Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Ele já não é mais uma promessa

Há dez anos no clube e há seis anos no profissional, Élber já não é mais uma promessa. (Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

Élber está no Cruzeiro desde 2007, quando chegou à Toca da Raposa 1. Três anos depois, em 2010, o garoto surgiu como uma grande promessa das categorias de base da Raposa, após ter sido um dos pilares da conquista do Campeonato Brasileiro sub-20 daquele ano. Subiu para o profissional e estreou no final de 2011.

De lá para cá, são seis anos na equipe principal do Cruzeiro. A princípio, Élber era aquele jogador que entrava no decorrer dos jogos e colocava fogo, incendiava, partia para cima e empolgava o torcedor com algumas jogadas individuais. A ousadia do alagoano de 24 anos ficou marcada após um golaço contra o Fluminense, no final do Campeonato Brasileiro de 2012, quando o baixinho partiu em velocidade, driblou dois jogadores e bateu rasteiro, sem chances para Diego Cavalieri. Um golaço, com a marca de Élber.

Em 2013, Élber fez parte do elenco bicampeão brasileiro e até fez gols naquela temporada, embora não tivesse sido titular. No ano seguinte, chegou a ser titular em uma partida da Libertadores, no empate por 1×1 contra o Cerro Porteño, no Mineirão. Naquela ocasião, o meia-atacante recebeu uma oportunidade de ouro no time titular da Raposa, mas decepcionou. Fez uma péssima partida, perdeu várias divididas e se mostrou fraco no combate corpo a corpo. Acabou deixando o jogo lesionado. No mesmo ano, foi emprestado para o Coritiba. Em 2015, foi para o Sport. No futebol pernambucano, Élber fez sucesso. Jogou o estadual, a Copa do Nordeste e o Campeonato Brasileiro com a camisa do Leão. Marcou 12 vezes, se destacou e ganhou o carinho do torcedor.

Em 2016, o técnico Deivid solicitou o retorno do jogador para o Cruzeiro. Élber, então, teve muitas oportunidades no Campeonato Mineiro. E foi se firmando, chegou a ser solução entre tantas peças ruins que aquele elenco tinha. Mas Élber sempre rendeu mais no segundo tempo, de tal forma que quando entrava na etapa inicial, não rendia tanto. Alguém se lembra do Neto Berola, que jogou pelo rival e só servia pros minutos finais de jogo? Pois bem.

Agora, em 2017, Élber tem tido muitas oportunidades. Até aqui foram 12 jogos com o técnico Mano Menezes. De 2011 para cá foram 109 partidas com a camisa do Cruzeiro e apenas 10 gols marcados. Na atual temporada, suas exibições estão muito aquém do esperado. Ele não tem conseguido sequer incendiar as partidas. O torcedor fica impaciente a cada vez que Élber pega a bola e acha que dá para sair driblando todo mundo. Coisa de garoto empolgado na base. Mas acontece que Élber já não é mais nenhum garoto. Ele já é um atleta formado, um jogador profissional que precisa render e justificar o investimento que o clube fez e faz até hoje.

Qualquer torcedor que analisa o atual escrete cruzeirense sabe que a ponta direita é um problema, pois não temos um jogador no banco de reservas que dê conta do recado. Élber já teve oportunidades. Muitas. E continua tendo. Só que ele não é mais uma promessa, nem um garoto da base que subiu para o profissional há pouco tempo. São 6 anos de profissional e 10 de Cruzeiro. Em tempos de crise, é bom fazer valer cada real gasto em salários e investimentos na base. Será que Élber ainda pode ser útil ao Cruzeiro? Ser decisivo em jogos grandes? Ser eficiente quando estiver no time titular?

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

83 thoughts to “Ele já não é mais uma promessa”

  1. Perdemos uma excelente oportunidade de fazer negócio com o Sport quando estava em alta lá em Recife. Hoje não vale metade e não serve nem de reserva. Fraco, apático, desligado, desfocado, um Zé pereba. Peladeiro, boleiro se tanto; jogador profissional é muito para definir este rapaz

      1. Isso aí, você estão SERTINHOS. Vamos para a caça às bruxas. Agora ninguém serve mais.
        Menos emoção e mais razão, amigos.
        Elber = jogador útil, mas que está MUITO mal e a torcida chata do Cruzeiro, tá pegando no pé do menino assim que ele recebe uma bola. Está nitidamente sem confiança.
        Alisson = tem muito valor de mercado e certamente é de grande valia tê-lo no elenco.
        Bryan e Fabrício = não servem pro atual elenco. O Edmar é melhor do que os dois juntos.
        Alex = menino da base, temos que ter paciência.
        Marcos Vinícius = bom demais de bola, mas se machuca muito e está sem ritmo. Mais um que a parte enjoada da torcida quer queimar.

        O Cruzeiro não é o Real Madrid para ter no elenco somente excepcionais jogadores.

        Reflitam sobre isso.

        1. Acho que não é por ser o Cruzeiro que temos que ter 6 a 7 jogadores abaixo da média no elenco, não precisamos ter um elenco igual o Real Madri, mas também não merecemos ter certos jogadores no elenco, não é porque é da base que teremos que ter paciência se os próprios jogadores não estão dispostos/preocupados em mostrar tudo “que podem” .

  2. Boa tarde Pedro.
    Mineiro de Unaí, sempre procuro acompanhar o Maior de Minas de todas as formas possíveis e cabíveis. Sempre que venho procurar notícias no Superesportes dou uma passada no seu blog. Gosto dos seus comentários e análises, talvez por termos poucas divergências de opinião.
    Dito isso, adentremos ao tema do blog, o “garoto Élber”. Assim como andar de bicicleta, jogar futebol não se desaprende. Você pode não ter ritmo ou condições de jogo, motivação ou pode existir outros fatores que influenciam o rendimento do atleta. É o que vejo no Élber.
    Nunca o achei um craque, sempre foi um bom jogador, esforçado e dedicado. Talvez porque a subida ao profissional, a disputa por uma vaga no time titular o fizessem lutar tanto.
    Hoje em dia o vejo como um Lucas (aquele que foi do SP e está, atualmente, no PSG) piorado e um, como você mesmo citou, Neto Berola melhorado. Todavia sem o ímpeto que tinha quando recém subido da base.
    Talvez pela qualidade dos jogadores com os quais disputam posição, talvez por problemas extracampo.
    Difícil explicar o que se passa com um jogador sem conhecer os bastidores de sua rotina. Todavia, não acredito que tenha deixado de ser um bom jogador. Não devemos subestimá-lo ou superestimá-lo.
    Taticamente ele tem função interessante e, caso recupere a forma técnica, tem tudo pra fazer valer sua função tática. Daí cabe a ele resolver seus problemas e batalhar por sua melhor forma.
    Existem jogadores MUITO piores que ele no elenco, MUITO MESMO e sinceramente merecem ser muito mais questionados.
    Bryan e Fabrício são eles. Por favor me expliquem como um lateral que não sabe defender e atacar, não sabe dominar uma bola (só domina na canela), não dribla, não passa, atua em um clube do Cruzeiro. Me admira, ainda, a diretoria manter jogadores desse nível no elenco.
    Fica aqui minha humilde opinião e os protestos de estima pelo blogueiro.
    Saudações celestes aqui do DF!

      1. Compartilho da chateação PH! Só pra deixar claro aos amigos Cruzeirenses que meu comentário em tom de parcimônia se deu, além de ser uma opinião, em não esquecer do profissional que pelo clube trabalha.
        Todos estamos fadados a erros e acertos.
        Enfim, a insatisfação com o garoto em não se estabelecer também me aflige.
        Grande abraço

      2. Penso que futebol tinha que ser levado mais a sério, se um jogador tem um problema extra campo,fisicamente ou qualquer outro tipo de problema que não o deixa render o esperado, este deveria ter a auto crítica e procurar o técnico e expor o problema e pedir um tempo para resolver a situação seja ela de que área for, e não ficar a disposição e mostrando incapaz de exercer a função devida.

    1. Igor,parabéns.Iria comentar exatamente isso.Não sei porque essa marcação cerrada sobre Elber. Acho ele “menos ruim” que muitos outros que fazem parte do elenco e não vejo a mesma crítica contundente a esses.Sinceramente se fosse pra eu fazer uma lista de dispensa,Elber não estaria nem entre os cinco primeiros.

    2. Está aí Igor, uma boa pergunta!! Como o Fabrício se mantém num time como o nosso? Ou todos nós somos ignorantes em matéria de futebol (se bem que entendo menos que muitos aqui) ou o ignorante é o treinador; ou neste negócio de jogador pra lá, jogador pra cá, o que rola é grana e “poder” de empresários, que interferem nestas contratações e consequentemente nas escalações. Desculpa se estou fazendo afirmações sem fundamento, e se estou retiro-as agora, mas o que pode explicar?

    3. Ou, tem outra opção: neste negócio todo do mundo do futebol, nós torcedores somos ingênuos. A realidade deve ser outra, e que o poder, os interesses meramente financeiros é que prevalecem, e nós somos meros apaixonados pelo futebol e vivemos num mundo irreal.

    4. Ué, mas então seu raciocínio de que “não se desaprende a jogar futebol” se aplica também ao Fabrício e ao Bryan que você cita, e a todos os demais que não correspondem atualmente, e que somente estão no Cruzeiro porque um dia jogaram muito bem, de forma consistente.
      Se nunca o tivessem feito, nunca o Cruzeiro os teria contratado.
      Não se trata de se ele ainda sabe ou se não sabe mais. Trata-se de que NÃO PODEMOS ter no elenco alguém de quem não se pode esperar bom desempenho imediato.
      É quinta-feira o primeiro confronto com São Paulo – podemos contar com o Élber?? É hora de fazer aposta, por acaso??
      Não.
      Se queremos realmente ganhar alguma coisa esse ano, quem não estiver bem tem que ser negociado para dar lugar a outros em boa fase.

