Skip to main content
 -
Jornalista que cobre o mundo do empreendedorismo & startups. Apaixonada por tecnologia!

Transtornos de ansiedade podem aumentar durante pandemia

Segundo dados divulgados em 2019 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está no topo da lista em número de pessoas ansiosas do mundo. Cerca de 18,6 milhões de brasileiros convivem com o transtorno. Segundo alguns especialistas esses números podem aumentar ainda mais devido ao cenário mundial acerca da pandemia do coronavírus.

“Esse momento de recolhimento social e do afastamento físico entre as pessoas podem sim fazer com que os transtornos de ansiedade se intensificam nesse período. A preocupação com contas, desorganização da rotina, medo, estresse sentimento de solidão e o próprio afastamento podem ser gatilhos, principalmente para quem já sofre de ansiedade”, avalia Celson Hupfer, especialista em psicologia social e CEO da Connekt, plataforma inteligente de recrutamento digital.
Ainda segundo o especialista, as empresas e os setores de RH têm um papel fundamental nesse momento de crise, pois eles também são responsáveis pelo bem-estar dos colaboradores.

No caso da HeroSpark, solução para empreendedores digitais, por exemplo, a empresa organizou um Café da Manhã, por vídeo, que acontece às sextas-feiras. A ideia é que os funcionários possam continuar o contato falando sobre as novidades da semana e as expectativas para as próximas, assim como troca de dicas de filmes, séries e livros, assim como outros assuntos que não envolvam o trabalho.

Já na Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, uma das principais iniciativas é que eles continuam fazendo ginastica laboral semanalmente, só que por vídeo. A atividade acontece todas às quartas-feiras e dura entre 20 e 30 minutos. Além disso, todos os colaboradores começaram a ter acompanhamento quinzenal com uma psicóloga para ter auxílio de como enfrentar este momento com o apoio de uma profissional capacitada.

GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina, inaugurou o GetWell, um programa totalmente focado no bem-estar dos colaboradores, disponibilizando cinco psicólogos mais bem avaliados do app à disposição, e de forma gratuita, a todos os colaboradores. A sessão ocorre semanalmente e tem duração de 50 minutos.

Outras empresas como a iugu, startup de tecnologia de meios de pagamento e a primeira plataforma online de automação e gestão financeira do Brasil; QuiteJá, plataforma digital de renegociação de dívidas; e a edtech GamAcademy, também realizam atividades durante a quarentena, com momentos virtuais para descontração, Happy Hour, disputa de jogos online e práticas de yoga e mindfullness.

One thought to “Transtornos de ansiedade podem aumentar durante pandemia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.