Skip to main content
 -
Daniela Piroli Daniela Piroli

Psicóloga clínica, graduada também em terapia ocupacional, curiosa sobre a vida e o mundo humano.

Eduardo de Ávila Eduardo de Ávila

Advogado e Jornalista sugere debater e discutir – com leveza – situações que vivemos no nosso dia a dia.

Guilherme Scarpellini Guilherme Scarpellini

Jornalista que se interessa por tudo o que a todos pouco interessa. E das beiradas, retira crônicas.

Rosangela Maluf Rosangela Maluf

Professora universitária na área de marketing e nas montanhas de Minas lê, escreve e sonha!

Sandra Belchiolina Sandra Belchiolina

Psicanalista, consultora de viagens, amante da vida, arte e cultura na sua diversidade. Vamos conversar de viagens: nossas e pelo mundo.

Taís Civitarese Taís Civitarese

Pediatra formada pela UFMG. Trabalha com psiquiatria infantil e tem um pendor pela filosofia.

Victória Farias Victória Farias

Jornalista e estudante de Relações Internacionais, além de editar o blog fará uma crônica semanal do nosso cotidiano.

Notas de Pura Vida

Foto: Arquivo Pessoal - Notas de Pura Vida
Foto: Arquivo Pessoal – Notas de Pura Vida
Daniela Piroli Cabral
contato@danielapiroli.com.br

É, pessoal, o ano de 2020 começa oficialmente hoje, quarta-feira. E coube a mim, colunista deste dia, “abrir” o ano aqui no Mirante. 

Geralmente, este é um momento em que as pessoas começam a cumprir as promessas pelo ano que passou e também a fazer novos planos.

Há no ar um espírito de “fechamento para balanço”, uma ideia de esperança. E, exceto quem levou a megasena da virada, ninguém dorme de um jeito no dia 31 e acorda no dia 01 totalmente transformado. Mas gosto da sensação de renovação

No ano passado, eu falei um pouco sobre retrospectiva e desejei um ano de 2019 de muito trabalho aos leitores e a mim mesma, o que eu tive e não posso me queixar. 

Mas, fazendo uma avaliação do ano de 2019, fiz descobertas importantes. Ele foi um ano tão generoso quanto movimentado.

Trouxe casa nova, filhote canino, luzes nos cabelos e aparelhos nos dentes. Trouxe natureza, trekking, corridas, escrita e canto. Levou amores, trouxe amigos. Levou sorrisos, trouxe maturidade.

No ano passado, nesta mesma data, eu estava em Costa Rica, mais especificamente em Alajuela, ansiando para conhecer o famoso vulcão Poás.

E, lá naquele pequeno e pacífico país da América Central, espremido entre a Nicarágua e o Panamá, passei o Réveillon.

E lá, descobri que eles usam o termo “Pura Vida” para se cumprimentarem entre si e cumprimentarem os turistas. Fiquei curiosa e fui perguntar.

A simpática recepcionista me esclareceu. “Pura Vida” é um cumprimento típico de lá, de boas vibrações.

Parece com um “Carpe diem” mais filosófico, duradouro. Tem a ver com o clima de lá (muito parecido com o do Brasil), com o sol, e a vegetação amplamente preservada.

Pura Vida” reflete uma certa energia da alma, um viver em integração com o próprio ambiente.

Aos poucos fui entendendo que “Pura Vida” é um estado de espírito em que eles vivem, pacíficos e sorridentes, otimistas e acolhedores.

Não sei se vocês sabem, mas a Costa Rica lidera a lista de 140 países como o “país mais feliz do mundo” e também não tem forças armadas há mais de 70 anos.

Informações que podem dizer muita coisa sobre a complexa relação entre satisfação com a própria vida, simplicidade e riqueza

Então, viver bem e intensamente o presente está na ordem do dia. Não esperem segunda-feira, nem depois do carnaval para exercitar tamanha sabedoria.

Um ano de 2020 de muita Pura Vida a todos!

Para saber mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.