Skip to main content
 -
Daniela Piroli Daniela Piroli

Psicóloga clínica, graduada também em terapia ocupacional, curiosa sobre a vida e o mundo humano.

Eduardo de Ávila Eduardo de Ávila

Advogado e Jornalista sugere debater e discutir – com leveza – situações que vivemos no nosso dia a dia.

Guilherme Scarpellini Guilherme Scarpellini

Jornalista que se interessa por tudo o que a todos pouco interessa. E das beiradas, retira crônicas.

Rosangela Maluf Rosangela Maluf

Professora universitária na área de marketing e nas montanhas de Minas lê, escreve e sonha!

Sandra Belchiolina Sandra Belchiolina

Psicanalista, consultora de viagens, amante da vida, arte e cultura na sua diversidade. Vamos conversar de viagens: nossas e pelo mundo.

Taís Civitarese Taís Civitarese

Pediatra formada pela UFMG. Trabalha com psiquiatria infantil e tem um pendor pela filosofia.

Victória Farias Victória Farias

Jornalista e estudante de Relações Internacionais, além de editar o blog fará uma crônica semanal do nosso cotidiano.

Minha criança favorita

Minha criança favorita - Fonte: Arquivo Pessoal
Minha criança favorita – Fonte: Arquivo Pessoal – Pintura da Laura feita na semana de 05 de outubro de 2020
Daniela Piroli Cabral
contato@danielapiroli.com.br

“Criança é feita para brincar. Quando ela não brinca, ela não existe.”
(Laura Cabral – 28/06/19)

“Cuidem das nossas crianças.”
(Flávio Migliaccio – 04/05/20)

Minha criança favorita adora fazer aniversário e, no próximo domingo, ela completará as duas mãos cheias. Ela está ansiosa, contava os meses, agora conta os dias. Planeja o ritual: vai mergulhar no mar à meia-noite.

Estou orgulhosa, agradecida e emocionada ao perceber, numa breve retrospectiva, o tanto do infinito que cabe em uma década.

A minha criança favorita já existia mesmo antes de existir. De costas, sem mostrar o rosto, costumava frequentar meus sonhos do jeitinho que é: magra, longilínea, cabelos longos e lisos, partidos ao meio. Ela não veio com a minha cara, mas carrega o meu coração. 

Minha criança favorita é a menina do cabelo amarelo, mas já foi “a menina da blusa”, já foi flor e pontinho vermelho feliz. Ela tem cheiro de brisa, odor que acalma e pacifica. 

Ela é curiosa, ainda gosta de se fantasiar e de se transportar para outros mundos, de se vestir de princesa. Ela tem o olfato aguçado, sente cheiro “de coisa séria”, de “hotel” e de “Buenos Aires”. Com ela, não posso prometer se não for cumprir.

Minha criança favorita é uma mistura de bailarina filósofa e professora vaidosa. Ela tem uma mente lógica, perspicaz e também uma sensibilidade que necessita criar. Passa horas pintando, desenhando, colorindo e agora, deslizando seus dedos curtos nas teclas brancas e pretas do teclado. 

Minha criança favorita usa biquíni, me superou, espero que continue assim. Ela guarda a sobremesa para depois e economiza sua mesada. No meu aniversário e no dia das mães, me presenteia com anéis e maquiagens. Sabe muito bem do meu gosto. 

Minha criança favorita não resiste a milk-shake de morango e adora caminhar de mãos dadas comigo. Sei que tão logo não será mais assim, mas também não quero que isso mude. Ela é minha companhia de viagens e de vida. 

A minha criança favorita adora se medir, deixando registrado na parede o seu crescimento. O último: um metro e quarenta e um. Gosta mais ainda de me ouvir dizer que está no “estirão”.

No último fim de semana, fomos comprar roupas novas para ela porque perdeu todo o guarda roupa no período da pandemia. E ela me revela:

Mamãe, antes eu adorava comprar brinquedos, agora eu adoro comprar roupas.  

Logo depois, assistindo juntas à série “Anne with an E” ela constata: 

Mamãe, a Marilla mudou muito depois que a Anne foi para lá, né?

E eu respondi, admirada com a profundidade  e maturidade da observação dela: 

É filha. É isso o que as crianças fazem com a gente.

Referência:

– Anne with an E, série da Netflix. Ótima para maratonar com meninas de 9 a 12 anos e também para os adultos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.