Skip to main content
 -
Jornalista que cobre o Ecossistema de Inovação Brasileiro. Instagram: @beatrizbevilaqua

Feedz avança no mercado e projeta dobrar de tamanho em 2022

Da esquerda para a direita Gabriel Leite, CMO e cofundador, Bruno Soares, CEO e cofundador, e Rafaela Cechinel, CSO e sócia

Com a grande transformação da relação entre as pessoas e o ambiente de trabalho nos últimos meses, o formato híbrido deverá se consolidar daqui em diante. Acentua-se então, a necessidade das empresas em prezar por soluções de engajamento e desempenho de colaboradores cada vez mais efetivas. Utilizando da tecnologia de maneira mais humanizada, interativa e que contribui diretamente para a gestão de times mais motivados e engajados, a Feedz apresentou um sólido e consistente crescimento no último ano. E, mesmo em um cenário econômico de tantas incertezas, a HRtech cresceu 420%. Com um faturamento atual de R$2,5 milhões, a startup de Santa Catarina projeta um crescimento na casa dos R$10 milhões até o fim de 2021.

A partir de uma solução focada em avaliação  de desempenho, gestão de objetivos, pesquisas internas, feedbacks, reconhecimento interno, entre outros recursos, a empresa conquistou mais de 700 clientes e 90 mil usuários somente nos últimos dois anos, com a chegada de marcas como Tok&Stok, Lacoste, Reclame Aqui, Danone, Dotz, Rock Content, Fbiz, Raccoon, Mallory, Grupo Soma (Animale, Farm), Grupo Gentil (Boticário, Quem disse berenice?) e PayGo, do grupo C6bank, entre outras. A empresa viu o seu time passar de 18 para mais de 90 colaboradores, e já trabalha com a meta de dobrar o número de clientes e usuários até julho do ano que vem.

“No nosso modelo de negócios, parar de inovar não é uma opção, os clientes querem estar sempre por dentro das últimas novidades e melhores práticas de gestão de pessoas”, afirma Bruno Soares, CEO e fundador da Feedz.

É preciso falar e praticar a diversidade dentro das empresas

Para continuar liderando este processo de inovação do mercado de RH, a Feedz deve trazer ainda mais novidades para dentro da plataforma. Entre as novas funcionalidades está o módulo de diversidade e inclusão. Até o fim deste ano, as empresas poderão, de forma segura e anônima, acompanhar  o quão diversa a  companhia realmente é, por aspectos como etnia, gênero, idade, tempo de casa, remuneração, etc.

“Cada vez mais as empresas buscam por soluções que unem em uma só plataforma diversas funcionalidades para a gestão de pessoas. E nesse contexto, questões importantes relacionadas à sociedade estão cada vez mais presentes. É preciso falar e praticar a diversidade dentro do trabalho. Por isso, nada mais relevante que conhecer os seus colaboradores de verdade a partir de informações atualizadas sobre o quanto sua empresa realmente é diversa. Isso é só o começo e os RHs têm um grande desafio pela frente”, afirma Soares.

No entanto, manter o time engajado e com alto desempenho, não é um desafio apenas das grandes companhias, mas sim de todo o mercado brasileiro.  Hoje, mais de 90% das empresas no país possuem menos de 100 funcionários, segundo o IBGE. De acordo com o CEO, independente do tamanho do negócio, seja uma grande companhia ou uma PME, o RH deverá criar uma cultura de valores em que as pessoas são a prioridade.

“Não é uma questão de opção, empresas que não investirem em engajamento e desempenho de colaboradores, vão ficar para trás nesse mundo tão competitivo.”, conclui o CEO da Feedz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.