Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

2003: em ano mágico do clube, Cruzeiro conquista o tetra da Copa do Brasil

Em ano mágico do clube, Cruzeiro conquistou o tetracampeonato da Copa do Brasil.

Quem não se lembra de 2003? Ano mágico da história do Cruzeiro Esporte Clube. Há 14 anos, o clube celeste conquistou a famosa Tríplice Coroa ao vencer o Campeonato Mineiro, o Brasileiro e a Copa do Brasil. No país, só a Raposa pode se orgulhar desta almejada conquista. E para alcançar esse feito, é necessário ter um time tão bom, tão entrosado e tão mágico como o que tínhamos. No futebol de hoje, acho difícil que outro clube consiga. Então, vamos relembrar como foi a campanha do tetracampeonato da Copa do Brasil em 2003.

Na caminhada do tetra, o time azul enfrentou o Rio Branco-ES, o Corinthians-RN, o Vila Nova-GO, o Vasco, o Goiás e, na finalíssima, o Flamengo. O escrete celeste contava com nomes como Gomes, Maurinho, Edu Dracena, Luisão, Leandro, Wendell, Augusto Recife, Sandro, Alex, Mota, Márcio Nobre, Deivid, Aristzábal e outras grandes figuras. O comandante do navio azul era o técnico Vanderlei Luxemburgo.

Na primeira fase da competição, o Cruzeiro foi até o Espírito Santo para enfrentar a equipe do Rio Branco. Sem muitas dificuldades, o time celeste aplicou uma goleada por 4×2 e eliminou o jogo de volta. Os gols da Raposa foram marcados por Maurinho, Marcelo Batatais, Alex e Nem (contra). Nessa partida, dois jogadores do Cruzeiro foram expulsos: Luisão e Thiago. Na fase seguinte, o adversário foi o Corinthians-RN. E o primeiro confronto foi lá em Caicó, no Estádio Senador Dinarte Mariz. Dessa vez não foi possível eliminar o segundo jogo, pois as equipes empataram em 2×2. Irineu e Aristzábal marcaram para o Cruzeiro. Júnior Bahia e Neto anotaram os tentos do time da casa. No Mineirão, chocolate pra cima do Corinthians-RN. 7×0! Thiago, Edu Dracena, Alex (2x) e Deivid (3x) foram os donos dos gols da Raposa.

Já estamos nas oitavas de final. O Cruzeiro tem pela frente o Vila Nova, de Goiás. E o primeiro jogo é no Mineirão, onde o time celeste faz o dever de casa e vence por 2×0, com gols de Thiago e Deivid, ambos no primeiro tempo. No Serra Dourada, novo triunfo cruzeirense. Moisés marcou para time da casa; Sandro e Aristzábal deram a vitória para a Raposa: 2×1.

Nas quartas de final, um velho conhecido do Cruzeiro na Copa do Brasil. O Vasco, de novo, está no nosso caminho. Dessa vez não teve moleza não. Aqui no Mineirão, o Cruzeiro venceu por 2×1. Alex e Aristzábal balançaram as redes do goleiro Fábio (nosso atual paredão). Marques diminuiu para os cariocas. Um golaço, diga-se de passagem. Em São Januário, empate. Um gol para cada lado. Alex para o Cruzeiro, Souza para o Vasco. E ainda teve um cartão vermelho para Augusto Recife.

A semifinal é contra mais um time goiano. O Cruzeiro viaja de novo até o Serra Dourada para enfrentar o Goiás. No campo inimigo, deu Raposa. Com dois gols de Deivid e um de Aristzábal, o time azul e branco venceu a equipe da casa por 3×2. No Mineirão, deu Cruzeiro outra vez, mas foi um jogo terrível. O Goiás pressionou muito. E eles saíram na frente com Auecione. O Cruzeiro teve que lutar muito para buscar a virada, que veio através do oportunismo de Mota e do gol de cobertura meio esquisito do Augusto Recife. Ufa!

