Volver a Araxá

Eduardo de Ávila Nascido e criado na cidade das águas, costumo brincar que Araxá tem duas personalidades conhecidas e reconhecidas – dona Beja e eu – com trajetórias de vidas cuja similaridade é enaltecer as qualidades daquela terra abençoada. Depois que Belo Horizonte me adotou, isso em 1974, tive um honroso retorno – entre 1982 e 1988 – quando exerci um único mandato de vereador. … Continuar lendo Volver a Araxá

Doze horizontes, um mirante. Crédito: Anaísa de Ávila

Doze horizontes Um mirante

Daniela Piroli Cabral contato@danielapiroli.com.br Ontem foi um dia muito especial para nós do blog Mirante pois foi o lançamento do nosso livro “Doze horizontes, um mirante”, pela editora Sete Autores. Mas antes de começar escrevendo sobre o nosso filho que nasceu ontem eu preciso começar dizendo que não sei se estou mais feliz de ter um livro publicado ou de ter podido comemorar o fim … Continuar lendo Doze horizontes Um mirante

Quando a ficção invade nossas vidas

Eduardo de Ávila Na última semana experimentei a sensação terrível em sentir e perceber que um filme de ficção, aliado a fatos do nosso Brasil boçalnarista, andam de mãos dadas e promovem uma depressão coletiva. Tanto naqueles que resistem, onde me situo, quanto, e até acho que mais ainda, entre as pessoas que – freneticamente – apoiam esse estrume que ocupa a pR. É triste, … Continuar lendo Quando a ficção invade nossas vidas

Paul Cézanne - (1892)

A mais engraçada das histórias

24 de agosto de 1983. Um homem de chapéu-coco repousa um resto de cigarro na boca, o mesmo que fumava desde as nove da manhã. Ao meio-dia, o sol acerta o centro da sua cabeça como um policial treinado acertaria um tiro no escuro. Ele se arrepia como se um espírito tivesse o atravessado.  Encostado no poste em frente ao Banco do Brasil, acompanha a … Continuar lendo A mais engraçada das histórias

A menina da blusa - Fonte: Pixabay

A menina da blusa

Daniela Piroli Cabral contato@danielapiroli.com.br A menina da blusa Está assentada de pernas cruzadas Já sabe fazer flor de lótus Usa coque nos cabelos A menina da blusa Tem cabelos amarelos É minha menina dourada A menina da blusa Lê Escreve Sonha A menina da blusa Faz aniversário Completa todos os dedos das mãos A menina da blusa Imita E ri Diverte-se E projeta-se No breve … Continuar lendo A menina da blusa

O relógio

Sandra Belchiolina sandrabcastro@gmail.com Meu avô materno foi a pessoa mais delicada e educada que conheci – alto, elegante, de voz baixa e sorriso largo. Assim é a memória que tenho dele. Recentemente recebi um telefonema de um primo distante solicitando algumas informações sobre ele. Queria saber mais e diz que ele foi um vendedor da cachaça que meu avô fabricava. A mesma tinha um curioso … Continuar lendo O relógio

Herança - Fonte: Pixabay

Herança

Daniela Piroli Cabral contato@danielapiroli.com.br Herança O livro O batom O vestido O anel A aliança A senha A sandália A bolsa A cadela A criança O suor O amor O olhar As mãos A dança A viagem A política A caminhada A gratidão A mudança O desapego O pedaço O luto O firmamento A lembrança * Curta: Facebook / Instagram Continuar lendo Herança

Dona Vidinha seus horrores e Aócios

Eduardo de Ávila Diferente de “a viúva virgem” do filme brasileiro, que bateu recordes de bilheteria, dona Vidinha é uma solteirona, meia virgem da classe média brasileira. Típica do preconceito reverso. Naquela produção dos anos de chumbo, o coronel Alexandrão morreu na lua de mel e deixou a jovem Cristina – diferente da viúva Porcina – numa tristeza que sugeriu passar uns tempos no Rio … Continuar lendo Dona Vidinha seus horrores e Aócios

Um movimento de partida

  Silvia Ribeiro Uma página em mim. Os meus olhos corriam entre aquelas emoções avidamente, como se entrassem em becos profundos, se perdendo cada vez mais naquela nostalgia. Tentava encontrar os meus sentimentos dentro daquelas vírgulas, importunando as minhas memórias, no entanto, alguma coisa me deixava intranquila. Tudo me parecia predestinado e o meu olhar escapulia daquele cenário, causando a impressão que não era eu … Continuar lendo Um movimento de partida

Carta para vovô - Fonte: Pixabay

Carta para vovô

Daniela Piroli Cabral contato@danielapiroli.com.br Quando você se foi, ficou um rastro de dor e de tristeza em meu coração. Ficou um rastro de saudade, de interrogações, de silêncio. Sua partida deixou um tanto de coisas por dizer, por fazer, por viver. Estamos todos vivendo no vazio que você deixou.  Sinto tanto a sua falta. Queria tanto que você tivesse conhecido a Laura, que nasceu no … Continuar lendo Carta para vovô