Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Esqueçam o gol do Arrascaeta

Blogueiro prega humildade e fala em “esquecer o gol de Arrascaeta”. (Foto: Washington Alves/Lightpress/Cruzeiro)

Por um momento você deve se esquecer do gol marcado pelo uruguaio De Arrascaeta no empate com o Flamengo no jogo de ida da final da Copa do Brasil. Sem dúvidas, aquele gol mudou a história da final. Se o time da casa vencesse, seria muito mais difícil reverter o resultado no Mineirão. Aquele gol calou o Maracanã e fez com que os cruzeirenses ficassem um pouco mais otimistas e confiantes na conquista do pentacampeonato. Mas esqueça isso.

O resultado parcial é 1×1. Está tudo empatado. E por mais importante que aquele gol de empate tenha sido, ele não tem mais aquele valor de outrora. Gol na casa do adversário na final não conta como vantagem. Uma vitória qualquer do Flamengo dá o título para eles. Uma vitória qualquer do Cruzeiro traz o título para Belo Horizonte. Viu? Não há vantagem. Estamos na mesma.

A única vantagem que o Cruzeiro de fato possui é o de jogar diante de sua torcida e em seu estádio. No entanto, isso também é questionável. Experiências recentes comprovam que o fator casa pode não se configurar como uma vantagem se a equipe mandante esquecer o futebol e focar demais em outras coisas. Em 2009, a Raposa empatou com o Estudiantes, em La Plata, e foi surpreendido pelos argentinos em pleno Mineirão. O Gigante da Pampulha estava abarrotado de gente. A conquista do tricampeonato da Libertadores parecia muito próxima. O banho de água fria ainda assombra nossas memórias daquele fatídico dia.

Dois anos depois, em 2011, o técnico Cuca fez o Cruzeiro jogar um futebol tão vistoso e envolvente que o clube celeste começou a ser chamado de “Barcelona das Américas”. A gente jogava tão fácil, mas tão fácil, que demos o troco no Estudiantes com uma goleada de 5×0. O restante da Libertadores seria moleza. Mas foi numa noite dessas em que nada dá certo que a Raposa acabou sendo eliminada diante de seus próprios torcedores, na Arena do Jacaré, pelo Once Caldas. Depois de uma vitória por 2×1 no jogo de ida, o Cruzeiro sofreu uma derrota amarga para o time colombiano e acabou deixando a competição já nas oitavas-de-final.

E o que falar de 2015? Após vencermos o River Plate por 1×0 na Argentina, fomos massacrados no Mineirão. Uma derrota histórica. Um baile, ou melhor, um tango argentino em nossa própria casa. Um vexame para a equipe comandada pelo técnico Marcelo Oliveira que, naquela altura, contava com alguns poucos remanescentes daquela equipe com a qual ele havia se consagrado bicampeão brasileiro no ano anterior.

Por isso, por um momento, esqueçam o gol do Arrascaeta. O Cruzeiro precisa entrar em campo com a consciência de que deverá lutar muito para conseguir a vitória. Temos que buscar o triunfo e, para isso, precisamos de comprometimento, raça, entrega, eficiência e muita sabedoria. A Raposa não pode entrar no jogo achando que já ganhou só porque está jogando em casa, muito menos deve menosprezar o seu adversário. Para superar o Flamengo, vai ser preciso comer a bola e brigar por cada jogada. Por um momento, devemos esquecer o gol do Arrascaeta para que possamos fazer outros gols e, assim, escrever mais uma página heroica imortal em nossa história. Depois sim, se o penta for conquistado, lembremos o gol do uruguaio e comemoremos com vigor. Antes disso, pés no chão, humildade, seriedade e muito trabalho.

