Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

Tá na hora de voltar com os três volantes?

Volta do esquema com três volantes poderia resolver os problemas do Cruzeiro? (Foto extraída de www.flavioanselmo.com.br)
Volta do esquema com três volantes poderia resolver os problemas do Cruzeiro? (Foto extraída de www.flavioanselmo.com.br)

As recentes exibições do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro sugerem que a equipe comandada pelo técnico Mano Menezes ainda não conseguiu um equilíbrio significativo em todas as fases do campo. Da defesa ao ataque, a Raposa possui deficiências que são evidentes aos olhos do torcedor e dos adversários, que exploram as principais falhas do time azul. Possuidor de uma defesa vulnerável e de um ataque previsível e pouco eficaz, o Cruzeiro precisa de mudanças para obter a sequência de bons resultados que tanto almeja para eliminar de vez as chances do rebaixamento.

Em busca de entrosamento, o treinador cruzeirense até tentou manter um time ideal, eliminando de vez o rodízio implantado por Paulo Bento. Houve alguns ganhos no jogo coletivo, mas eles não foram suficientes para que o Cruzeiro deixasse de ser uma equipe que tanto oscila dentro de campo e dentro do campeonato. Agora que a equipe mineira possui apenas dez rodadas para fazer o máximo de pontos que puder nessa luta contra o descenso, será necessário extrair o melhor dos jogadores e, portanto, do time.

Fato é que Mano Menezes não conseguiu aquela arrancada animadora que no ano passado quase colocou o Cruzeiro na Copa Libertadores da América. Neste ano, o treinador da Raposa mudou o esquema tático, optando por uma equipe mais ofensiva e por uma linha de coerência que não tem agradado ao torcedor. Apesar da ofensividade arquitetada no plano de jogo, a equipe sofre na defesa e peca no ataque. Seria, então, a hora de mexer nesse esquema?

Eu entendo que sim. Pela fragilidade dos zagueiros e pela limitação técnica dos laterais, penso que Mano Menezes deveria considerar o retorno da escalação com três volantes. O próprio Ariel Cabral não está conseguindo jogar como jogou em 2015 nesse atual esquema com dois volantes. Jogar com três na “volância”, nesse momento, permitiria mais liberdade para os pontas e até para os laterais. Além disso, poderíamos ganhar mais repertório nos lances de ataque, a partir dos passes de Cabral, que atuaria num esquema em que ele se deu muito bem no ano passado.

Poderíamos pensar um Cruzeiro jogando com Rafael; Ezequiel, Manoel (Léo), Bruno Rodrigo, e Edimar; Lucas Romero (ou Denílson), Henrique e Ariel Cabral; Arrascaeta, Alisson (ou Sobis) e Ábila. Teríamos o Robinho como opção para o segundo tempo ou até mesmo como volante, a depender da avaliação do treinador (pois com Robinho em campo, haveria também a possibilidade de voltar para o 4-2-3-1, dependendo da situação do jogo).

Inserir mais um volante não significa que ganharemos mais qualidade. É necessário que seja feita a compactação do meio-campo com o ataque, pois se isso não for feito existirá o risco de ficarmos com atacantes completamente isolados caso não haja uma aproximação dos homens de frente. Viveremos na base do chutão. Como já vivemos experiência parecida quando o time foi comandado por Paulo Bento, sabemos que uma mudança para o 4-3-2-1 deve ser feita de maneira inteligente.

O jogo contra o Grêmio nos mostrou que o Cruzeiro ainda está longe de ser aquela equipe que foi em 2015, mas com alguns ajustes pode ser que tenhamos um resultado imediato satisfatório. Recomenda-se, ainda, muito treino de finalização e de cobrança de bolas paradas. Uma marcação mais alta e apertada, como a maioria das equipes brasileiras faz, também está na lista das recomendações para o treinador. Não estamos pedindo nada absurdo ou que nunca tenha sido feito, não é mesmo? Mas que é preciso mudar alguma coisa, ah, disso não temos dúvida!

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

53 thoughts to “Tá na hora de voltar com os três volantes?”

  1. Oi PH, na minha opinião isso já deveria estar acontecendo há bastante tempo. Creio que se já estivéssemos jogando assim poderíamos estar numa situação um pouco melhor. Uma zaga que tem falhado bastante e laterais como o ponto mais fraco do time, a não ser que tivéssemos um super ataque (que não é o caso), o mínimo que se espera é um pouco mais de proteção ao sistema defensivo. Já que o time não se acertou jogando da forma atual, poderíamos sim tentar ajustar as coisas lá atras.

  2. Boa tarde Pedro! Me chamo Igor, sou mineiro de Unaí, mas moro em Brasília-DF e, sempre acompanho o nosso Maior de Minas, seja pelos blogs, canais de tv, youtube… Vendo esses esquemas táticos tão pregados por comentaristas de tv e analistas esportivos, somado a clemência por renovação no futebol brasileiro (tanto no aspecto tático, quanto ao material humano e a parte administrativa, mas aqui falando da parte tática), se a implementação de um esquema novo e diferente de qualquer coisa que se tem visto e utilizado.
    Sinceramente, e vendo o elenco do Cruzeiro hoje, não há como negar que as laterais são nosso maior (senão único) ponto fraco. Atualmente, o elenco do Cruzeiro, no papel, não deve aos times que hoje lutam pelo título. Muito se prega pelo uso de três volantes em função dos nossos laterais, que não conseguem subir e voltar para recomposição, desguarnecendo o sistema defensivo. Se não atacam, o time acaba ficando sem opções. Se atacam, usam do velho sistema de jogo do “chuveiro”. Nossos laterais são peso morto no elenco do Maior de Minas, fazendo apenas a alegria dos contadores do clube que fazem os cálculos de seus pagamentos. Hoje, na minha humilde opinião (que, muito provavelmente muitos aqui irão criticar), usaria um sistema tático com “3-3-3-1”, atuando com três zagueiros, três volantes, uma linha com um meia e dois pontas e um centroavante. Com isso, escalaria Rafael, Léo, Bruno Rodrigo (centralizado e fazendo a cobertura e as dobras na marcação), Manoel, Henrique, Romero(fazendo a proteção da zaga e carregando a bola até o meio), e Ariel Cabral/Robinho(prefiro o Robinho por dar qualidade ao passe e, em relação ao Cabral, não há perda significativa na marcação), Alisson, Arrascaeta, Sobis/Élber e Ábila. Pode parecer loucura, mas com o meio fechado os pontas podem subir e abastecer o ataque, tem mais qualidade nas bolas alçadas à área e são outra opção de ataque, além de ter mais qualidade na jogada individual (vide Alisson), além de ter um volante com qualidade que faça com que a bola chegue ao meia, também pode fazer a infiltração. De toda forma, é uma mera confabulação que aqui exponho, deixando um abraço! Parabéns pelo blog!

  3. PH vejo da mesmo forma que você, e mais, parece que este ano o Mano veio, mas deixou de lado a humildade com que chegou aqui no ano passado, a situação é a mesma, mas ele insiste em jogar de forma diferente. Penso também que ele deveria usar Henrique, Romero e Denilson. Relembrando a trinca de volantes do ano passado, o Denilson tem características parecidas com as do Wilians e jogaria pela direita. Já o Romero é melhor que o Cabral, além de que, todos nossos atacantes, (exceto o Abila e o Elber), caem pela esquerda, então poderiamos ter volantes que não precisem tanto auxiliar o ataque daquele lado, podendo sim tirar o canhoto Ariel Cabral.

  4. Por que um esquema tático tão propalado [ jogar com 3 volantes} não é experimentado nesta hora tão decisiva?? Poderia não fazer caso o times estivesse esbanjando ataque positivo , mas como não é o caso……

  5. Só discordo de algumas mudanças P. H. Eu tiraria o Sobis e Henrique. Rafael; Ezequiel, Manoel (Léo), Bruno Rodrigo, e Edimar; Lucas Romero; Denilson; Ariel Cabral; Robinho; Arrascaeta, e Ábila. Quando o Manoel voltar de suspensão seria ele e Léo.

