Skip to main content
 -
Jornalista que cobre o Ecossistema de Inovação Brasileiro. Instagram: @beatrizbevilaqua

MedRoom destaca os 5 benefícios do uso da tecnologia de alta performance no ensino

ARealidade Virtual (VR) possibilita uma experiência mais profunda e interativa do aprendizado

Segundo a pesquisa realizada em 2019 pela PwC, Equipe de Inovação em Aprendizagem e Desenvolvimento dos EUA, a imersão de estudantes com os conteúdos que estão sendo aprendidos pode fazer com que eles aprendam até quatro vezes mais rápido do que . A MedRoom, edtech brasileira  que possui o mais completo modelo do corpo humano em 3D do mundo, usa a Realidade Virtual (VR) para possibilitar uma experiência mais profunda e interativa do aprendizado. Referência nesta área, a empresa impacta estudantes de mais de 40 instituições dentro e fora do Brasil.

Para Vinícius Gusmão, CEO e cofundador da MedRoom, a implementação do avanço tecnológico dentro da sala de aula permite que o aluno fixe mais o conteúdo, dentre outros benefícios. “Hoje nosso modelo de aprendizagem é antigo e pautado na decoração de fórmulas. Com a Realidade Virtual, por exemplo, conseguimos trazer os alunos que já nasceram nativos digitais e que são, por natureza, pouco cativados pelo modelo tradicional.”, explica.

“Outro fator importante é a possibilidade de acesso de qualquer lugar, seja por um smartphone ou tablet. Isso nos mostra como a interação com a tecnologia deve ser democratizada, algo que, consequentemente, fará tecnologias de alta performance como imagens 3D, Realidade Virtual e o metaverso entrem cada vez mais na educação e rotina de estudantes”, explica Gusmão.

O CEO listou 5 principais benefícios da tecnologia de alta performance no ensino:

1- “A utilização dos óculos de Realidade Virtual (VR) no aprendizado potencializa em até quatro vezes o aprendizado se comparado ao modelo utilizado em sala de aula tradicional”, diz Gusmão.

2- “Segundo a pesquisa da PwC, os pessoas treinadas com a utilização da Realidade Virtual (VR) podem ficar até 275% mais confiantes para agir com o que aprenderam logo após a aula, sentindo-se mais preparados e eficientes, trazendo uma melhora de 40% no aprendizado comparada a sala de aula comum. Isso nos traz uma noção da eficácia destas tecnologias novas quando aplicadas ao ensino”, conta.

3- “Ainda segundo a pesquisa, é dito que os estudantes que utilizam Realidade Virtual (VR) tem uma conexão emocional mais forte com o conteúdo. É constatado que eles podem se conectar, entender e lembrar do conteúdo mais profundamente, chegando a 3,75 vezes mais comparado a sala de aula”, diz o CEO.

4 – Segundo ele, “os alunos ficam mais focados, pois as experiências imersivas comandam visão e atenção, o que deixa eles mais compenetrados ao aprendizado”.

5 – “A utilização da Realidade Virtual (VR) pode ser mais econômica quando aplicada em escala. Embora seja exigido um pouco mais de investimento inicial para construir e implantar, comparado a sala de aula que não tenha a infraestrutura necessária. O treinamento em Realidade Virtual quando entregue a um número suficiente de alunos pode ser mais econômico, levando em conta que poderá ser ensinado a mais alunos em menos tempo, além do aprendizado mais profundo”, finaliza o cofundador da MedRoom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.