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

43 thoughts to “Esqueçam o gol do Arrascaeta”

  1. Muito pertinente a matéria. Aliás, desde a eliminação do Grêmio, nas semi finais, que venho com a pulga atras da orelha. Passamos sim pelo Grêmio, empatamos o primeiro jogo no Maraca, mas temos de lembrar que Flamengo é Flamengo e se quisermos ser penta, teremos que jogar muito mais do que jogamos. É final e nesse caso, nem sempre o time mais organizado se sobressai. Temos que entrar em campo com sangue nos olhos, respeitando o adversário e não dar chances a eles, se não… Estou muito confiante. Simbora MAIOR DE MINAS.

  2. BOA TARDE PH.
    ÓTIMA SUA COLUNA DE HOJE.
    VC FALOU TUDO , POIS NÃO TEM NADA GANHO AINDA .
    TEMOS QUE TER MUITA HUMILDADE E ENTRAR COM MUITA RAÇA E ATITUDE
    PARA GANHARMOS ESSA COPA DO BRASIL. POIS DO OUTRO LADO TEM UM TIME
    GRANDE IGUAL AO NOSSO ACOSTUMADO A DISPUTAR TÍTULOS TAMBÉM.
    ZOMBARIA E BRINCADEIRAS TEM QUE FICAR SÓ ENTRE AS TORCIDAS .
    AGORA OS JOGADORES TEM QUE ENTRAR EM CAMPO COM MUITA RAÇA E NÃO
    ACHANDO QUE PODEM GANHAR A QUALQUER MOMENTO TEM QUE FICAR ELÉTRICO O TEMPO
    TODO. VAMO QUE VAMO MAIOR DE MINAS RUMO AO PENTA

  3. E verdade PH ta tudo igual entre as equipes só que para flamengo ser campeão vai ter que sair pra fazer ai entra os contra ataque mortal do meu cruzeiro, um abraço apertado um sorriso dobrado 3×0, só vai dar nois…. zeiroooooooooooooo

  4. Eh exatamente isso. As experiências do próprio Cruzeiro já são suficientes para nortear a postura do time. Mas, eu acredito que o time sob o comando do pulso forte do Mano Menezes esta bem preparado em todos os sentidos para essa final. Esses atletas mostraram garra e caráter. E todos junto com a torcida vao fazer por onde e receber esse titulo como premio.

  5. Excelente análise. Temos que entrar com o mesmo espírito da partida contra o Grêmio. Sangue nos olhos, muita raça, vontade e superação. A final está mais aberta do que nunca. Temos um time com total capacidade de ganhar esse título, porém do outro lado também há um time também capaz e com muita qualidade. O Flamengo é forte e tenho convicção que não teremos facilidade. Dessa forma nós torcedores teremos uma participação determinante. Fomos o motor para buscar o empate contra o Palmeiras, e o combustível para eliminar o excelente time do Grêmio. Vamos mostrar porque fomos destaque até agora, inclusive no Maracanã. Não vamos entrar no clima de já ganhou. Esse é o momento de concentração total e muita HUMILDADE. Confiança temos de ter, mas com sobriedade e respeito ao adversário. “Juntos somos mais fortes!”

  6. Acho que o mais importante é a torcida construir a mesma atmosfera que fez no jogo com o Grêmio para contagiar os jogadores. Estive no Mineirão em todos os jogos que o P.H mencionou onde não obtivemos sucesso e parecia que a torcida estava lá mais para ver o time ganhar e comemorar a vitória do que empurrar o time em direção a ela.
    Espero que a torcida mais uma vez abandone as “selfies” e faça um espetáculo ainda maior do que fizemos na semifinal. Que aqueles 5 mil que calaram o Maraca possam se multiplicar em 60.000 cruzeirenses apaixonados cantando com toda garra e vontade e levantar esse caneco que tanto merecemos !!! Nós queremos o penta !!!!

