Skip to main content
 -
Pedro Henrique é professor, blogueiro e cruzeirense fanático. Escreve desde 2012 e já teve passagens no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Siga @RealPedrin no Twitter e acompanhe diariamente os comentários do blogueiro. Curta a fan page oficial do blog no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/

A base pode nos ajudar

Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Fala, China Azul!

Existe um paradigma no futebol brasileiro que pode e deve ser questionado: “os jogadores advindos das categorias de base de um clube devem ser utilizados somente quando o time estiver em um bom momento”. Já ouvi muitas vezes as pessoas dizendo que um treinador não deve colocar um garoto em campo quando o time não está bem.

Penso que esse paradigma deve ser desconstruído. O Cruzeiro tem vendido uma imagem bastante positiva de suas categorias de base. Nos últimos anos, a meninada tem ganhado muitos títulos, e a Raposa vem fazendo uma propaganda muito bonita disso tudo. Pergunto: se a base está se destacando e o clube oferece excelentes condições para desenvolver o futebol desses garotos, por que não apostar neles?

Eu particularmente acho que teria sido muito melhor testar alguns atletas que foram formados no próprio clube no time titular do que contratar alguns jogadores do exterior que até agora não mostraram um bom futebol. Os gastos seriam reduzidos e não estaríamos sendo enganados pelos gringos.

É preciso haver um retorno desse belo trabalho que tem sido construído na base. Jogadores como Bruno Viana, Fabrício Bruno, Kelvin, Bruno Ramires e Alex merecem oportunidades. Acredito que eles têm condições de apresentar um bom futebol com a camisa celeste. Erros, até jogadores renomados cometem. Não custa nada ter um pouco de paciência. Acho que esses meninos honram muito mais a camisa que uns e outros que não conhecem a história do clube.

É parar com essa história de que não pode colocar atletas formados na base para jogar em momentos ruins e dar a oportunidade para eles mostrarem serviço. Não se revela jogador só colocando em 15 minutos de uma partida em que a vitória já está garantida ou quando o time está bem. E digo mais: neste momento em que o futebol brasileiro está em decadência, precisamos de jovens valores, de criar novas referências, de revelar atletas para o mundo. Não dá pra ficar vivendo de Marcelinho Paraíba, Lugano, Lúcio, Juan, Kaká, Ronaldinho e outros. O tempo deles já passou.

Tenho certeza que Bruno Viana e Fabrício Bruno podem ajudar a zaga celeste nesse momento em que o clube perdeu seus jogadores da defesa para o Departamento Médico. Bruno Ramires, com sequência, pode ajudar muito, já que o Henrique sumiu. E Alex merece oportunidades, ainda mais nesse momento em que carecemos de um meia de criação. Vi jogos desse rapaz nas duas últimas Copas São Paulo de Futebol Júnior e posso dizer que ele tem muita qualidade.

O assunto é polêmico e divide opiniões. Para colocar meninos da base em campo, o próprio torcedor precisa de maturidade e de paciência para saber lidar com essas investidas, e paciência é algo que o cruzeirense não tem tido. Mas fica a reflexão para os nobres leitores deste blog. Vamos pensar juntos? Deixe seu comentário aqui no Somos Cruzeiro!

Pedro Henrique

Olá, o meu nome é Pedro Henrique. No Twitter, sou conhecido como o @RealPedrin. No blog, todos me chamam de PH. Desde 2012, escrevo sobre o Cruzeiro. Já redigi no Blog Azul Estrelado, Camisa 11, Lance Activo, Guerreiro dos Gramados e Bloguerreiro. Não sou daqueles blogueiros que gosta mais de cutucar o rival do que de analisar o próprio time. Minha missão aqui é colocar o meu ponto de vista - dentre tantos milhões de pontos de vista possíveis - e abrir o espaço para o debate, para a troca de ideias. E prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ei, você curte o blog? Então curte lá a nossa fan page no Facebook: fb.com/blogsomoscruzeiro/. Muito obrigado! Sejam todos bem-vindos!