A grande final foi contra o Flamengo. No Maracanã, mais um jogo difícil. O primeiro gol da partida só saiu aos 29 minutos do segundo tempo. E que gol. O cruzeirense se lembra muito bem da pintura do Alex talento. Deivid recebeu a bola pela direita, cruzou rasteiro para a área e lá estava o gênio Alex para mandar DE LETRA para o gol. Espetacular! Só que aos 43 veio o empate, com Fernando Baiano, de cabeça. A decisão ficou para o Mineirão e no Gigante da Pampulha o Cruzeiro fez bonito.  Diante de cerca de 80 mil cruzeirenses, a Raposa não tomou conhecimento do Flamengo e abriu o placar com um minuto de jogo. Alex cobrou falta, e Deivid subiu para cabecear. Aos 16, Alex cobrou nova falta e dessa vez quem subiu foi o colombiano Aristzábal. E não foi uma cabeçada qualquer. Ele teve que jogar o corpo para trás para alcançar a redonda e cabeceá-la. Incrível! E aos 28 minutos, Luisão é quem sobe mais alto para cabecear e fazer o terceiro da Raposa. 3×0 no primeiro tempo. Um sonho. Os cariocas diminuíram com Fernando Baiano, aos 31 da etapa final. E se Júlio César protagonizava belas e importantes defesas do lado de lá, Gomes se consagrava no gol celeste, impedindo a reação rubro-negra. Já não havia mais tempo para a reação. O Cruzeiro é tetra da Copa do Brasil! Campeão invicto mais uma vez. Isso é Cruzeiro!

Em pé: Luisão, Gladstone, Wendell, Gomes e Jardel. Agachados: Augusto Recife, Leandro, Deivid, Maurinho, Aristzábal e Alex. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 

No primeiro jogo da final, no Maracanã, meia Alex marcou um gol antológico, de letra.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

22 thoughts to “2003: em ano mágico do clube, Cruzeiro conquista o tetra da Copa do Brasil”

  1. Ano mágico do Cruzeiro,o cruzeirense estava nas nuvens,pois ate então o cruzeiro não era considerado campeão brasileiro,apesar do heróico 1966.Timaço onde tudo deu certo,tetra da CB com muita justiça.Hoje,apesar de vários jogadores que podem decidir o jogo pro Cruzeiro,eu aposto na consagração dos meninos Alisson e Raniel.Os jogadores evitam,mas nós torcedores podemos gritar aos quatro ventos:SEREMOS PEEEEEEEEEEEEEEEENTAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!

  2. Recado a quem for ao Mineirão hoje:
    ” O jogo vai ser difícil, mas vamos ganha, vamos lutar e vamos ganhar. Vamos ganhar porque eu vou fazer o gol da vitória, eu, você e todos que estivermos lá apoiando no grito, na palma, no apito, na bandeira, no tambor, com raça e amor !!! A bola passa, gol, gol, gol, gol, gol, gol, DA TORCIDA DO CRUZEIRO !”

  3. Ah 2003 foi fantástico e será inigualável!ainda mais agora que a Copa BR se decide no fim do ano junto com o Brasileirão!
    E olhem a foto do time campeão, 6 pratas da casa!6 pq Luisão ainda chegou aqui nos juniores no inicio de 2000!
    Vem Pentaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. P.H. maravilhoso essa tríplice coroa! Time cruzeirense parecia mais uma seleção azul estrelada, comandada pelo craque incontestável Alex. Esse ano de 2017, estamos novamente na final contra os urubús; Parabéns Mano Menezes e comandados por nos dar mais essa grande alegria de estar em mais uma final. Agora o papel tem que ser feito dentro de campo pelos craques do momento, sem medo de ser feliz, e sem medo desse time rubro negro que tem a maior torcida do país. Mas como é gostoso torcer para a Raposa astuta. Temos tudo para sermos novamente muito felizes com mais um título da Copa. Como é bom ser Cruzeiro. Vamos Raposa, Vamos Raposa astuta vamos ser campeões. Abraços cruzeirenses desse imenso Brasil e Planeta Terra que é AZUL.