  7. É um jogo completamente de igual para igual. Exatamente como foi o do RJ. Havia pequena vantagem (inegável) para o Flamengo pelo fator casa, e agora há leve vantagem (inegável) para o Cruzeiro, pelo fator casa.
    Não vejo na torcida nenhum oba-oba contra o Flamengo do Guerrero, acho que está todo mundo muito consciente.
    Vantagem é vantagem , não é “garantia”de nada. Mas é vantagem.
    Pergunte ao Grêmio, se não é vantagem.

  8. Muito bom PH, não tem nada ganho, nao vamos cometer o erro que o gremio cometeu afinal de contas, quem morre em vespera é peru, humildade sempre e cruzeiro valente….simbora cruzeiro
    Deixa a rede globo bajular bastante o flamengo e esquecer o cruzeiro, assim como fizeram na semana passada!

  9. Concordo com tudo que li até agora, mas lembro que o departamento de futebol do Cruzeiro, não pode esquecer que fomos prejudicados pela arbitragem no jogo de ida, e acompanhar o sorteio para a finalíssima, será uma forma de mostrar que estamos atentos a possíveis armações da C.B.F e da rede Bobo de tv; penso até que deveriam registrar uma reclamação junto ao departamento responsável na entidade, com fotos reportagens e imagens de tv. Estou muito confiante no Penta !
    Saudações Celestes !

  10. Bom texto. Mas eu do tenho receio da ARBITRAGEM. Vejo o Cruzeiro em um momento muito melhor que o Flamengo.
    Mas humildade sempre faz bem.
    Outra coisa: PH sou do interior e não entendi. Pro jogo de volta, quem não for sócio torcedor, não vai adquirir ingresso?
    E isso que entendi?

      1. Não é que ingresso foi só para sócio torcedor. Como estão dizendo, parece que foi definido que seria assim. O que acontece é que o número de sócios é maior que a capacidade do estádio e como eles tem direito a ingresso e privilégios para comprar (o que é justo) acabaram esgotando os ingressos, de forma que não sobraram ingressos para serem vendidos.

      2. Moro no Espírito Santo e sou sócio torcedor. Então gente é inevitável, quem quiser acompanhar os jogos vai ter que se associar. E de quebra vai ajudar o clube. Com toda humildade vamos com tudo nessa final. Saudações

    1. Pode esquecer de ingresso viu Túlio,de agora(2013 em diante) nós que moramos no interior e não somos sócio torcedor dificilmente teremos acesso à essas partidas decisivas e com grandes públicos.Até quem é sócio torcedor vai ficar de fora.

  11. Tem que entrar em campo com espirito guerreiro,o Mano sempre diz que nao vai baixar a guarda.Mas temos sim uma boa vantagem,com a torcida empurrando o time como fez contra o Gremio.Apesar da similaridade dos times,o Cruzeiro leva vantagem no talento dos definidores,assim creio eu.O Cruzeiro ja perdeu jogos inacreditaveis,assim como ganhou tambem,tenho total confianca no penta.

    1. Concordo com tudo, menos com a parte do Cruzeiro levar vantagem no talento dos definidores. O ataque do Cruzeiro não é tão forte. Tem extrema dificuldade de ceiar e definir jogadas. O único definidor de oficio é o Raniel, que ainda nao está maduro a suficiente. O Flamengo leva mais vantagem com o Guerreiro, tanto em qualidade com em experiência.

  12. Bem colocado! Nada de oba-oba. Já vimos esse filme na história recente do Cruzeiro mais de uma vez. E o final não foi nada bom. E casa cheia e torcida ja não ganha jogo a muito tempo. Lendo algumas notícias, inclusive a administradora do Mineirão anunciando que fará “espetáculo jamais visto em estádio de futebol”, confesso que me deu um frio na espinha. Pensei: sei não… É preciso ter muito pé no chão. O jogo está totalmente aberto e arrisco a dizer que o Flamengo vai vir mais forte que no primeiro jogo. Com a volta do Guerreiro e a talvez a recuperação do outro lá, que me fugiu o nome, o ataque deles vai estar bem mais afiado, coisa que não aconteceu no primeiro jogo. Sem contar que nosso ataque tá meio fraco. É preciso abrir o olho.

  13. Bacana, PH. Concordo.
    Agora, eu acho que o Flamengo não está com esta bola toda. Respeitar o adversário? Claro, com certeza.
    Mas penso que o Cruzeiro nunca esteve tão próximo de um título como este de agora.
    É jogar sim com muita seriedade e pés no chão. O resultado positivo virá, com certeza.
    Abraços

  14. P.H. excelente crônica. Gostei do sinal de alerta. Antes do jogo todo mundo tem direito de achar que vai ganhar, nós temos esse direito, mas eles também têm esse direito, e mais do que nunca porque é “flamengo” time que junto com o Corinthians tem o “apito amigo” e a rede globo a seu favor. Agora como você bem frisou: Temos que esquecer o gol do Arrascaeta, por que “uma falha incrível” do goleiro deles não vai acontecer de novo não. Nem adianta nós entrarmos pensando nessa possibilidade. Agora sabe o que vai acontecer de novo Nacão cruzeirense: O que vai acontecer de novo e com certeza, é que o árbitro vai ajudar e muito os cariocas! Até chegar o título temos que estar confiantes porém com os pés no chão, pelos vários motivos que o caro P.H. frisou e também ´por sabermos que se o Flamengo ganhar, a imprensa terá mais ibope. Abraços pessoal.

  15. PH, é preciso fazer chegar ao clube e aos jogadores, principalmente, essa mensagem! Nada está definido.. então nada de oba-oba! “Cimbora Cruzeiro cabuloso!!!

  16. Dos quatro títulos que o Cruzeiro conquistou na CB, três foram no Mineirão, depois de três empates fora de casa. Contra o Grêmio em 93, SP em 2000 e o próprio “Framengo” em 2003. Coincidentemente três empates por 1×1 fora de casa mas com vitórias de 2×1 sôbre o Grêmio em 1993, também de 2×1 no SP em 2000 e os 3×1 no “Framengo” em 2003. Claro que cada jogo é cada jogo e não tem nada decidido. Jamais me esquecerei daquele golaço do Arrascaete que fêz justiça naquele empate lá no Rio com o qual nos credência ao título com uma vitória simples aqui na toca III.
    Agora nos resta muito trabalho, concentração e foco. O grupo esta unido e que cada um dos jogadores que entrarem em campo cumpra sua função tática e cada palmo do gramado seja respeitado. Bola pra frente na mesma corrente………..Saudações Celestes

    1. Uma vitória simples nos credência ao título mas prefiro com um placar mais tranquilo e que o time tome conta das ações durante os 90 minutos. Sei que vai depender de muita luta, entrega e foco pela vitória que é o que nos interesa……..Muita força Cruzeirão e sangue de campeão…..Abçs

  17. Muito bom o seu texto.
    Dá até calafrios quando penso nas nossas decepções em torneios mata-mata onde decidimos em casa e escapou por entre os dedos a vitória,sempre com o Mineirão lotado e nós tendo a vantagem.
    Nessa final esta empatado,sem vantagem para nenhum dos lados exceto estarmos novamente e mais uma vez decidindo em casa e o Mineirão certamente vai estar abarrotado de torcedores do maior de minas.
    Concordo com o jovem bloguista,temos que esquecer tudo que aconteceu no dia 7 de setembro no Maracanã,inclusive o gol do De Arrascaeta.
    Foco,raça,luta,vontade,força,determinação,ficar ligado,não relaxar jamais e principalmente errar menos passes que erramos no dia 7 de setembro.
    Cruzeiro sempre.

  18. Na própria CB tivemos a certeza de que os bons resultados fora de casa não podem tirar o foco do objetivo principal (2 x 0 Cruzeiro e São Paulo- ida) e (2 x 1 volta, perdemos a invencibilidade no ano de 2017 e sucumbimos por um certo período depois dessa derrota), (3 x 3 contra o Palmeiras –
    ida ) tomamos sufoco e só não saímos da CB no Mineirão gracas ao gol salvador do Diogo Barbosa, temos que ter foco no objetivo final que é o titulo, não sera fácil e nem devemos esperar isso se tratando de uma final e contra o Flamengo, respeito ao adversário e foco no objetivo.

  19. Prudência é fundamental mesmo, mas com o torcedor apoiando a equipe desde o início como fez lá no Rio, a gente tem time e por isso tem grandes possibilidades de ganhar o penta.

  20. Não podemos deixar que o salto alto entre em campo. Vamos Jogar pra ganhar e não achar que já ganhamos. Os torcedores das frangas estão enchendo a boca pra dizer que o cruzeiro já é campeão, mas não nos iludamos, pois caso aconteça um revés vão soltar foguetes a vontade, então deixe que eles pensem o que quiserem, mas não deixemos sermos contaminados por opiniões que nada tem a ver conosco.

  21. Como as SEGUNDINAS ALVI-ROSAS de MG são chacotas, né? Aquelas mesmas que foram ENTUBADAS no 6×1 eterno valendo, pra elas, nosso tão sonhado rebaixamento!!! Lembrando que em 2005, quando esse clube mediano foi rebaixado no Brasileiro com 22 TIMES (!!!) cumprimos o dever de aplicar duas mandiocadas na cloaca da franga segundina dentro do Gigante da Pampulha, ou Toca 3, como é a alcunha do estádio. Aliás, nossa supremacia ali é tanta, seja em titulos, vitótias e bilheteria, que as frangas segundinas vão entregar um shopping na mão de empreiteiros que vão construir um caixote superfaturado pra elas! É muito trauma!!! Que ver o tamnaho do recalque? Por curiosidade mórbida, vá ao blog vizinho da vovó Barbuda, previna-se contra a vergonha alheia, e de uma passada de olho no texto do blogueiro e nos comentários – é um show de ressentimento! Elas não se aguentam! KKKK

  22. Bom dia. Parabéns pelo texto. Tenho algumas preocupações para o jogo da final. Bola nas costas do Diogo Barbosa. Quem viu os últimos jogos sabe o que estou falando, e o pior, não vejo por parte do Mano nenhuma ação em cima disso. Outra preocupação é bola lançada na área, contra a Chapecoense perdemos todas, sem exceção. Será que não treinam isto. O Léo é o Murilo não são baixos. Eles vem perdendo todas. O Murilo sobe sempre atrasado. O Guerrero vai jogar, é também uma preocupação a mais, sobe bem, bate falta muito bem. Atenção Fábio. Nosso ataque precisa agredir mais, espero que na final entrem com tudo. Rumo ao Penta. Humildade e caldo de galinha não faz mal a ninguém. Velho ditado mineiro.

  23. – A matéria de hoje foi muito oportuna; não esqueço de 2009, quando tive uma grande decepção no futebol, pois esperava muito que o Cruzeiro fosse campeão. O time do cruzeiro hoje é diferente, nós temos que acostumar com esta forma de jogar, na maioria das vezes o adversário têm mais posse de bola, o Cruzeiro prefere jogar em velocidade para conseguir marcar gols, o bom é que o time tá ficando muito consistente na defesa. Gostaria de ver Hudson e Lucas Romero em campo, mas o Mano têm conseguido acertar o time ultimamente. Só peço que tenham muito cuidado com o Guerreiro e também com o Éverton.

  24. Perfeito PH, é isso mesmo! Não tem nada ganho! Podemos sim, ser campeões mais uma vez, mas o Cruzeiro deve jogar com muita atenção, raça e sem medo!