29 thoughts to “A base pode nos ajudar”

  1. Há tempos tenho dito isso: todo grande time vencedor precisa do DNA da camisa, e isso vem da base. Os “medalhões” são parte na liga, para dar experiência, acalmar os ânimos, mas quem faz gol e beija o escudo é o menino que desde tenra idade vesta aquela camisa e vive o clube no dia a dia. Nada pode vencer essa mistura.

  2. Pedrinho, parabéns pelo trabalho desenvolvido até aqui no blog.
    Penso que o torcedor do Cruzeiro (e o próprio clube) não tem a cultura de montar o time tendo com base os garotos das canteiras. Assim como é o Santos, por exemplo. Lá, tanto a torcida, quanto o clube encorajam treinadores e os próprios jogadores jovens a jogar, ter uma sequência. Aqui, o torcedor do Cruzeiro vive falando pra colocar o garoto, mas se ele entra e joga mal, já começam a cornetar, falar que ele não presta. Não dão tempo a eles. Tem que haver essa paciência. O garoto vem da base para o profissional e tudo muda, é outro mundo. Na base não tem pressão, não tem torcida. No profissional tudo muda.
    Acho salutar o que o PB tem feito, mas rezo para que a torcida não queime os garotos.
    Grande abraço!

    1. PC e PH, penso que para o torcedor até teria paciência e apoiaria , mas para isso deveria ter uma sintonia entre a diretoria e o torcedor, primeiro: a diretoria deveria expor ao torcedor seu planejamento; tipo este ano vamos tentar baixar as finanças e para isso vamos trabalhar com a maioria de jogadores da base. Segundo ai sim, o torcedor sabedor da clareza da diretoria fazer a sua parte com apoio e incentivo, agora, o que a diretoria fez em janeiro do ano passado ? Mentiu dizendo que traria reforços a altura dos que saíram e começou a trazer jogadores que não caíram nas graças dos torcedores e este ano fez exatamente a mesma coisa , então quando lança um jovem ele não rende por culpa do time fraco e sem liga e o torcedor vai no embalo e acaba não apoiando como deveria, mas vejo o Alex com potencial para já estar fazendo parte dos titulares e penso que este a torcida teria a devida paciência porque é quase unanimidade entre os torcedores.

  3. Parabens pelo blog xará,
    Acredito sim na nossa base, concordo que eles podem fazer a diferença, tanto em momentos bons como em momentos mais complicados, pois os mesmos são preparados para suportar essa pressão desde muito novos. Mas realmente a torcida tem que ter paciência e dar o devido apoio.

  4. E porque não o Mayke?
    Um dos laterais mais promissores do futebol brasileiro e que está sendo deixado de lado.
    O problema do Mayke é psicológico. Basta ver que toda vez que o time vai mal ele se “machuca”. A torcida tem que apoiar mais nesse caso e criticar menos. Estamos perdendo uma joia por depositar nele um excesso de responsabilidade advinda dos dois títulos brasileiros que ele participou. Apesar desses títulos, Mayke ainda é um menino, deve ser recuperado.
    Idem digo para Alisson e Elber… crias da base e que as vezes são extremamente criticados. Um voto de confiança nesse pessoal por favor!

    1. Arthur, boa tarde. Quem dera se o problema do Mayke fosse só o fator psicológico, rs. Tem outras coisas aí também.
      Mas o texto se refere a outros jogadores da base que compõem o elenco. O Cruzeiro até tem dado oportunidade para muitos: Mayke, Alisson, Élber, Marcos Vinícius, etc. Um abraço e continue deixando seus comentários aqui no blog!

      1. PH, além do problema psicológico e físico, qual o(s) outro(s) problemas que tem o Mayke???
        não fale só o “santo” não meu camarada, conte também o “milagre”
        ´pq a torcida tem direito de saber toda a verdade!
        vms cobrar profissionalismo dos jogadores e principalmente da diretoria – melhorias no DM já!

