Sobras do BRT/Move vão rodar no interior do estado

Publicado em Sem categoria

Ônibus metropolitano remanejado para Itaúna

Bruno Freitas/EM/D.A Press

A operação do BRT/Move também vem impactando no transporte de cidades de médio porte do interior de Minas. Com a chegada dos 428 ônibus do tipo padron e articulado do transporte rápido por ônibus, outras centenas de ônibus convencionais tiveram de ser retiradas de circulação na Região Metropolitana Belo Horizonte. A maioria da sobra tem sido revendida pelos consórcios operadores – muitas unidades são adquiridas por prefeituras ou pequenas empresas, tornando-se ônibus escolares, por exemplo. Outra parte da frota, porém, tem sido aproveitada na operação de cidades de médio porte.

É o caso de Coronel Fabriciano e Timóteo, no Vale do Aço, Itaúna, na região centro-oeste, e Varginha, na região sul. Todas atendidos pela empresa Autotrans, subsidiária do grupo Saritur (um dos maiores do estado), os municípios vem recebendo coletivos usados da RMBH como renovação de frota, substituindo outras unidades mais antigas e com prazo para sair de circulação. Para Varginha foram repassados 10 veículos, enquanto Itaúna recebeu seis. A prática não é nova no estado, mas estava em desuso desde o início dos anos 2000, quando contratos de licitação mais detalhados passaram a exigir menor idade média da frota, além do reajuste anual da tarifa. A renovação com sobras do BRT/Move também coincide com a crise econômica brasileira – até então, o grupo Saritur vinha renovando a frota das empresas do interior apenas com ônibus zero quilômetro.

Procurado pelo blog para comentar o aproveitamento dos ônibus e uma possível renovação com ônibus novos no interior, o grupo Saritur não se manifestou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *