Skip to main content
 -
Daniela Piroli Daniela Piroli

Psicóloga clínica, graduada também em terapia ocupacional, curiosa sobre a vida e o mundo humano.

Eduardo de Ávila Eduardo de Ávila

Advogado e Jornalista sugere debater e discutir – com leveza – situações que vivemos no nosso dia a dia.

Guilherme Scarpellini Guilherme Scarpellini

Jornalista que se interessa por tudo o que a todos pouco interessa. E das beiradas, retira crônicas.

Rosangela Maluf Rosangela Maluf

Professora universitária na área de marketing e nas montanhas de Minas lê, escreve e sonha!

Sandra Belchiolina Sandra Belchiolina

Psicanalista, consultora de viagens, amante da vida, arte e cultura na sua diversidade. Vamos conversar de viagens: nossas e pelo mundo.

Taís Civitarese Taís Civitarese

Pediatra formada pela UFMG. Trabalha com psiquiatria infantil e tem um pendor pela filosofia.

Victória Farias Victória Farias

Jornalista e estudante de Relações Internacionais, além de editar o blog fará uma crônica semanal do nosso cotidiano.

As flores e o medo

Daniela Mata Machado

Eu já havia ouvido falar dos florais de Bach, mas o que me aproximou definitivamente deles foi o medo da Rosinha. A minha caçula ficava apavorada com os bichos. Não apenas com cobras, leões ou cachorros bravos. Rosinha ficava paralisada diante dos pombos na pracinha, das formigas e até das moscas de padaria. E uma vez disse à irmã, louca por um cachorrinho, que se um cão entrasse por uma porta da casa ela sairia pela outra. Às vezes ela ainda se exaure por causa dos pernilongos, grita quando vê uma barata e prefere ambientes urbanos às paisagens virgens para onde a mãe dela muitas vezes gostaria de fugir. Mas é a grande companheira da cachorrinha que adotamos há uns três anos e vem, aos poucos, tornando-se amiga de outros animais.

De uma florzinha amarela, pequena e delicada com o nome de Mimulus se extrai a essência floral que ajudou a minha caçula. Ela ajuda a lidar com medos específicos e precisos de pessoas geralmente tímidas e até de bebês que estranham lugares novos. E foi como um bálsamo para a Rosinha.

Uma das coisas mais lindas nos florais de Bach é que eles surgiram como um método de autocura. O médico inglês Edward Bach havia sido desenganado pelos seus colegas após uma hemorragia digestiva severa, sucedida por uma cirurgia de emergência. Deram-lhe apenas três meses de vida. E ele viveu mais 19 anos. Morreu dormindo, logo após afirmar que seu sistema de cura, composto por 38 remédios baseados em essências florais, estava completo.

Os florais, como todas as demais terapias holísticas, não tratam doenças. Tratam pessoas adoecidas. Não há um floral para dor de barriga, porque a sua sempre será diferente da minha. A essência floral lida com energia e para que que eu saiba qual é a aquela que vai lhe ajudar, é preciso que eu escute seus relatos, suas dores, suas alegrias e suas angústias. Mas é também necessário que eu sinta a sua energia. Porque as palavras não dizem tudo. Em alguns casos, aliás, não dizem quase nada. O corpo, os gestos, os olhares e até a entonação que você dá ao que diz são capazes de demonstrar bem melhor de que tipo de ajuda você necessita.

Rosinha não é só Mimulus. E aquele seu amigo que é mais fechado e não gosta de falar das próprias emoções também não é só Water Violet. Somos um mosaico de muitas energias e emoções diferentes. Aliás, não somos. Estamos. Os florais tratam do agora. Mês que vem a gente conversa e vê como fica. Como ficou. Como a gente quer que fique. Pode ser que a dor de barriga por causa do Enem tenha passado e agora tenha aparecido uma certa ansiedade diante de um novo universo chamado universidade. Ok. Os florais também vão ajudar a lidar com isso.

Há essências florais que nos acompanham durante longos períodos da vida. Talvez até durante a vida inteira. E há outras que nos apoiam somente em momentos específicos. Particularmente, acho quase poético poder me apoiar nas flores e caminhar assim, com um pouco mais de leveza e um pouco menos de dor. 

*

Se você quiser agendar uma consulta de terapia floral pode mandar uma mensagem de texto por whastapp: +55.31.98395.5144. 

*

Curta: Facebook / Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.