      1. Cara, entendo seu ponto de vista e respeito, mas você está olhando a situação de forma objetiva e não analisando as circunstâncias.
        Em qual time Bryan e Fabrício se destacaram?
        O Élber teve destaque na base no ano em que foi campeão sub-20.
        Antes do Cruzeiro me lembro apenas de um jogo bom do Bryan, pelo América-MG, e contra o próprio Cruzeiro. Do Fabrício não me lembro algum e, inclusive, saiu do RS vaiado pelas más atuações que culminaram em seu surto.
        Sinceramente vejo esses jogadores como resquícios da política de contratação em bando que fez parte da rotina do Cruzeiro e que trouxeram, Pisanos, Ginos, Marciels e seus pares…
        Talvez por uma questão mercadológica não conseguiríamos jogadores capazes de substituir e fazer disputa de posição com Diogo Barbosa. Mas nossa base, ou as bases do Brasil estão tão sucateadas que não conseguimos jogadores capaz de fazer uma boa transição?
        Quem jogou bola mesmo que pouco na vida (meu caso, em que joguei até os 14 anos e infelizmente não dei prosseguimento por não me ver como desportista e acabar indo pro ramo do Direito) vê que esses jogadores citados não conseguem produzir nem o básico, erros de fundamento. Problemas que deveriam ter sido resolvidos (caso fossem passíveis de resolução) ou constatados nas categorias iniciais.
        No frigir dos ovos, temos alguns jogadores que estão aquém de um plantel que deve ser montado para ser campão, caso desses citados e alguns outros.
        Mas me causa espanto estar em uma sinuca de bico em que jogadores como esses continuam atuando pelo elenco do Cruzeiro, e não há outras opções compatíveis com a qualidade do elenco.

    5. Igor, gostei da sensatez do seu comentário. Acho que é por aí mesmo, mas o Elber tem tido muita chance e sua apatia fica evidente. De acordo com suas suposições, caso ele tenha algum problema extra campo, cabe a diretoria avaliar junto com a comissão técnica e deixá-lo afastado o tempo necessário para que ele se reequilibre, mantendo seu condicionamento físico e técnico. Ou então o empreste para que, quem sabe, novos ares o reestimule a jogar futebol. Porque, meu amigo, do jeito que está não há torcedor que aguente. Quanto ao Bryan e Fabrício concordo tbm com vc. Bryan é um jogador limitadíssimo que por fazer alguns gols a longa distância, pareceu ser o que não é ou nunca foi. Já o Fabrício, esse é um cara marrento, parece ter uma personalidade difícil de lidar e não tem nenhuma identificação com o Cruzeiro. Assisti a uma entrevista do técnico Abel certa vez no canal ESPN, onde ele destacava a qualidade técnica do Fabrício que, segundo ele, teria que ser um cara bem trabalhado. Abel dizia que gostaria de tê-lo na sua equipe. Tentei ver essas qualidades ditas pelo Abel e ser mais condescendente com Fabrício. Porém, nessa sua volta ao clube ele está deixando muito a desejar. Quanto ao Alisson, Mayke e M. Vinícius, que alguns torcedores pegam muito no pé, ainda tenho esperanças. Alisson é um batalhador e tem boa técnica. Quando ao Mayke, concordo com vc, pois ele não pode ter desaprendido de jogar futebol e M. Vinícius acaba de volta de uma lesão e tem qualidade técnica. Outro dia alguém citou Lucca e Camilo aqui para o lugar de Elber e eu concordei. Não quer dizer que tenham que vir para o Cruzeiro. O Lucca, quando passou por aqui, voltava de uma grave lesão e o Camilo está hoje no auge do seu desempenho técnico no Botafogo. Quando concordei, queria dizer que era preferível eles a Elber no momento. Estou escrevendo sobre isso só para esclarecer àqueles que fizeram suas críticas. PH, parabéns uma vez mais pelas suas abordagens. E quanto a você, Igor, tudo de bom.

      1. Concordo com suas colocações meu querido. Caso minhas suposições aqui externadas sejam verdadeiras, de fato essas são medidas as quais a diretoria tem total aptidão para diagnosticar e agir.
        Suas indicações para uma eventual contratação também me agrada, mas também tenho ciência da dificuldade em trazê-los.
        Parabéns pelo comentário. Tudo de bom a você também!

    6. Parabéns pela lucidez, Igor.
      É uma pena que more no DF e talvez por isso, não frequente tanto o Mineirão. Digo isso, pois é exatamente de torcedores como você que o Cruzeiro precisa.

  3. Pelo amor de Deus !!
    Esse tal de Élber com certeza deve ter um ótimo empresário. Porque futebol pra sequer fazer parte do elenco do Cruzeiro, ele não possui mesmo. Fraquíssimo !! Eterna promessa que nunca virou e nem vai virar realidade. Por mais que o Deivid tivesse pedido sua reintegração na época, era pra qualquer Dirigente do Cruzeiro barrar. Como pode um jogador tão limitado como este, conseguir figurar tanto tempo num Clube como o Cruzeiro ?? Definitivamente, Élber é fraquíssimo !! Se na base não tiver uns trocentos melhores que ele, podem fechar até a base.

  4. O empresario do Elber deve ser pessimo.. alem de ja ter prejudicado no passado quando comecou a exigir que ele deveria ser titular e a forcar ela a ser o que nao era.

    Ninguem esquece como joga bola.. Com certeza existe um problema extra campo..

  5. Esse Elber não vingou e nem vai vingar.. Parece que aqui no Cruzerio existe uma forte pressão para inventar craques que não vingam e ainda assim teimam em deixa-los no grupo.. Elber sempre foi isso.. quem acompanha o clube sabe. o tal Alisson é ainda pior pq teimam que le é craque e não é e nunca será,,, ///sao dois que poderiam tentar viver em outor lugar procuara outros times e assim abrirem espaços para outros mais jovens , com mais vontade .. Vejo alguns comentariso de pessoas que ainda acreditam que estes dois possam vir a fazer algo de util ao clube.. Eu acho perca de tempo …
    Assim como o tal willian que já foi tarde estes dois já mostraram que so servem para ocupar vaga de outrso dos juniors mesmo que estão ai esperando oportunidade ocupadas por jogadores fracos, que possuem empresários fortes no clube .. Porque futebol .. já mostraram e muito que não possuem para sequer serem reservas. Um é displicente e preguisoço ou outro afobado, sem os princípios básicos de futebol(direção de chute, passes etc).. Melhor para estes dois e para o clube que eles mudem de ares e joguem seu fraco futebol com outra camisa.