  5. Cruzeiro técnico, jogando no ataque, conquistando títulos e jogando bonito.
    Marcio Nobre, Deivid e Mota, o Cruzeiro vendeu os três na sequência. O Alex deveria ter comissão, pois colocava eles na cara do gol. Não desmerecendo a qualidade dos centroavantes (que saudades desta posição tão esquecida), acho que até eu viraria artilheiro com as assistências do Alex.

    1. Muito obrigado, David. Fiz muitas pesquisas e acabei elaborando um material de qualidade. Digo isso porque esse conteúdo vai ser muito explorado no futuro, pois percebi que esse tipo de retrospectiva, contando detalhes e disponibilizando vídeos está ficando raro. Apesar de ser recente, a conquista de 2003 quase não tem registros em vídeos, o que me deixou um pouco frustrado. Espero que estes posts sirvam para alguém no futuro. Um grande abraço e obrigado pela leitura!

  6. Tenso, muito tenso. Apesar de ser jogo muito difícil, com a força da china azul, que lotará a toca III, vamos vencer. Seriedade e raça de nossos atletas é o que precisa. Simbora gigante…

  7. Essa eu tb estava lá. Mas depois da final com o São Paulo essa nem teve graça, hehehe. Atropelo e o Julio Cesar ficando triste com as homenagens da torcida, hehe. Alex10 fez Dudu Carioca ser artilheiro. Esse realmente tirava leite de pedra.

  8. Esse não pode escapar de jeito nenhum, o Cruzeiro merece, o torcedor, sofrido nos últimos anos, merece, a galeria de troféus merece, até porque as duas últimas copas escaparam. Mesmo o sempre sofrido e revoltado atleticano merece, pois, afinal, para atleticano todo sofrimento é pouco!

  9. BOA TARDE PH .
    ESSA COPA DO BRASIL DE 2003 FOI TAMBÉM GANHA NA RAÇA E NO TALENTO DO NOSSO SAUDOSO CAMISA 10 ALEX . MAS PH EU QUERIA DE PARABENIZAR POR ESSAS RETROSPECTIVAS DAS 4 COPAS DO BRASIL FOI MUITO BOM REVIVER AS 4 CONQUISTAS . OBRIGADO POR ESSA LEMBRANÇAS .
    VC DEMONSTROU PARA NÓS COMO NÓS TORCEDORES TEMOS QUE TER ORGULHO DE SER CRUZEIRENSES . RUMO AO PENTA CRUZEIRO . UM ABRAÇO AMIGO

  10. PH! amanhã quero (se os deuses assim permitirem) ler a retrospectiva do pentacampeonato!

    Muita raça, competência e sorte para nós! Bom Jogo!

  11. Countdown to glory!♫I`d gladly lose me to find you,i`d gladly give up all i had,to win you(o troféu do penta)♫ I`d stand naked stoned and sad ♫(The Who).Taking care of business magical Fox 3×0 Featherless black bird.

  12. E os que reclamavam do Fabio kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  13. ô Pedro querido, como que você dá conta, véi? Ralou, pesquisou, se virou pra postar quatro conquistas da CB antes desta decisão, MUITO OBRIGADO, e agora já tem que postar mais outra! kkkkkkkkk

    AHHHHHH… TAMO MALUUUUUUUUUUUCO!!!! Loucos nós já somos, claro!

  14. Colegas penta, a música Somos loucos somos cruzeiro tem novo verso que é assim1 EM MINAS TODOS OS TIMES TENTAM MAS SOMENTE O CRUZEIRO É PENTA, NOS SOMO LOUCOS LOUCOS PELO O CRUZEIRO. Composição é minha.
    Por Hora é só Saudações celestes*****

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.