Skip to main content
 -
Daniela Piroli Daniela Piroli

Psicóloga clínica, graduada também em terapia ocupacional, curiosa sobre a vida e o mundo humano.

Eduardo de Ávila Eduardo de Ávila

Advogado e Jornalista sugere debater e discutir – com leveza – situações que vivemos no nosso dia a dia.

Guilherme Scarpellini Guilherme Scarpellini

Jornalista que se interessa por tudo o que a todos pouco interessa. E das beiradas, retira crônicas.

Rosangela Maluf Rosangela Maluf

Professora universitária na área de marketing e nas montanhas de Minas lê, escreve e sonha!

Sandra Belchiolina Sandra Belchiolina

Psicanalista, consultora de viagens, amante da vida, arte e cultura na sua diversidade. Vamos conversar de viagens: nossas e pelo mundo.

Taís Civitarese Taís Civitarese

Pediatra formada pela UFMG. Trabalha com psiquiatria infantil e tem um pendor pela filosofia.

Victória Farias Victória Farias

Jornalista e estudante de Relações Internacionais, além de editar o blog fará uma crônica semanal do nosso cotidiano.

Elvira e a guitarra

Guilherme Scarpellini scarpellini.gui@gmail.com O que os gatos pensam dos seres humanos? São seres limitados em sua miserável existência. Dependem de relógios para não se esquecerem dos compromissos que prefeririam esquecer. Buscam a companhia dos outros para não conviver com eles mesmos. Saem cedo e retornam ao cair da noite. E retornam menores, encurvados e dilacerados. […]

Leia Mais

Os cinco filhos de dona Branca

Guilherme Scarpellini scarpellini.gui@gmail.com Foi uma vida toda acumulando de tudo. Livros, vasos, fotografias nas prateleiras. Revistas, quadros, velharias nos armários. Móveis por todos os cantos. Coisas em todas as gavetas. Agora que conseguiu vender o mausoléu, onde é que vai enfiar isso tudo? Dona Branca vai se mudar para um apartamento. Quarenta anos atrás, os […]

Leia Mais

Rei

Guilherme Scarpelliniscarpellini.gui@gmail.com Vovó é fã de Stephen King. Dois anos atrás, andávamos pelas livrarias do Fliaraxá — Festival Literário da cidade — quando ela me apareceu com “O cemitério” (1983) debaixo do braço. Acabava de tomar uma facada dessas de filmes de terror a vovó: R$ 70 reais. Disse a ela que não precisava ter […]

Leia Mais