  6. Haja dupla de zaga que aguente um meio e laterais rao fracos na marcação. Precisa ser 3 volantes mas eu mudaria o esquema para 442, com robinho na armação e dupla de ataque com abila e alguém ao seu lado. Ou 433 com os pontoas velocistas mss acho q o 433 assim perderíamos na armação (pensando em 3 volantes sem robinho) e romero em seu lugar, com arrasca e alisson por ex. ganharíamos velocidade de contra ataque. No 422 ja perderíamos velocidade e ganharíamos na criação e jogadas

    1. Leitura guiada:

      “Poderíamos pensar um Cruzeiro jogando com Rafael; Ezequiel, Manoel (Léo), Bruno Rodrigo, e Edimar; Lucas Romero (ou Denílson), Henrique e Ariel Cabral; Arrascaeta, Alisson (ou Sobis) e Ábila. Teríamos o Robinho como opção para o segundo tempo ou até mesmo como volante, a depender da avaliação do treinador (pois com Robinho em campo, haveria também a possibilidade de voltar para o 4-2-3-1, dependendo da situação do jogo).”

      Neste parágrafo, o autor do texto sugere o Robinho fora do time ou no time titular atuando como volante e até possibilitando o retorno do atual esquema diante de uma necessidade do jogo. O autor do texto apenas fez uma sugestão de onze inicial. Quem define isso é o Mano Menezes. A questão principal é a utilização de três volantes e Robinho pode ser um deles.

  7. Se o Mano for escutar o blogueiro FOMFOM ele vai ter que mudar o time todas as rodadas, não é assim que se faz futebol não meu chapa, se preocupe em torcer apenas!!!

  8. a não veio, penso q vc viajou legal, Robinho tem sido um dos jogadores mais regulares dsd a chegada do Mano!é o único q chuta bem a gol (gol contra o Santa), é o único q faz lançamentos longos (gols de Elber contra o Botafogo e Arrascaeta contra o Mequinha ambos no turno) é o único meia q aparece pra finaliza dentro da área com a bola rolando (gols contra Botafogo na Copa BR, gaylo no brasileirão e contra Corinthians pela Copa BR).
    o problema é q o Ariel é péssimo marcador, na minha opinião deveria ser o reserva do Robinho, embora Ariel jogue pela esquerda!
    Mano tinha q dar sequencia pro Romero ao lado do Henrique, ou então testar o Denílson de 1º volante e Henrique com mais liberdade como nos tempos de AB!meu time seria:
    Rafael, Ezequiel, Manoel, Leo (BR enquanto Manoel estiver fora) e Edmar; Henrique, Denílson (Romero) e Robinho: Arrascaeta, Sóbis (Rafinha, Elber ou Alisson) e Abila!
    outra coisa qdo o Abila não estiver bem, o Mano deveria testar o Sobis como “falso 9” pq o Willian tá mal demais e pensando bem Elber e Alisson são jogadores de 2ºT, qdo saem jogando não rendem e geralmente se machucam!
    Vms Cruzeiroooooo

  9. O maior problema do time, pra mim, é a questão da escalação(e não tanto de esquema tático), de quem entra jogando. Mas seria uma boa opção fazer um teste, pois, quando se tem laterais fracos na defesa, essa talvez, seja uma boa alternativa. O time tem jogadores, que merecem ser titulares, caso do Ezequiel(continuar), Romero e o Denílson. É notável a diferença na dinânica do jogo, quando esses jogadores entram. O problema é que o Mano, não sei pq, insiste cm jogadores que não estão rendendo em campo. Outro aspecto importante, é a insistência que ele tem, em colocar jogadores em fazer outra função dentro de campo. Jogadores que não estão acostumados em atuar em uma posição diferente. Aí, já viram o resultado: jogadores caem de produção e consequentemente, todo o time tbm.

  10. Sobre Lucas Romero:
    outro dia acompanhei a entrevista de Abel Braga a ESPN, ele falando de qdo o Guinazu chegou ao Inter:
    “po o cara jogava demais, desarmava como ninguem, corria o campo todo, os 90 min, mas aí é q tava, o cara quebrava meu esquema tático, pq eu punha ele pra marcar pela esquerda e dali a pouco ele tava no meio, na direita, no ataque e qdo o adversário roubava a bola, ficava aqle buraco no seu setor, foi difícil a adaptação, tive q acertar o time pra ele. recuei o lat. esquerdo como 3º zagueiro (Marcão) e abri o Guinazu pela esquerda e avisei fica só na esquerda ou vai pro banco e aí pra equilibra adiantei o lat. direito (Wellinton), assim o time encaixou, mas foi difícil encaixar o Guinazu”
    vejo o Romero da mesmo forma, o cara é bom, desarma, corre, mas corre como doido o campo todo e “quebra” o esquema tático, já se plantar o Denílson a frente dos zagueiros o Henrique tem mais obediência tática e poderiam se encaixar!
    mas quem ganha 500 mil pra pensar isso é o Mano, q ainda é um dos 3 melhores técnicos do país ao lado de Tite e Cuca, sem dúvidas!

  11. Belo texto PH, havia te pedido um post sobre este assunto. Ano passado tinhamos um time mais limitado que o atual, talvez por isso o Mano fechou o meio campo para garantir pontos, acredito que por termos um time mais qualificado, ele resolveu jogar de maneira diferente neste ano, porém não deu certo. 3 volantes com HENRIQUE, ROMERO e DENILSON é o ideal, sacando Robinho ou Arrascaeta… 3 VOLANTES JÁ

  12. Parabéns P.H. pelo comentário. Três volantes já: Lucas Romero ou Denílson, Henrique e Ariel Cabral. Assim, o Cruzeiro chegará até o G-6. Vamos falar para o Mano.

  13. Pedro Henrique, o Mano está brincando com a sorte…..dando chance ao azar. No ano passado, fechou o meio como Henrique, Cabral e o Willians, ganhou vários jogos jogando fechado lá atrás e no erro dos adversários. Este ano, pegou o time com uma das piores defesas do Brasileiro, uma das piores campanhas jogando em casa….E CONTINUA escalando errado o time. Tem que ser 3 volantes em casa e fora de casa…primeiro para proteger mais a defesa…segundo para DISPUTAR, TER MAIS RAÇA E TOMAR a bola….o Cruzeiro em casa deixa o adversário jogar, ter chances…e com isso levamos ferro num montão de jogos. Põe Romero, Denilson, libera o Henrique para ir mais a frente junto com o Robinho….além de Elber, Alisson, Ábila e o Sobis …com estes 4…o Mano tem boas opções para escalar os dois lá da frente e fazer as alterações. E pelo menos…el MEDROSO uruguaio vai ser banco daquí para frente! É isso!

  14. Concordo em quase tudo exceto c o fato de manter cabral e tirar Robinho, isso é loucura pois Robinho é hj o melhor jogador disparado .
    E abila mesmo c essa fase é melhor q William.
    Abraço

  15. Agora é possível dizer sem sombra de dúvida que demitir Paulo Bento não era a solução. O cara não tinha os reforços à disposição e os resultados não eram tão diferentes. A postura do time sim era diferente. Jogava como time grande, pressionando no campo do adversário, tendo posse de bola e finalizando muito. Os jogadores infelizmente não acertavam o pé, e depois de um indício de melhora com mano, já voltaram a perder gols ridículos. Cruzeiro precisa de profundas mudanças pro ano que vem.

  16. Saudações celestes PH, acredito que Romero, Denílson, Henrique e Robinho sejam os jogadores ideais para formar o nosso meio campo, jogando o Sobís como segundo atacante assim fica mais liberdade e rende o que pode, o Abila como referência, o Arrascaeta anda fugindo muito do jogo e merece o banco no momento, Alisson e Elber opções para o segundo tempo. Mais a prova que temos bons jogadores é que tá difícil escalar, não dá pra agradar a todos, ainda temos Rafinha, Alex, Marcos Vinícius, Willian jogadores quem nem citei. E Mano você tem um problemão nas mãos, mais vindo o resultado é o que importa. #FechadocomoCruzeiro

  17. Um ótimo tema, boas sugestões sem fechar questão. Muito bom, PH!

    Está havendo excesso de coerência do treinador: se o futebol apresentado não tem qualidade e, em consequência, as vitórias não vieram como esperado, ele já devia ter calçado as sandálias da humildade e da competência para mudar o que não está dando certo. Mas, infelizmente, está optando por ficar preso a conceitos que, na prática, não estão se traduzindo em resultados, tanto em termos de qualidade do futebol como em termos de pontuação.

    Acho que 3 volantes seria uma boa opção.

    Ele tem uma semana pela frente, mas em nome do conservadorismo gaúcho tenho minhas dúvidas se ele vai ousar. Acho que isso é demais para ele, não dá conta.

    Henrique, Robinho e Lucas Romero. Não tenho a menor dúvida.

    E que ele se vire para arrumar um jeito de dar mais liberdade para o Sóbis fazer alguma coisa daquilo que ele faz de melhor: atacar o adversário. Ele é capacitado demais para ficar funcionando como secretário de lateral. Ou então coloca o Élber ou o Alisson para ver se esse time deixa de ser perneta, aí a gente vai rezar para que esses dois estejam em um bom dia porque quando não estão, e isso acontece com bastante frequência, não fazem absolutamente nada. Quando estão ligados, decidem e mudam a história do jogo, como fez o Élber no último.

    Acho também que os jogadores de frente tinham que se movimentar mais e inverter posições. Por exemplo, o Sóbis fica estático e quando pega a bola já tem dois no cangote dele, daí perde a bola ou volta a bola pra trás.

  18. Cara, não estou entendendo essa sua postura e a de uns poucos torcedores daqui, que insistem em dizer que o Cruzeiro não jogou tão bem contra o Grêmio.
    Li sua postagem anterior e sei que você não foi à TocaIII e possa ter analisado o jogo mais calmamente do que eu, mas acredito que o Cruzeiro jogou bem SIM.
    Apesar dos primeiros 15 mins, pressionamos o Grêmio a todo momento e o gol não saiu por detalhes.
    Quanto ao três volantes, acredito que portarmos mais qualidade do meio pra frente, concordo com o Mano e discordo de você.
    Só vejo o Elber e não o Alison, no lugar do Sobis, além do Romero substituindo o Cabral.
    Talvez, se o Abila continuar nessa grosseria toda, colocar o Sobis ou o Bigode no seu lugar.
    Saudações Celestes!

      1. Definitivamente voce não assiste jogo do cruzeiro, tirar o Robinho??? tá de brincadeira, nos ultimos jogos foi um dos melhores em campo, pensar igual ninguem pensa; mas vamos ver o que esta acontencendo nos jogos para argumentar.

        1. Leitura guiada:

          “Poderíamos pensar um Cruzeiro jogando com Rafael; Ezequiel, Manoel (Léo), Bruno Rodrigo, e Edimar; Lucas Romero (ou Denílson), Henrique e Ariel Cabral; Arrascaeta, Alisson (ou Sobis) e Ábila. Teríamos o Robinho como opção para o segundo tempo ou até mesmo como volante, a depender da avaliação do treinador (pois com Robinho em campo, haveria também a possibilidade de voltar para o 4-2-3-1, dependendo da situação do jogo).”

          Neste parágrafo, o autor do texto sugere o Robinho fora do time ou no time titular atuando como volante e até possibilitando o retorno do atual esquema diante de uma necessidade do jogo. O autor do texto apenas fez uma sugestão de onze inicial. Quem define isso é o Mano Menezes. A questão principal é a utilização de três volantes e Robinho pode ser um deles.

        1. Não há crítica construtiva nesse caso, há erro de interpretação textual (inclusive é um problema grave no Brasil). Não posso ser responsabilizado quando as pessoas leem apenas o que querem ou não interpretam bem algo que é dito. Um abraço e estou muito tranquilo.

  19. Papo ruim esse de volantes.
    Precisamos é de vencer, jogar sem volante na escalação, por que de fato já estamos jogando. Se esse Denílson fosse tão bom já estaria jogando. Não deve mostrar nada demais nos treinos.
    Precisamos é atacar…..atacar…..atacar….gols….gols….gols…gols…….
    Mas falando de volante, ouvi boatos que o Real Madrid está de olho no Henrique para substituir o Casemiro. Aliás, como chegam tantas propostas para esse cracaço Henrique e o Cruzeiro não o negocia…..eu fico bôbo……

    1. Concordo contigo, o time perdeu um pouco a capacidade criativa e não estamos mais criando muitas situações. Eu colocaria Henrique e Robinho de volantes mais 2 pontas que recompoem ( Alisson e Rafinha, ou Elber, centralizava o Sobis, como jogava Ricardo Goulart, próximo do centroavante. Poderia depender da situação tirar o Abila colocando Arrascaeta adiantando o Sobis. Gente, e mais fácil fazer meia marcar do que fazer volante armar.

  20. PH o Maior de Minas já está jogando com 3 volantes afinal o Robinho é volante, o problema existente é que o Ariel Cabral não possui biotipo e condição física para ser 2º volante, posição que deveria ser ocupada pelo Lucas Romero.
    A escalação do Lucas Romero e o respectivo reposicionamento do meio campo propiciaria a escalação do Sóbis a frente da linha de 3 volantes ou mesmo o retorno do Arrascaeta e ainda a escalação do Alisson.
    O Rafinha não deveria entrar de início, pois o ataque fica lento pelas pontas e a consequente e excessiva exploração das ligações diretas.

    1. Concordo com o comentário. A meu ver o problema não é ter 3 volantes e sim ter o Cabral como cabeça de área, já que a capacidade de marcação dele é bem limitada e o Henrique não marca tanto assim. Alguém aí disse que o Romero tem o problema de não cumprir a função tática determinada, mas devemos lembrar que temos outro volante de boa condição técnica que é o Denilson, que o Mano não quer colocar nem a pau e não sei qual a justificativa para isso.

  21. Eu discordo, como diria o atleticano Marcelo Oliveira, é preferível sacrificar um jogador técnico fazendo-o marcar do que usar jogadores menos técnicos. Tava ai o motivo do Dagoberto no Banco. Contra o Grêmio Mano explicou que usou Rafinha no lugar de Arrascaeta por isso. Não tomamos gol e fomos um pouco mais consistente. Só reparar que no segundo tempo o Grêmio não ameaçou.

  22. Eu racho os bico com torcedor pedindo mais liberdade pro Henrique. O cara só toca de lado. Lembrei agora de um jogo da libertadores que o MO colocou ele de ponta esquerda. Kkkkkkk. Volante tem que se destacar roubando bolas e dando cobertura à defesa, e não fazendo um gol a cada 15 jogos.

  23. Olá pessoal,
    A discussão tá boa, muitas idéias, muitas controvérsias.
    Na minha opinião, se o esquema deu certo no ano passado com Henrique, Cabral e Willians, neste ano poderia ser muito melhor com os volantes que o Cruzeiro tem. Parece que, os torcedores que opinam aqui no blog, querem o Romero, porém, o Mano já declarou que ele precisa entender que não tem que ocupar todos os espaços do campo ou seja, ele precisa dosar a sua atuação, procurando ocupar uma faixa menor no gramado. Se ele fizer isto, ele será mais efetivo ainda e, não “destruirá” o esquema tático do time, como disse o torcedor Alisson.
    Como alguém já disse, o Mano ganha muito bem para tomar as suas decisões e, terá uma “semana cheia” para treinar e, além disso, não terá o Cabral no próximo jogo. Quem sabe ele não consegue orientar bem o Romero e, este, jogue o suficiente para garantir a sua titularidade.
    Eu gostaria muito de ver o Denilson num jogo completo e sou da opinião que o Robinho não pode ficar fora do time de jeito nenhum.
    Além disso, o Sobis está sendo sacrificado atuando como “secretário” do Edimar que, marca razoavelmente e, no cruzamentos… Meu Deus!

  24. Boa discussão. Porém temos que aceitar que nem todos pensamos iguais. O que precisamos é de união, o Mano pode até ler esse blog (ou alguém passar informações para ele). Acredito eu que ele não vai mudar de pensamento pelo que postamos aqui. Temos que fazer nossa parte já que a maioria dos jogadores não fazem a sua. O time teve uma sequencia até boa e vejo poucos torcedores cobrando da diretoria. O CRUZEIRO é maior que todos que estão lá. P. H. as vezes não concordo com parte de seus comentários, mas respeito sua opinião. Ex: Sacar Robinho do time e/ou manter Henrique. Saudações. #fechadocomocruzeiro sempre.

  25. Basta mudar o posicionamento dos jogadores, voltar a postar o Henrique na frente da zaga, e recuar o Robinho pra volante, com o Ariel do outro lado. Robinho rende melhor assim.

  26. É a pura realidade Nabucodonosor! Henrique jogador de primeira linha e o Tite só não o convocou, para não prejudicar o Cruzeiro, tirando esse grande craque em momento tão difícil. Respeito todas as opiniões, mas sugerir a manutenção de Cabral, jogador totalmente ultrapassado, sonolento, não arma, não corre e que toma cartão todo jogo, por não ter característica de pegada e raça. Denílson e Romero no banco é pedir para continuarmos tomando gols, pois não há proteção à defesa com Henrique e Cabral em campo. Mano está perdendo oportunidades e há jogadores no plantel e não precisaríamos estar nessa altura passando sufoco! Fora Gilvan, com seus aspones incompetentes, Scuro e Vicintin, únicos responsáveis pela situação do time: sem dinheiro (desapareceu!) e lutando contra o rebaixamento há dois anos!!!

  27. Se joga com 3 volantes o técnico é metralhado,se joga com 2 o técnico é metralhado,ainda bem que sou apenas torcedor.O futebol faz parte de minha vida mas não é vital para mim.

  28. Pedro, o Ariel Cabral está suspenso para o jogo contra o Ponte Preta e mesmo sendo um volante, ele é lento demais. Dando uma cornetada, meu time para jogar contra a Ponte Preta seria: Rafael; Ezequiel, Léo, Bruno Rodrigo, e Edimar; Lucas Romero, Henrique e Robinho (mais recuado, sendo o 3º volante); Rafinha, Alisson e Ábila.

    O Cruzeiro parece ser um time que não treina. Ficará a semana inteira em treinamento e não mostrará nada de novo contra a Ponte Preta. Parece que os cara relaxam… Temos que vencer a Ponte Preta de qualquer maneira!

  29. Penso que o ideal seria um 4-2-3-1, com Lucas Romero e Denilson (ou Henrique) de cães de guarda, Sóbis, Arrascaeta e Robinho na armação de jogadas (com opção para o segundo tempo de Rafinha e Alisson ou Éuber pra botar lenha na fogueira) e Ábila na frente, com o Bigode no aquecimento caso ele resolva fazer gols bonitos.

  30. PH, tá maluco ? Se o time não tem laterais, escala mais um zagueiro (ou volante na lateral). Time precisando ganhar os jogos, sem velocidade e escalar 3 volantes ? Do meio pra frente tem que ser mais ousado, colocar jogador de velocidade. Rafael, Henrique (Leo), Manoel, Bruno Rodrigo (Leo) e Edimar; Romero, Robinho e Arrascaeta (Sóbis); Elber (Alisson), Abila e Willian(Rafinha). 3 volantes só no segundo tempo se o time estiver ganhando.

  31. Sou a favor de 3 volantes sim: Denilson, Romero e Robinho. Indiscutíveis os 2 melhores. Não é pq o Henrique faz um golzinho aqui ou ali q justifique sua presença. Desde 2009 observo q ele é mole, ruim de passe e fica cozinhando galo. De vez em quando dá um chutão ou tenta fazer um gol. Mas esta não é a função de um volante e sim MARCAR e CRIAR. Denilson e Romero marcando e Robinho criando. Arrascaeta é craque, só deve ficar na lateral e não no centro. RAFAEL, B.RODRIGO, MANOEL, EZEQUIEL, EDIMAR, ROMERO, DENILSON, ROBINHO,ARRASCAETA (ELBER), ALISSON( SORBIS) E ÁBILA. E estamos conversados! Este é o time!!!!

  32. concordo com a escalação , mas no esquema de 3 volantes e dois atacantes abertos eu jogaria com o wilian no lugar do ábila , afinal de contas ano passado o wilian se deu muito bem nesse esquema de 3 volantes, nesse esquema de 3 volantes acredito que é necessário uma atacante de mais mobilidade pois foi nesse sitema que wilian fez gol adoidado ano passado. Acho que nesse esquema com 3 volantes o henrique seria o a frente da zaga (como no ano passado)o ariel pelo lado esquerdo (como no ano passado) e no lugar do wilians pela direita (que jogou no ano passado ) entraria o romero. O david jogou com essa formação e o time rendeu bem. Pelos lados arrascaeta pela direita(igual ano passado) e alison pela esquerda. Se vc pegar um histórico do cruzeiro desde 2015 com o mano até o paulo bento que utilizou os 3 volantes tb em alguns momentos , vc vai ver que o time perdeu muito pouco , o rendimento foi muito bom. O Mano menezes mesmo tendo usado esse sistema ano passado e sabendo que rende bem não vai usar esse ano pq é teimoso igual uma mula. Com essa formação (henrique , romero e cabral) o time vai ter mais pegada na marcação ,velocidade nos contrataques e proteção defensiva. Veja o palmeiras , tá jogando com 3 volantes e é o líder do campeonato, vc vê o jogo do palmeiras vê um time de muita pegada na marcação e com saídas rápidas. O cruzeiro qdo ganhou do palmeiras no 1º turno usou 3 volantes igualou na pegada e ganhou o jogo. Jogou com romero pela esquerda , henrique como primeiro volante e bruno ramires pela direita igualando na pegada. Esse esquema é uma boa saída , mas o mano com certeza vai manter a temosia. O robinho nesse esquema de 3 volantes não tem muito espaço pq é mais um meia e não tem tanta pegada na marcação pra jogar como volante e pra jogar aberto não tem muita velocidade. Abs

  33. discodo da analise por um simples motivo: O Curzeiro ja joga com 3 volantes.
    Robinho nao é meia nem joga como meia. Nao é a toa que qndo o Arrascaeta joga, o Mano joga o robinho pra fazer a direita, pq ele marca (e o arrascaeta nao).
    Vale ressaltar que ele rende muito mais qndo joga de 2º volante, vide que as grandes atuacoes dele com a camisa do Cruzeiro e do Palmeiras sao no 4 2 3 1, onde ele joga de 2º volante.
    e por fim, mudando de assunto, Arrascaeta tem que ficar no banco e, se possivel, ser vendido em 2017. Jogador Vaga lume. Certeza que da pra jogar com Rafinha (alisson), Elber, Sobis e Abila na frente, desde que Rafinha e Elber voltem pra marcar.

  34. Nesse caso que vc falou José luis o Robinho atuaria como segundo volante ao lado do Henrique ou do Romero, élber pela direita e Rafinha pela esquerda, com sóbis como segundo atacante e ábila como centroavante. Se tiver um treinamento defensivo forte no dia a dia acho que pode dar certo. Tende a ser um time ofensivo mas um pouco vulnerável defensivamente. Mas como eu disse se o mano no dia a dia trabalhar bem a parte defensiva desse time pode ser que renda muito bem pois é um timaço. O mano tem utilizado uma formação parecida nos finais dos jogos qdo tá perdendo e precisa empatar e tem conseguido os empates. Gostaria de ver essa formação desde de o início mas acho que com o mano isso será praticamente impossível infelizmente. Isso pq entre outras coisas ele insiste em jogar com o sóbis pelo lado de campo e dessa forma ele não rende bem, já como segundo atacante rende muito bem foi assim no tigres no fluminense e no inter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.