Skip to main content
 -
Jornalista que cobre o Ecossistema de Inovação Brasileiro. Instagram: @beatrizbevilaqua

Feedz traz dicas para engajar colaboradores

Fundadores da Feedz

Colaboradores engajados são mais produtivos e comprometidos com a empresa. São aqueles que “vestem a camisa” do negócio, que procuram sempre as melhores soluções e que estão dispostos a crescer junto com a instituição. Porém, fazer com que as equipes sejam participativas, é um desafio atualmente.

Para Gabriel Leite, CMO e co-fundador da Feedz, a participação dos times nas empresas é um resultado que vem do sentimento de pertencimento. “O engajamento é a sensação de pertencer a algum lugar e isso só é possível se as expectativas condizem com a realidade. Um colaborador que foi contratado para cuidar das redes sociais mas, na prática, cuida do blog, dos leads e dos fluxos de e-mail, por exemplo, dificilmente estará feliz em sua tarefa e com a organização”.

A Feedz realizou em 2021 uma pesquisa sobre engajamento de colaboradores e constatou que, empresas que realizam feedbacks 1:1, mensais ou semanais contam com equipes mais comprometidas do que os que não adotam essa prática e o engajamento é 2,5 vezes maior. Para o estudo, foram entrevistados 1129 trabalhadores de 800 empresas de todo o país, dos setores de tecnologia, serviços, indústria, varejo, finanças, comunicação e outros.

Além disso, segundo o CMO da HRtech, problemas com os líderes são um dos principais fatores de desmotivação dentro de uma empresa. “Mesmo que sejam democráticos ou situacionais, líderes que não inspiram pela sua forma de resolver problemas, capacidade técnica, atenção com os colaboradores e postura profissional, por exemplo, dificilmente terão uma equipe envolvida”.

Engajamento, portanto, é algo pessoal mas que traz benefícios coletivos. Outras questões impactam diretamente essa questão são: fazer com que os times tenham que desenhar um processo de entrega novo toda vez que surge uma nova demanda; não definir da forma correta um plano de carreira que mostra crescimento pessoal e profissional e, principalmente, não reconhecer as boas entregas.

“Outra forma das empresas conseguirem engajar o colaborador é estimular a integração entre as pessoas. Trabalho em equipe, fóruns de assuntos não relacionados ao trabalho, mas que sejam de interesse das pessoas e momentos de descontração, por exemplo, são essenciais para despertar a sensação de pertencimento e, consequentemente, o compromisso profissional”, finaliza Gabriel Leite. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.