Skip to main content
 -
Jornalista que cobre o mundo do empreendedorismo & startups. Apaixonada por tecnologia!

Startup se junta à ONG para ajudar na recolocação profissional de jovens durante a pandemia

Fábio Cassettari, CEO e fundador da Meu Entrevistador

A startup Meu Entrevistador, fundada em 2017, firmou uma parceria inédita com o Instituto PROA – uma ONG que tem o compromisso de criar oportunidades reais de desenvolvimento e empregabilidade para jovens de baixa renda de São Paulo, atuando junto com investidores, empresas e escolas da rede pública.

Os estudantes pela ONG e alunos da rede pública de ensino que participam do jogo educacional gratuito PROACOINS – uma plataforma gamificada, onde os jovens trocam missões culturais por prêmios educacionais –  terão acesso à Meu Entrevistador. 

A startup oferece uma plataforma de conteúdo (uma espécie de Netflix de Carreiras) que ajuda candidatos a conseguirem uma vaga no mercado de trabalho e /ou primeiro emprego. Os jovens têm acesso a vídeos apresentados por diversos profissionais de RH e executivos de grandes empresas, como PayPal, iFood, Heineken e Ambev. 

O Instituto PROA já preparou para a carreira mais de 6.000 jovens e continua acompanhando suas trajetórias. Ao mesmo tempo a Meu Entrevistador possui mais de 800 vídeos dentro da plataforma que ajudam na recolocação profissional e a dar uma guinada na carreira em um processo contínuo, uma vez que o mercado de trabalho está em constante evolução. 

“É uma grande honra e alegria para nós termos o Meu Entrevistador como apoiador do PROA. Todo nosso esforço e dedicação é para que o jovem saia do Ensino Médio preparado para encarar o mercado de trabalho e os processos de recrutamento e seleção que são cada vez mais competitivos. E a plataforma da Meu Entrevistador tem muito a agregar aos jovens vindos da rede pública de ensino”, afirma Rodrigo Dib, diretor executivo do Instituto PROA.

Para Fábio Cassettari, fundador da Meu Entrevistador, a ideia de criar o site surgiu por conta das frustrações que ele mesmo enfrentou ao ter participado de processos seletivos após a conclusão do curso universitário. “Senti falta de algo que me preparasse de uma maneira diferenciada para as vagas das grandes corporações. Que pudesse me conectar com quem de fato decide as vagas mais concorridas do mercado”, afirmou.

Além de parcerias com ONGS, a Meu Entrevistador vem atuando nos modelos B2C e B2B e recentemente fez parcerias com grandes instituições e sistemas de ensino, como Arco e Grupo Ânima, e Career Center, focando no sucesso dos assinantes na preparação para o mercado de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.