    1. Concordo com vc, Reinaldo. O Alisson é muito “afobadinho”, ñ tem a tranquilidade para fazer as jogadas, passes ou chutes; quer resolver de qualquer jeito. O Élber, assim como o Fabrício também, parece que está desligado do mundo, com uma preguiça danada de “jogar bola”. Logo, ñ servem para o Cruzeiro.

  6. E digo mais alguns nomes…Marcus Vinicius, Raniel, Alex, Mayke…simplesmente não dá pra contar com esses caras…MV ontem foi de novo molenga, preguiçoso, desligado…Que isso gente…esses caras jogam em um dos grandes do país, tinham que entrar comendo literalmente a grama…essa geração blogueirinha e de instagram stories…sinceramente, que façam negócio rapidíssimo com esses “meninos”

    abraços!!!!!!

  7. Se tivéssemos um diretor que entendesse de futebol, Elber não teria voltado do Sport , momento em que ele vivia grande fase , certamente seria vendido e o clube faturado com essa draga . A mesma coisa aconteceu com o Fabrício que estava no Palmeiras, é inadmissível reintegrar um jogador desse nível no elenco . Sinceramente, Elber, Fabrício e Bryan não tem condições de vestir o manto Celeste, é um desrespeito com o clube .

    1. Ainda bem que você não é diretor de futebol, pq certamente faria péssimos negócios.
      Falar que Alisson e Marcos Vinícius são inúteis é de uma inteligência fora do comum.
      Os caras têm 20 e poucos anos e JÁ MOSTRARAM FUTEBOL num passado muito recente, mas ainda assim, existem torcedores que como você, simplesmente criticam os caras por não gostar deles.
      Quanto ao Fabrício, eu concordo com você e ainda colocaria o Bryan no bolo.

  8. Quando se olha pro Elber em campo, a impressão que temos é que ele não gosta de futebol e que está ali obrigado. Nunca vi jogador tão indolente, sem vontade de lutar e sem brilho nos olhos. Decididamente, futebol não é sua praia. Já deu.

  9. Realmente é um jogador mais que testado no time principal, inclusive com várias oportunidades como titular. Errou quase tudo no jogo de domingo e quando fez uma boa arrancada, passou por 2 e depois se enrolou e perdeu a bola. E ele está igual o Mayke, pega a bola com apnas 1 defensor no caminho e não pra cima, volta a bola. Acho que já passou da hora de subir o próximo Elber da base. Fila andou, vamos ver se o próximo vinga, caso não busca mais um até achar. Base tem que ser pra isso mesmo.

  10. Gostaria de abrir só um parentese com relação ao Fábio, sei que o tema não trata deste assunto. Foi lamentável a entrevista do Fábio cobrando titularidade na mídia, o Rafael merece continuar como titular, pois alem de estar em melhor forma é muito superior ao Fábio tecnicamente, Fábio se você não estar feliz no cruzeiro que segue seu caminho em outro clube. Saudações Celestes!!!

      1. Sim, Maria Lúcia.
        Porém você se esqueceu que teríamos que contratar mais 8 jogadores para recompor o elenco.
        Futebol não se faz assim, amiga.

        É cada uma, viu? Francamente…

    1. Como disse no texto passado, não foi nenhuma surpresa essa declaração do Fábio. Foi apenas Fábio sendo Fábio. Sempre de mostrou falta de humildade. Nunca assumiu uma falha, mesmo quando a mesma foi clara para todos. Sempre que questionado depois dos jogos, sempre dava desculpas, negava falha, engambelava, dizia que não foi falha, tentava dar desculpas… isso claramente irritado. Foram.inúmeras as vezes. Fora todas as outras declarações polêmicas. Não me surpreendeu em nada. Na verdade eu até ela estava esperando. Era questão de tempo ele começar a por as asinhas de fora, começar a cobrar titularidade e tal. Alguém acha mesmo que Fábio, com o status que acha que tem, vai aceitar não ser titular?

  11. Sugiro discutir a desnecessária fala do Fábio após o jogo contra o todo poderoso a o Democrata. Já adianto minha opinião: Fábio está perdendo oportunidade de ficar calado. Cobrar o Mano em relação á coerência, é dar tiro no pé. Se for assim, coerência seria o Rafael também ter atuado quando esteve anos e anos na reserva. Pra mim, Fábio acha que é mais do que realmente é. Pra mim, é APENAS um golerio com mais jogos pelo Cruzeiro. Não o considero um ídolo. A palavra ídolo é muito grande pra ele, que em épocas de renovação de contrato, até pressionar a diretoria dizendo que aceitaria jogar no rival ele fez.

    1. Boa, Leonardo!
      E outra, quando ele fala em coerência, ele mesmo está sendo incoerente.
      O Manoe, por exemplo, ficou um mês fora no ano passado e voltou ao time titular por coerência. Aí sim existe, pois ele ficou fora por um curto período de tempo.
      Porém, o Fábio que foi sim arrogante e é o capitão do time, ficou 8 meses fora e vem falar de coerência?

      Aaaah vá comer 3 X-Tudos Fofão.

      Ps: Repare que ele até emagreceu, pq viu que a coisa tá feia pro lado dele.

  12. Pior é que o Mano agora que Wilian foi embora ele insiste igualmente com Élber, o Wilian tava uma fase péssima ele pelo menos entrava, corria muito tentava jogar, Élber entra com preguiça desmotivado, contra o Nacional o jogo tava ficando bom ele entrou esfriou o jogo. Mano esqueça Élber e dê mais oportunidades ao Raniel, ele pelo menos entra disposto querendo contribuir com a equipe.

  13. Pedro, você sabe que no Fantástico qdo o jogador marca no Domingo 03 gols ele pode pedir música, não é mesmo? Mas qdo isso não ocorre, mas há interesse da emissora, o Tadeu sempre encontra naquele seu enorme livro um quesito dentro do regulamento que permite que o jogador faça jus a pedir música, não é fato? Assim foi, por exemplo, qdo o Neymar marcou 02 gols cotra o PSG. Digo isso porque a FMF deve ter aprendido isso com o Tadeu. O jogo de ida das frangas contra a URT será no Mineirão. Apesar de haver no regulamento proibição de inversão de mando de campo, já acharam uma forma de tornar isso possível. Essa FMF é uma vergonha, tenho asco daquela turminha que trabalha somente em prol do patético ali dentro e, em respeito a esse espaço, vou deixar de fazer os “elogios” que gostaria direcionados aos calhordas da FMF

    1. Não é pra tanto amigo! Se quer reclamar do regulamento que faça isso antes da competição. Foi explicada a situação e tem possibilidade pelo regulamento para o jogo ser no Mineirão. Não é a FMF que ta querendo dar jeito do jogo ser lá. Além do mais foi a própria URT que pediu para o jogo ser no Mineirão. O regulamento diz que o jogo pode ser em qualquer estádio do estado. O Mineirão não é do atlético e nem local de mando do atlético. O local oficial registrado para jogos do atlético é o independência.

  14. A diferença no discurso do Dedé para o Fábio é gritante . O Fábio nao é e nunca será nosso ídolo , jogador que se acha maior que o clube , preguiçoso debaixo das traves . Reconheço como um bom profissional que passou pelo clube , por isso nao me surpreenderia se passasse ao outro lado da lagoa , como ele mesmo ja disse que faria …..

  15. Pessoal boa noite! Concordo plenamente sobre esses projetos de jogadores. Eu ainda fico mais indignado, quando vejo a diretoria do MELHOR DE MINAS, deixarco Bryan no time e nogociar o Edmar. Por pior que o Edmar seja, ele é muito melhor que o Bryan. Jogador limitado. Duro, sem alternativas de jogo. Reserva do nivel do Mena.. Precisamos urgentemente de um reserva de peso. Time do nivel do MELHOR DE MINAS PRECISA DE 22 jogadores bons. Como temos no meio campo.. Acorda diertoria. Nos tanbem entendemos um pouco de futebol!!!!

  16. Na minha opinião o Elber não era nem para estar no Cruzeiro 2017. Façam uma análise vejam qual foi a produção dele nos jogos em que atuou. Atuações ridículase improdutivas dele, quando escalado ou quando entrar no andamentos dos jogos do Cruzeiro. Em todos os jogos, Ele entrar com uma cara de desânimo, parecendo que o Cruzeiro está fazendo um grande favor em escala lo. Que Ele siga a via de dele como jogador mais em outro clube. Finalizo com a mesmo opinião sobre o Alysson, que não faz nada também ……

  17. A vida é mesmo generosa mais com uns que com outros,. Vejam bem:
    Se o Cruzeiro tivesse hoje diretores de futebol de verdade, nao estes arremedos que temos, este ELBER, nao passaria nem na porta da Toca, depois de mais de 100 partidas, vejam pessoal, 109 jogos, este desgraçado fez quantos gols? e ainda está no clube e a merecer destaque no blog.
    Será que não tem mesmo no clube ninguem que entenda de futebol, para ver que este estrupicio está é roubando o dinheiro do clube?
    Gente, vou abrir um parentese, para explicar na linguagem do futebol, o que é o termo roubar do clube;
    “é quando o jogador nao joga nada, e fica recebendo do clube, isto que se chama na linguagem do boleiro ROUBAR O CLUBE”,
    Mas voltando ao assunto do distinto, ele não ficou no Coritiba, nao se firma no Cruzeiro e o que que estes VICINTIM da vida fica esperando para dar linha neste infeliz?
    Sabe porque os diretores fazem isto, porque o dinheiro não sai do bolso deles, pergunte ao VICINTIM e ele fosse funcionario da empresa dele , ele ainda estaria lá? claro que não.Mas como é o clube que paga, fica este entulho tirando a vez e o salario de um outro.
    O Cruzeiro, é mestre nisso , veja a quantidade de Inhaca que tem lá.
    ALISSOM, M.VINICIUS,ALEX BUNDUDO,BRYAN, FABRICIO, MAYKE
    Isto é velho no clube, estes protótipos de jogadores teen na verdade , sao empresários muito forte, ou ha má fé de alguem nisso. Alguem deve estar levando algum por fora para manter no grupo essa renca de estrupicio.
    O torcedor nao entende, a mídia finge que não vê e nós somos obrigados a ver, e ouvir todos os dias estes montes de porcarias no elenco azul.
    Ate quando ?

  18. Nunca vi tantos torcedores ouvintes Atletiaia caírem na pilha dos comentaristas atleticanos.
    Voltando do Mineirão no domingo ouvi um tal de Junior Brasil, criticando Deus e mundo do cruzeiro nada prestou.
    Tbem acho que o Elber não vem bem, daí crucificar o cara prata dá casa é demais
    O Mike Ficou mais de um ano sem jogar, ritmo de jogo é tudo pra jogador exercer na plenitude sua função.
    O cara tá recuperando o ritmo, vamos com calma gente. O mesmo falo do Marcus Vinicius o garoto tá nitidamente fora de forma.
    Qto ao Fabrício concordo com as críticas.
    Ninguém comentou a grande partida do Cainunca… Velocidade boa impulsão e bom passe.
    Além da alegria de ver o Dedé voltar com a categoria de sempre.

    PH gostaria que vc comentasse ” docinho de côco” dá torcida o Lucas Silva, pra mim um dos piores do time ontem, mas a torcida modinha adora.
    Já falei se fosse bom estaria no Real Madri..
    Comente por favor este cara.
    No mais sim bora Cruzeiro..
    Que o Léo não jogue contra o são Paulo, vai entregar a passiva.

    1. Quanto ao Elber, não é questão de que não vem bem. Ele NUNCA esteve bem. Nunca aconteceu no Cruzeiro. Está a anos tendo chance e nada. Alguns vão dizer “ah, mas teve jogos que ele foi bem, teve tal lance…” Momento bom em algum jogo, um ou outro lance bom, qualquer jogador tem e isso não quer dizer que ele teve bom momento no clube. Quanto ao Mayke, não é só questão de ritmo. Depois do bicampeonato, depois que ele teve uma possível ida para a Europa frustrada, ele nunca mais foi o mesmo. Mesmo antes de contusões. Quanto ao Lucas Silva, estou batendo nessa tecla a vários jogos. Não foi só ontem que ele não foi bem. A vários jogos ele não vem bem. Alguns não estão percebendo isso, talvez devido àquela aura que o jogador tem. Não digo que está pessimo, mas nem de longe lembra o Lucas Silva do bicampeonato. Não vem apresentado nada que justifique essa idolatria da torcida, de pedir titular, de ser diferenciado dos outros.

  19. PH, Não vou comentar sobre o “jogo” de ontem e nem a respeito do Helber e outros perebas que estiveram em campo ontem (09) mesmo porque já falei sobres os mesmos anteriormente.
    Sabemos que o cruzeiro precisa contratar mais alguns jogadores para o restante da temporada e vendo o jogo do vila contra o America, achei o volante china do vila um jogador interessante. O mesmo possui boa técnica, sai fácil para o jogo e tem bom passe. Como a diretoria gosta de aposta, acho que poderia apostar nele. Pois pela a bola que ele apresentou ontem, acho que valia a pena.
    Não tem jeito ! Parece pirraça do redator, pois como sempre a nossa página no supersportes , está infestada com notícias do coisa.
    Se eles continuarem postar notícias do nosso rival em nossa página , vou deixar de entra neste site, e vou procurar outros sites para ver as notícias do MAIOR DE MINAS . DO CRUZEIRO É CLARO.

  20. Pior q Élber, Fabrício, Bryan. Marcos Vinicios e Álisson é quem os escala pra jogar. Esse MM é um técnico paneleiro é injusto pq usa de dois pesos e duas medidas: complacente com os perebas aqui citados e exigente com Romero, Caicedo, Rafinha e Ábila. E diante da omissão do Tinga, Klaus, Vicintim e Gilvan o MM deita e rola e ri de nós torcedores por palpitar no trabalho dele. Só que agir assim é desonestidade e desrespeito à torcida, maior patrimônio de um clube de futebol!

  21. Galera o Fábio e apenas um bom goleiro, nunca chegará aos pés de um Raul, Paulo César Borges e Dida que nos deram títulos até quando não mereciamos em jogos super difíceis. Nós mata -mata então, matava a torcida de raiva, perdemos a final dá libertadores em dois gols em que ele não sai debaixo das traves, fora as copas do Brasil. O Rafael tem mais técnica, fala mais com a defesa , não fica debaixo do gol , pega pênaltis e não toma gol de falta de longe é de perto, Rogério Ceni deitava e rolava. Já deu agora é Rafael.

  22. Abrindo parenteses para falar do ex goleiro Fabio , um goleiro para ser inesquecivel deveria ter feito defesas importantes quando o time mais necessita , tipo defender a bola que gerou o primeiro gol do estudiantes na libertadores , tipo o gol do flamengo feito pelo elias num chute despretencioso na copa Brasil , defesas tipo as do Dida e Gomes quando o time precisa e esta em apuros , aquelas que Cassio do curintia no chute do Diego souza pelo Vasco levando seu time a ganhar campeonato mundial , tipo Marcos do parmeira no penalti do Marcelinho Carioca , tipo defesa Fabio que salvou Cruzeiro naquela decisão……aquela que nunca fez nos salvando numa decisão! Ja deu Fabio!!!!!! Pede para sair ou aceite reserva ate final contrato.

  23. Estão sendo injustos com Elber , ele não teve uma sequência de jogos como titular , como esse Alisson que é horrível , cordaozinho , Elber mil vezes melhor que ele , é só a sequência no time titular que o Alisson pereba teve .

  24. Acho que tem um problema sério com a contratação e manutenção do Fabricio. Ele é totalmente ineficiente e não tem qualidade tecnica para estar em time de primeira divisão

  25. Concordo com o que vários cruzeirenses nato como eu disseram. O Fabrício é terrível, o Elber a cigana não enganou só ele não, porque o cara é um foguete folhado e não vai explodir nunca. Eu só fico indignado como um time com a estrutura do cruzeiro, não sabe fazer contas. Os salários desses que falamos que são jogadores, dá para pagar menos atletas, mas com qualidade. Time igual ao nosso tem presar pela qualidade e não quantidade. Deve ser osso para um técnico olhar para o banco e ver esses caras e saber que nada eles irão acrescentar se entrarem no time. Graças a Deus ficamos livres de Bruno Ramires, Alano, Fabrício Bruno e haverá de chegar o momento de pagarmos todos nossos pecados e ficarmos livres também desses( Mike, Fabrício, Alex, Marcos Vinicius, Bryan, Elber ) e olha que por pouco o Alisson entra nesta lista, o cara tem canela de vidro. Sou muito mais ter mantido o William bigode e dado todos esses para quem quisesse. Esse é o problema

  26. Alô PH, Elber é o que é: um cara para entrar de vez em quando com uma partida decidida e ocasião para recuar e contra-atacar desesperados. Na mesma linha era William Bigode e é Alison. Esse negócio de “valorização da base” é uma bobagem: precisamos valorizar é jogador bom de bola. Lembro-me de tanta badalação sobre Vinícius Araújo, Alex, Maike… No passado, anos 80, falava-se muito em Douglas-Eduardo Lobinho-Ivan, sobretudo no último, que foi o único a não vingar. Nos tempos do ZZPerella Emiliano era a promessa que iria estourar; nos tempos de Masci era o Tiganá. E o que dizer de Jefferson Feijão, Diego Clementino, Eliandro e o badaladíssimo Gladstone. Precisamos ir devagar com a turma; há muito mediano que tem ido a campo e demonstrado toda a incapacidade de decidir algo em favor do Cruzeiro… Um bando de pernas-de-pau que não valoriza a oportunidade que tem e fica tirando onda no Cruzeiro e em todos os clubes brasileiros: “meu sonho é vestir a camisa de grande clube da Europa”. Essa turma da base precisa é baixar a bola e se preocupar em mostrar o seu valor com a camisa do Cruzeiro; um bando de fedelhos mimados por empresários que acha estar arrebentando.

  27. Estamos prestes a decidir jogos importantes, tanto no Mineiro, quanto CB.
    É tempo de apoiar…………Vários destes jogadores sitados acima são oriundos das categorias de base do próprio Cruzeiro então…..A diretoria
    deve prestar muita atenção no pessoal da área da psicologia, pode ser que sejam ETs, infiltrados sim senhores. Estes jogadores sitados acima em outros comentários não amadureceram. Alem de apoio psicológicos
    , precisam também de: benseção, banho de sal grasso, folha de arruda..etc..
    GOD SAVE THE ZERÃO……….

  28. Etá futebol mineiro que não tem jeito de melhorar. Olha só a URT aceitando jogar as duas partidas em BH. Que saudades tenho do Formigão 68, Araxá, Valério, Uberlândia, Uberaba Vila Nova. Times que vinham a BH e enfrentavam os grandes com cara e coragem. Hoje a grana é que ganha jogo

  29. Trabalhadores em nosso país, por qualquer motivo é demitido, em casos mais graves da até justa causa. No caso do futebol é bem diferente, jogando ou não jogando, o contrato tem de ser cumprido item por item..dois pesos e duas medidas. Cont, ratos de 4, 5 anos para quem tá começando a vida e vem geralmente das camadas mais baixas da sociedade, já é futuro garantido……..será??? O pior são os maus exemplos dos Ernesto Farias da vida, os famosos “come quetos” dentre tantos outros “porcos magros……Me lembro no futebol de várzea das “antigas” em que jogadores eram pagos 100, 200 Reais por partidas o que era motivo de honra, davam sangue nos jogos e voltavam para casa honrados….Tempos modernos………….Saudações celestes

  30. Não sou de ficar criticando jogadores porque eu não gosto de ser criticado e duvido que alguém aqui gosta de ser criticado.
    O problema no Cruzeiro é outro e para e é bem simples e para isso vou escrever um ditado muito usual “A grama do vizinho é mais verde”.

  31. Se o MM fosse diferente do que é, faria como fez com o Willians, com o Mena, com Edimar, ou seja, não os colocando pra jogar e aí esse diretores omissos e incompetentes os negociavam! Resumo: a culpa maior é do técnico e da diretoria!

  32. Caro PH, para quem entende de futebol e esteve nas quatro linhas, não precisa de bola de cristal para enxergar que o plantel do Cruzeiro é fraco para ganhar títulos. Jogadores com Ezequiel (ridículo), Leo, Cabral, Alisson, Rafinha, Romero, Bryan e Elber, os que tem atuado com mais frequência, são a simbologia do fracasso. Com estes pseudos e enganadores jogadores o Cruzeiro via brigar pelo meio da tabela. No final não adianta criticar e apontar dedos, a hora é agora antes que a barca entre na deriva.
    Em tempo, Robinho nunca foi jogador de time grande, Henrique já era lerdo e agora ta ficando mais ainda, Sóbis não é solução para fazer gol, é só compara-lo com o Goulart.

    1. É o que venho dizendo faz tempo. Não sei como ainda tem gente que acredita que temos bom elenco, um dos melhores do Brasil e coisa e tal. O do São Paulo, por exemplo, é muito melhor. Tanto que vcs verão que não passaremos. O elenco é fraco e o futebol que está apresentando não é para títulos. Não deu liga pra manter regularidade para títulos. Mais um ano em branco. Nem Mineiro consegue. Podem anotar. Alguns podem achar ruim, mas é a verdade, infelizmente.

  33. PH, Manda o Elber aqui pro Pará, seria ótimo reforço para o Clube do Remo que vai disputar a terceirona. Para o Maior de Minas, é brincadeira né? …………..

  34. PH concordo com você no comentário, eu gostava muito do futebol do Elber no início mas infelizmente aqui não tá vingando talvez falte uma motivação que não cabe a nós torcedores uma vez que ele já recebe uma baita motivação mensal que é o seu salário, mas a melhor atuação dele nessa temporada foi quando esteve mais próximo a sua família naquele jogo dá Copa do Brasil e talvez até melhor do que aqui ele atingiu seu auge no Sport quando estava mais próximo dos familiares então talvez seja o momento de rever a sua situação, o que não dá é pra ficarmos esperando o cara estourar a vida toda ou recuperar o seu melhor momento, o que na minha opinião tb se enquadra no caso Mayke mas não é assunto para o momento, jogadores passam mas o Cruzeiro sempre vai ficar, o clube vem sempre acima de qualquer coisa, Abraços e saudações Celestes

  35. Os bastidores de um time de futebol são muito complicados e nós torcedores pouco conhecemos deles. Não conseguimos entender como determinados jogadores são intocáveis, outros ficam tendo oportunidade por muitos anos (caso específico do Elber), outros mesmo jogando mal são mantidos no time (caso do Lucas no ano passado), contratações de jogadores ruins (no ano de 2016 foram vários). Muitos interesses estão em jogo e fica difícil se fazer apenas uma análise fria sobre o desempenho de jogadores de futebol. Estamos todos curiosos para saber o desenrolar do caso Rafael e Fábio. Não será surpresa pra ninguém se o Rafael for para o banco, vendido e, daqui a poucos anos, titular da Seleção brasileira. A história mostra muitos exemplos disso. Tomara que seja diferente. Voltando ao Elber, acho que está mesmo na hora de o Cruzeiro fazer um pacote (tem alguns jogadores que não fazem por merecer jogar no time do Cruzeiro) e vendê-lo.

  36. Eu discordo do seu comentário. Não tem essa de Elber “vingar”, o Elber sempre foi o mesmo, o seu futebol nunca mudou desde a base até os dias atuais. Ele é o jogador mais veloz do elenco que consegue driblar, mas é muito fraco tecnicamente. Os vários técnicos que passaram aqui entendem que ele não tem futebol para sequer disputar uma vaga no time titular, porém não é tão inútil a ponto de ser simplesmente dispensado! Por ser da base, aposto que tem um dos menores salários do elenco. É jogador para ter no banco de vez em quando e colocar pra jogar aos 40 do segundo tempo para ficar puxando contra ataque, no máximo! Ele já deu entrevista falando que ele não se importa de ser banco. A presença do Elber em nada atrapalha o Cruzeiro na verdade! Falando das outras perebas do Cruzeiro, acho que Alex é o pior, tem que ser emprestado urgente! Fabrício e Bryan são fracos, mas a falta de opção de LE complica a saída de ambos! Raniel teria q ter sido mais testado, mas ao que parece foi um investimento errado da Diretoria. Marcos Vinicius ao meu ver tem qualidades, precisa de tempo para recuperar a forma!

  37. Torcendo muito pro Elber ou até os citados aqui muitas vezes, como Alisson e Marcos Vinícius entrarem e meterem um gol contra o São Paulo.
    Veremos se as opiniões se manterão, se realmente ninguém mais presta e etc…

    Galera, jogadores são seres humanos e podem estar num dia ruim ou não. Concordo que o Elber, especificamente, está MUITO MAL esse ano, mas ele já nos ajudou bastante no ano passado e quando ele pegava a bola e partir pra correria, ninguém pegava.

    Menos emoção e mais razão, galera!

    Saudações celestes!

  38. De fato o Elber nnunca foi, não é e nunca será um jogar para atuar em equipes como o Cruzeiro. Se tanto, ele pode ser util ao CRB, Anapolina, Mamoré, Madureira, enfim, em equipes pequenas. A insistencia do mano com o Elber é ridicula e absurda, assim como também o é em relação ao Bryan, Fabricio e Alisson. Perda de tempo e dinheiro. Não sei porque tanta paciencia com o Elber. Já provou que não joga nada. Corre, corre e perde a bola; já o Alison – que corre rebolando – chuta mais fraco que um traque; Bryan é ridículo e deve ser doado ao américa com o encargo de nunca mais voltar ao cruzeiro, nem de graça. O fabricio, vamos deixar pra lá, pois nem comentário merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.