      2. O problema do Mayke é o excesso de lesões, isso vem tirando a confiança do jogador, ele não consegue jogar dez partidas sem uma lesão muscular. Isso acontece deste 2014, ganhava a posição e na sequencia lesão.

        1. se é excesso de lesões então o problema não é só da Mayke é de grande parte do elenco, fomos eliminados do Mineiro pq não tinhamos Dedé e Manoel – duvido q com eles na zaga nosso time perdesse pro América, fala aqui há tempos e ninguem da imprensa cobra uma reformulação/modernização no DM do Cruzeiro!!!
          esse DM do CEC é incompetente dsd a época do Adilson Batista (zagueiro) pois dps de sua 2º fratura o DM disse q o jogador unca mais jogaria em alto nível, resultado: não teve o contrato renovado, foi pro Inter, dps pro Patético_MG e dps pro Grêmio onde arrebentou doi campeão da Copa Brasil, da Libertadores e Brasileiro todas como capitão, dps foi pro Japão e ainda jogou alguns anos;
          dps em 1996/97 o DM encerrou a carreira do ótimo Roberto Gaúcho que dps de uma lesão no joelho nunca mais conseguiu jogar em alto nível e abandonou os gramados muito cedo;
          melhorias no DM já!!!

  5. Tem sim que valorizar a base mas, o imediatismo do nosso futebol não permite um projeto em que a ênfase seja o aproveitamento em larga escala da base. Pra fazer um time assim demanda no mínimo um projeto de 3 anos para se colher resultados (bons resultados=títulos). Uma pergunta: nossa torcida aguenta isso? Principalmente se o arqui rival estiver bem na foto. Temos que nos contentar em colher, de vez em quando alguma revelação da base. Temos aí Mayque e Allyson que vivem mais no DM do que à disposição.

  6. Pois e falo desde inicio do ano Meia e o Alex que jogador …Esse menino mata a pau ne jogo treino canhoto…Estilo ganso da ultimo passe caracteristica que nao tem no grupo..O zagueiro Fabricio da base joga mais que todos zagueiros do cruzeiro..Nao entendo colocar gino da direita e nao dar oportunidade para kevin voando !E dificil acho que nao explicacao para isso a nao ser empresario colocando seu lixos para jogar!

  7. Acredito muito na força da base, ainda mais a base celeste que vem até contratando muitos jogadores para o sub-20, num belo trabalho do Klauss. Alex, por exemplo, foi, se não me engano, o melhor jogador da copinha por 2 anos seguidos; Kevin foi um lateral direito regular na última campanha da base nesse mesmo campeonato; os zagueiros Bruno e Fabrício são líderes por natureza, principalmente o Fabrício, já jogaram juntos e podem evoluir no clube e se tornarem bons zagueiros como Manoel e Dedé, digo ainda que os colocaria no time titular para a próxima quarta-feira contra o Santa Cruz.
    Se pensar, Eurico emprestado para o Náutico, tem futebol pra estar no lugar do Federico Gino. Victor Luiz, lateral esquerdo da base, já apresentou bom futebol, inclusive em um jogo-treino deste ano marcou até um gol, pode, com oportunidade, jogar melhor que o então titular Sánchez Mino…. Há outros exemplos nesse quesito.
    Gostei muito do texto Pedro!! Tomara que o PB nos ouça e invista na base, como fez com o Bruno Ramires no último jogo.
    Abraço.

    1. Danton, você gostou do texto e eu gostei do seu comentário. Muito bacana sua visão sobre a base. Concordo com o que você falou. Temos uma dupla de zagueiros advindos da base que são muito bons. Fabrício é excelente e um líder em campo. Abraço e continue deixando seus comentários aqui no blog!

  8. Mudando de assunto, vou falar sobre os jogos dos times de Minas fora de horário de transmissão para a tv aberta. Fico indignado quando vejo Cruzeiro, Atlético e América,ambos jogando em horário que não sejam transmitidos para Minas! Os clubes mineiros não podem aceitar transmissões de jogos com times do Rio e SP,em detrimento aos nossos! Tem gente que vai falar que é besteira, mas isso é totalmente relevante! O maior patrimônio de um time não são títulos, mas sim torcida! Um time que não forma torcida para o futuro está fadado a diminuir de tamanho, outros até praticamente se acabam! Basta lembrar de times como Bragantino, São Caetano,dentre outros, que foram fortes um período mas, como não tem torcida, está lá na rabeira do mundo futebolístico! A TV paga, ela não forma torcedores, ela apenas é acessada por quem já torce! O fator torcida é tão importante para um time que, basta lembrar do Corintians, acho que passou uns 25 anos sem ganhar títulos e continuou forte. Isso é fácil de explicar, é porque ele tinha e tem grande torcida! Se fosse um time sem torcida, já teria se acabado para o mundo do futebol! Torcida é mídia, é imagem, é retorno financeiro, é o que mantêm qualquer time de futebol.

  9. Concordo com o comentário sobre os jogos fora da tv aberta. Vejam que na região da Zona da Mata e do Triângulo, por exemplo, não passam jogos dos times mineiros.
    Mudando de assunto, um tal de Bobo Faria saiu falando que é melhor o Cruzeiro negociar o Arrascaeta em troca do Kardec. Galera, o uruguaio não é um craque tipo Alex10, mas é nosso jogador mais habilidoso e inteligente, porém muito jovem e tímido. O próprio Alex10 quando veio para o Cruzeiro a primeira vez foi queimado e chamado de soneca. Muitos reclamam de Arrascaeta sumir do jogo, mas nesse time de baratas tontas é difícil se encontrar. Tem que ter gente para jogar junto com ele. E gente para segurar o rojão, não é o perfil do cara. No atual elenco quem jogará em seu lugar, Alano? Bruno Nazário? Os únicos que merecem chance são Marcos Vinícius (quando voltar) e Alex. E se for embora o Arrascaeta perderemos opções, temos que ter bons reservas. Ele, inclusive, pode jogar mais avançado junto com Alisson, pois Willian não joga nada há tempos, e provavelmente ganha mais que Arrascaeta, por que não trocá-lo?
    Robinho vai ajudar a melhorar esse meio-campo. Gostaria de ver Arrascaeta jogar junto com Robinho, com 2 volantes na contenção, Alisson e 1 CENTROAVANTE. Aquele atacante que pega a bola e quer sempre fazer o gol. Esse sim, faz falta. Até gosto do Kardec, mas o Cruzeiro tem muitos outros jogadores para trocar por ele, e hoje também vive má fase no SP.
    Se a torcida continuar a pegar no pé de um dos nosso melhores jogadores, daqui a pouco vem o Franga Oliveira e o leva pra Vespasiano. E lá ele também poderia jogar muita bola. Mais calma com nossos jovens…

  10. Paulo, eu moro no sudoeste de minas e respiro futebol carioca e paulista, quando comecei a torcer pelo grande Cruzeiro lá pelos anos 65 longe da era da TV a gente custava sintonizar a Rádio Guarani/Inconfidência e as Rádios de SP/Rio a gente sintonizava até sem “ligar o rádio, rss) por isso é que os times destes estados conseguiram tantos torcedores e hoje em dia a TV aberta continua empurrando os jogos deles por todo o pais e os jogos dos times mineiros ficam reduzidos na maioria das vezes só para o estado de Minas , eu fico assistindo vários programas das TVs Fox, Sportv, Espn, Ei maxx ,Band, eles dedicam 90% do tempo com os times do Rio/Sp e na maioria das vezes chamam o repórter e não falam nada do Cruzeiro e pra mim a imprensa NACIONAL não é simpatizante do Cruzeiro, no programa do Benjamim das 13 horas no início do ano passado tiveram uma discussão sobre a volta campeonato brasileiro com mata/mata por que de pontos corridos era chato e sem emoção e este ano disseram que o campeonato de 2015 mostrou o melhor time , o mais estruturado, e que o Corintihans foi o time que jogou mais bonito dos últimos anos e premiou o time que teve melhor planejamento, por ai você pode ver que não estou dizendo nenhuma asneira, então o que você disse é verdade eles não tem interesse de divulgar jogos de times de outros estados na TV aberta a não ser quando jogam contra os times queridinhos da rede globo e isso inclui o time da camisa zebrada aqui de Minas, eu tenho TV por assinatura e pago Perpevyu dos jogos do Cruzeiro, mas antes disso na TV aberta aqui na minha região era só quando étransmitido pela EPTV regional fora isso é só Corinthians e Flamengo, é por isso que o Santos foi um dos primeiros a fechar com a TV Eimaxx a partir de 2019 porque a TV Globo mostra pouquíssimos jogos do Santos, inclusive no paulista alguns anos atrás teve Santos x XV Piracicaba numa rodada isolada a Globo ao invés de transmitir o jogo passou um filme e isso aconteceu numa quarta feira, então a Globo manda e desmanda no futebol e fica por isso mesmo, concordo com você a TV Globo manipulou os times de tal maneira que todos ficaram com o rabo preso e ninguém tem peito para reagir e peitá-la.

  11. Ha muito tempo penso assim, acho que o Bruno Ramires, Bruno Alex, Bruno viana, Eurico e Alex já eram pra ser titular no campeonato mineiro para testar o potencial deles ali, o Léo e o Bruno Rodrigo não era pra está mais no Cruzeiro, já deu.

  12. PH, primeiramente, parabenizo-o pelo blog, está muito inteligente e altamente interativo. Concordo com a oportunidade aos garotos da base, resta saber se PB vai fazer uso desse recurso já em seu início, ainda conhecendo o grupo.

  13. Pedro Henrique so de pensar que no rural não deram oportunidades para esses garotos da base, foram 4 meses ai vejo um diretor que trabalhou na base não fez nada para mudar essa situação.

  14. PH bom dia. A questão é temporal: não há mais prazo para experiências e essas deveriam ter se iniciado no Mineiro e não agora, durante o campeonato mais importante do país. É uma temeridade o que essa Diretoria incompetente anda fazendo com o clube, tanto em termos financeiros quanto profissional e mkt. PH, novamente, GPT pulverizou o patrimônio do clube: o recebeu em 2011 com R$ 158 MM e, ao final de 2015, temos somente R$ 32 MM, ou seja, houve uma perda para o clube de R$ 126 MM. Quem paga isso e pior sem time montado para conquistas e aumento inexplicável de gastos, em mais de R$ 120 MM???Falar em paciência com a torcida do Cruzeiro não é justo: estamos há dois anos visitando a zona de rebaixamento, eliminados em todos os torneios que disputamos e sequer conseguimos chegar, consecutivamente, à final do Mineiro. A nossa indignação é com o desperdício e dinheiro jogado fora: contratam um bando de argentinos de 2ª divisão, quando, se tivéssemos um técnico experiente, campeão e não um aprendiz, poderíamos ter feito várias experiências com a base (Eurico, Alex, etc.), de jan a mai/16, com algumas contratações pontuais (ataque, meio e laterais), partindo-se em time deixado pronto por Mano. Sou totalmente favorável à base, mas infelizmente, no momento atual, com técnico que não conhece o futebol brasileiro, nem o nosso elenco, pois ainda o está avaliando, o que é, para mim, uma loucura, pois a própria Diretoria já deveria ter passado a receita a ele: Bento, como você não faz milagres, temos que contratar no mínimo 4 titulares, limpar a casa dos gringos e afastar os que estão há anos enganando e produzindo pouco e sem retorno ao clube (ex. Henrique). Temos obrigação de reagir e ganhar do Santa Cruz, que lá é difícil, mas time de 2ª divisão. Abraço a todos.

  15. acompanhei a Taça SP Jr 2016 de perto, cuidado pra não se desiludirem com Alex – é bom jogador, sabe o que faz com a bola nos pés, mas assim como Arrascaeta desaparece em grande parte do jogo e contribui muito pouco na recomposição como o uruguaio!mesmo assim escalaria ele 10x e não escalaria o limitadíssimo Allano uma vez sequer!!!
    qto a Fabrício parece bom zagueiro, mas tenho minhas duvidas em sua recuperação e seu mano-a-mano com atacantes velozes e montar uma zaga com dois garotos seria muito arriscado, o correto é dar forças a Bruno Vianna e manter Bruno Rodrigo a seu lado até os retornos de Dedé e Manoel se é que estes voltam em 2016;
    já Kelvin posso afirmar ainda não está pronto pro profissional, entrou no 2ºt em um jogo da Copinha e fez um penalty muito, mais muito infantil!!!!
    já temos muitos garotos: Bruno Vianna, Bruno Ramires, Marciel, Marcus Vinicius, Alisson e Arrascaeta é hora de dar forças a estes!culpar Alisson e Arrascaeta pelo mau momento do time é sacanagem, querer que dois garotos carreguem um time do tamanho do Cruzeiro nas costas!pois o restante do time é horrível e mau treinado desde 2015, excessão com Mano Menezes, e veremos agora Paulo Bento!olhem só em 2015 chegaram ao ponto de ressuscitar o Charles que já estava aposentado e agora onde esse jogador esta, nem o Boa o quis contratar!
    lembram de Alisson no time de 2013/14 ele entrava voando e decidindo jogos. só não emplacava pq sempre machucava, futebol hoje é coletivo, se uma peça compromete prejudica todas as outras!
    e hoje temos várias peças que prejudicam: os dois laterais, Henrique e falta uma meia armador tipo: Boiadeiro, Luiz F. Flores, Valdo, Alex, ER17. Arrascaeta e Alisson são atacantes!!!

  16. Sou completamente contrário a aquela máxima de que tem que ter o momento certo para colocar jogador de base ou promessa para não correr o risco de “queimar o jogador”. Se o cara se tornou profissional, tem que estar apto a jogar. O cara se formou nas bases, galgou as etapas e joga futebol a vida inteira. Não vemos isso em nenhuma profissão. Nenhum médico, advogado ou engenheiro e barrado de trabalhar para não ser “queimado”. Em várias situações temos jogadores jovens, de origem em algumas posições, mas nunca recebem oportunidade. Preferem improvisar jogadores que não rendem na posição para não “queimar” o garoto, que nele não ” está pronto”. Ah, qualé! Mas o grande problema disso tudo realmente é a cultura do imediatismo. Isso que precisa mudar.

  17. Bom Dia PH,
    Concordo com você, pois a finalidade das categorias de base é revelar jogadores para o time principal, mas infelizmente aqui no brasil as vezes o jogadores das categoriasde base são vendidos sem atuar no time principal, vide o Maxxwel que o Cruzeiro vai tentar repatriar . Vejo os principais campeonatos europeus, Espanhol, Inglês, Alemão, Francês, Holandês etc, e em todos eles, são lançados garotos de 17 anos em diante, lá a função da categorias de base é realmente revelar jogadores para o time principal, por aqui é diferente pois a maioria dos jogadores de base que estão nos clubes já são de empresários e estes empresários fazem pressão quando o garotos se destacam e tentam vende-los diretamente sem ter passado pelo time principal, junte se a isto a falta de paciência de nós torcedores e principalmente dos treinadores e da imprensa, dos treinadores porque quando são contratados, já pedem uma lista de jogadores sem sequer dar uma olhada na base, já a imprensa, porque se o garoto joga três partidas ruim, já dizem que tem que contratar, falta paciência de todos, por isso está tão difícil revelar jogadores no brasil, há de se tirar o chapéu para o Santos porque é um clube que não tem mêdo de lançar os garotos, (Neymar, Diego, Ganso, Gabigol, e muitos outros, as vezes vendo jogos das categorias de base do Cruzeiro a gente vê muitos jogadores que podem explodir no principal, no sub 17 tem o Cesinha, tem um lateral no sub 20 (não sei o nome dele), ele é melhor que todos que estão ai, cadê a oportunida que não dão, é isso que acontece, o Cesinha, tenho certeza que vai ser emprestado, será que o Eurico será que é pior dos que estão ai? Este é o grande problema dos Clubes aqui no Brasil, as vezes o jogador passa pelo clube e depois esse mesmo clube paga por este mesmo jogador para traze-lo de volta, infelizamente a cultura é essa!

  18. Wendel e Antônio, antes do poder de penetração da Globo ser do tamanho que é hoje, em Minas,na minha região do Triângulo, ninguém ouvia ou via jogos de times do Rio e de São Paulo. Era só Cruzeiro e Atlético, não existiam outros torcedores! Após os anos de 80 a Globo massificou as transmissões principalmente do Flamengo para todo o Norte,Nordeste e Centroeste, e também por boa parte de Minas. No Norte, Nordesde e Centroeste, praticamente só se torce para times do Rio, principalmente Flamengo, tudo devido à influência da Globo. A Globo fez o Flamengo. Bobo quem não pensa da mesma forma.Basta ver o jogo entre o Galo e o Flamengo,acho que em 81 pela Libertadores. Foi o maior roubo da história do futebol que já vi. E alguém já viu a Globo comentar,reprisar aquele jogo? Nada, eles não tem coragem! Me preocupa as diretorias dos nossos times deixarem cada vez mais perdermos torcedores para os times do Rio e de SP. Cada vez que um time de lá está na TV aberta em Minas e nossos times fora dela, perdemos visibilidade, perdemos torcedores do futuro, diminuímos nossos times para o futuro. E sobre atualidade do nosso futebol, não acredito que na base não tenha pelo menos uns 5 jogadores melhores que o Alano para a posição dele!

  19. Cara, eu acho o seguinte: futebol não é filantropia.. Ninguém está ali doando seu tempo de graça.. Os jogadores, mesmo que dá base, já ganham salários razoáveis para se dedicar unicamente a jogar futebol… Logo.. Como um funcionário assalariado, precisa-se acabar com este pseudo protecionismo, o cara quando é bom de serviço vai mostrar logo a que veio independente do momento.. Vai chamar a responsabilidade pra mudar o cenário é mostrar que ele é diferenciado… Acho qe não tem essa não.. Caso contrário então deveriam contratá-los por produção.. Quando jogar recebem uma merreca

  20. PH, muito bom esse seu post assino em baixo não tiro uma palavra. São feitos enormes investimentos na base contratando jogadores, temos uma infraestrutura de primeira na base, gastamos uma grana lá, e no final não vemos os caras jogarem no time principal, aí vem com essa ladainha que tem mil anos, que o jogador da base tem entrar só na boa para não ser queimado, e blá blá, blá.. O Santos sempre apostou na base, com ou sem dinheiro para montar times desde os tempos do Pelé eles fazem isso, olha aí o exemplo do Gabigol, e de vários outros, e o Santos nunca caiu por isso.
    Será que os nossos jogadores de base não tem capacidade de serem aproveitados no time principal. Lá do outro lado da lagoa os jogadores de base sempre foram bem vistos e apoiados no time principal, mas aqui no Cruzeiro não. A verdade é uma só a diretoria não acredita na meninada e a torcida menos ainda. A torcida que é medalhão que vem aqui enche o bolso deixa o clube na pior, como JB, Edmundo, Rivaldo, Rincon……..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.