Volvo e RMTC apresentam resultados preliminares do ITS4Mobility no Brasil

Publicado em Sem categoria

Fotos: Volvo/Divulgação

Goiânia – Em complemento à venda de ônibus, a Volvo e a parceira Ericsson disponibilizam aos operadores o sistema de gestão de tráfego e informações aos passageiros em tempo real ITS4Mobility. Desenvolvido inicialmente em Gotemburgo (Suécia), sede do fabricante, e já aplicado em países como África do Sul e Canadá, o software ganhou versão brasileira em Goiânia. Na primeira capital brasileira a implantar a tecnologia de bilhetagem eletrônica – há 15 anos os ônibus não contam mais com a função do cobrador –, trouxe ganhos operacionais (veja quadro abaixo) somados à inauguração do também pioneiro Centro de Controle Operacional (CCO) em 2009.

Sob a supervisão da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), consórcio operador local que reúne as cinco empresas de ônibus de 18 municípios da grande Goiânia, o sistema monitora na sala do CCO a circulação da frota, indicando se os ônibus estão circulando de acordo com o planejado, com frequência adequada, cumprindo os horários planejados e mantendo a rota previamente definida. As informações apontam possíveis desvios, ajudam a identificar pontos críticos da operação – principalmente na região central da cidade – e permitem planos de ajuste, como em casos de manifestação nas ruas que atrasam as viagens.

Sala do CCO de Goiânia reúne 20 postos de controle

A partir dos GPS instalados nos coletivos, os dados são replicados aos usuários por meio de aplicativos para smartphones (quatro disponíveis, dois deles desenvolvidos pela RMTC), totens instalados nos terminais, pontos estratégicos ou via call center. É possível consultar os horários de chegada do próximo ônibus, evitando atrasos e longo períodos de espera. Goiânia conta com tarifa única de R$ 3,30, dos quais 11% dos usuários são formados por grupos de gratuidade e 12% de estudantes. “Antes da inauguração do CCO e do ITS4, o sistema operava de forma saturada. Trata-se de uma ferramenta fundamental para dar sustentação ao consórcio. Melhora a qualidade do transporte, além da segurança”, afirma o diretor-executivo do consórcio RMTC, Leomar Avelino Rodrigues.

Por outro lado, a velocidade máxima do transporte coletivo de Goiânia caiu 31% nos últimos três anos. Outro desafio é a baixa demanda das linhas executivas, operadas por micro-ônibus equipados com ar-condicionado e tarifa diferenciada.

Apesar de diversos outros softwares semelhantes já serem utilizados no Brasil, a Volvo argumenta que o ITS4 é o único sistema na América Latina que possui a conectividade de 100% dos veículos de forma estável. “Não é um simples sistema de monitoramento da frota. Agrega inteligência à gestão da frota em tempo real, permitindo uma tomada de decisões com eficácia e de forma embasada”, sustenta o responsável pela área de telemática da Volvo Bus Latin America, Vinícius Gaensly.

Motoristas dos coletivos também acompanham dados do ITS4

A versão latino-americana do ITS4 é oferecida comercialmente pelas duas empresas. A Ericsson é a responsável pela implementação, suporte e manutenção da solução. Além de Goiânia, outras duas cidades brasileiras já se mostraram interessadas em utilizá-lo, de acordo com o presidente da Volvo Bus Latin America, Luis Carlos Pimenta. Por meio de três diferentes pacotes oferecidos, o sistema pode ser modulado de acordo com a necessidade de operação. Também é compatível com outros modais como trens de superfície, VLT e barcos – a exemplo da operação de Gotemburgo.

O jornalista viajou a convite da Volvo Bus Latin America

RAIO-X DA RMTC

5 empresas operadoras

283 linhas

1.467 ônibus

21 terminais

8 milhões de km rodados/mês

16 milhões de viagens/mês (integrações representam mais da metade das viagens)

13,8km/h de velocidade média

RESULTADOS COM O ITS4

-Operação

98% de confiabilidade

76% de pontualidade*

99% de cumprimento de viagens

-Segurança

3.473 intervenções policiais**

199 prisões

*Ante 64% em 2009, considerando tolerância de cinco minutos

**Nos últimos 16 meses

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *