inegável que ele falhou feio demais no gol sofrido no primeiro jogo, assim como na final contra o time do Itair, mas sobre o segundo jogo da Copa do Brasil, eu sempre, desde aquele dia, achei as críticas aos dois gols de falta completamente sem sentido – e olha que naquela época, depois da perda do título estadual, era difícil achar alguém que desconfiasse do Fábio mais do que eu. Sobre 2009… “culpa” individual dele aonde?! Tem tanta responsabilidade quanto o restante, mas individualmente não cometeu nenhum erro.

      Fábio pode não ser perfeito saindo do gol, mas Dida também não era, e me arrisco á dizer que era bem pior – compensava sendo imbatível debaixo das traves, e sendo em pênaltis talvez o maior defensor da HIStória. Não vejo essa dificuldade toda dele com cobranças de falta, sempre enxerguei qualquer gol dessa forma sendo muito mais mérito dos cobradores.. Em compensação, me irrito realmente MUITO, DEMAIS com sua saída de bola (sou defensor chatíssimo de futebol com posse de bola e tiro de meta SEMPRE curto, me deem um desconto). São defeitos, ou até mesmo discordâncias, que não mudam a trajetória percorrida e as conquistas alcançadas: socando quase todas as bolas cruzadas, errando quase todos os lançamentos longos… o cara é decisivo como jogador e como líder. Se for “exagerado” idolatrar ele, qual jogador pode ser idolatrado?!

  15. Pedro Henrique, eu confesso que me emocionei ao ler esta publicação. Você está de parabéns, só disse a verdade.
    Possuo gratidão pelo Fábio e sempre batia boca com vários torcedores e até familiares defendendo ele no Cruzeiro.
    Mais uma vez, você foi iluminado ao redigir suas palavras e conseguiu transmitir tudo o você pensa e o que a torcida do cruzeiro precisava ouvir.
    Você é F@DA!!!!

  16. Colegas PENTA, bom dia!
    Com o penta, a música somos loucos somos cruzeiro que eu há considero como o segundo hino do nosso clube, tem novo verso: que é asso seguinte. EM MINAS TODOS OS TIMES TENTA ; MAS SOMENTE O CRUZEIRO É PENTA, NÓS SOMOS LOUCOS LOUCOS PELO OCRUZEIRO.********************* E PURAI VAI !
    II; Com relação o cancelamento do evento na Savasse , ninguém me tira da cabeça que tem dedo do prefeito de BH que muitos idiotas de cruzeirenses ajudaram o eleger.
    Mas não foi a primeira vez que fizeram isso, pois em 1984 quando levaram uma tamancada de 4 X 0 do cruzeiro na decisão do rural daquele ano, o Kanil velho entrou com um mandado de garantia proibindo , o corpo de bombeiro a emprestar o caminhão para que o jogadores do cruzeiro desfilasse no mesmo pela cidade, em comemoração ao título.
    Eles morrem de inveja do CRUZEIRO; tanto é verdade que no hino deles há um verso que é o seguinte; SOFRER SOFRER SOFRER DE INVEJA DE VER O CRUZEIRO VENCER.
    E VIVA O CRUZEIRO.
    Saudações celestes*****

  17. Parabéns pela Crônica PH.

    Sobre Fábio, acho que quando ele encerrar a carreira, espero que demore ainda muito, será muito mais exaltado do que enquanto estiver em ação. Por mais que seja brilhante, torcedor é paixão pura e nos maus momentos da equipe, tendem a cobrar mais de quem pode dar mais, embora em relação ao nosso goleiro eu discorde das criticas descabidas que recentemente vinha sendo lhe dirigidas.
    Temos que entender também que nesse momento de banalização do uso das redes sociais, em que a capacidade de propagação de uma simples critica sistematizada por alguns indivíduos, por motivos as vezes alheio ao futebol, tendem a proliferar como se fossem próprias de dez milhões de torcedores.

  18. Pessoal, como questionar ou duvidar que o Fábio é o nosso maior ídolo na atualidade? É fácil responder, tire as dúvidas perguntando as crianças, que elas te responderão. Exemplo que tirei dos meus 2 filhos, Sara e Samuel, só falam de FÁ……BIO. Ele conquista as crianças, que tem um grande amor por ele e assim engrandecendo o cruzeiro. Parabéns FÁBIO, você é nosso ídolo.

  19. Um espetáculo a sua crônica, PH.

    Das coisas que mais me revolta na vida, posso citar a injustiça. No futebol, a perseguição a alguns jogadores me dá um desânimo danado com a raça humana e o que contrabalança muito esse sentimento em mim é ver pessoas como você cumprindo tão bem o seu papel de escrever a verdade, com isenção e justiça.

    Fábio, Léo e Henrique incomodam muita gente. Fico muito feliz vendo que a maioria esmagadora de cruzeirenses e de não cruzeirenses reconhece a importância desses três na construção das nossas páginas heroicas e imortais.

    Todos falhamos e me irrita profundamente ver que os críticos de plantão só apontam as falhas, como você, PH, muito bem escreveu. Eu não me lembrava desse gol de costas que o João Leite, outro goleiro injustamente criticado, tomou. Bom ouvir o saudoso Kafunga gritando “peru” e o Carlos César Pinguim dando a sua tradicional risada. Bom também ver a diferença de profissionalismo entre dois narradores atleticanos, o Willy Gonzer e o Caixa Mário Henrique.

    Como ex-goleiro que sou, para mim a falha do Fábio nos gols de falta contra o Paulista, na Copa do Brasil de 2005, no Mineirão (eu estava lá), são muito piores do que esse gol de costas em 2007. Mas, e daí? Querem que um goleiro caminhando para 800 jogos como titular nunca tenha falhado? Quantas vezes nos salvou, quantas ótimas e milagrosas defesas ele fez?

    Então, parabéns, PH, inclusive por dizer que no nosso caso não é milagre defender pênalti e, vou acrescentar, de pé esquerdo, como o Fábio fez contra o Grêmio.

    Só não vou concordar com você quando fala da humildade. Acho que o Fábio precisa evoluir bastante nesse quesito. Dizer e praticar o que ele entende ser um desígnio divino não o torna automaticamente humilde. Vou ver humildade nele quando admitir um erro, o que não me lembro de ter visto, e ele cometeu vários. Não vi humildade alguma quando forçou a barra para voltar a ser titular, depois da contusão. Não vi humildade também quanto mandou recado para o Tite. Mas isso também não importa, pois cada um tem um conceito diferente sobre humildade. O que importa é que ele está em ótima forma, calou a boca dos críticos de plantão e foi fundamental nessa conquista do penta da Copa do Brasil. Parabéns para ele e para você.

  20. concordo com você cara, sou fan do goleiro Fábio, mas ele não é tão humilde como o PH colocou, mostrou isso agora na sua volta, não é um bom pegador de penalty e sua principal deficiência são as saídas de gol, os socos na bola, tem insegurança de pegar firme e sempre dá espaço para os rebotes dos adversários pq nem sempre a bola vem díficil para ele querer sair dando soco! Embaixo do gol e cara a cara como vc disse é um dos melhores realmente e já salvou muito o cruzeiro!

  21. Pedro Henrique.
    Parabéns pelo que você escreveu sobre o Fábio, muito justo.
    Por ser humano, já cometeu falhas, mas tambam já fez defesas
    milagrosas que nos ajudou muito.
    Sempre o terei como ídolo.

  22. Parabens PH pelo texto. Voce conseguiu me emocionar. Por outro lado fico triste quando vejo certos comentarios nesta coluna. Tudo leva a crer que as frangas não têm limites e invadem o espaço cruzeirense para destilar sua inveja. Criticar o goleiro Fábio é uma aberração. Cruzeirense de verdade tem que enaltecer o trabalho dos nosso capitão, assim como foi a história imortal dos gigantes Raul Plasmman e Dida, idolos inesquecíveis. O que nos deixa tranquilo é que depois que o Fábio aposentar o gol do Cruzeiro estará em boas mãos do menino Rafael.
    A todo cruzeirense um forte abraço fraterno e felicidade na Libertadores de 2018.
    ZEEEEEEEROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  23. O Fábio é um grande goleiro e um grande ser humano. Faz trabalhos sociais e já ajudou muitas pessoas, inclusive jogadores de times rivais.

    Creio que ele está trabalhando sua saída nas bolas aéreas, porque melhorou muito esse quesito. Ou seja, o Fábio já é muito bom e ainda procurou se aperfeiçoar, evoluir.

    Zerooooooooo!

  24. CARO PH.
    Permita-me discordar, e olha que é raro eu conseguir discordar de vc.
    Primeiramente discordo do Título.”FABIO VC.NAO DEVE NADA A NINGUEM”
    Soa como auto suficiente,arrogante,presunçoso, prepotente e, todo jogador de futebol, é antes de mais nada um artista, e como tal deve sim e muito a seu público.
    Pergunte a ROBERTO CARLOS, o cantor, se não é assim, se não são os aplausos que o condiciona a performance melhor? Se assim não fosse, o seu programa de fim de ano que ja soma uns 30 ,40 anos ainda estaria no ar na Globo?
    Segundo ponto.
    Fabio,Henrique e Leo, estes principalmente, no inicio do ano estavam mal, e foram merecedores de todas as crísticas que receberam.
    E digo mais, foram as críticas, muitas vezes pesadas que os levaram a aprimoramento fisico e técnico , para estarem no auge como estao neste momento.
    Nao tenha dúvida, foram as criticas que os levaram a hoje estarem merecedores de todos estes merecidos aplausos.
    O que não se pode, é perpetuar nas crísticas, dou como exemplo o que o Brasil todo fez injustamente com o goleiro Barbosa, mas que o Fábio quando esteve a baixo do que pode render fez por merecer critica, com certeza fez, e não foi pelo gol de costa, alias, a bem da verdade, nós cruzeirenses até nem ligamos tanto assim, isto foi mais coisa dos ALTIANOS de plantão.
    Estou para te falar, que a nossa raiva maior com o Fábio, advem do jogo com o Paulista em 2005.
    Hoje ele e os outros 2 companheiros, Leo e Henrique, são merecedores de todos elogios, mas que no inicio do ano, também foram merecedores de todos as criticas recebidas.
    Desculpe por discordar do texto, es sempre brilhante e não deixou de sê-lo hoje, apenas por um curto momento tivemos pensamentos diferente.
    Um abraço celeste amigo.

    1. Saudações do Penta Campeão!
      Hélio
      O maior problema é que a maioria que hoje comenta aqui, nas redes sociais e também vai ao estádio não tem outro goleiro como referência no gol do Cruzeiro!
      Eu não vi Raul, mas vi Dida e este é incomparável!
      Também vimos André e Gomes o próprio PC Borges foi fundamental nas Super Copas 1991/92 e Copa Brasil 1993!
      Também acompanhamos em outros times: Marcos (Palmeiras), Ronaldo (Corinthians), Zetti(São Paulo), Carlos Germano(Vasco), Taffarel (seleção), Ceni (São Paulo)…
      O pessoa que hoje tem 25 anos ou menos não lembra nem do Gomes (2003) no gol do Cruzeiro, então eles não tem referência!
      Fábio é sim um ótimo goleiro, mas não é tudo isso não!Embora nos 2 jogos contra o Flamengo tenha sido sim o fundamental e decisivo!

  25. Quanto ao Fábio o PH falou tudo. Agora já pensou se ano que vem formos hexa da CB? O placar será 6×1. Se já existe verdadeiro existe 9×2 irá existir o duplo 6×1. Haverá suicídio coletivo nas granjas de BH.

  26. Eu vejo na Europa jogadores que fizeram muito menos pelo seus times comparando ao Fábio e ainda sim são vistos pela torcida como ídolos e uns até como deuses. Fabio é sim um dos maiores ídolos do cruzeiro e tanto nos ajudou nos títulos como também a escapar do rebaixamento. Então Fábio, parabéns e vc merece muito mais de nossa torcida do que recebe.

  27. Cara!
    Você foi perfeito em seu texto sobre o Fábio.
    Nota 1000 para você.
    Publica mais dois textos,um sobre o Henrique e outro sobre o Léo.
    Fábio,Henrique e Léo,três lideres em campo,três guerreiros que vestem com galhardia o manto sagrado azul estrelado.

  28. Achei muito interessante o PH ir comentado das falhas do Fábio ao longo de sua carreira no Cruzeiro e citando, indiretamente, as falhas dos demais. O exemplo do gol perdido pelo Kleber na Argentina é perfeito. Fábio não teve culpa, fato e simples, mas desde quando isso elimina o erro do Fábio, que no jogo de volta fez o seu tradicional vai e vem em cruzamentos na pequena área?

    E no decorrer desses 13 anos, mesmo não ganhando nada de relevante, mesmo não salvando nenhum mata mata, mesmo sendo responsável direto por eliminações como em 2005 na CDB, estranhamente o nosso goleiro nunca levou a culpa por nada e sempre, sempre foi muito protegido por essa torcida, e paralelo a isso, víamos goleiros mediano e até ruins sendo decisivo e dando títulos a seus times que em muitos casos, eram tão medíocres quanto vários Cruzeiros nesse período.

    A diferença é que os anos mostraram que o Cruzeiro “puniu” os atacantes que erraram gols fáceis, os zagueiros que bateram cabeças, os volantes que não marcam, os laterais que não cruzam, mas isentou a vida inteira um goleiro que toma gol de falta do Celsinho, não sai em cruzamento na pequena área e tem péssimo aproveitamento em pênaltis.

    Fábio sempre teve uma exaltação muito mais do que mereceu e em pouquíssimas vezes teve de fato esse direito.

    Lembrem-se, foram necessários 13 anos para que finalmente pudéssemos atrelar um protagonismo do Fábio em um título do Cruzeiro e isso, meu caro, vindo de um goleiro que sempre foi exaltado como o melhor do Brasil e em muitos casos, com o maior salário do Cruzeiro.

    Não quero nem citar o comodismo de 2015 a 2016 com o excesso de peso e relaxamento na pecha de dono do Cruzeiro, que ele realmente acreditou e da arrogância de nunca ter aceitado uma crítica.

    Desculpe-me, mas todo o chicote no lombo do Fábio nesse tempo foi devidamente merecido e ele nos devia sim. A conquista da Copa do Brasil é a primeira dívida quitada. Falta a Libertadores. A partir daí, o que vier, vou considerar o Fábio.

    E por fim, o que ele faz da sua vida particular não me interessa nem um pouco.

    1. Rancor em excesso sempre significa pouca isenção. É engraçado como os críticos do Fábio falam em “protagonismo” dele e exaltam supostas falhas que parece que só ele cometeria. Se vc tivesse a mesma má vontade com, por exemplo o Dida, poderia dizer que ele quase entregou a LA em 97, soltando uma cobrança de falta nos pés do adversário que, por sorte, chutou no pé dele depois, e ainda caberia dizer que os gols na final contra o Borussia eram defensáreis.. tá vendo como é fácil distorcer uma situação quando queremos falar algo de ruim?! ^^ Pois é.

      E não, os senhores todos que tem rancor não vão considerar o Fábio nem se ele ganhar a Libertadores e nem se ganhar também o Mundial. Vcs dirão que era o mínimo que ele tinha que fazer depois de “entregar em 2009” e sempre que puder vão relembrar que se não fosse pelas falhas que vcs viram ele cometer, seriam quatro e não três títulos.. e assim até que o Fábio se aposente e vire passado; daí então alguns de vcs o juntarão ao Dida e ao Gomes, e seja quem for o próximo goleiro que faça sucesso no Cruzeiro entre os torcedores mais novos que não viram esses três jogando, á cada falha será comparado á ele para que vcs possam amaciar o ego de “torcedores mais velhos que viram jogadores muito melhores do que os que essa geração idolatra”. Pode voltar aqui dentro de uns 20 anos e me cobrar se isso não acontecer. :))))))

  29. Parabéns pelo texto PH, agora queria saber( como disse um amigo acima), vc sabe me dizer se está no protocolo da premiação a presença do Presidente da FMF? cara de pau subir lá para comemorar com os jogadores, ou será que a diretoria não poderia impedir sua presença? Ele prejudicou nosso time já e agora tem que engolir mais uma vez o CRUZEIRO campeão nacional.

  30. Hoje no Cruzeiro tenho 3 ídolos: Fábio, léo e Henrique. São os melhores jogadores do time? Não, mas são os que representam 100% das vezes com dignidade a nossa camisa.
    A volta por cima do Fábio foi espetacular. Ele deu azar, na melhor fase dele, 2019/2010/2011 não conseguimos um título de expressão.
    Colocar ele como culpado na libertadores é uma piada. Em la plata ele foi uma muralha.
    Culpem o wagner, o kleber, o gerson magrão, o Perrella que vendeu o Ramires na véspera, o Adilson que não colocou o Sorin, o Fábio não.

  31. Fábio,não vejo arrogancia em vc,mas se vc é,não é da minha conta.O que precisamos é de um excelente goleiro,e isso vc é,kkkkk! chora frangaida!Fábio, alguns sabios(Wise men) aqui te acusam de não ser humilde,se vc não é, não me interessa,o que interessa é um OUT OF THIS WORLD GOALKEEPER,e isso vc é,kkkkk!Chora galinaceos.Domingo,Raposa danada botando pra f”£%* em cima do Gavião,vai voltar pra São Paulo sem bico,garras e asas kkkkk!

  32. Fábio é nosso maior ídolo. Tem honrado a camisa que veste, com profissionalismo e amor.
    Dida saiu pela porta do fundo, sujando sua gloriosa passagem pelo Cruzeiro.
    O amigo lembrou bem quando disse que Alex saiu vaiado do Cruzeiro, na Libertadores de 2004.
    Vamos honrar quem nos honra. Fábio!!!!

  33. Impagável a cara de cloaca do Frangellar Neto, presidente da FMF, na premiação da CB.

    É isso que a gentalha segundina, rebaixada e monotítulo merece: se afundar na sua própria amargura e ressentimento.

    Vejo que o blogueiro é cristão, que benção! Só assim mesmo pra aguentar o recalque e a inveja da Vovó Barbuda e Rabugenta, que escreve seus textos transbordando de ressentimento logo aqui do lado, neste mesmo saite.

    Parabéns, PH, por jamais ceder à baixaria da gentalha segundina, em especial a Vovó Barbuda e o tal Fred Melo sei lá o quê!

    Não precisamos falar deles, não vivemos em função de rivalidade com time pequeno, a prova está na sala de troféus do Barro Preto.

    E antes que eu me esqueça, se agora o 9×2 é real e incontestável, nem por isso o 6×1 deixará de ser eterno!

    Saudações Celestes!

    1. É bom lembrar que, em 1929- ano do tal ¨ 9 a 2 ¨, o futebol mineiro era AMADOR, varzeano, e jogado na maioria das vezes em campos de terra.
      Utilizar isso só pode mesmo ser desespero de quem se sente humilhado pela quase absoluta ausência de títulos ante às gloriosas conquistas do Maior de Minas.

  34. Eu pensei q depois da cirurgia, ele não seria o mesmo. Que bom que eu estava enganado. Ele voltou melhor do que a encomenda. As defesas que ele fez contra o Grêmio e o Flamengo não deixa nenhuma dúvida de que ele e o melhor goleiro do Brasil e que foi decisivo na conquista do penta. Parabéns Fábio!!!

  35. Boa noite Pedro Henrique ! Este é um bilhete pessoal para você, não para o blog.
    Parabens pela facilidade na escrita , com uma trilha,uma clarividência e uma facilidade de colocação que geram os elogios merecidos .Acredito que os elogios honestos ,sinceros e no momento adequado devem ser, na minha ótica, externados uma vez que têm um poder renovador e indicador de que a nossa dedicação está dando frutos .Sou de Manhuaçu ,resido em Timóteo, amigo pessoal de um jornalista aí em BH , Fabricio Marques, talvez você até conheça de nome .Como você, também tem uma facilidade de expressão muito grande, finalista do prêmio Jabuti em São Paulo.Foi professor do Thiago Reis e do Marcos Leandro.
    Desculpe se fui meio piegas e prolixo ,mas a idéia inicial era me apresentar e dizer que quando da primeira participação do seu blog, fiz uma colocação de que o Dr Gilvan engrossou muito o currículo do Cruzeiro com a conquista de dois campeonatos nacionais ,agora ainda mais com a conquista Copa do Brasil. Fui rechaçado por alguns participantes dizendo que no mínimo eu era parente ,agregado ou mesmo advogado do Dr. Gilvan.Concluindo, queria sugerir que você aproveitasse o calor da conquista e dedicasse um tempo especial para a diretoria do Cruzeiro, acho que vai ser gratificante para o Dr. Gilvan que está de saída.
    Me desculpe se aluguei seu tempo em demasia, um abraço Magno.

    1. Agradeço a você pelas palavras dedicadas a mim. Aqui, temos um espaço democrático. Cada um com a sua opinião, mas todos compartilham do mesmo amor pelo Cruzeiro. Com certeza, farei um texto para o Dr. Gilvan. É claro que ele não fez uma gestão perfeita, até porque isso é muito difícil. Mas ele merece sim uma homenagem no blog. Três títulos em cinco anos não é para qualquer um. No momento certo, farei o texto. Um grande abraço e, novamente, obrigado pela mensagem, de coração.

  36. Superação, esta é a palavra de ordem. Fábio fez uma grande Copa do Brasil com defesas importantíssimas que nos garantiram na passagem de fases……..Já na final com aquela defesaça num chute do guerreiro ainda durante o jogo nos garantil para a disputa dos penais, onde voltou a defender a cobrança do Diego e nos garantiu o tão cobiçado Título da Copa do Brasil. É um grande profissional da bola e isto ninguém pode negar…….Valeu………Abraços

  37. PH Show de Bola este comentário!! O nosso Maior de Minas , sempre teve grandes goleiros e sem dúvida o Fábio além de ser um dos destes é um dos maiores ídolos do nosso clube!!!Merecia os campeonatos de 2013, 2014 e agora este Penta CB!!!! Além de ídolo incontestável é um grande exemplo de cidadão !!!! Parabéns PH e Muuuito Obrigado FÁBIO o melhor Goleiro do Brasil!!!!

  38. Mandar um recado para as fran6a1inhas que têm a audácia de falar qualquer coisa do Fábio, mais ainda para os bobos do lado de cá que ficam engrossando o coro cacarejante: O Fábio é FáBIo: se estivesse do lado de lá seria o Fáo, companheiro do Ronho. Sorte a dele, sei que ele diz que Deus o colocou no lugar certo. Sorte a nossa também. Agradeçamos.

    Certa vez ouvi o Neto comentando que havia um papo nos bastidores da CBF que o Fábio sofria de um problema crônico nas costas. Por isso era preterido nas convocações. Gozação! Inimaginável então o tanto que ele ia catar se não fosse isso. Ele até costumava brincar que o Fábio devia ser chinês, única explicação possível. Agora sim, a idade chegou e eles têm a razão certa para desprezá-lo. E por falar em idade, temos um arqueiraço na linha de sucessão. Gente, o Rafael é soma, não divisão como muitos tentaram colocar, enfiem isso na cachola!

  39. Gente, sejamos objetivos. Esses textos enormes de nada servem pois dá cansaço de ler até para o PH que tem dar o aval para publicação. O Fábio é e sempre será o melhor goleiro de minas e um dos melhores do Brasil. O Victor andou na mídia só porque nossa imprensa é muita patéticana, é só isso e nada mais.

  40. Parabéns PH, como sempre seus comentários são excelentes, já critiquei o Fábio, mas não o desmerecendo ele, que por sinal além de ser hoje o melhor goleiro do Brasil é um excelente profissional dentro e fora de campo, e faz um social muito bacana, tem uma regularidade grande na sua carreira, é um grande ídolo.

  41. Fábio é Cruzeiro. É goleiro PENTACAMPEÃO! Tapa penalties como nenhum outro: é goleiro de seleção! Dá-lhe Fábio!! Dá-lhe Cruzeiro!!

    O Mineirão teve a noite mais bonita de sua história na quarta. Igual a abertura de olimpíadas.

    E o Fábio deu baile: e nos deu o caneco!!

    SER MINEIRO É SER CRUZEIRO !

  42. O Dr Gilvan merece tudo,ganhar tres titulos importantes em cinco ou seis anos não é pra qualquer um.E não se deve esquecer que escapar da ZONA é quase que um titulo,veja bem,quais os times da serie A que não cairam ainda?

  43. Essa discussão aqui já não tem cabimento.! Já cansei de defender o Fábio, sendo que o nosso goleiro não deveria precisar de defesa( sem trocadilho). Novamente! O Fábio é um goleiro excepcional, excelente profissional e está no patamar dos grandes goleiros de todos os tempos. Falhas eventuais sempre existirão;o cara é humano! Idiotice tremenda julga-lo por possíveis falhas que aconteceram. Na média o cara é uma sumidade! Querer ser contra isso demonstra falta de caráter,como se nós mesmos não fossemos passíveis de erro,e além do mais comparações são no mínimo inapropriadas,para não dizer idiotas. Todos têm seu valor ,e portanto, todos estarão na história como protagonistas do maior de minas. Saudações celestes!

  44. – Como cruzeirense nato, e com um amor incondicional tatuado na minha pele por este clube vos digo, estou preocupadossimo com a fala do presidente do clube: Essa gestão vai continuar….! Conselheiros do Cruzeiro, pelo amor de Deus vamos votar pela mudança! Vamos colocar uma pessoa jovem com mente renovadora, de idéias claras e que objetive levar o clube ao topo do mundo. Não é porque o atual ganhou mais um título, e importantíssimo pra nossa história, que significa que o clube está bem gerido e no caminho correto. Muito pelo contrário, o próximo pegará um clube com um endividamento considerável e cheios de vícios administrativos(manda o Benecy Queiroz embora). Chega de ser humilhado por essa FMF, por essa imprensinha mineira parcial. Quero um cara atuante, jovem com sangue nos olhos e não outro ancião que NUNCA NUNCA deu uma entrevista pra dizer do seus planos para o clube. Não quero um velhaco, bêbado que foge de blitze policial e envergonha o nome do clube. Gilvan de Pinho Tavares, obrigado por ter se dedicado ao nosso amado clube, obrigado por não se locupletar do clube por interesses proprios e obrigado por ter sido o presidente de títulos tão ricos na nossa história. Agora….a torcida que entende de futebol e acompanha dia a dia o clube, não quer a continuidade admistrativa com seu gente como você. Com seu perfil extramamente omisso e frouxo. Que abandona o barco quando ele parece afundar. Obrigado e vá embora!

  45. Critico o Fábio e vou continuar criticando. Essa exaltação dele na final é extremamente exagerada. Ele foi pouquíssimo exigido. Até fez uma boa partida mas nada excepcional. Vemos vários goleiros fazerem muitas partidas bem superiores a esta. Na maioria das disputas de penaltis os goleiros pegam cobranças mesmo. No jogo contra o Grêmio o Ghroe pegou 2, o goleiro do Londrina pegou 3 contra o Cruzeiro. Para ter exaltação tem que fazer algo fora da curva e isso ele passou longe de fazer. Faz parte as pessoas terem uma visão moldada pelo que escutam e sempre vemos o goleiro que pega um penalti ser chamado de herói, mas a verdade é que isso não é excepcional, como eu já disse – acontece em quase todas as disputas.

  46. ALISSOM MATEUS MACHADO
    Primeiramente, SAUDAÇOES DE PENTA P/PENTA
    Cara c vc. parece jornalista desfilou em pouco tempo todos os goleiros que viu.
    Concordo com vc. sobre a garotada que tem hoje 25 anos , e não viu o melhor do nosso time, não é culpa deles, mas a maioria iria enlouquecer com as coisas que o Dida fazia no gol celeste.
    Como esquecer o jogo contra o Palmeiras em 96 , e a sua atuação em 97 na liberta?
    O Dida era tão especial, que o time levava o jogo para os pênaltis, sabendo que ali nós não perderiamos, lembra-se do CRUZEIRO X COLO-COLO?
    Aquele que o Cleissom marcou quase no fim do jogo levando para decisão e Basay e Zamorano bateram e o Dida pegou de cara? e olha, estes jogadores eram o que de melhor tinha no continente naquele momento.
    SOBRE O FABIO
    É um grande goleiro sem dúvida, passou por fase ruim, e logicamente mereceu todas as críticas que recebeu, e tem mais, ninguem ficaria tanto tempo na meta de um gigante, se não tivesse mérito, logico que não ficaria, será sempre assim, quando errar, será criticado, quando acertar elogiado, é a ordem natural de todas as coisas, até o Dida, o nosso maior goleiro,também era criticado por não saber jogar com os pés, lembra-se?
    Existe uma coisa que sempre falei, sobre o Fabio, que não vejo ninguem observar.
    Vc. que é observador, veja se não é verdade? Quando o Dida saiu do clube, nós ficamos um tempao sofrendo com goleiros de segunda classe, quantos passaram pela nossa meta e nos matou de raiva? lembra-se do Jeferson (este hoje no Botafogo) ? ele nos tirou um titulo lembra-se? contra o Paissandu, o Cruzeiro perdeu a CB em 98 contra o Palmeiras pq. P.Cezar Borges tomou um gol sem angulo do Ozeas, duvido que o Dida tivesse levado aquele gol e este calvário, só terminou com a chegada do Fabio, isto também é mérito total dele. Mas achar que ele está acima do bem e do mal, como sugere o título do PH , vai uma distancia enorme.
    SOBRE RAUL
    Alissom, ele é tao importante na vida do clube, que por causa dele, se alterou a cor da nossa bandeira, a cor amarela, que vc, ver em muitas bandeiras é toda ela em homenagem a ele.
    Isto por si só, ja diz tudo.
    Um abraço amigo celeste.

  47. PH,
    Tal é o desespero da minoria Patética, barulhenta e provinciana ante às gloriosas conquistas do Maior de Minas, que tenham de se utilizar de uma pelada ocorrida há quase 100 anos, num tempo em que o futebol mineiro era AMADOR, tipicamente varzeano e jogado em campos de terra.
    4 brasileiros, 5 copas do Brasil, 2 libertas, 2 Sulminas etc é um tsunami ante ao patético currículo de um clube que, em mais de 100 anos de uma vida provinciana, se reduz á 2 títulos, um rebaixamento e muitas passagens que envergonharam o futebol brasileiro como os tragicômicos episódios do RAJA e do JORJÃO.

  48. Resumindo: o time cresceu esse ano, como o blog está crescendo!
    Já há algum tempo, não conseguia vir aqui escrever.
    Mas sempre tento ler as crônicas, pois, como bom Mineiro, elas são boas demais da conta!
    Parabéns PH! Parabéns torcida! Parabéns Cruzeirão Cabuloso!
    Estou feliz demais!!!

  49. Em tempo: nunca duvidei do Fábio. Sempre fui fã do trabalho dele, mesmo reconhecendo que o Rafael estava em melhor fase.
    Mas faço um mea culpa com o Léo e o Mano.
    Léo melhorou muito do lado do Murilo!
    E o Mano mostrou ser um estrategista.
    Quanto ao Gilvan, há de se reconhecer seus méritos. Obrigado pelos serviços prestados, vá com Deus!…

  50. Olá, pessoal.

    Temos grandes goleiros. Isto é incontestável.
    O título do pentacampeonato tem um herói. Fábio.
    Ninguém pode negar que as defesas do nosso herói foram importantíssimas.
    Fábio poderia dizer as mesmas palavras do Zagalo: “agora, vocês vão ter que me engolir” mas, não, com a sua humildade, fez declarações tranquilas, sem nenhum traço de ódio, raiva, etc.
    Além de um grande goleiro, demonstra ser um homem de caráter e, ainda bem, que temos heróis como Fábio.
    Sabemos que o futebol é a grande paixão dos brasileiros e que, o Cruzeiro é a paixão de mais de 8 milhões e, então, heróis como Fábio é muito positivo.
    Espero que, a partir de agora, os cruzeirenses críticos do Fábio sejam mais comedidos e respeitosos com o herói do Penta.
    Parabéns Cruzeiro, parabéns nação azul e parabéns PH pela belíssima crônica.

  51. Fabio NUNCA FOI HUMILDE, nunca aceitou seus erros!!! sempre culpando fatos alheios e não suas atuações. É um bom goleiro sem dúvidas, mas não aprendeu a sair do gol e nunca reconheceu esse seu lado fraco! Quanto a seu feito, digno de aplausos, mas, não fez mais que sua obrigação, a final de contas, é um dos jogadores mais caros do clube e colhe as melhores regalias. Então obrigado cruzeirãooooooo…..você é penta por merecimento! Zerooooooo

  52. Oi PH.

    Sobre o Fábio você disse tudo.
    Mas quero acrescentar dois jogadores que também são muito questionados. Não pelos adversários, mas pela própria torcida: Léo e Henrique.
    Estes dois jogadores não são craques. Entenda craque como a definição feita pelo Tostão: toque diferenciado, regularidade e atuações acima da média dentro desta regularidade.
    Pois é, não são craques e talvez por isso, muito questionados.
    Aí onde eu quero fazer justiça a ambos: são dois jogadores que se identificam muito com o time. Se não eram cruzeirenses, viraram. Vibram e sofrem com os resultados honestamente.
    E o Henrique ainda foi unanimidade entre os muito comentaristas, apesar da baixa qualidade técnica nos dois jogos da final.

    Saudações celestes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *