Skip to main content
 -
Daniela Piroli Daniela Piroli

Psicóloga clínica, graduada também em terapia ocupacional, curiosa sobre a vida e o mundo humano.

Eduardo de Ávila Eduardo de Ávila

Advogado e Jornalista sugere debater e discutir – com leveza – situações que vivemos no nosso dia a dia.

Guilherme Scarpellini Guilherme Scarpellini

Jornalista que se interessa por tudo o que a todos pouco interessa. E das beiradas, retira crônicas.

Rosangela Maluf Rosangela Maluf

Professora universitária na área de marketing e nas montanhas de Minas lê, escreve e sonha!

Sandra Belchiolina Sandra Belchiolina

Psicanalista, consultora de viagens, amante da vida, arte e cultura na sua diversidade. Vamos conversar de viagens: nossas e pelo mundo.

Taís Civitarese Taís Civitarese

Pediatra formada pela UFMG. Trabalha com psiquiatria infantil e tem um pendor pela filosofia.

Victória Farias Victória Farias

Jornalista e estudante de Relações Internacionais, além de editar o blog fará uma crônica semanal do nosso cotidiano.

Chegou

Custou, mas chegou! É 2021.

Acordamos de um pesadelo, de um ano grandemente estranho que parecia que nunca iria terminar.

É 2021. Com esse número, o ano de provações e notícias ruins a cada cinco minutos fica para trás. Se 2020 ficou marcado pela pandemia, 2021 será o ano da vacina.

O ano em que nossas vidas retornarão ao normal.

Será?
Não sabemos. Depois de 2020, não duvidamos mais de nada.

Mas que dá um alívio sair daquele ciclo de dois e zeros que se revelou morbidamente cabalístico, ah, isso dá.

É 2021! E eu desejo que você se cure das dores que viveu no ano passado. Que perpetue e amplie as alegrias que teve. Que venha para o novo ano carregado de aprendizados, com as cicatrizes se fechando, com os músculos relaxando após uma longa batalha. Ano passado, foi da luta. Esse será da trégua. Do assentamento. Da sedimentação de tudo o que foi sofrido e aprendido. Assim esperamos.

Que possamos ser protegidos e sair recuperando os cacos do que se partiu e precisa ser reconstruído. E tocar pra frente, retomar, religar, recomeçar.

Alguns dizem que 2020 foi o inferno. Se foi assim, acabamos de passar pela porta, rumo à saída, e recolher aquilo que deixamos, junto com os nossos sapatos, do lado de fora: a esperança.

*
Curta: Facebook / Instagram

One thought to “Chegou”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.