  25. Outra coisa que a gente deveria fazer é não cair na armadilha da mídia, que às vésperas do Cruzeiro disputar o título da CB, fica colocando matéria de suposto estádio do Atlético, só pra tentar mexer na cabeça da gente e dos jogadores. Tomara que este fator esteja sendo trabalhado na cabeça dos jogadores, porque nós torcedores não podemos cair nesta. Mais uma vez os deprimentes torcedores do patético mineiro, estão desesperados pelo fato de ver mais uma vez (e verão outras) o Cruzeiro disputando um título.

  26. Perfeito o seu comentário PH. Alías, as últimas decisões em casa com Mineirão lotado e com grande festa, não ganhamos nada. Como você relembrou no seu post, perdemos títulos importantes e além disso, estamos diante de uma decisão com um clube de grande tradição. A disputa está totalmente em aberto e o Flamengo é muito perigoso sim. Além disso, atualmente o Cruzeiro não tem sido confiável quando está diante de forte pressão, principalmente em casa. Não sei se por nervosismo, ou ansiedade, mas não temos obtido êxito nas últimas decisões. Porém, quem tem de reveter isso, é o próprio Cruzeiro. Sendo assim, humildade, muita garra e jogar com a chuteira no coração, nessa partida será extremamente necessário. O apoio da arquibancada todos já sabem que este não falha. Mas o time terá de ser cirúrgico para conquistar o título. Vamos com fé! #omeupaieusoucruzeiro!

  27. Uma coisa que o time do Cruzeiro não pode fazer é quando está ganhando o jogo recuar, o time chega ao ponto de ficar todo praticamente dentro da área, assim facilita muito para o adversário, que vai sempre cruzar as polas para a área poque está muito próximo do nosso gol.
    precisa manter a distancia segura, evitando que o outro time venha todo para cima da gente.
    Estamos juntos, vai dar Cruzeirão pode botar fé.

  28. Um simples empate e decidiremos nos pênaltis…

    Não há vantagem numérica, a não ser jogar em casa, com o Mineirão Azul e com a torcida contagiando o time, assim, acredito que seremos mais fortes que o adversário.

    Merecemos o título porque nos classificamos contra SP, Palmeiras, Grêmio (todos que vencemos em finais) e podemos ser campeões sobre outro que vencemos em 2003.
    E se vier o título que tanto almejamos para sermos os Reis de Copas e não vencemos uma há 14 anos, que justiça seja feita: 50% time, 50% torcida. É na raça, na bola e no grito da arquibancada. Zerôôô!!!
    Esqueçam as frangas, temos que pensar nos urubus.

  29. Estou muito preocupado com a exposição de jogadores do Cruzeiro pela mídia nacional tão somente nesse momento.
    Todos os dias tem jogadores do Cruzeiro em matérias de programas esportivos das TVs pagas,chego até a estranhar esse fato,jamais olharam para os lados do Cruzeiro.
    Fábio esta ai a um tempão e só agora estão falando da ótima fase que ele passa.
    O Léo desde 2014 vem dando o recado na zaga do Cruzeiro e somente agora descobriram que o Léo é titular de nossa zaga desde 2014.
    O garoto Raniel esta mais parecendo o mascote dos programas de esportes das TVs pagas de tanto que aparece.
    Espero que essa exposição meteórica não subam a cabeça de nossos atletas.

  30. Boa tarde Nação. Achei a matéria muito pertinente. Concordo com os amigos quando dizem que o time celeste não pode entrar em campo no dia 27 com a faixa no peito. A decisão está em aberto e teremos 90 minutos para carimbar a conquista da copa do Brasil. O Flamengo é um time de tradição e não nos dará a taça de mão beijada. Será preciso muita vontade, garra e os jogadores terá que jogar muita bola, afinal, o time rubro negro está mordida com a repercussão pós jogo por conta do show que a torcida celeste deu no maraca e o que eles mais querem é colocar água no nosso chope. Temos também experiência na final da libertadores de 2009, jogar em casa ajuda muito, mas não ganha o jogo sozinho. Força, fé e foco e muita atenção, elenco e vontade temos de sobra para alcançarmos o penta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.