Skip to main content
 -
Jornalista que cobre o Ecossistema de Inovação Brasileiro. Instagram: @beatrizbevilaqua

PROGRAMARIA SUMMIT 2021: Mulheres e mais diversidade à frente da Tecnologia

Participantes da última edição presencial do Programaria Summit

O PrograMaria Summit, um dos maiores eventos para mulheres e pessoas LGBTQIAP+ de tecnologia do Brasil, volta neste ano para celebrar, conectar e impulsionar ainda mais o público que atua, estuda ou deseja ingressar na área. Com 5 anos de mercado, a PrograMaria já impactou mais de 25 mil pessoas com seus eventos, cursos e iniciativas no país. As inscrições já estão abertas e o evento acontece nos dias 09, 16, 17 e 18 de setembro.

#JuntesSomosPotências é o tema deste ano, que possui diferentes pilares de ação para impulsionar a carreira de pessoas na tecnologia. Além das salas de conteúdo para capacitar e promover o debate de temas relevantes, como impacto social das tecnologias e saúde mental, o Summit oferece rodadas de mentorias com profissionais referência no mercado, sessões de conversa entre participantes e pessoas recrutadoras, e também ações de networking.

Nesta edição está prevista a participação de aproximadamente 60 palestrantes, 25 mentoras, 10 salas de conteúdo simultâneo em mais de 16 horas de evento diluídos nos quatro dias. A previsão é que mais de 2.500 mulheres participem do evento.

“O evento é voltado para um público diverso de pessoas que estudam ou já atuam na área, em todos os níveis de senioridade, além de pessoas que estão em transição de carreira para tecnologia!”, enfatiza a CEO da PrograMaria, Iana Chan, que atua pela inserção de mais figuras femininas desde 2015. “A tecnologia ainda é composta em sua maioria por homens brancos cis hetero. É fundamental promover a valorização da diversidade para que transformemos o setor em um lugar para todes”, finaliza.

PROGRAMA QUE TRANSFORMA VIDAS

Rebeca Silva, fez uma transição de carreira em plena pandemia e o PrograMaria Summit só fortaleceu essa decisão. Foi no evento que ela sentiu pela primeira vez que a tecnologia fazia sentido como trabalho.

“Pude ver mulheres de negócios, de front end, de back end e conhecer melhor essas facetas diferentes de mercado me ajudou bastante a escolher em qual gostaria de trabalhar.  Hoje eu sou desenvolvedora no Itaú Unibanco e nunca estive tão feliz em um trabalho. Que bom que eu arrisquei e encontrei mulheres para me apoiar e me inspirar nesse caminho”, enfatizou.

Já Úrsula Ariel, uma mulher trans, disse que as oportunidades para pessoas trans no mercado de trabalho são muito poucas, e somente a tecnologia abriu portas para ela. “Foi o único nicho ao qual eu vi chances de mudar para um futuro melhor e a PrograMaria trouxe uma didática muito clara e inclusiva para mim. Então foi simplesmente a maior oportunidade da minha vida”, disse.

EMPRESAS PATROCINADAS

A PrograMaria possui uma vasta rede de empresas parceiras que atuam em prol da inserção de mais mulheres na área da tecnologia. O evento conta com o patrocínio de grandes instituições como  Via, Banco BMG (cota Platina), Escale, Serasa, TOTVS, ORACLE (cota Ouro), Governo do Québec, Avanade,,TOTVS e XP Investimentos (cota Prata). “As empresas já perceberam que diversidade é um diferencial competitivo no mercado. Estar em um evento de tecnologia que celebra a diversidade de gênero é uma estratégia que desenvolve o relacionamento com esse público e pode atraí-lo para oportunidades de carreira nessas empresas”, destaca Iana.

“Entre as principais missões do Bmg, podemos destacar a democratização das soluções financeiras no Brasil que está diretamente ligada a inovação, inclusão e diversidade. Recentemente, firmamos uma parceria com a ProgramaMaria e lançamos o ‘Juntas em Tech’, uma série de ações que visa atrair mais mulheres para o setor de TI, ainda predominantemente masculino. O patrocínio ao ProgramaMaria Summit 2021 vem para consolidar esta união, que visa o empoderamento feminino por meio da tecnologia e da programação. Estarmos juntos em um evento que celebra a presença das mulheres nesse segmento é importante para irmos cada vez mais de encontro a equidade de gênero”, afirma Ana Karina Bortoni Dias, CEO do Banco Bmg.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.